História Os Guerreiros da Batalha: A chegada dos Cavaleiros - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bakugan Battle Brawlers, Eragon, Ever After High, Inazuma Eleven (Super Onze), Naruto, O Hobbit, O Senhor dos Anéis (The Lord of the Rings), Saint Seiya, Sword Art Online, The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai), Winx Club
Personagens Arthur Pendragon, Darling Charming, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Kiki de Appendix, Kirigaya Suguha, Mu de Áries, Personagens Originais, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda
Exibições 8
Palavras 2.911
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OLÁ MEUS AMADOS!
Eu retornei, depois de milenios, com mais um capitulo!
Desculpem! Vou tentar fazer melhor, é que estou em final de bimestre e não estou com tempo para escrever T^T
Deus os abençoe e boa leitura!
Musica: Vinde Á Mim, Nivea Soares.

Capítulo 14 - Descanso Antes do Trabalho


Fanfic / Fanfiction Os Guerreiros da Batalha: A chegada dos Cavaleiros - Capítulo 14 - Descanso Antes do Trabalho

Era noite, umas 19h, e os meninos dormiam como bebes, quer dizer, quase todos...

Pov’s Hyoga

Eu acordei com um sonho que tive, e achei que ainda estava sonhando.

Olhei a janela do meu quarto e vi o céu escuro, acho que dormi demais.

Levantei e fui até um banheiro que tinha ali, tomei um banho e sai com a toalha amarrada na cintura. Olhei a janela e a cortina balançava, corri e olhei pela mesma. Nada.

- Elrond falou que nada entra aqui, sem que ele fique sabendo.... vou voltar pra dentro... – Falei e me direcionei a cama, e logo reparei numa roupa nova, uma calça jeans e uma blusa de meia, azul, e no chão um tênis branco e meias, e ao lado uma chinela preta. Optei pela chinela.

A pessoa que entrou aqui deve ter deixado.....

- ou eu estava dormindo quando deixaram.... espere, - me assustei e vi uma folhagem se mexendo, uma arvore na beira do penhasco. – quem esta ai?

Olhei para a dita da arvore e nada, olhei para uma mesinha no canto e vi um binoculo cinza.

- vai ser tu mesmo! – peguei o dito.

Olhei na direção da arvore, que era meio longe da minha janela e não dava pra ver aqui dentro do quarto, nada podia ser visto, mas algo me chamou a atenção: um violão preto, que reluzia a luz da lua, e acompanhei seu curso até o dono:  o violão estava no colo de uma moça de cabelos azuis, pele clara e trajado um mini short jeans e uma camisa xadrez azul.

- Kyla? – sussurrei.

A mesma estava sentada no galho da arvore, e olhava para o luar... não sei o que me deu, mas me vesti rapidamente e sai em busca dela.

Pov’s Narrador

Os cavaleiros que ainda dormiam eram Seiya e Ikki. Shun havia saído para dar uma volta e Shiryu conversava com Mu e Arthur.

Pov’s Shun

Acordei por causa de barulhos de espada, e bem, ao olhar pela janela, Darling treinava com alguns elfos no jardim.

Ela parece tão delicada, mas é uma verdadeira guerreira. Levante-me e tomei um banho, depois pus uma roupa que estava ali, uma bermuda caqui e uma blusa verde, e havia uma chinela branca no chão.

Me vesti e sai do quarto, cheguei na nossa sala e vi Shiryu lendo um livro, depois de cumprimenta-lo fui ver meu irmão, e este dormia que roncava!

- acho que Sinon te deu trabalho! – ri levemente e me mandei dali, antes que ele acordasse e me desse uma surra!

Andei pelos corredores, e vi Darling ainda treinando, mas os elfos já haviam ido embora.

- Darling? – chamei-a, mas não a vi mais, onde ela estava?

Olhei ao redor e sai daquele corredor, nada dela. O jardim estava vazio.

- podia jurar que ela estava aqui! – a escuridão da noite não me ajudava muito.

-Shun?

- AH! – gritei e virei de costas, e lá estava ela. – como você chega do nada?

- eu ouvi você chegando, e me escondi! – ela sorriu docemente. “Que sorriso!” pensei. Logo notei as suas vestes, uma blusa azul claro e uma jardineira jeans, e all star azul claro. Corei ao notar o tamanho da jardineira.

Ela me pegou pela mão e me levou pelo jardim, quer dizer, um dos jardins, pois elfos tem jardins até dentro do banheiro se deixar!

Andamos em silencio até um dos penhascos que tinham ali, e este possuía duas arvores, cujo os galhos se entrelaçavam fazendo um perfeito arco.

- que  lugar lindo! – olhei para a lua, que estava exatamente alinhada com o arco.

- sabe qual o segredo dos elfos? – ela me perguntou, e eu acenei negativamente. – Eles lembram quem criou o céu e a terra, e fazem o possível para honrar a Deus, cuidando de sua criação.

- Deus? – virei para ela.

- o Deus que usa os guerreiros, o Deus que ama os seres humanos, o Deus que não quer que suas criaturas sejam destruídas. – ela falou, tão segura de suas palavras, que me arrepiei.

Nos sentamos na grama e ficamos observando o luar, pois em breve seria servido o jantar. (rimou ^^)

Pov’s Narrador.

Hyoga saiu de seu quarto, e começou a procurar a azulada.

Andou pelos corredores, detalhe: quando saiu do quarto só disse um “oi” e saiu, não havia encontrado nenhum lugar que se parecesse com aquele jardim, onde Kyla estava. Viu alguns elfos e pensou em pedir informações, mas lembrou que nem todos falavam sua língua.

- Onde raios essa garota se meteu! – disse o loiro. – “porque estou procurando ela mesmo?” – pensou logo em seguida.

Andou mais um pouco e ouviu as notas de violão, sendo seguida pelo som de uma voz suave, como o vento:

Vinde a mim todos vós que estais cansados

E eu vos aliviarei

Tudo novo Eu farei

Vinde a mim todos vós que tendes sede

E eu vos saciarei

Águas vivas vos darei

Caminhou, seguindo a voz.

Pov’s Hyoga

Comecei a seguir a melodia, sabia que era ela.

Descanso achareis pras vossas almas

E todas as feridas sararei

Um novo nome e nova vida vos darei

E vos mostarei o Meu amor

Andei até uma porta, e ao atravessa-la, encontrei!

Vinde, bebei das águas que vêm

Do Meu trono de amor

Do Meu trono de amor

Vinde, vivei na alegria que vem

Do Meu trono de amor

Do Meu trono de amor

La estava ela, Kyla, com o violão no colo, sentada em cima da arvore....

Sim, eu venho a Ti, Senhor

Pois eu quero viver em Tuas águas

Tomo sobre a mim o Teu jugo

Ensina-me a ser manso e humilde de coração

Me  escondi, embaixo da arvore, e pus-me a ouvir aquela linda voz, e a tentar entender a letra.

- sei que está ai! – ela falou e eu gelei.

Vi um vulto descer da arvore, e me deparei com a garota de cabelos azuis. Sem aquele maldito casaco, posso ver sua beleza.

- perdeu alguma coisa? – ela falou e eu acordei.

- Ãn, oque? É que te ouvi cantando e não quis interromper. – arranjei a melhor desculpa que pude.

- como você está? – ela me perguntou e sentou escorada no tronco da arvore.

- bom, as dores passaram, mas minha mente ainda dói. – falei me sentando ao lado dela.

- entendo... – ela falou e olhou a lua.

- eu tive um sonho... – falei e ela me olhou, como se dissesse “Continue”. – sonhei com Camus, o homem que deveria ser meu mestre, e minha mãe – fiz uma pausa e olhei aquelas estrelas no céu. – ambos estavam sentados em uma biblioteca e rindo, quando me aproximei eles sumiram e eu apareci em um salão branco e acordei... – suspirei olhando o céu.

- é normal ter esses tipos de sonho, ainda mais quando é depois de uma batalha daquela, - ela falou e serrou os punhos. – a verdadeira batalha ainda esta por vir! Os portões de Hell Grind não se abrirão!

- oque é Hel – antes de continuar, um elfo se aproximou.

- hora do jantar.

Pov’s Narrador.

Hyoga bufou ao ver o elfo se aproximar, e Kyla segurou o riso.

- Vamos loirinho! – ela o puxou pela mão.

Já no outro jardim, Shun e Darling riam de algumas historias que a moça contou.

- então o mestre Halt pegou o arco e disse: se você quer acertar um alvo, não faça como o Will! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

-HAHAHAHA serio isso? ahaha, - Shun se controlava para não rir.

- com licença? – o elfo apareceu. – hora do jantar.

Shun e Darling se levantaram e foram para a sala de jantar.

No quarto dos meninos:

Shyriu e Arthur jogavam xadrez na mesa de centro da sala, que dava acesso aos quartos, e este estava concentrado.

- cara! Como tu consegue! – Arthur estava em desespero.

- da mesma maneira que você joga seus videogames! – Mu respondeu, sentado em uma poltrona.

- Eu tenho mais chance de vencer! – Kiki falou, jogando um videogame portátil (não sei se era Ds’i ou PsP).

- AH VÁ! – Gritou o irmão do meio.

- que zona é essa aqui! – Ikki apareceu pela porta.

- já acordou? – Shiryu perguntou.

- se estou aqui, é porque ainda estou dormindo! – Ikki respondeu seco.

- nossa! De mau humor numa noite linda dessa!

- AH! – Arthur gritou e Kiki grudou em seu pescoço, após ver a moça de cabelos verde-água.

- você veio pra que? Rir da minha cara? – Ikki ironizou e Shiryu, e companhia, deram um passo para trás.

- pra sua informação, - começou Sinon. – vim ver como você está, mas já que a ignorância tá acordada, posso me retirar!

Os presentes, exceto Ikki, deram outro passo para trás.

- se a ignorância está de pé eu – Ikki fora cortado por outra voz.

- da pra parar! – Chan entrou no recinto. – é hora do jantar!

- Ufa! – foi possível ouvir Shiryu dizer.

- COMIDA! – Kiki e Arthur correram dali.

- To com fome! – Seiya deu o ar da graça.

- vamos logo! – Sinon revirou os olhos e saiu.

Sala de Jantar:

Hyoga e Kyla estavam sentados um ao lado do outro, assim como Darling e Shun, e este engoliu em seco ao ver o irmão chegar com uma carranca na cara.

- eu pergunto? – Shun virou para Darling.

- acho melhor não... – a loira respondeu.

- cadê meu avô? – Kyla perguntou, após todos se acomodarem.

- eu vi ele com a senhora Galadriel e Gandalf.... – Suguha respondeu.

- Vish! Se o Mithrandir está aqui, não é boa coisa! – Arthur falou.

- desde quando Hell Grind é boa coisa? – respondeu Sinon.

- só vou avisando, - começou Saori, que havia chegado logo após Darling. – a batalha em Mordor vai ser difícil!

- desde os tempos dos heróis da fé ,já eram difíceis as batalhas! – Mu falou.

Em uma “sala de reunião”:

- meu senhor Elrond, não podemos permitir que os portões negros se abram! – um homem, de barba comprida e vestes brancas, falou.

- Gandalf, não se preocupe! O Senhor nunca permitiu que o diabo vencesse essa batalha! – Elrond falou.

- Elrond esta certo, - uma mulher de cabelos loiros falou. – o Senhor Deus, nunca permitiu que o mal vencesse, e tenho fé de que não será agora.

- estou com a senhora Galadriel! – um anão de cabelos pretos falou.

- está certo Thorin! – Gandalf arregalou os olhos. – onde está a minha fé?

- num momento critico como esse? Ela deve estar em Deus! – um elfo, de cabelos loiros e olhos azuis, se pronunciou.

- é bom ver que seu coração está voltado para Cristo, Thranduil. – Elrond falou, e o elfo sorriu.

- está decidido! Que o Senhor Deus diga quando será a batalha! – um homem de cabelos castanhos apareceu.

- sim, senhor da cidade branca, Aragorn. – Gandalf sorriu.

Sala de Jantar:

- ah! – Kyla arfou.

- oque ouve? – Hyoga virou para olha-la.

- sinto que as trevas estão se levantando.... mas não atacam. – a azulada respondeu.

- também sinto! Os demônios não atacaram até que nossa batalha seja marcada! – Sinon olhou para as estrelas.

- vamos orar? – perguntou Kiki, e todos assentiram. – Papai do céu, graças te damos pois Tu es bom, e tua misericórdia é infinita! Senhor, guarda-nos em segurança, e leva-nos na tua presença, abençoa este alimento e nos dá força para combater o inimigo e proteger teus mensageiros. É oque te pedimos, em nome de Jesus, amém!

- amém! – todos responderam.

- acha que a fadinha da floresta veio? – Kyla perguntou e Sinon e Arthur cuspiram o suco que tomaram.

- hahahahahahah! Acha que ele veio? Ahahahahah! – Arthur ria.

- nossa! Nunca achei que vocês me amassem tanto! – uma sombra falou, encostada na janela.

- fala fadinha da floresta! – brincou Sinon.

- e ai Sinon? Tudo bem? – a sobra se revelou um rapaz elfo de cabelos loiros e olhos azuis, e este abraçou Sinon, deixando Ikki vermelho de raiva.

- Eai Legolas! – Kyla falou e logo o elfo fora abraçar a azulada, também deixando um Hyoga “P” da vida.

Os demais também se apresentaram e continuaram o jantar, com Legolas sentado entre Sinon e Kyla.

O jantar fora calmo, e ao terminar, os ex-cavaleiros não tinham sono (Claro! Dormiram a tarde toda!) e resolveram ficar em um jardim.

-olá meninos! – Darling falou.

- ah! Olá! – Shun respondeu.

- nossa! Que caras são essas? Parece até que a comida não tava boa! – Kyla falou, e logo pulou em uma arvore, sentando no galho e dando uns tapinhas ao lado, indicando um lugar para o loiro.

- você parece uma macaca pendurada! – Hyoga respondeu, de mau humor, e subiu sentando-se ao lado da azulada.

- não sou macaca! Mas pode me chamar de loba! – Kyla respondeu, arrancando um “poooooooo” das moças.

- arrasou miga! – Saori falou, e sentou-se na grama.

- vocês vão aceitar o pedido de Elrond? – perguntou Chan, que também havia sentado no chão.

- o de ser ensinado por ele? – perguntou Seiya.

- sim. – Sinon suspirou e se escorou numa pedra.

- Vamos. – Shiryu deu a resposta.

As moças assentiram e sorriram.

-Kyla! – Chan falou.

- eu! – Kyla estava encostada no tronco da arvore, ainda no galho, e Hyoga sentado de lado, também no galho.

- Vai entrar pro torneio de Dragões? – a chinesa perguntou e Darling também arregalou os olhos.

- logico! Sou uma Shurtugal! – a azulada falou e mostrou a palma da mão, onde a marca dos Cavaleiros de Dragão estava.

- eu também vou, quero me divertir e dar um troféu de presente para os meus irmãos! – Darling falou.

- dessa vez, sem se se disfarçar de cavaleiro branco! – Saori advertiu e Drling corou, arrancando risadas das moças e rapazes.

O decorrer daquele momento fora calmo e tranquilo, as moças conversavam com os rapazes, Mu saíra com Suguha, Kiki e Arthur estavam disputando o Street Fighth no Ps3, dentro de casa, e Ikki e Sinon não haviam brigado ainda.

Hyoga já estava com dor nas costas de tanto ficar curvado, e foi fazer menção de sair, quando Kyla ficou de pé e cedeu o lugar para ele. O loiro nada disse, apenas se sentou encostado no tronco e viu a azulada pular no galho ao lado, se escorando também.

Ficaram ali por algum tempo, e logo Drling adormeceu escorada no ombro de Shun. Chan também dormiu, mas deitada na grama. Kyla tentava ficar acordada, e Sinon e Saori se renderam ao cansaço.

- Kyla? Pegou no sono perto de rapazes? Não creio! – Legolas apareceu.

- que pessoa manga de uma moça ? – Hyoga perguntou seco.

- a pessoa cujo apelido é “Primo Preferido” – o elfo sorriu e a ficha do ex-cisne caiu.

- primo preferido o escambau! – Kyla falou sonolenta e logo voltou a dormir.

- levem-nas para o quarto, precisam descansar. – o elfo falou e cada rapaz pegou uma moça.

Os meninos seguiram Legolas pelos corredores da “casa” de Elrond, passaram pela sala de vídeo, onde Kiki e Arthur dormiram no tapete, passaram por uma biblioteca que estava aberta e finalmente chegaram ao quarto das moças, que também possuía uma sala para dar acesso aos quartos.

De todas as portas uma estava fechada, e logo deduziram ser o quarto de Suguha, e se dirigiram ás outras, pensando na personalidade de cada uma.

Shiryu deixou Chan em um quarto que tinha a coloração avermelhada e detalhes dourados, tudo em estilo chinês e com alguns adornos que lembravam Paris, como uma mini Torre Eiffel e um mini Arco do Triunfo, que estavam numa escrivaninha.

Hyoga deixou Kyla num quarto que possuía uma tonalidade azul marinho e detalhes em branco e prata, moveis em estilo moderno e algumas esculturas de espadas, arcos, flores e, algo que Hyoga não esperava da azulada, um pufe branco e tapete felpudo da mesma cor, e vários bichinhos de pelúcia espalhados.

- valeu loirinho. – Kyla falou ao ser deixada na cama.

Seiya entrou no quarto que devia pertencer a Saori. Todo em um amarelo bem clarinho e com moveis em uma madeira de tonalidade pêssego. Bichos de pelúcia e algumas bonecas de porcelana davam um ar jovial ao ambiente.

- Boa noite Saori! – Seiya desejou e ajeitou a moça na cama, para se retirar logo em seguida.

Ikki deixou Sinon em um quarto verde claro, com detalhes em estilo moderno, mas oque dava o “toque feminino” eram os adornos que o quarto possuía: bichos de pelúcia, pufes espalhados no chão, um tapete felpudo branco, e as estampas, que eram em florais.

- boa noite, esquentado, Deus te abençoe! – Sinon falou e Ikki assentiu, e parou um segundo para notar a roupa da moça: uma blusa verde e um short branco, “realmente linda” pensou o ex-fenix, e logo se amaldiçoou.

Darling foi deixada, por Shun, em um quarto azul claro e bem decorado, com a parede esculpida em uma arvore e vários detalhes de flores. “digno de uma princesa” pensou o “verdinho”.

- boa noite Shun, Deus te abençoe! – Darling deu um beijo na bochecha do rapaz, fazendo-o corar instantaneamente.

Os meninos retornaram aos seus quartos, e ao chegar à sala, viram Mu lendo um livro de capa azul, e com uma cruz dourada. Entraram em seus quartos e receberam um “boa noite” do lilás.

Mesmo sem sono, foram dormir, pois iam acordar cedo no dia seguinte, afinal, Elrond os convidou para serem ensinados por ele, o mínimo que podiam fazer era chegar na hora.

E adormeceram, mas todos tiveram o mesmo sonho, com o ser resplandecente que fora ao auxilio dos Guerreiros da Batalha.


Notas Finais


Lindos, amados e queridos leitores, mais uma vez peço desculpas pela demora, e agradeço a paciencia!
Espero que tenham gostado!
Deus os abençoe e até o proximo!
Beijos de Flocos de Neve!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...