História Os Jogos De A.J - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Nychollas

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Terror
Visualizações 8
Palavras 1.457
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eeeee Primeiro capítulo
Finalmente
Não vai ser tão grande mas com o tempo vamos aumentando

Capítulo 2 - The beginning of the game


Fanfic / Fanfiction Os Jogos De A.J - Capítulo 2 - The beginning of the game

~POV JÉSSICA~

O relógio marcava 7:30 e Jéssica já estava na escola

- Jéssica - Aquele Nerd imbecil disse que estaria aqui as 7:20.

- Carlos - Jéssica? - Ele pergunta para ela timidamente

- Jéssica - Ah, você está aí, então fez o trabalho?

- Carlos - Sim, ele está....

- Jéssica - Muito obrigada.

Jéssica pega o trabalho das mãos dele não deixando ele terminar a frase, ignorando-o completamente, Jéssica então vai em direção ao refeitório. Chegando no refeitório os olhos de Jéssica se encontram com os de Allison com suas duas amigas Marcela e Geórgia, Jéssica se limita ao máximo a olhar para as três e se senta na mesa mais próxima a porta.

Jéssica começa a mexer no celular e com o tempo percebe que o colégio vai enchendo, Bonnie e a sua amiga cega Mariana se juntam com Lola, Fernanda e Bruno, logo depois chegam Lucas e Carlos e sentam na mesa a frente, também chegam Derick, Gustavo, Diego e Willian se sentam junto com Allisson, Mateus e Pedro sentam juntos na mesa ao lado deles. E Jéssica ali sozinha, mas como ela era uma menina muito orgulhosa pensava, melhor sozinha do que mal acompanhada.

A aula já ia começar, todos se levantam para irem e direção a sala de aula, Jéssica foi a última a sair do refeitório, ante dela entrar na sala ela escuta alguém chama-la

- Jojo - Jéssica!, Jéssica!

Jojo grita o nome de Jéssica animada com um sorriso de orelha a orelha, ela estava com uma roupa não muito o estilo de Jéssica, com uma saia até os joelhos uma meia cobrindo o que sobrava das pernas e uma sapatilha, na parte de cima ela usava uma camiseta branca de meia-manga com uma trança no cabelo, Jéssica olha para ela com cara de pouco caso esperando o quê ela ia dizer.

- Jojo - Eu olhei o seu tutorial de maquiagem no YouTube e tentei fazer em mim,mais não ficou muito bonito porq....

- Jéssica -Jojo! - Ela a interrompe ​.- Até chimpanzés com maquiagem ficam mais bonitos que você, então por favor, pare de tentar!

Jéssica continua em direção a sala de aula com um sorriso maligno no rosto, chega na sala atrasada por causa de Jojo. Jéssica bate na porta e espera a professora abrir.

- Professora Ângela - Entre

Jéssica entra na sala já esperando a professora dar a bronca nela

- Professora Ângela - Sra. Jéssica atrasada de novo, da próxima vez não entra.

Jéssica revira os olhos quando ela olha pro caderno de chamada, ela segue em direção ao seu lugar ao lado de Willian

- Wilian - Quase se ferrou.

- Jéssica - Ela que experimente fazer qualquer coisa comigo, meu pai é prefeito dessa cidade, se ela me ferrar eu faço ela perder o emprego.

- Prof Ângela - Então, alunos como nós vimos na última aula, os minerais são fonte de....

Jéssica recebe uma mensagem que faz ela se distrair da aula, ela pega o celular discretamente para ler a mensagem embaixo da mesa.

#OBS QUANDO A FRASE OU A PALAVRA ESTIVER DESTACADA DE ~PRETO~ QUER DIZER QUE ESTÃO MANDANDO MENSAGENS PELO CELULAR#

~Olá Jéssica~

Jéssica começa a achar aquilo estranho, era um número desconhecido ela acha que se fosse da operadora estaria oferecendo ao menos uma oferta.

~Como sabe meu nome?~

~SERVIDOR NÃO ENCONTRADO~

Como assim? Vou tentar reenviar.

~SERVIDOR NÃO ENCONTRADO~

Jéssica olha para o lado e vê que Willian também recebeu essa mensagem e começa a achar aquilo mais estranho ainda.

- Prof Ângela - Jéssica!

- Jéssica - Sim, professora!

- Prof Ângela - Poderia explicar para a classe quem foi Francisco Ferdinando?

- Jéssica - Claro.- Jéssica começa a pensar em o que inventar para a resposta - ele...foi um...um cara muito famoso...por sua... Capacidade de raciocínio? - Jéssica fala com uma voz de duvida.

~POV MARCELLA~

A professora tinha levado Jéssica para a diretoria por que viu ela mexendo no celular, o que deu tempo para Marcella e Allison falarem sobre as mensagens.

- Marcella - então o que você acha que é isso?

- Allison - sei lá, deve ser um presidiário, alguns de nossos amigos fazendo uma brincadeira ou até mesmo a vadia da Jéssica tentando chamar a atenção, mas não estou ligando muito pra isso.

- Marcella - Mas a Lola e a Bonnie também estão mexendo no celular.

- Allison - Deve ser coincidência - ela faz uma cara de "Óbvio"

- Georgia - olhem isso. - Georgia chega interrompendo Allison e mostrando a mensagem no celular.

- Allison - Geo, quem te chamou aqui? Anda volta logo pro seu lugar.

Georgia obedece Allison e volta para sua classe, logo depois chega a professora.

- Prof Ângela - Então alunos, onde nós paramos? A, sim claro,Francis....

O sinal começa a tocar interrompendo a professora.

- Prof Ângela - Mas como isso tá tocando se ainda não acabou meu período.

Assim que ela termina a frase o alarme de incêndio e os anti-incêndios acionados molhando todo mundo.

- Prof Ângela - ALUNOS! RÁPIDO PRA RUA! ISSO NÃO É UM TREINAMENTO.

A professora Ângela abre a porta direcionado todos a ela, Marcella guarda suas coisas rapidamente e ajuda Allison a guardar as dela, ela sabia que Allison não era nenhuma incapacitada mas gostava de ajudar a sua amiga, as duas correrão para a porta onde estava Geórgia esperando elas juntas as duas correram para a saída da escola.

Todo colégio já estava do lado de fora, todos questionavam o porquê do alarme ter acionado se não havia fogo algum?

- Marcella - Porque os alarmes tocaram? - Ela de pergunta.

O celular dela vibra então ela pega para ler a mensagem.

~Bem vinda aos jogos.~

Ela se assusta com a mensagem e pergunta rapidamente para Allison e Geórgia se elas também receberam mais Allison é mais rápida.

- Allison - Você recebeu isso? - ela mostra o celular.- essa pessoa só pode tá de brincadeira

- Marcella - Parece que não foi só nós três...

As três olha para os lados e percebem que outras pessoas receberam a mensagem.

- Geórgia - QUEM MANDOU ESSA MENSAGEM PRA.......

- Allison - Geórgia cala boca, ninguém pode saber.

- Geórgia - Só tava tentando ajudar...

- Allison - É? Então ajuda ficando quieta.

- Marcella - Para Allison, deixa ela em paz.

- Allison - O que que foi Marcella, agora resolveu que vai defender todo mundo?

- Marcella - Não, só vamos ficar unidas não podemos brigar outra vez.

- Diretora - OK ALUNOS VOCÊS TODOS PODEM VOLTAR PARA A AULA, FOI TUDO FALHA NO SISTEMA, VAMOS ARRUMAR TUDO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

- Jéssica - Falha no sistema, como sempre outra escola que está caindo aos pedaços.

- Bonnie - Credo Jéssica, deixa de ser tão nojenta pelo menos uma vez na vida.

- Jéssica - Cala boca rebaixada.

Depois de toda aquela confusão eles voltam para a sala e retornam a aula.

- Prof Ângela - Bom pra resumo da ópera....

- Jéssica - Linguagem de gente velha... Aff

- Marcella - A nojeta resolveu abrir a boca de novo.

- Jéssica - Fica quieta, rebaixada, ridícula, baixo nível.

- Allison - Quem te deu permissão pra falar com ela desse jeito vagabundinha?

- Jéssica - A vadia resolveu que vai defender as amiguinhas agora?

- Marcella - Alli, não preciso que você me defenda.

- Allison - O que você disse?

- Marcella - Nada.....

- Allison - É bom que não tenha falado nada.

- Prof Ângela - Meninas! Chega.

Allison, Marcella e Jéssica se encaram por um tempo e depois se sentam, deixando a professora continuar a aula.

~ POV WILLIAN ~

- Willian - Ai Nerd, que tal eu ir na sua casa mais tarde jogar um videogame?

- Carlos - T-Tudo bem.

- Willian - Ok então, as 19:00?

- Carlos - P-pode ser...

Willian dá uma batida nas costas de Carlos antes de sair.

- Carlos - Ai.....

- Willian - Foi mal....

Willian estava seguindo o caminho de sua casa sozinho pleno e calmo, quando ouve um barulho no beco onde ele passava.

- Willian - Tem alguém ai?

Mais uma vez faz um barulho estranho.

- Willian - Fala logo quem é!

Willian estava achando que era brincadeira dos jogadores, mas viu que a situação estava mais séria e resolveu continuar caminhando.

~Você não poderá fugir pra sempre~

~Quem é você?~

SERVIDOR NÃO ENCONTRADO.

- Willian - O que? Como assim.

~Cuidado quando for andar sozinho na rua~

Nessa hora Willian começou a olhar para todos os lados, sem conseguir encontrar alguém ele começa a correr em direção a sua casa. Chegando em casa ele vai direto no computador conversar com Carlos sobre a mensagem.

` Você sabe como rastrear uma mensagem?`

` Oi, mais ou menos, por que?`

` Me mandaram essa mensagem`

` Uau, que ameaçador, porquê alguém mandaria isso pra você?`

Willian recebe mais uma mensagem.

~ É uma pena não poder se despedir da sua mãe ~

Depois da mensagem Willian ouve barulhos na cozinha, ele foi correndo ver o que aconteceu e foi exatamente o que ele pensava.

- Willian - Mãe? MÃE! MÃÃEEE!! PORQUE, PORQUE VOCÊ TA FAZENDO ISSO COMIGO?


Notas Finais


Foi esse o capítulo o que acharam?

🙆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...