História Os marotos- Mapa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Lílian Evans, Pedro Pettigrew, Remo Lupin, Severo Snape, Sirius Black, Tiago Potter
Tags Harry Potter, Lilian, Lílian E Tiago, Os Marotos, Severus
Visualizações 6
Palavras 1.651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Misticismo, Saga
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Alô, eu não sei se alguém vai ler portanto eu vou usar um capítulo como teste. Assim eu gostaria de focar nas aventuras dos marotos e no romance Lílian e potter. Começando do quinto ano, seguindo a risca a personalidade de todos os personagens e a forma de escrita semelhante a da JK Rowling, tentando trazer conforto para quem tá lendo. Eu não sei se devo mesmo começar do quinto, preferi assim porque é nesse ano que os marotos fazem o mapa, se transformam em animados, Snape e Lílian rompem(quero destacar a paixão de Snape também) e tudo mais, mas eu gostaria da opinião de vocês também sobre isso. Bom espero que gostem.
Ps: o capítulo dois é melhor

Capítulo 1 - Hogwarts


O céu estava num azul claro com alguns fios de algodão branco, Lílian sentia a brisa gelada se chocando contra seu rosto quente de nervosismo. Era seu quinto ano em Hogwarts, retornar sempre fora um momento de euforia, e sentiria essa euforia no ar mesmo que fosse o dia mais chuvoso do século.
  Naturalmente a estação kings cross estava lotada de pessoas estranhas, alguns bruxos tentando disfarçar usando roupas trouxas, Lílian jurou ter visto um homem velho com cabelos ruivos extremamente secos usando uma saiona xadrez com botões de prata.
  - Além de não saberem viver em sociedade normal gente da sua laia também não sabe se vestir?- Petunia Interrompeu os pensamentos divertidos de Lílian sobre a relação entre bruxos e saias.
 Lílian que havia esquecido da companhia da irmã mais velha, só ignorou e seguiu andando sozinha em direção á plataforma 9 3/4.
 Como de costume atravessara a coluna que dividia as estações 9 e 10 se deparando com o mesmo trem que fora a 5 anos, nunca se cansando da sensação, do cheiro e da alegria que é retornar à hogwarts.
  - Lílian- chamou uma voz familiar e abafada.
  - Sev, você está bem?- Perguntou Lílian fitando as mãos de Severus, que estavam enfaixadas e visivelmente muito machucadas.
  Snape não respondeu, apenas olhou para as mãos e em seguida olhou para Lílian sorrindo com gentileza
 - Não se preocupe, esse ano você leva a melhor sobre eles- disse Lílian se referindo a Tiago e sua turma.
 Tiago que estava próximo ao trem com seus amigos Sirius e Remo, olhava os dois conversando distante enquanto Remo explicava ao Sirius como seria agora que era um monitor.
 - Não tem motivos para ela sair com ele, tem?- Falou Thiago voltando seus olhos em Sirius e interrompendosso a conversa- É o seboso!
 - Claro Tiago, você vai perder para um seboso.- Debochou Sirius ajeitando os cabelos que caiam sobre os olhos.
  - Nós devíamos azarar ele agora.- Tiago fixou os olhos em Snape
  - Nós ainda não estamos em Hogwarts. Melhor não arrumarmos encrenca- Alertou Remo
  Tiago, Sirius e Remo entraram no expresso de hogwarts para procurarem uma cabine só para eles enquanto esperavam Pedro.
 Lílian entrou um pouco depois e foi direto à cabine dos monitores receber as instruções. Estava muito empolgada por Dumbledore pensar que ela fosse boa o suficiente e exemplar o suficiente para ser monitora, Lílian havia notado que de todos os anos este particularmente o trem se apresentava mais magico (seria possível? )
 

Saiu da cabine dos monitores direto a procura de Severus para dividir sua felicidade. Encontrou severus em uma cabine sozinho folheando seu exemplar de Livro padrão de poções quinto ano.
  - As aulas nem começaram ainda e você já está estudando Sev.- Lílian disse sorrindo.
  Snape não respondeu, continuou a folhear.
  Lílian se sentou em frente a Snape, pegou um pergaminho e começou a anotar todas as instruções que acabara de ouvir, por precaução.
  Quanto terminou de escrever, jogou os longos cabelos cor de acaju para trás e encostou a testa no vidro da janela. E sentiu o sono lhe abraçar como a morte abraça um idoso.
  Estava em hogwarts, todos a olhavam, ela sentia seu rosto arder como se sua pele derretesse
 - Olhem, o cabelo da Evans está pegando fogo.
 Lílian colocou as mãos na cabeça e começou a chorar. Seu cabelo estava pegando fogo! Como iria para as aulas assim? Como ao menos iria apagar o fogo.
  - Lílian! - Snape sacudiu seus ombros despertando subitamente Lílian de seus sonhos, percebeu então que estava adormecida encostada na janela, com o sol diretamente em seu rosto.
- Lílian, nós estamos quase chegando.
 
  Lílian se vestiu rapidamente e foi saindo da cabine antes de todos, ela era monitora então precisaria conduzir os alunos do primeiro ano. Passou pela cabine de Tiago, Sirius, Remo e Pedro, reparou que dentro da cabine havia um pomo dourado voando livre e rapidamente que Sirius e Thiago brigavam para ver quem pegaria primeiro. Seguiu em frente sem se permitir parar, estava empolgada com o cargo de monitora e não queria falhar na primeira tarefa.
 - Evans!- Lílian já estava bem na frente quando ouviu alguém chamar. Era Sirius.- Evans espere! Remo é monitor também.
  Lílian ouviu umas risadas de dentro da cabine. 

    Tiago saiu a frente de Remo, fitando Lílian abriu um sorriso de lado, despenteou os cabelos e guardou o pomo dourado no bolso.
  - Teve um bom verão Evans?- Perguntou forçando uma formalidade quase irônica.
  - Não tanto quanto você, imagino- respondeu Lílian, indiferente.
Tiago pareceu querer dizer algo mas em vez disso, virou as costas dando atenção às garotas da corvinal que estavam desembarcando, deixando ser interrompido pela presença de Lupin.
  Lupin foi com Lílian até a frente do trem conduzir os novatos até as canoas onde iriam remar até hogwarts. Lílian se lembrara de quando estava ali, empolgada, com snape em seus calcanhares, lembrara do chapéu seletor em seus ouvidos e de anunciar com triunfo que pertencia a Grifnoria. Mas também lembrara que chovia e que por isso chegou ao castelo ensopada junto com Tiago, Snape e Sirius.
  Observou todos os novatos entrarem nas canoas e em seguida se permitiu seguir para a carruagem que levaria a hogwarts( mais rapidamente).
  Percebeu que Severus não havia esperado Lílian, como sempre fazia, mas levando em conta que se atrasou por ter que cumprir suas tarefas de monitora não se zangou, subiu na carruagem juntamente com Remo Lupin que também não havia companhia dos amigos. Lílian reparou que Remo parecia acabado, tinha olheiras e o rosto parecia oleoso e sujo, havia também alguns arranhões em seu pescoço e cicatrizes em seu rosto. Será que havia brigado?
 
  Remo e Lílian não conversaram, mas ambos estavam ansiosos para chegar em hogwarts para o banquete, Lílian que havia dormido perdeu o carrinho de doces enquanto Lupin estava distraído de mais ralhando com Tiago e Sirius por estarem fazendo barulhos desnecessariamente  alto.

Lílian reparou que mesmo depois de 5 anos, as árvores permaneciam lindas, e o castelo continuava encantador. Correu para os portões em direção ao salão principal
  Agora caminhando entre as mesas quase lotadas, sentou na frente bem perto de onde os alunos seriam selecionados para suas casas,Tiago e Sirius a seguiram com os olhos desde o momento em que entrou no salão até não conseguirem mais se esticar.
O teto estava cheio de estrelas (cadentes tambem) e a lua não estava presente essa noite.
 Sirius e Tiago estavam soltando risadinhas e trocando olhares, tal como fazem garotas bobas do terceiro ano.
  - Será que Remo vai aparecer?- Perguntou Tiago esticando o pescoço a procura do amigo.- Quando é a próxima lua cheia?
 - Daqui a duas semanas- respondeu Sirius
 - Sirius, acho que podemos ficar com Remo dessa vez, estamos quase lá.
 - Eu e você.- Sirius tomou sua atenção para Tiago- Pedro vai conseguir quando já tivermos saído da escola.
Tiago riu alto, ia defender o amigo, mas   todos se calaram assim que Minerva Mcgonagall entrou elegante carregando um pedaço de pergaminho, o pequeno e costumeiro banquinho e o famoso chapéu seletor.
 Como era esperado, a emenda do chapéu abriu-se em um rasgo e começou a cantar orgulhoso

Ah, vocês podem me achar pouco atraente, 

mas não me julguem pela aparência Engulo a mim mesmo se puderem encontrar

 Um chapéu mais inteligente do que o papai aqui.

   Podem guardar seus chapéus-coco bem pretos, 

suas cartolas altas de cetim brilhoso porque eu sou o Chapéu Seletor de Hogwarts

 E dou de dez a zero em qualquer outro chapéu. 

   Não há nada escondido em sua cabeça que o Chapéu Seletor não consiga ver, 

por isso é só me porem na cabeça que vou dizer em que casa de Hogwarts deverão ficar.

 Quem sabe sua morada é a Grifinória, casa onde habitam os corações indômitos. Ousadia e sangue frio e nobreza destacam os alunos da Grifinória dos demais; 

  Quem sabe é na Lufa-Lufa que você vai morar, onde seus moradores são justos e leais pacientes, sinceros, sem medo da dor; 

  ou será a velha e sábia Corvinal, A casa dos que tem a mente sempre alerta, onde os homens de grande espírito e saber sempre encontrarão companheiros seus iguais;

   ou quem sabe a Sonserina será a sua casa E ali fará seus verdadeiros amigos, homens de astúcia que usam quaisquer meios para atingir os fins que antes colimaram. 

 Vamos, me experimentem! Não deverão temer! Nem se atrapalhar! Estarão em boas mãos! (Mesmo que os chapéus não tenham pés nem mãos) porque sou o único, sou um Chapéu Pensador!

  Todos aplaudiram. Os novatos boquiabertos.

 Minerva pigarreou e em seguida abriu o pergaminho mirando seus olhos verdes para o primeiro nome da lista.
 - Lith Genus!- Chamou minerva e uma garota com bochechas gordas e vermelhas caminhava ofegante até o banquinho, seus olhinhos cintilavam refletindo as estrelas e em seu rosto uma expressão de pura alegria.
 Depois de poucos segundos o chapéu anunciou com o mesmo ar de triunfo que sempre tivera.
  - GRIFNORIA!
Lílian levantou e aplaudiu a novata, dando espaço para se sentar próxima aos segundanistas.
- LUFA LUFA!- anunciou o chapéu para um jovem de cabelos loiros e cheios
- GRIFNORIA!
- SONSERINA!
- LUFA LUFA!
- CORVINAL!
 
 Quando (finalmente) o chapéu seletor terminara, todos estavam famintos e prontos para atacar o banquete que se materializaria.

 Quando dumbledore levantou de sua cadeira e o salão tornou-se silencioso novamente.

 - Muito bom. Estão famintos, eu espero. Bem vindos a hogwarts, novamente para os veteranos. Antes de começarmos só queria dizer algumas palavrinhas- Dumbledore ficou serio, dando uma piscadela para Lílian- Verruga de javali! Jumento sem cabeça! Beliscão! Bixo careca, obrigado!
 Ouviu-se várias risadas seguidas de conversas agitadas, barulhos de talheres e distantes discussões entre pessoas que preferiam pastelão de rins a pessoas que definitavamente comeriam pudim de carne pelo resto de suas vidas.

 Hogwarts permanecera o mesmo lar e refúgio que sempre fora. 


Notas Finais


Eu não vou continuar escrevendo pro vento, se você leu e gostou por favor deixe um comentário, vou continuar nem que tenha pelo menos um leitor.

Ps: desculpem pelo fiasco da música do chapéu seletor, o spirit não permitiu que eu colasse a música.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...