História Os guerreiros do apocalipse - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 8
Palavras 562
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mecha, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - O Alquimista


Fanfic / Fanfiction Os guerreiros do apocalipse - Capítulo 3 - O Alquimista

Norman Brown um físico de sucesso em central city, desenvolveu um dos maiores projetos de armamentos secretos da secretcom. Norman criou a chamada sessão 9 e toda a tecnologia aplicada naquela sessão saiu de sua cabeça pensante e inquieta. Em uma de suas buscas pela perfeição da tecnologia, sem querer descobriu um velho livro de alquimia no seu porão e curioso começou a ler sem parar até que uma idéia mirabolante veio a sua cabeça, ele decidiu praticar alquimia.

Descobriu um velho que dizia ser alquimista e morava na china, então ele viajou até lá para buscar práticas nessa arte que ele visava como uma nova forma de tecnologia para armamentos. O senhor Chun Wu, um velho alquimista que praticava com frequência suas habilidades para ajudar sua comunidade em determinados problemas como restaurar coisas quebradas por arruaceiros ou construir novos meios de transporte.

Chegando lá o senhor Chun ficou admirado com a determinação de Norman e o treinamento começou, foram três meses de aperfeiçoamento de técnicas até Norman criar seu primeiro objeto de metal e então mais três meses se passaram e o cientista já se transformava pedaços pequenos de metais em armas e assim ele se tornou um alquimista. Depois de seis meses de treinamento Norman se despediu de Chun e voltou para central city com suas novas habilidades e técnicas de alquimista.

Quando Norman retorna ele começa a realiza experiências alquímicas em seu laboratório na secretcom até ele conseguir produzir uma armadura capaz de gerar energia comparada a poderes de fogo e de outros tipos e assim ele a chamou de Morin. Norman enviou uma solicitação para apresentar sua nova invenção para o conselho de segurança e depois de verem como a armadura funcionava ficaram curiosos e decidiram aceitar a apresentação.

No dia seguinte o próprio Norman decidiu que ele mesmo iria testar a sua armadura e então no salão de testes ele fez suas técnicas e um clarão de luz tomou conta do lugar e a armadura começou a se materializar em seu corpo, a armadura era completa e já tinha uma cor e um modelo pronto e vinha até com um capacete. Os diretores ficaram maravilhados com o que a armadura podia fazer, rajadas de energias, soltava algumas bolas de fogo, era super resistente e logo foi aprovada pelo concelho.

Mas um dos diretores descobriu um livro de alquimia nas coisas de Norman e como práticas desse tipo eram proibidas o concelho recusou a armadura e expulsou o alquimista da secretcom. Com raiva daquilo tudo Norman foi morar em um sítio bem longe da cidade e com algumas peças de metal começou a montar um gigante de aço capaz de realizar tudo que sua armadura poderia fazer.


Dois meses depois 

O tempo passou e Norman voltou a visitar central city vestido com um casaco vermelho e roupas sociais pretas, nos seus punhos ele tinha luvas de metal que seriam parte de sua armadura e por dentro de suas roupas ele usava a armadura. Norman procurava um coração para colocar em seu gigante para que ele pudesse se tornar uma criação perfeita e nesse mesmo dia andando pelos postos de doação de órgãos, os alarmes da cidade começam a soar e todo mundo do começa um empurra e empurra nos postos e Norman é levado pelo tumulto e junta-se com a multidão e corre até o templo e lá fica até os portões se fechar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...