História Os Filhos de Jeff e Jane! - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Exibições 20
Palavras 489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Espero que gostem

Capítulo 17 - Bruce Moore-o Homen-elástico,sofre da Síndrome de Ehlers-Dan


Fanfic / Fanfiction Os Filhos de Jeff e Jane! - Capítulo 17 - Bruce Moore-o Homen-elástico,sofre da Síndrome de Ehlers-Dan

Bruce

Eu nasci e creci na cidade de Columbus,Ohio,estudo na escola Sedalia Elementary School,atualmente tenho 14 anos,no inicio da minha infância minha família fazia o possível pra me ocultar da comunidade por causa da minha síndrome porque havia ocorrido em meus 7 anos dois acidentes na minha escola,um menino de minha escola havia inclinado o pé para eu tropeçar so que quando eu tropecei e cai no chão meus dedos do pé haviam se alongado e meu tornozelo havia se intortado e todos me olharam horrorizados e no mesmo instante a professora ligou pra emergência não sabendo oque eu tinha e o segundo acidente foi quando uma amiga minha que sempre estralava meus dedos durante a aula do nada quando ela puxou o dedo para frente ele se alongou ate o meu pulso e desde aquele dia que na qual ela usou mt força ela nunca mais estralou meus dedos ou algo do tipo.

Eu nunca senti vergonha da minha síndrome,eu via mais como um talento ou como um super herói como o quarteto fantástico o homen elástico,eu me inspirava nele,ele conseguiu ser reconhecido e conseguiu a garota mais bonita da serie.Todos os dias eu ficava preso em casa e única pessoa que minha família já deixou me ver foi o Doutor Mitch que ele ficou tentando arranjar solução pra minha síndrome ou algo que facilitasse,eu não entendi muito bem o que ele queria mas na minha opinião ele me usava como rato de laboratório,ele passou 2 anos fazendo essas coisas comigo e não deu em nada e depois foi embora.

Atualmente eu mesmo tenho mais que dupla certeza que não tenho vida social e nunca terei,nunca namorei e nem penso direito sobre isso,todos os dias fico preso em casa,estudando,lendo gibis..e sozinho..sempre sozinho,Desejos sexuais?nenhum,sou do tipo inocente não penso direito nessas coisas...

-Lá vou eu mais um dia chatoo e solitário.- me levantando da cama e indo fazer minhas higienes diárias

Escuto meu pai e minha mãe discutindo como sempre,quando escuto eles fechando a porta lá de baixo pra irem embora é quando eu abro a porta de meu quarto.

Começo preparando meu café da manhã,depois de comê-lo,vou fazendo meu afazeres diários e depois vou navegar online,ver anime eu acho.

Do nada escuto a campainha e ignoro.

A campainha repete bem umas 4 vezes e daí eu fico em frente a porta e escuto

-Oi Bruceleon,eu sei que esta ai.

Eu abro a porta lentamente pois sei que é o doutor Mitch pois ele era a única pessoa que me chama desse jeito haha

-Entra logo.

Ele entra acompanhado de um cara parecido com ator de novela,a Lorayne e um cara de 3 pernas(nossa)

-Então,oque veio fazer aqui?-vou perguntando logo porque não quero fazer cafezinho pra nimguem

-Então Bruceleon,vinhemos aqui para convidar você pra ir com a gen...

Eu interrompo

-Eu topo

Rapidamente arrumo minhas malas e saio com eles,quero sair do tédio e ter minha própria aventura.

Continua..

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...