História Os Fragmentos do meu Coração - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Kagome Higurashi, Personagens Originais, Sesshoumaru
Tags Kagome, Sesshoumaru
Exibições 68
Palavras 923
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Cap 01


Capítulo 2

Capítulo 1

 

Após muito esforço eu consegui terminar o treinamento a que tinha me submetido. Segundo o meu sensei eu me tornei muito mais forte do que ele e que meu poder se iguala ao da falecida Midoriko. Estou me dirigindo ao vilarejo da vovó Kaede, ainda vão ser uns quatro dias de viagem andando normalmente na velocidade humana, estou tão ansiosa e com saudades de todos, principalmente do Inu-yasha... Mesmo longe todo esse tempo eu não esqueci ele, muito menos meu sentimento que pareceu ficar mais forte enquanto estive fora... Às vezes me pergunto se ele pensa em mim ou se sente falta...

Sou tirada de meus devaneios quando sinto a presença de quatro fragmentos da joia de Quatro Almas, e um youkai está prestes a me atacar, mas ele vem discretamente sem deixar transparecer.

O youkai tem a aparência humana e esses são os mais perigosos. O youkai é de uma beleza incrível, ele é alto, pele branca como a neve, olhos de um tom violeta incrível e cabelos negros como carvão, se eu não estivesse sendo atacada e não soubesse a verdade por trás dele, eu me permitiria pensar “nossa como ele é lindo”, mas não posso me deixar levar por sua beleza.

– O que uma humana tão linda faz no meio da floresta sozinha? Um youkai pode aparecer e te atacar, você não tem medo? - O youkai diz chamando minha atenção, sua voz é muito sensual.

– Não tenho medo, e eu sei o que você é, e sei também que está com quatro fragmentos da joia - eu disse com uma tranquilidade incrível que o fez me encara irritado.

– Ah então você me descobriu? E sei que você também tem fragmentos e eu os quero para mim- O youkai disse dando alguns passos em minha direção.

– E eu digo o mesmo – eu disse com sarcasmo.

– Ora que humana mais insolente. Eu ia pegar leve com você, afinal você é bonita, mas agora você me tirou do sério - O youkai disse muito mais irritado do que antes.

O youkai inicia o golpe como estava muito perto ele conseguiu me arranhar.

– Como ousa me tocar, seu youkai insolente! - eu disse com muita irritação na voz.

Eu prevendo outro golpe liberei todo o meu poder de sacerdotisa, esperei até o ultimo momento de seu ataque e desviei do ataque. O youkai pensou que tinha me acertado em cheio, grande erro, quando percebeu que acertou o vazio, já não havia mais tempo de reação, pois ele não tinha visto que eu já tinha sacado minha espada e que já estava posicionada atrás dele. O acertei com um golpe mortal, o youkai caiu sem fazer som algum, sua morte foi instantânea.

Eu guardei minha espada novamente e foi em direção ao youkai, retirando-lhe os quatro fragmentos da joia e coloquei junto com os que eu já possuía, o que deu um total de 14 fragmentos. Kagome não percebeu que outro youkai de olhos cor de âmbar a observava ele se aproximou porque sentiu o cheiro do sangue dela, presenciou tudo e ficou surpreso com o que viu, mas ela não percebeu a presença dele porque o youkai escondeu a sua presença para ver o que ela ia fazer, e ficou muito surpreso, pois para ele, ela não passa de uma humana fraca que não sabe nem atirar uma flecha direito e agora conseguiu sozinha fazer isso a um youkai completo. Ele se perguntava o que tinha acontecido com ela e porque ela estava sozinha. Resolveu somente observar por enquanto.

Eu continuei minha viagem, eu agora estava mais forte e andava não só com os inseparáveis arco e flecha, mas também levava comigo uma espada feita unicamente para mim, pois utiliza a minha energia espiritual para desferir golpes mortais e é por esse motivo que ela é única e especial, e não é só isso que mudou, eu também aprendi a utilizar vários tipos de armas, pois segundo meu sensei uma sacerdotisa deve saber se defender e lutar, quando necessário. Eu deixei de ser aquela menina fraca e inútil, que só dependia de todos para proteção e me orgulhava muito disso. Queria mostrar logo para Inu-yasha, pois pra ser útil e por ele, eu passei por esse treinamento todo, queria mostrar a todos que podia ser, enfim, forte. Passei a noite num vilarejo simples e saí logo cedo.

Estou andando há algum tempo e observando a paisagem ficar conhecida, uma certa nostalgia passou a me atingir. Já fazia algumas horas que estava caminhado, no caminho eu vim me perguntando como será que está o Shippou? E Sango e Miroku será que se acertaram? Como será que estão todos? Não vejo a hora de chegar e descobrir por mim mesma. Já estava começando a avistar o vilarejo da vovó Kaede e meu coração começava a ficar acelerado, pois a ansiedade e a saudade de todos estavam me matando.

Estou passando pela floresta quando sinto uma presença bem conhecida para mim, na verdade eu conhecia as duas, uma era Inu-yasha e a outra... Não pode ser quem estou pensando, mas não mesmo... Já estava tarde, mais precisamente quase de madrugada, então resolvi dar uma olhada, mesmo meu coração dizendo para não ir, eu fui. Escondi minha presença e cheiro e fui em direção à presença deles, no caminho fui me perguntando o que eles poderiam estar fazendo tão longe do vilarejo quando os vejo. E congelo onde estou...

A cena que presenciei mudou minha vida para sempre...

Inu-yasha e Kikyou estão juntos!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...