História Os filhos do tigre - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Maldição do Tigre
Personagens Alagan Dhiren Rajaram (Tigre Branco "Ren"), Kelsey Hayes, Nilima, Personagens Originais
Visualizações 17
Palavras 833
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Misticismo, Romance e Novela, Saga

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 24 - Um beijo - Kamala


Fanfic / Fanfiction Os filhos do tigre - Capítulo 24 - Um beijo - Kamala

Robert deu início à reunião onde votaríamos pela manutenção ou não das mudanças feitas pela empresa como exigência de Mahish. Eu estava confiante de que a maioria dos diretores rejeitaria as propostas de mudanças, embalados pelo meu discurso anterior.

Robert votou primeiro, e obviamente votou favorável às mudanças. Em seguida eu votei contrária. Então, a diretoria começou a votar. Alguns votaram contrários, mas a maioria votou a favor, o que fez com que o voto final deles fosse favorável à mudança. Com isso, mesmo Anik votando comigo, eu não tinha mais chance de vencer. A empresa da minha família seria corrompida e eu não poderia mais impedir que isto acontecesse. De repente eu não conseguia mais ficar na sala. Em agonia, pedi licença e me retirei.

Eu fui até o jardim de inverno para tentar me acalmar. Entrei naquele ambiente observando as flores e plantas e deixando algumas lágrimas escorrerem pelo meu rosto. Depois de algum tempo, ouvi a porta se abrir e pensei que era o meu irmão quem vinha me encontrar. Não era.

Sohan entrou e fechou a porta atrás de si. Ele me olhou nos olhos, mas eu virei o rosto com raiva, tentando enxugar as lágrimas. Ouvi seus passos lentos em minha direção.

— Kamala. — Ele me chamou suavemente.

Eu não o respondi, ou me virei.

— Kamala, por favor, olhe para mim.

Eu me virei, tentando me manter firme, mas meus olhos foram direto nos olhos verdes de Sohan. Eu não sabia explicar o que senti naquela hora, mas foi como se um turbilhão de emoções rompessem minhas barreiras. Eu comecei a chorar abertamente, sendo amparada pelos braços de Sohan.

Sohan me abraçou forte, mantendo-me em seus braços enquanto meu corpo sacudia-se contra a minha vontade. Eu não conseguia parar de chorar.

Sohan começou a falar comigo baixinho, com sua voz doce e suave, suas palavras em hindi pareciam música. Aos poucos eu fui me acalmando.

— Shhh, não se preocupe pryatama, vai ficar tudo bem. Você conseguiu!

Surpresa, eu ergui meu rosto e afastei-me um pouco, mantendo-me em seus braços.

— Como assim eu venci? A diretoria votou com Robert!

Sohan sorriu de leve enquanto eu saia de seu abraço reconfortante.

— Anik e eu votamos com você!

Sem entender, eu fiquei paralisada por alguns segundos.

— Mas você... Você não... queria as mudanças?

— Sim, eu queria. Eu queria que a empresa crescesse e se tornasse a maior empresa deste país. Eu queria ser reconhecido pelo meu trabalho. — Ele me olhou firme e sorriu — Então você voltou, e me mostrou que nada disso era importante. É impossível ficar indiferente à sua paixão. É impossível ficar indiferente à você, minha Deusa!

Completamente emocionada, eu sorri e corri para os braços de Sohan. Eu o abracei com emoção e fechei os olhos. Nesse momento, algo em mim mudou. Senti meu coração se abrir, sendo que eu nunca havia notado que ele estava fechado. Senti meu coração se encher, como se ele antes estivesse vazio, ressecado. Meu coração bateu acelerado, com tanta força e de uma maneira tão plena, que eu sentia que não podia sair de onde eu estava naquele momento, como se longe dos braços de Sohan, meu coração fosse murchar novamente.

Com dificuldade, afrouxei os braços, que estavam ao redor do pescoço de Sohan e os desci, passando por seus ombros e braços. Relutante, ele tirou os braços que estavam ao redor de minha cintura e eu segurei suas mãos. Olhei para ele, e o agradeci.

— Obrigada Sohan.

Ele suspirou profundamente, como se considerasse algo, então encostou sua testa na minha e fechou os olhos, suspirando novamente, apertando as minhas mãos levemente.

— Eu faria qualquer coisa por você. — Então ele abriu os olhos, soltou uma das minhas mãos e tocou meu rosto. — Eu amo você Kamala.

As chamas dos olhos verdes de Sohan queimaram os meus e eu senti esse calor percorrer todo o meu corpo. Meu coração agora batia muito rápido e eu sentia minhas pernas amolecerem. Meu corpo e minha alma desejaram Sohan. Aquele sentimento que eu achei estar morto, voltou com força naquele momento. Percebi que era este sentimento que eu mantive fechado dentro do meu coração, que agora estava aberto e transbordava em meu peito.

Eu não disse nada, apenas estiquei meu corpo e o beijei.

Meus lábios tocaram os lábios de Sohan suaves e firmes. Sohan envolveu minha cintura com um dos braços e me puxou para si, apertando-me contra seu peito e aprofundando o beijo. Eu envolvi novamente seu pescoço com meus braços e o beijei com empolgação. Os lábios de Sohan eram macios e quentes, seu beijo era delicioso, como eu sempre achei que seria. Mas havia algo diferente.

Eu não era mais uma menina inexperiente, mas com Sohan, eu me senti como eu nunca havia me sentido antes. O beijo dele envolveu meu ser, tocou minha alma, me completou. Eu senti que era ele, e que nunca mais haveria outro. Eu finalmente me senti completamente segura com alguém.

Eu o encontrei, o amor de verdade.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...