História Os gêmeos - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Tags Gêmeos, Perdida, Princesa, Selecao
Exibições 2
Palavras 1.199
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 5 - O casamento


Fanfic / Fanfiction Os gêmeos - Capítulo 5 - O casamento

# Uma semana depois #

Ponto de vista da Violet

Uma semana se passou do ataque. Uma semana que não vejo Anthony. E hoje é o dia do meu casamento. Estou sozinha no quarto, sentada em frente a penteadeira. Me encaro no espelho. Não parei de chorar desde que acordei, por esse motivo não colocaram nenhuma maquiagem no meu rosto. Meu cabelo está preso em um coque bem simples, sem nenhum enfeite, para poder por a coroa. Holly se superou no vestido, ele é totalmente vermelho com detalhes em prateado, é tomara que caia com decote em v, a saia desce cheia e volumosa até o pé. O sapato é prateado, a cor é idêntica a das minhas unhas. Mas não consigo sorrir ao me olhar no espelho, não consigo me sentir bonita. A porta é aberta, levanto da cadeira, pronta para ir para o casamento. Para minha surpresa, cinco guardas entram no meu quarto.

- Me deixe adivinhar, Ethan resolveu que eu devo ser escoltada por cinco soldados até o andar de baixo? – Digo de maneira sarcástica, senão vou acabar chorando novamente.

- Nós percebemos que fomos injustos. – Diz Scott, e solta um suspiro. – Injusto com você e com Anthony.

Ele desperta certa curiosidade em mim, o encaro nos olhos.

- O que você quer dizer com isso? – Pergunto, querendo descobrir aonde ele quer chegar.

- Nós achamos que alguém de fora poderia resolver os problemas do país. – Diz Scott. – Mas estávamos errados, fomos precipitados ao ajudar a depor o rei Anthony, ele não era  perfeito mas é melhor que Ethan.

- E o que vocês querem de mim? Eu não posso mudar nada, duvido que Ethan deixe eu ficar sabendo sobre os assuntos políticos.

- Não queremos a sua ajuda, o estrago já foi feito. – Diz Daniel, que também está no grupo. – Queremos ajudar você.

- Como? –Pergunto, sem entender nada.

- De todos você foi a mais prejudicada. – Diz Daniel, e desvia o olhar. – Não sabíamos que ele iria fazer isso com a senhorita, e com as outras selecionadas.

Sinto um aperto no peito, esqueci completamente das selecionadas que estão presas na masmorra. Me amaldiçoou internamente por reclamar da minha vida, enquanto elas sofrem bem mais que eu.

- Queremos ajudar você a se encontrar com Anthony. – Diz Scott. Olho em sua direção, sem acreditar no que acabei de ouvir.

- Você está falando sério? – Pergunto tão baixo que acho que ele não ouviu.

- É o mínimo que podemos fazer por você. – Diz Scott.

Sinto lágrimas escorrerem pelo meu rosto, mas não de tristeza, são lágrimas de alegria.

- Obrigada. – Falo entre as lágrimas. Mesmo eles sendo os culpados por tudo que está acontecendo, eles resolveram mudar, eles não tem a obrigação de me ajudar, mas querem fazer isso, mesmo eles podendo ser executados caso alguém descubra.

- Agora temos que descer, está na hora do casamento. – Diz Daniel. Limpo as lágrimas do meu rosto e saio do quarto. O casamento será no grande salão, quando chego na porta, vejo toda minha família me esperando.

- Olha a noiva! Achei que ia se atrasar. – Diz Jordan, vindo na minha direção.

- Não sou igual as outras noivas. – Digo, ele me abraça. Assim que me solta analisa o meu vestido.

- Tenho que concordar, nunca vi uma noiva de vermelho. – Ele diz. Consigo sorrir, um sorriso verdadeiro. Ele sorri de volta, mas percebo algo em seus olhos.

- O que foi? – Pergunto, olho sobre o ombro dele para a minha família. Mamãe e Jacob estão olhando para o chão, já as gêmeas estão conversando. Ninguém me encara. – Por que ninguém me encara?

-É só impressão sua. – Ele diz, mas seu sorriso vacila.

- Jordan, você não me engana, por que vocês estão estranhos? – Pergunto, encarando seus olhos azuis escuros, idêntico aos da mamãe.

- Depois do que houve... Bem mamãe está decepcionada com você, assim como Jacob. As gêmeas também sabem o que aconteceu, e acho que não estão lidando muito bem. – Ele diz, e começa a encarar os sapatos.

- E você? – Pergunto, ele volta a me encarar.

- Estou confuso. – Ele diz, e solta um suspiro. – Eu conheço você, e acho tudo muito... Estranho. Você recusou o pedido de casamento dele, eu estava com você naquele dia. – Ele fala, e começa a passar a mão pelo cabelo ruivo. – Não acredito que você seja uma assassina, mas você está aqui, se casando com um cara que, meses atrás você recusou o pedido de casamento. Desculpe se estou estranho, mas não sei como isso está acontecendo.

Eu o encaro, querendo falar toda a verdade. Mas não sei qual seria a reação dele. Ele sempre foi esquentado, poderia acabar preso, ou pior executado.

- Só você vai entrar comigo? – Pergunto, desviando do assunto. Ele parece satisfeito com a mudança de assunto.

- Sim. – Ele diz.

Fico um pouco triste, mesmo que eu não queira me casar, sempre imaginei meus dois irmãos me levando até o altar. 

- Vocês tem que entrar agora. – Diz Mia, aparecendo do nada. Vejo que só tem ela ali, todos já entraram. Ela volta novamente pro salão. Esperamos um pouco, então Jordan me estende o braço. Me agarro em seu braço, e entramos. O salão está lotado, cheio de pessoas, mas só consigo encarar o altar. Vejo minha mãe, meu irmão e minhas irmãs do lado esquerdo do altar. Olho pro lado esquerdo, onde vejo Ethan, desvio o olhar para o lado. Do lado dele não encontro ninguém da sua família.

- Cada a mãe e o irmão dele? – Sussurro baixinho para Jordan.

- Você não sabe o que aconteceu? – Ele pergunta, olhando para frente, igual a mim.

- Não.

- Os dois irmãos foram convocados pro exercito, Ethan veio pra cá, mas o irmão não teve tanta sorte. – Diz Jordan. – Um mês depois, a mãe dele recebeu uma carta, dizendo que David havia morrido. – Ele faz uma pausa, então continua. – Ela teve um ataque do coração, e morreu antes da ambulância chegar.

- Que horrível! – Falo, deixando meu ódio por Ethan de lado, durante um momento. Eu conhecia Monique, ela era uma boa mãe, fazia o máximo que podia para criar seus dois filhos. E David, ele era dois anos mais velho que eu, mesmo assim a gente brincava juntos quando crianças. Nem percebo e já chegamos ao altar, Jordan entrega a minha mão para Ethan. Nos ajoelhamos lado a lado, então o padre começa a cerimônia. Simplesmente paro de prestar atenção, mas um trecho me faz voltar ao presente.

- Ethan, você aceita Violet, como sua legitima esposa e rainha de Illéa? – Pergunta o padre.

- Aceito. – Diz Ethan, e só então noto a coroa em sua cabeça.

- Violet, você aceita Ethan como seu legitimo esposo e aceita ser a futura rainha de Illéa? – Pergunta o padre.

- Aceito. – Digo, e uma coroa é posta na minha cabeça.

- As alianças. – Diz o padre, pegando uma almofada vermelha, onde estão duas alianças. Eu pego uma, enquanto Ethan pega a outra. Nós colocamos as alianças no dedo um do outro.

- Pode beijar a noiva. – Diz o padre. Antes que eu possa ter qualquer reação, Ethan me beija, selando nosso casamento.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...