História Os Irmãos Eaton - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Divergente, Shailene Woodley, Theo James
Personagens Beatrice "Tris" Prior, Caleb Prior, Christina, Eric, Ezekiel "Zeke" Pedrad, Jeanine Matthews, Lynn, Marcus Eaton, Personagens Originais, Peter, Shauna, Tobias "Quatro" Eaton, Uriah, Will
Tags Adoção, Amor, Divergente, Família, Fourtris, Irmãos, Romance, Shai Woodley, Theo James
Exibições 152
Palavras 1.542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá,  meus amores!!
Tudo bem?

Sabem que dia é hoje?
" Sábado"
Jura? Hahaha
Hoje é meu aniversário,  e para comemorar com vocês... HOJE TEM MARATONAAAAAAA!!!!

4 capítulos seguidos amores. 4!
Não é 1. Não é 2. Não é 3. É 4 Pae!! Talvez 5 e eles não serão tão seguidos assim, pelo menos não o primeiro. Hahaha

Então vamos lá!

O capítulo de agora, eu vou dedicar a uma pessoa que vem sendo bem especial, desde o começo da fic. Ela sempre comenta. É de lei! Sempre tem uma notificação
"Luna1999 comentou na sua história"
Esse capítulo vai para você Luna!! Muito obrigada pelos comentários, e pelo incentivo. Obrigada mesmo!!!♥♥♥♥

Aaah! Sabem o que eu estava reparando? Chegamos aos 80 e poucos favoritos!!

Não é 1. Não é 2.  ... Não é 26. ... Não é 46. ...Não é 64. ... Não é 69~ hm~  Não é 78... É 80!! Obrigada gente,  de coração!!

Bora lá,  então. Daqui a pouco tem mais um com mais dedicatória!!

Ah, o cara da mídia é o Frédéric,  eu tinha esquecido de por a foto.

Até já!

Boa Leitura♥

Capítulo 18 - Surpresa


Tobias


Acordo com a claridade no quarto, me levanto devagar e me espreguiço.


Olho para cama e Tris ainda dorme.

Beatrice é tão linda. Acho lindo o modo que ela fica quando dorme. Tão tranquila, tão serena,  tão calma. Seu peito sobe e desce vagarosamente, sua boca entreaberta,  seus cabelos dourados pela luz do Sol formando um arco em volta de sua cabeça. Linda!


Já sei!


Pego uma câmera que ganhei da Vó Edith no meu aniversário do ano passado, ela dizia que ela seria útil. Nunca me interessei por fotografia, sempre achei lindo, mas nunca me interessei em fotografar, mas sempre a levo em viagens. Nunca essa minha câmera fez tanto sentido.


Prendo a câmera, pela alça,  em meu pescoço e arrumo Beatrice na cama. Tento me lembrar de como ela estava no dia em que fui chamá-la em seu quarto para irmos ao aeroporto. 


Cubro seus seios e virilha com o lençol branco, deixando suas pernas para fora, mostrando aquelas coxas lindas que a Tris têm. Dou uma ajeitada no lençol sob seu corpo e pronto. Nada de mexer no cabelo, nem nada. Ela está linda como está. 


Tiro umas três fotos de ângulos diferentes e salvo na câmera. Guardo a mesma na bolsa e vou para o banheiro tomar banho.

Me troco e percebo que Tris ainda dorme. Saio do quarto devagar e tranco a porta, jogando a chave por de baixo da mesma em seguida.


Desço as escadas a procura do meu pai. Eu o acho sentado na rede, tomando uma caneca de café. 


- Bom dia,  pai.- digo.


- Bom dia,  filhão. Tudo bem?


- Tudo ótimo. Pai, ontem eu estava conversando com a Tris e eu gostaria de fazer uma surpresa para ela.- digo com receio do que ele pensará. 


-Que tipo de surpresa? 


Conto a ele o que eu quero fazer e ele sorri.


- Eu acho uma ótima idéia! Vamos antes que ela acorde.- ele diz e nos levantamos seguindo na direção da camionete. Quando Tris acordar ficará surpresa com o meu presente.


Tris


Acordo e olho ao redor e não vejo Tobias. 


Me levanto, vou ao banheiro tomar banho e fazer minha higiene. Me troco e desço para cozinha.


- Bom dia, mãe.-digo.


- Bom dia, meu anjo. Como passa?


-Bem.- respondo sorrindo- Onde estão papai e Tobias?


- Eles sairam faz um tempo, mas não sei onde f...- ela é interrompida por Tobias adentrando a cozinha.


- Bom dia, moças.- ele diz sorrindo. 


- Bom dia.- respondemos juntas.


- Tris, pode vir comigo um minutinho?- ele me pergunta e eu fico confusa.


-Tá. Licença, mãe. 


- Toda, amor.


- Não.  A senhora pode vir também. -ele diz e minha mãe dá de ombros se levantando. 


Assim que passo da porta avisto todo o pessoal agrupado,  mas o que me chama a atenção é um cavalo branco. Ele é lindo.


Me aproximo do mesmo, com cuidado para ele não se assustar e ergo minha mão. O mesmo já abaixa a cabeça para eu acariciá-lo.


- Olá! - digo acariciando sua cabeça e sua cara.


-Bonito, não? !- diz Tobias, se aproximando e acariciando ele também. 


- É lindo!-digo, realmente encantada com a beleza e a mansidão do cavalo -Qual o nome?


- Apolo. É o mais novo integrante da fazenda.


- É lindo demais!


- Pena que ele já tem dono.- diz Tobias tombando a cabeça para o lado e eu solto um meio sorriso.


- Quem é o dono dele?- pergunto.


- Estou olhando para ela.- diz e eu aceno com a cabeça. 


...


Só então me cai a ficha. Olho para Tobias com os olhos arregalados e ele solta um gargalhada.


- Minha lerdinha.-ele diz e me abraça,  me dando um beijo na testa logo em seguida.


- Tobias... ele é... meu? - pergunto abobada.


- Sim, meu anjo. É seu!- ele diz e eu pulo agarrando seu pescoço e o abraçando apertado.


- Meu Deus! É meu! Apolo, você é meu!!-digo e abraço seu pescoço e ele abaixa a cabeça, encostando-a em minhas costas,  como se estivesse retribuindo o abraço. 


Fico emocionada e acabo por chorar.


- Gostou, meu amor?- perguntou meu pai, abraçado com minha mãe. 


- Pai, é meu! Eu amei!! Obrigada!!- digo abraçando ele e minha mãe. 


-Não tem o que agradecer, meu amor.


Me viro para Tobias e o abraço novamente. 


- Obrigada, Tob.- sussurro no seu ouvido.


- Imagina, Pequena. 


Me afasto dele e pulo animada.


- E então,  posso montar? - pergunto animada e Tobias se aproxima de mim.


- Você vai montar em outro lugar.- sussurra ao pé do meu ouvido e me lança um olhar malicioso - Claro que pode montar. Vem.


Ele coloca a sela no Apolo e me ajuda a subir.


- Põe o pé. - ele diz- Agora dá o impulso. 


Sinto a mão de Tobias na minha bunda. Ele diria que está me ajudando a subir, mas sei bem sobre essa ajuda...


Dou um impulso e subo no cavalo, um pouco desajeitada, mas subo, logo seguro as rédeas.


- Isso. Não as puxe com força,  senão machuca ele. Agora, espere aí. 


Ele corre para o estábulo e volta minutos depois montado em Thor. 


- Bora!-ele diz e bate as rédeas,  fazendo com que Thor se aproxime- Primeiro, vamos começar com o passo. Batas as rédeas devagar.


Bato as rédeas e Apolo começa a andar.


- Isso. Ele está indo devagar. O próximo é o trote. Bata com mais força. 


Bato a rédea novamente com mais força e ele começa a trotar.


- Isso. Agora fique. Deixe-o se acostumar com o movimento.- diz Tobias.


Fomos nos afastando cada vez mais da base e do estábulo da fazenda. 


A paisagem é linda daqui é linda. Nas proximidades da fazenda já é bem bonito, mas aqui é incrível!


A grama totalmente verde e aparada, algumas flores espalhadas pelo gramado e algumas árvores ao longe. 


-Aqui é perfeito para você aprender a lidar com ele. Mais para frente treinaremos no bosque, onde tem mais árvores e obstáculos. Tudo bem?


-Claro.


- Bom, por hoje vai ficar no passo e trote. Mais para frente te ensino a galopar.-ele diz e puxa as rédeas - O que achou de Apolo? 


- Perfeito! Eu realmente gostei dele.- digo animada e afagando seus pelos.


-Fico feliz. Venha. Quero te mostrar um lugar.- ele diz e bate as rédeas e eu faço o mesmo. 


Ele começa a trotar por um caminho que, para mim, parece totalmente sem direção. Depois de alguns minutos eu avisto uma pequena cabana, fofa por sinal.


- Chegamos. - ele diz e puxa as rédeas. 


Faço o mesmo e aos poucos Apolo para.


Tobias me ajuda a descer e fomos em direção a cabana.


- Uau! Que graça. - digo encantada com o charme da cabana, por dentro ela é toda em madeira branca. A maioria dos móveis em madeira branca também. Algumas flores artificiais espalhadas por todo o espaço,  dando um ar ainda mais alegre e angelical à pequena cabana.


-Gostou?


- Bastante.-respondo.


- Que bom. Quando era mais novo e queria pensar eu ficava andando e zumbizando por aí. Um dia decidi fazer uma cabana, não eu, mas pedi para Vó Edith. Ela contratou um cara e ele a construiu. Nós quatro somos os únicos que sabemos da existência dessa cabana.-ele explica. 


-Que legal. Você parecia ser bem mimado pela Vó Edith.- digo.


- Claro, né? !  Quem não quer mimar Tobias Eaton? 


- Convencido!- digo e dou um selinho nele.


- Então,  agora eu vou te apresentar o quarto, a caaama.- ele diz e eu rio.


- Seria um prazer conhecer sua cama.- digo e ele asseti olhando para o nada e para bruscamente,  voltando sua atenção para mim.


- Acha que dá tempo de uma rapidinha? - ele me pergunta e eu sorrio.


-Você é incansável!- digo abraçando seu pescoço. 


- Sou!! Com você eu sou!


Já devem imaginar, não é?! Foi uma rapidinha mesmo, nada de carinho ou mimo. Foi uma coisa rápida, selvagem e eu adorei!

Vou tentar mais vezes!


Depois de nos ajeitarmos, arrumamos a cabana, Tobias tranca a porta e montamos nos cavalos.


- Quero ver você galopar.- digo à Tobias. 


-Você vai ficar para trás se eu galopar.-ele responde.


- Depois você volta para me buscar.- digo por realmente me sentir totalmente perdida.


- Tudo bem. Vou ser rápido.- ele diz e bate as rédeas. 


Thor começa trotando e logo embala no galope. 


Vejo o corpo musculoso de Tobias subir e descer conforme os movimentos rápidos que Thor faz ao galopar. 

Tobias fica lindo dando uma de cowboy. Seus cabelos curtos balançando bem pouco com o vento que se choca contra seu corpo. Seus músculos das pernas contraídos para dar-lhe instabilidade durante o galope, seus braços um pouco afastados do corpo e suas mãos segurando as rédeas com força. Aquela maravilhosa visão me deixa quente. Sinto a pressão no meio de minhas pernas e contorço um pouco minhas coxas.


Vejo Tobias dar a volta em uma palmeira ao longe, voltando em minha direção. 

Ele chega e puxa as rédeas e Thor para devagar.


- Uau!- digo acenando com a cabeça. 


- Fico lindo galopando, não? !


- Aham.-digo, distraída;olhando para ele.


Logo caio na real.


-Seu convencido de uma figa! Um dia você vai babar ao me ver cavalgando, também. - digo. 


- Ah!! Então está admitindo que babou?!- diz. 


- Que babou, nada!- digo revirando os olhos e faço Apolo começar a passear.


- Sei...!


Começamos a trotar e logo estávamos de volta a fazenda.


Colocamos os dois nos box do estábulo e fomos para base.

Entramos e não tinha ninguém na cozinha, então rumamos para o quarto.


- Onde estavam?




Notas Finais


Um cavalo gente♥

Vocês viram que gato o Frédéric? !

Eita, essa cabana... essa cabana!

Bom, eu espero que tenham gostado, comentem o que acharam.

Mais tarde tem mais. E os próximos o tempo de passagem será mais curto. Eu acho... hahaha

Beijo amores, durmam com Deus e até mais tarde!!♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...