História Os Irmãos Eaton - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Divergente, Shailene Woodley, Theo James
Personagens Beatrice "Tris" Prior, Caleb Prior, Christina, Eric, Ezekiel "Zeke" Pedrad, Jeanine Matthews, Lynn, Marcus Eaton, Personagens Originais, Peter, Shauna, Tobias "Quatro" Eaton, Uriah, Will
Tags Adoção, Amor, Divergente, Família, Fourtris, Irmãos, Romance, Shai Woodley, Theo James
Exibições 290
Palavras 1.938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus amores!!

Gente eu estou feliz. Muito. Feliz!

Por alguns motivos.

1: Amanhã é feriado.
2:É dia das crianças.
3:Amanhã mesmo não sendo dia de postagem eu vou postar como presente de dia das crianças hahahaha afinal, não importa idade, eu sempre peço presente de dia das crianças!!!♥

Enfim, vamos ao capítulo.

Boa Leituraaa♥♥

Capítulo 3 - Primeiro...


Fanfic / Fanfiction Os Irmãos Eaton - Capítulo 3 - Primeiro...

P.V Tris

Assim que chegamos em casa vejo a minha mãe e meu pai na sala, conversando.

-Oi mãe, oi pai.- digo e eles nos olham.

- Oi meus amores.- diz minha mãe.

- Olá, e aí como foi lá? - meu pai pergunta.

-Péssimo, Tris dormiu o filme inteiro! Foi horrível!-diz Tobias revirando os olhos e rindo de mim.

- Ah pai, mas ele quis ver filme de terror! Eu fiquei com medo.- me defendo.

- Ah filha, esses dois para filme de terror, só Deus. Quando eu saía com seu pai para assistir isso, eu ligava o meu... Aparelho de música- ela diz e eu rio, junto com Tobias- Tá... Era um walkman.- eu e o Tobias caimos na gargalhada.

-Um walkman, mãe?- Tobias zomba, rindo.

Ela olha feio para ele, que para de rir na hora, mas depois começam a rir e meu pai nos acompanha.

-Então, continuando, eu ligava ele e colocava no máximo para não ficar ouvindo os gritos, deitava no ombro de seu pai e puft. Dormia.-ela diz.

-Foi mais ou menos isso que a Tris fez mãe, mas ela não colocou nada para ouvir. Por falar nisso, preciso comprar um celular pra você, Tris.- diz Tobias.

- Não! Eu não preciso de um.-eu digo.

-É bom ter, filha. Assim, quando você sair, teremos contato e podemos saber se está tudo bem.-diz meu pai e minha mãe assente.

- Tudo bem.- digo dando de ombros.

-Vem, Tris.- diz Tobias me puxando para o seu quarto. Ficamos conversando e jogando vários jogos.

Mais a tarde eu fui dormir.

***

Uma semana depois...

Acordei e fui para o banheiro, fiz minhas higienes e voltei para o quarto. Tirei meu pijama e coloquei um vestidinho florido, que vai a alguns dedos a baixo do meio da minha coxa.

Alguém bate na porta.

- Pode entrar.- digo.

- Oi Tris, bom dia.- diz Tobias.

- Bom dia Tob, tudo bem?

- Tudo sim.- ele sorri e se aproxima.

Ele me abraça e eu retribuo.

-Conversei com uns amigos hoje...Quer ir na balada conosco?- ele pergunta.

- Balada? Eu nunca fui em uma balada. Que tipo roupa eu uso?- pergunto.

-Um vestido... ou... Não sei, vamos no shopping, a gente vê algo por lá.- ele diz.

-Tá bem.

- Vem, vamos tomar café.- ele diz e me guia para fora do quarto.

Chegando na sala de jantar, dou bom dia para meus pais, eu e Tobias tomamos café e fomos para o shopping.

- Primeiro eu vou te deixar em uma loja que tem umas roupas bem legais pra festas, baladas essas coisas, eu preciso comprar um negócio, mas eu juro que não demoro.- ele diz.

- Tudo bem.- aceno.

Ele me guia para uma loja grande do shopping.

- Oi- ele diz com uma cara receosa para a vendedora, que o encara de cima a baixo mordendo o lábio, Tobias faz uma careta e eu rio discretamente- Pode ajudar ela com algumas escolhas de roupa?- ele pergunta.

-Claro... Tobias- ela diz com uma voz sensual.

Tobias, por sua vez, revira os olhos, bufando.

Tobias se aproxima do meu ouvido e sussurra.

- Me desculpe por isso.- ele diz e não entendo o que ele quis dizer, até ele fazer.

- Tchau, volto logo, prometo.- ele diz e me dá um selinho.

Me seguro para não arregalar os olhos, e ele me dá um beijo na testa e sai.

- Ahn...Venha, por aqui.-diz a mulher.

Eu a sigo ainda um pouco atordoada e vacilante.

-Vai para onde? Festa, casamento...

-Balada.- respondo.

-Ok.

Ela me mostra vários tipos de roupa, e eu provo alguns, até que escolho um que gostei.

Pago tudo e quando estou saindo da loja Tobias vem em minha direção.

-Achou?- ele pergunta.

- Sim, achei sim. Só espero que seja apropriado.-digo.

- Posso ver?- ele pergunta.

-Não! Só na hora.- respondo e ele ri.

- Ah, o que eu fui comprar... isso...é pra você.- ele diz e me entrega uma sacola escrito "Samsung"

Abro a sacola e vejo uma caixa embrulhada em um papel de presente. Rasgo o papel e vejo uma caixa escrito Galaxy S7.

Mentira!!

- Tobias, esse é muito caro! Poderia ser...

-Nada disso!- ele me interrompe- É um presente meu para você, e você merece. - ele diz.

-Obrigada, Tobias, de verdade.- digo e o abraço.

- Imagina. Vai me deixar ver a sua roupa agora?- ele pergunta ao pé do ouvido, me fazendo arrepiar e eu rio.

- Não!

- Então pelo menos me deixa ver o que vai usar por baixo dela, ou por baixo dessa sua, que você está usando.- ele diz com cara de safado.

- Idiota.- digo rindo.

Dou um tapa no braço dele e caminhamos para o carro.

- O que foi aquilo lá na loja?- pergunto ao Tobias.

- Aquela garota se chama Megan, ela é a melhor amiga da minha ex. Se ela disser a Nita que me viu dando um selinho em você, talvez ela me deixe em paz.

-Ah...

Megan...
Será que é ela?
Naaaaaão.
Esquece!

Fomos para casa e quando chegamos minha mãe estava na cozinha.

-Oi mãe.- digo.

- Oi filha.-ela diz e me dá um beijo na testa.

-Mãe pode me ajudar com uma coisa?- pergunto.

- Claro meu anjo.- ela responde e me guia para o quarto.

Chegando lá nos sentamos na minha cama.

- Tobias falou que fomos convidados para ir a uma balada, eu comprei uma roupa mas eu não sei se é a certa.- digo.

-Deixe-me ver.- ela diz.

Entrego a sacola para ela, que a abre em seguida.

-É perfeito filha, e o que eu comprei para você vai combinar direitinho.- ela diz e sai do quarto.

Oush, tô ganhando presente de todo mundo hoje.

- Aqui.- minha mãe me entrega uma caixa grande.

Retiro o papel de presente e vejo uma caixa de sapato. Quando abro vejo uma bota de cano baixo, preta.

-Mãe, é linda!-digo.

-Que bom que gostou, vai ficar legal com a roupa.- ela diz.

-Obrigada mãe- digo e dou um abraço nela e ela retribui.

Quando me separo dela, percebo que ela está chorando.

- O que houve? - pergunto preocupada.

-É que...- ela funga- Nunca pensei que teria uma filha para ajudar na escolha de roupas, maquiagem, cabelo e essas coisas.- ela diz- E por mais que eu tivesse Tobias, ele não gosta muito que eu o ajude, ele só pede a minha opinião por eu ser mulher, mas ele obviamente não quer que eu o ajude com cabelo, senão eu o repartiria no meio.- ela diz e eu rio.

- Então, já que a senhora só começou a pensar, vamos realizar esse pensamento! Ajuda a me arrumar pra balada? Eu não tenho muita noção dessas coisas.- digo e ela começa a pular como uma criança.

Fico feliz de vê- la assim. Por mais que seja pouco tempo, Evelyn e Marcus vêm cuidando muito bem de mim, eu posso dizer que eu já os amo.

Sempre quis ter pais para falar "eu te amo". As vezes eu saía com a Jeanine e eu via mulheres brincando com as suas filhas ou filhos, tomando sorvete juntos.

Eu nunca tive a oportunidade de acordar e dar um abraço no meu pai. Nunca tive minha mãe para me ensinar algumas coisas sobre maquiagem, me ajudar no começo da minha adolescência, com aqueles certos probleminhas femininos... Nunca tive a oportunidade de ver minha mãe fazendo um bolo de chocolate e pedir para ela deixar eu raspar a tigela. Muitas coisas que para as outras crianças eram normais, para mim era um sonho.

Muitas crianças sonham em ir para Disney, ser uma princesa, um cavaleiro, claro, eu também sonhava em ser princesa, mas eu acho que toda princesa tem que ter a sua rainha, e eu não tinha a minha. Sempre sonhei em ter uma mãe que na minha infância viesse me dar um beijo de boa noite, contasse uma história, ou cantasse a música " Aquarela" antes de eu pegar no sono. Nunca tive nada disso. Todas as noites eu chorava imaginando como seria se eu tivesse meus pais por perto, para poder dormir com eles quando eu tivesse medo, para minha mãe conversar comigo sobre garotos ou até mesmo sexo. Nunca tive isso, mas sinto que agora a Evelyn pode me dar.

- Ou querida, fico feliz que me peça isso. Então mais tarde te ajudo a se arrumar.

Olho para ela com um olhar triste.

- O que foi?- ela me pergunta.

- Sempre quis ter uma mãe.- digo com meus olhos marejados.

-Oh meu bem, agora você tem.- ela diz- Vem cá.- ela diz e me abraça.

Deito minha cabeça no seu colo e ela acaricia meu cabelo.

Começamos a conversar sobre como nos sentíamos antes uma da outra. Até que chagamos em um dos assuntos. Garotos.

-Já namorou filha?- ela me pergunta sorrindo.

- Não. Ah mãe, nunca achei um garoto que valha a pena sabe?! Quando gostava de alguém era um palerma.- digo fazendo biquinho.

- E não sente nada por ninguém? Nem atração? Nada?- ela pergunta com um olhar desconfiado.

Sim, mãe, pelo Tobias- penso.

Claro que eu não vou falar isso para ela, afinal a intenção é Tobias ser meu irmão.

- É sério mãe.- digo.

- Filha, quero ser a sua melhor amiga. Sei que não faz tanto tempo assim que estamos juntas, mas eu quero ser sua amiga, quero que você confie em mim para contar as coisas, por pior que elas sejam. Ok?- ela diz.

Não posso negar isso a ela, afinal, sempre quis isso também.

- Ok!- respondo, mas não sei como começar meu assunto sobre Tobias.

-Bom, vejo que está com vergonha de me contar o que eu imagino que queira contar. Então eu começo. Eu já percebi que você e Tobias se sentem atraídos um pelo outro.- ela diz e eu coro.

Suspiro.

- Bom, vindo dele eu não sei mãe, mas de mim... Mãe ele é muito lindo. Com todo respeito... Mas a senhora e o pai estavam em um dia bom quando o fizeram, porquê... Não é? !

-Tem razão!- ela diz rindo- Tobias é mesmo muito bonito. Ele acaba chamando atenção por onde passa. Isso quando ele não brinca que vai deixar a barba crescer para pegar as ricas mais velhas.- ela diz rindo e eu rio também.

- Nunca vi Tobias de barba.- digo,as já imagino aquele Zeus de barba.

- Ele fica lindo! Ele parece mais velho, mais maduro. Lindo.

- Imagino. Tenho que admitir que eu tenho um fraco por homens com barba.- digo e ela ri.

- Eu também.

Depois de mais conversa, ela ajudou a me arrumar.

Tomo um banho, coloco minhas roupas e o sapato. Evelyn faz a minha maquiagem e depois meu cabelo, apenaz uns cachos na ponta, mas ficou bem bonito.

Quando estava retocando o batom, ouço uma batida na porta.

Minha mãe corre e se enconde no closet. Rio e vou até a porta, quando abro encontro um Tobias ainda mais gato que o normal.

- Uau- ele diz me encarando de cima a baixo, fazendo- me corar.

Ele estava lindo também. Usava uma calça de sarja meio beje, uma blusa branca com alguns detalhes pretos na barra, uma camisa de manga comprida de botões,  azul clara e uma bota (estilo coturno) um pouco mais escura que a calça.

Seus cabelos estavam bagunçados, dando lhe um ar mais sensual. E o seu perfume...Ah, o seu perfume.

Esta noite eu tenho que me segurar. Mas que é pecado ele ser justo o meu irmão,  isso é!


Notas Finais


Eita.

Será que a Tris vai se segurar na balada? Ou até mesmo o Tobias, tarado do jeito que ele é, não sei não hein?!

Vou dar um pequeno spoiler do próximo capítulo.

" -Você está linda!- digo meio bobo."

" Deixo a minha bebida no balcão e vou até ela, mas quando estou chegando perto..."

" As portas se fecham e eu me viro para ela.
- Desculpa."

" - Relaxa, o melhor irmão do mundo está aqui para te proteger."

Chega. Já mostrei demais hahaha. O final do capitulo de amanhã está fofinho♥

Eu acho que dá para entender, mas para quem não entendeu, o nome do capitulo é primeiro selinho. Não quis colocar selinho para não quebrar o suspense. Bosta né? ! Pois é. Eu sei. Só para saberem, sou péssima com os nomes dos capítulos, então se você acharem ruins, nem liguem, só continuem lendo hahaha.

Fiquem com Deus♥ e até amanhã!

Beijo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...