História Os Guardiões Das Estações - Capítulo 29


Escrita por: ~

Exibições 29
Palavras 995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Escolar, Fantasia, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


A outra parte, demorei um poquinhos mas aqui esta... De um modo assustador eu quero acabar logo essa temporada mas também não quero... Estou em um empasse terrível. Mas espero que continuem gostando da fic ate o final, ela é minha paixãozinha ^-^ boa leitura... Aaahh, o Bad e o Good estão ocupados com uns encargos meus, mas eles vão voltar depois ^-^

Capítulo 29 - Um A Um... (Parte 2)


Pov. Autor – Já entendi, acho que agora é a minha vez! (Disse Punzie, preparando-se para agir).
A jovem começou a acumular energia e poder em seu corpo, como resultado do acumulo deste, o cabelo de Punzie começou a brilhar em um dourado intenso e vivo rodeando envolta do corpo da jovem que começava a flutuar, a garota abriu os braços gerando quatro esferas de fogo que começaram a girar e percorrer o ambiente, acendendo diversas tochas que haviam ali pregadas na parede, então com uma explosão repentina de poder ela lançou uma devastadora rajada de luz em direção ao final do túnel criando uma espécie de pirâmide dourada, os jovens restantes correram até a construção e entraram, para logo depois o estranho local desaparecer no ar. Quando a garota retornou ao solo, a chama de uma das tochas começou a ganhar forma e vida, que rapidamente foram reconhecidas pela garota.
- Acho que vou ter que aprender a dançar com minha sombra depois dessa! (Falou a garota, tomando seus trajes de batalha).
Continuando o caminho, os jovens chegaram a um estranho castelo, que como destaque, mantinha equilibrada e em sincronismo as cores preta e branca, era um lugar medonho, que transmitia a quem caminhava ao mesmo tempo a dor e a alegria, o medo e a confiança... sem possíveis cerimonias, – como havia acontecido nos outros locais – uma estranha voz ecoou pelo local.
- A luz e a sombra, duas unidades do mesmo destino, ligados pela linha que completa a razão. Com o momento se escolhe, com o local se decide, dois passaram, e dois ficaram! (Disse a voz e se desfez novamente).
- Esse foi obvio se me permitem dizer, “o momento e o local”, são guiados pelo tempo e pelo espaço, ou seja, eu e Jai ficaremos aqui! (Disse Els, transmitindo confiança em seu tom de voz).
- Vamos então querida Els, vamos trabalhar também! (Disse Jai, com agitação e euforia).
Jai colocou-se em uma área que era coberto pela tonalidade branca, enquanto Els em uma área preta, ambos os jovens preparam seus poderes os lançando um contra o outro, gerando imediatamente um portal estranho que nenhum dos presentes imaginaria para onde levava, Eth e Jack saltaram para ele e desapareceram no espaço-tempo. Quando os dois jovens restantes finalizaram seus poderes, dois seres começaram a absorver as cores do local, cada um deles uma cor, tomando uma aparência real e revelando que o castelo se tratava de um lugar normal, mas que cotinha energias positivas e negativas.
- Pronto, agora sim eu já vi de tudo, não tenho mais nada a declara, me crucifiquem! (Disse Jai com um ar de desagrado).
- Se eu não estivesse espantada com o que vejo eu faria isso para você Jai! (Falou Els, amedrontada com o que visualizava, ambos os jovens não tiveram escolha senão prepararem-se para lutarem).
Jack e Eth encontravam-se agora em uma estranha caverna, que era completamente fechada por cima, enquanto por baixo havia apenas água, presumido que sua entrada ficava no fundo. Jack planava pelo local, enquanto Eth patinava sobre as águas tranquilamente, mas logo assustou-se, caindo sentado acima da água quando mais uma vez outra voz tomou o ambiente.
- O que observas é imensidão, tão belo quanto misterioso, tão límpido quanto profundo, procure nas profundezas e irá encontrar, o tesouro para atravessar, mas que a apenas um permitirá! (Após dizer estas palavras, novamente a voz desapareceu).
- Acho que chegou a minha vez Jack! (Disse Eth com um ar tristonho).
- Não se preocupe, tudo vai acabar bem. (Falou Jack, com um ar tímido e envergonhado por temer fazer o que tanto queria).
Eth pediu para que Jack voasse um pouco a mais para cima, quando este obedeceu, o jovem mergulhou para as profundezas aquáticas, indo o mais fundo que pôde até encontrar uma passagem, ele virou-se um pouco, uniu suas mãos próximos ao peito e as abriu estendendo os braços, como resposta, as águas partiram-se ao meio, Eth flutuou para onde Jack se encontrava para que esse partisse para o caminho final.
- Eth, tenha cuidado está bem? (Perguntou Jack, um pouco vermelho, mas ao invés de receber primeiramente uma resposta, Eth deu-lhe um selinho rápido, que apenas fez Jack ficar ainda mais vermelho e nervoso).
- Você...? (Perguntou Jack, recebendo um aceno negativo do menor).
- Está certo! Tome cuidado! (Disse Jack em um tom triste e decepcionado).
- Você também! (Disse Eth, conseguido arrancar um sorriso de Jack, antes que este atravessasse a passagem e desaparecesse).
Quando Eth deixou que as águas voltassem para seu lugar e novamente se pôs sobre elas, uma parte da água começou a ganhar uma forma diferente, criando um corpo físico e preparando-se para atacar o jovem!
- Então é isso que todos estarão enfrentando neste momento? Espero que todos estejam bem! (Disse Eth, preparando-se para o combate que viria)...
Jack, sendo o último de todos a chegar na última passagem, encontrou no local um tornado que pairava sobre o ambiente que parecia com uma cidade destruída, novamente uma voz falou no local.
- Sopre as brisas, dome os ventos, controle as correntes que perturbam o tempo, agora aqui estás, e apenas passaras se teus problemas enfrentares. (Então sumiu a voz que dizia estas palavras).
De repente o tornado começou a findar-se e ganhar forma, transformando e assimilando-se ao jovem que se fazia presente naquele lugar! Todos os demais naquele momento estariam enfrentando a si mesmos, os mesmos talentos, mas será que a mesma experiência?
- Acho que vai ser divertido enfrentar alguém que se parece comigo, é bom para que eu mesmo descubra como sou forte! (Disse Jack, vestindo suas roupas de batalhas e partindo para o ataque) ...
- Cada um em seus problemas, em suas batalhas, será que eles poderão superar este simples desafio? Será que eles serão dignos de consegui o que guardo tantos anos pela espera deles? Isso é o que irei descobrir com o passar destas batalhas! HAHAHAHAHAHAHA!


Notas Finais


Bye bye, até outra hora ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...