História Os Guardiões de Omamori! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anime, Drama, Mangá, Mistério, Shoujo, Shounen
Visualizações 5
Palavras 2.410
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Super Power, Violência
Avisos: Cross-dresser, Heterossexualidade, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


•°•°*Hey Yoo Minna*°•°•

Tudo bem pessoal! Novamente aqui, tentando reescrever esta Fanfic, que é um pré enredo do meu mangá! Que é pra eu ter, pelo menos, uma base de como será a minha história!

Bom, (!-!) (^-^) espero que gostem!
Kissus!**

Capítulo 1 - O começo... De volta as raízes!


Fanfic / Fanfiction Os Guardiões de Omamori! - Capítulo 1 - O começo... De volta as raízes!





══════◄••❀••►══════


["Bom.. Esta história, não possui uma ordem exatamente cronológica, para ser contada, porém vamos começar do início..."]



>>Cidade Shirayuri - 06:25 am<<


>>Residência dos Mitsuko's<<



Estava amanhecendo, o sol já estava de pé, a janela do quarto estava aberta, então entrava um pouco de luz por ela, junto de uma pequena brisa que balançava calmamente as cortinas..

O quarto tinha uma extensão média, as paredes eram pintadas de um rosado do tipo "salmão" claro, possuia poucos móveis, não muito caros, e algumas caixas de mudança.

No canto direito do quarto, proximo da parede, deitada e aconchegada, debaixo dos lençóis, havia uma jovem dormindo. Embora a pouca luz do quarto, que tinha, estivesse batendo em seu rosto, ela não se incomodava, continuava dormindo despreocupada.

Mesmo que daqui a 5 mn seu caro, amigo despertador fosse começar a tocar em sinal de que estava na hora de levantar..

~Som do Despertador~

E ele começou a cantarolar, vibrando em cima de seu criado-mudo, tocando sua sinfonia, desagradável que era um martelar de sinos! Fazendo com que a jovem moça, se contorce-se na cama, resmungando ao ouvi-lo.

-Ahn... hunf..-resmunga.

Com uma certa preguiça, a moça, foi esticando o braço para desligar, o despertador, abrindo sonolentamente os olhos, dando de cara com teto.. branco.

Coçou os olhos, na tentativa de abri-los.. ainda enrolada nos lençóis da cama, porém já erguendo um pouco o tronco, para se levantar. Ficou sentada ao lado da cama, se espreguiçou, e então, levantou-se cambaleando de sono.

Ela caminhou até a janela, batendo um pouco no pé de sua escrivaninha branca, de madeira.

-Aiih! Dr.. dro-gah.. hum.-reclamou com sono.

Ela puxou as cortinas, permitindo a entrada de mais luz naquele cômodo. Deu mais algumas espreguiçadas e olhou para a janela à fora.


・*:.。. .。.:*・゜゚・*☆・*:.。. .。.:*・゜゚・*

"Está um belo dia hoje!"

・*:.。. .。.:*・゜゚・*☆・*:.。. .。.:*・゜゚・*


-Prontinho, acordeii!! - comentou feliz ao terminar de se alongar.

A jovem morena, andou até a direção de seu espelho, que ficava pendurado na parede, dando uma vislumbrada em sua aparência.

Seus longos cabelos castanhos estavam desalinhados e bagunçados por ter ido dormi com eles soltos. Sua franja estava toda jogada e bagunçada em seu rosto, tampando um pouco a visão de seus olhos castanhos meio avermelhados, e possuía um par de mechas vermelhas, na  frente. Trajava um pijama, de pandas, kawaii, e meias brancas.

Após olhar-se, juntamente fazendo algumas caretas no espelho, com a ajuda de uma escova, passou a pentiar seus longos cabelos. Depois de finalizado, dirigiu-se ao banheiro, que ficava no mesmo corredor dos quartos, para fazer suas higienes matinais.

Sem fazer muito barulho, pois não queria acordar sua mãe, que dormia profundamente em seu aposento. Desceu as escadas e foi para cozinha, preparar o café da manhã. 





══════◄••❀••►══════





A casa, embora tivesse dois andares, era pequena, tendo apenas 6 comodos, três em cima e três em baixo. Sendo apenas, dois quartos, dois banheiros, uma cozinha e uma sala. E os moveis eram simples e baratos. A casa inteira em si, eram bem tradicional, japonesa.

Ali só moravam, Yumiko que é uma jovem de 16 anos e sua Mãe, de 37 anos, era filha única. Mas o valor não estava na casa em si, e sim no que vinha com ela. A casa pertencia a avó de Yumiko, que faleceu, Yumiko e sua mãe tiveram que se mudar para ela pois, o Templo que sua avó cuidava estava abandonado deis do falecimento dela. E como ele pertencia a família de Yumiko, o governo não poderia vende lo, então sua única opção foi se mudar para lá e cuidar do local.

Yumiko nasceu na cidade de Shirayuri, mas mudou se para Tokyo, um mês depois da morte de sua avó, por conta da saúde de sua mãe, que havia entrado em um estado grave de depressão. Tendo de morar em um centro para refugiados em Tokyo, que era como um asilo. Pois era menor de idade, e não podia cuidar de sua mãe e se dedicar aos estudos ao mesmo tempo. 





══════◄••❀••►══════





Carinhosamente, junto de uma cantoria, Yumiko ia preparando o café da manhã, que eram: Paquenas com mel, café com leite e algumas fatias de pão com ovos.

Yumiko, tinha um grande dom culinário, e tudo que preparava, fazia com carinho e atenção, do jeito que foi ensinada por sua mãe e sua avó. 



█─────♡Flash-Back♡─────█



"-Bom trabalho Yumiko-Chan! Mas lembre se! Tudo que fizer, faça com carinho! Deus fica feliz quando fazemos as coisas assim.

- Está bem Oba-san! Irei fazer tudo com carinho! (>.<)"



█──────♡♡──────█



Sorria ao lembrar da fala de sua avó, ela sempre falava bastante de Deus, afinal ela era uma sacerdotisa, então sempre compartilhou a sua fé com a neta. De fato sua família era cheia de Mikos**.

Agora, ela também teria que carregar esta responsabilidade de Miko, já que agora o templo está sobre os cuidados dela e de sua mãe. Mas principalmente dela, pois sua mãe ainda não está recuperada da doença.

-Yu.. Yumiko? É vo.. Você filha? - Chamava a filha, pois acabara de acordar, cansada.

-Ohayo Oka-san! Tô terminando de fazer o nosso café! - Comprimento sorrindo.

-Ohayo! Ah filha.. porque você não deixou que eu fizesse isto? - Perguntou calma vendo os esforços da filha.

-Ah.. eu não queria que você se esforça se, e bem! Já que eu acordei primeiro eu pensei, por quê não? Hihi - Respondeu de forma meiga.

A morena mais velha, sorriu sem jeito, vendo como a filha se preocupava em relação a sua saúde instável, sentando se para tomar café, já que não poderia ajudar preparando o café. 

Seus cabelos, também eram lisos, castanhos porém mais claros do que os da filha, curtos amarrado em um rabo de cavalo despojado e baixo. Também usava um pijama, porém sem estampa de pandas, era apenas uma blusa de manga comprida e uma calça, os dois eram lilás. 

Possuia um semblante triste, abatido, embora tenta-se disfarçar com um sorriso ou outro. O que era muito notável pela visão da filha. Yumiko sabia o como sua mãe devia ficar abatida por estarem de volta em Shirayuri, ainda mais morando na casa de sua avó. 

Por isto queria dar o melhor de si para ajuda-la, e deixa-la feliz, embora talvez fosse impossível naquele estado.

-B-Bom.. aqui está! O café da manhã está servido!! - Proclamou colocando as coisas em cima da mesa. À sentado-se ao lado de sua mãe.

- Atekimasu! - Agradeceram enquanto uma servia o café a outra pegava uma panqueca.





>> 1hora depois <<


>> Residência dos Hiroshi's <<





Em outro lugar, mas não muito longe, em uma casa grande e moderna, onde todos estavam correndo atrás de algo, apressados.. Um para uma reunião, outra para uma entrevista... Todos, menos um! O jovem colegial.

-Ah Céus!! Onde está minha gravata?! - Perguntava um, senhor. 

-Alguém viu a minha presilha prata!?! - Indagava outra, senhora.

Os dois corriam, super apressados, questionando um ao outro onde se encontrava seus pertences.. porém o jovem continuava lá, calmo, sentado em uma cadeira de frente à um balcão que ficava na cozinha, lendo um livro.

Estava vestindo um uniforme, de seu colégio. Calça, blusa e sapato social, gravata e um casaco com o símbolo do colégio no lado. Lia concentrado sem dar ouvidos aos barulhos, que seus pais, por sinal, faziam ao procurar suas coisas.

Era alto, pele clara, cabelos um pouco cumpridos, azuis claro, e olhos azuis um pouco mais escuros.

-Filho! Você não vai fazer nada? Ajude nos a procurar! - Reclamou sua mãe. 

- Por que? - Perguntou, curto e sério.

-Oras por quê?! Tenho que fazer uma entrevista para daqui 15mn e eu não posso ir sem a minha presilha!! - Respondeu irritada.

-E o que eu tenho haver? - Continuou em seu estado. Sem alteração. 

-Seu Moleque! Deixe de moleza e mexa se logo! Ou vai peder a carona para escola! - Ameaçou.

-Hunf... -bufou. - Está bem.

No entanto, não surgiu efeito, quer dizer não como eles esperavam, pois o jovem se mexou, porém apenas pegou suas  coisas e saiu em direção a porta.

-Ei aonde pensa que vai?! -Perguntou a mãe. 

-Para a escola. - disse sem qualquer entoação. 

-A-a pé? - gaguejou indignada com tal atitude.

-Não, vou de ônibus! Tchau mãe! Tchau pai! - Despediu saindo sem olhar para trás. 

-Orah.. mas.. que moleque atrevido!! - Resmugou, o pai. - Está seguindos os passos do.. aquele.. bastardo!!

-Acalma-se querido! Não diga tais coisas! Dei graças por ainda ter um filho, do contrário podiamos ter perdido os dois naquele.. naquele infeliz acidente!! - Repreende, entristecendo ao lembrar da perda do primogênito**.

-Sim amor.. entendo, porém se este menino continuar se comportando deste jeito eu vou é.. argh!!- ia terminar a frase mas lembrou de seu compromisso. Voltando os dois para seu estado apressado.





══════◄••❀••►══════




>>Ponto de Ônibus 07:25 am<<



Lá estava ele, esperando o ônibus, bufando irritado, embora tenha fechado a porta de casa ao sair, ainda conseguiu ouvir as últimas falas de seu pai.

^^Está seguindo os passos daquele.. bastardo!^^

Aquilo havia o deixado enfurecido.. Quer dizer que agora era assim que ele se referia ao filho mais velho?! Aquele que havia dado a sua vida, deixado os sonhos de lado para tentar agradar o querer do pai?!? Era assim que via ele?!?

Estava muito irritado, ao ponto que não conseguia retomar sua leitura, devido o efeito que aquele comentário causava em sua cabeça. Fazia o ferver de raiva.

Queria voltar correndo só para discutir com eles, xinga los se fosse preciso para defender as memórias do irmão. 


●△●△●△●△●△●△●△●△●△●△●△●△●

"Maldito! Como pode falar aquilo.. do Kaneki.. Sendo que tudo que ele fez a vida inteira, foi na tentativa de agrada-lo?! Miserável.."

●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●


Estava preste a gritar ali mesmo, no ponto de ônibus, quando do outro lado da rua.. tão rápido, e ao mesmo tempo tão lento, como o vento suave que soprava batendo em seu cabelos..

Ele pode ver, na calçada, uma jovem correndo, parecia atrasada, seu cabelo castanho longo e suave, movia-se em harmonia com o vento... e em seu pescoço possuia uma espécie de amuleto ou medalhão pendurado, de cor dorada, que brilhava de encontro com a luz.


●△●△●△●△●△●△●△●△●△●△●△●△●

"É.. uma garota.. como ela bonita!"

●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●


Era muito bela, porém devido ao momento em que seu ônibus chegou, não pode vela o suficiente para ver seu rosto. Tentou até correr atrás para vela, mas ela já tinha sumido depois do cruzamento, da rua. Ao voltar-se sua atenção ao ônibus, que quase estava deixando-o para trás. Foi pensando na moça..

Que curiosamente o cativou.. por motivos distintos. A única coisa que gravou, foi a cor de seus cabelos, a suas vestes,  que era um uniforme colegial e que usava um medalhão.


●△●△●△●△●△●△●△●△●△●△●△●△●

"Quem será ela?"

●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●▽●


Por incrível que pareça, já não tinha interesse em voltar-se para a leitura, ainda estava um pouco irritado por conta de seu pai, porém já estava mais calmo.

Do tipo que não corria mais risco de acabar batendo em alguém por descarga de estresse.





══════◄••❀••►══════



>>Frente do Colégio Yono Hikari<<



Yumiko, ao finalmente chegar em seu colégio, após uma longa corrida, estava arfando, totalmente cansada.

Mas supreendeu-se ao ver a sua escola, pois era grande, tinha 3 andares, e era bem extensa. Se contar que era muito bonita.

Tinha um grande brasão, em forma de escudo com a gravura de um sol grande prateado, com as bordas em azul escuro.

Yumiko, já havia recebido o uniforme, quando se matriculou, era uma blusa social azul bebê clara, uma gravata vermelha meio que vinho, uma saia xadrez das cores preto fosco, azul celeste e lilás. Uma meia longa, 2/4 (porque ela baixinha) branca, e um sapato social, marrom escuro.

 

・*:.。. .。.:*・゜゚・*☆・*:.。. .。.:*・゜゚・

"Uau!! Como este colégio é grande!? Espero que eu não me perca.."

・*:.。. .。.:*・゜゚・*☆・*:.。. .。.:*・゜゚・


Pensava, enquanto entrava, em busca de alguma informação sobre a sua sala. Todos estavam com um uniforme igual ao seu, andava pelos corredores procurando a lista dos alunos, mas a cada passo que dava, para todo lugar que ia era perseguida por olhares.. Alguns amigáveis, outros nem tanto..

O que a deixo bem tímida, sentindo suas bochechas esquentarem, já imaginando elas vermelhas. Yumiko, sempre foi tímida, ainda mais quando era o centro das atenções.

Isto a fazia sentir-se minúscula, querendo se esconder, para que ninguém a encara-se.


・*:.。. .。.:*・゜゚・*☆・*:.。. .。.:*・゜゚・*

"Qual é!? P-Por que estão me encarando assim!? Aiih que vergonha.."

・*:.。. .。.:*・゜゚・*☆・*:.。. .。.:*・゜゚・*


Só de imaginar o que pensavam, podia ter um ataque. Começou a apressar os passos.. até que achou a bendita lista. Sua sala era a 3-A, no 2° andar, estava prestes a ir até lá, quando sinal tocou, do início da 1° aula.

De repente, veio um batalhão de alunos em sua direção, correndo, aparentemente todos estava correndo para suas salas. No entanto, Yumiko estava bem no caminho, e a muvuca era tanta que ela teve que se abaixar para não ser pisoteada.

Ao passa-los, se levantou e bateu um pouco na roupa para tirar a poeira. Indo para a "sua" sala.



>>Sala de Aula 08:10 am<<



Todos estavam sentados em seus devidos lugares, alguns conversando, e outros apenas esperando o professor iniciar a aula.

O professor era um homem, alto de cabelos negros, lisos, e curtos. Usava uma camisa social laranja meio bege, uma calça jeans azul escuro, e um jaleco branco, de mangas cumpridas. Ele usava um óculos de tamanho retangular. 

-Bom turma.. atenção! Vamos iniciar a aula! Gente prestem atenção! - Chamava a atenção da classe - Onde paramos na correção da aula passada?

-Exercício 14 da página 56 sensei! - respondeu, uma jovem da frente, de cabelos castanhos claros.

-Ah sim! Muito obrigado senhorita Mangtsu! - Agradeceu a mesma.

-Buhhhh!! - Vaiaram atrás fazendo careta para a jovem.

-Eii! Parem com isto! Bom, continuando, para realizar este exercício devem...

Antes de começar a explicar o exercício, o professor foi interrompido pela entrada inesperada de uma aluna.

-C-Com licença! É-É... Meu nome é Mi-Mitsuko Yumi-miko! E sou nova na escola.. posso en-entrar? - Apresentou-se de forma nervosa e tímida. 

- É... Claro! Entre, mas qual é o seu nome mesmo? - Perguntou o Professor.

-Hum.. Meu nome é Mit-tsuko Yumiko..- tentou pronunciar de forma calma mas os olhares de todos faziam com que ela ficasse mais vermelha.

-Mitsuko não é? Ok! Pode se sentar... hum.. ali! - disse apontando para uma carteira no meio, à frente de uma jovem de cabelos ondulados.

Ao caminhar até o lugar indicado, acabou tropeçando, no pé de uma garota, que havia colocado em seu caminho de propósito. 

Em seguida do tombo, ouvia as pessoas rirem dela, ficando mais nervosa. Um jovem, de cabelos longos e violeta se levantou para ajuda-la a se levantar deixando-a envergonhada.

-Tudo bem com você?- perguntou sorrindo de lado.

-S-Sim é... Ari-Arigato!- Ao olha-lo nos olhos, corou ao ver como o mesmo era belo.

Ela correu para se sentar no seu lugar, vendo que o professor estava vendo, a espera de que pudesse finalmente começar a sua aula. Ouvia algumas meninas em especial, que riam  dela, ao ver o mico que pagou abaixou seu rosto na mesa.




Continua......







Notas Finais


Bom foi isto! Um capítulo meio grande para um começo!

Estas colegas da Yumiko... podem esperar grandes tretas com elas! Kkkkk

A imagem do capitulo fui eu que desenhei em um app.
Espero que tenham gostado!
Kissus!!^^



・*:.。. .。.:*・゜゚・*☆ ・*:.。. .。.:*・゜゚・


Explicação de algumas palavras**

Miko**: palavra japonesa usada para jovens, sacerdotisas que cuidam de templos.

Primogênito**: Definição para o primeiro filho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...