História Os meus pecados. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Derek Hale, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Amores, Ilusão, Ranco, Sciles, Sterek, Stheo, Stiam
Exibições 86
Palavras 3.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorou, mais aqui está mais um capitulo para vocês cheio de emoção, acho que foi um cap bem grande.

Mas só quero apenas dizer adeus, e uma boa leitura a todos vocês!!!.

Capítulo 3 - Terça-feira,(cheia de emoção).


Fanfic / Fanfiction Os meus pecados. - Capítulo 3 - Terça-feira,(cheia de emoção).


Terça-feira.


Boate Jovens Lobo/ No centro de New York ás 8:00 horas da manhã.


Ontem a noite ter passado com Stiles foi muito bom, ainda mais a parte do sexo no beco; nunca tinha transado em um lugar daqueles antes, e foi muito bom minha primeira vez em um beco ter sido com uma pessoa que eu gosto tanto.


Mas a melhor parte da noite tenho que admitir foi quando voltei para a boate, pois eu não precisei ficar mais com ninguém aquela noite, querem saber, Stiles pagou pelo meu trabalho por uma semana. Malia até tentou fazer eu trabalhar para ela ainda, mas Stiles me fez prometer que eu não iria trabalhar mais aquela noite devido a quantidade de dinheiro que ele deu para Malia por mim.


Agora é de manhã, e aqui estou arrumando a boate junto com o pessoal que trabalha aqui, mas logo  notei  que desde de ontem que cheguei; Liam não para de me melhor, o que me faz pensar que ele deve tá puto comigo por eu ter saído com Stiles da boate, afinal Stiles nunca fazia isso.


- Então Scott, como foi sua noite ontem com Stiles. - Diz Liam arrumando o balcão do bar e se aproximando de mim que estava arrumando as cadeiras.


- Você sabe que isso não é da sua conta né Liam. - Digo com a intensão de provocar ele.


- Quando o assunto é Stiles Stilinski é tudo de minha conta. - Diz ele ficando com a cara seria para mim.


- Ele nem te ama Liam, apenas tem pena de você, ele só quer te comer e mais nada. - Digo isso pois Liam sempre queria se meter na minha relação com Stiles, eu sei que ele amo o Stiles como eu; mas não posso deixar ele tomar meu lugar assim.


- Não me provoque Scott. - Diz Liam fechando seus punhos em um formato de que ia me dar um soco.


- Ei será que da para as duas putinhas ai para de ficar brigando quando tem coisas para fazer aqui. - Diz Theo olhando para nós.


- Theo tem razão, vou fazer meu trabalho que ganho mais. - Diz Liam virando de costas para mim e voltando a limpar o balcão do bar.


- Mais eu ainda não respondi sua pergunta Liam. - Digo pondo uma das cadeiras sobre a mesa. - A noite com Stiles foi linda, transamos a noite toda em um dos becos de New York e falamos várias coisas, como o amor entre nós dois. - Digo isso quando Liam se vira para mim novamente me dando um soco na cara, o que faz eu cair sobre uma das mesas ali perto.


- Vamos para com isso agora vocês dois - Diz Theo entrando no meio de nos dois.


- Vamos Liam me acerte de novo e deixe Stiles saber que você me bateu por ciúmes dele. - Digo me levantando e estralando meu pescoço.


- Já basta, vou dar um tempo desse lugar aqui cheio de baratas como vocês. - Diz Liam saindo pela porta dos fundos da boate.


- Você tinha que provocar ele mesmo Scott. - Diz Theo me olhando com um olhar frio.


- Não queria muito fazer isso com ele Theo. - Mas ele precisa a aprender de uma vez por todas que Stiles não pode lhe dar o que tanto ele quer, Stiles anda com problemas e eu não posso deixar que Liam, assim como Stiles se machuquem por isso.


- Então você acha que fez um mau necessário falando aquilo para o Liam. - Diz Parrish se aproximando de mim e Theo com uma cerveja em sua mão.


- Espero que sim. - Digo voltando ao trabalho.


Central Park.


Porque Scott disse aquelas para mim,eu sei que ele também gosta do Stiles assim como eu, mas isso não daria o direito dele falar certas coisas, sempre fomos bons amigos e ele nunca disse tal coisas para mim como disse hoje.


E ele ainda foi capaz de dizer que Stiles sente pena de mim, será mesmo que ele apenas sente pena de mim; por eu ser tão jovem e já ter perdido meus pais para o mundo. Mas só me resta tira essas conclusões por mim mesmo. Assim paro de dar comida para os pombos e vou fazer algo que todos nós da boate fomos  negados a fazer,foi algo que Stiles nós pediu muito.


Empresa Stilinski Tech.


Sala de Stiles.


- Senhor tem um garoto muito querendo falar com o senhor lá fora. -Diz uns dos Guardas da empresa.


- Eu necessito falar com ele agora- Diz Liam entrando em minha Sala. 


- Eu não disse para você ficar lá fora garoto. - Diz Guarda pegando em seus braços para leva-lo para fora da sala.


- Stiles eu preciso muito falar com você. -Diz Liam, quando percebo suas lágrimas querendo escorrer de seus olhos.


- Pode deixa-lo aqui Gabriel. 


- Tem certeza Senhor.


- Sim. - Digo quando o Guarda Gabriel sai da sala. - Liam a única coisa que pedi para todos vocês foi que nunca aparecesse em meu trabalho e minha casa, mas vejo que você não foi capaz de respeitar isso não é mesmo.


- Desculpa Stiles, mas precisava muito falar com você.


- Então sente,é me diga o que fez você aparecer aqui.


Liam me contou a história toda, como Scott foi rude com sua palavras, mas eu não estava acreditando que Scott foi capaz de falar isso, ainda mais para o Liam que tem sentimentos muito machucados pelo seu passado com seus pais.


- Liam não ligue para isso que Scott te disse, eu gosto muito de você para ter pena, ou até mesmo não gostar de você.


- Mas você me ama Stiles. - Diz ele tentando pegar em minhas mãos que estava sobre a mesa.


- Liam a palavra amor é forte demais para dizer para alguém, ainda mais para alguém que eu nunca vou poder retribuir isso. - Digo isso antes que ele pegasse em minha mão.


- Mas por que Stiles, por que não pode deixar ser amado, ou me amar.


- É complicado Liam, mas pegue a chave desse hotel aqui, e mais tarde eu passo lá para conversar com você sobre isso.


Assim ele pega a chave do quarto do hotel do centro da cidade e sai de minha sala. Por que você fez isso com ele Scott, ele não merecia isso agora. Eu imagino que você fez isso tentando apenas proteger ele, devido nossa conversa de ontem, mas creio que foi muito cedo para algo desse tipo, mas agora vou te que termina essa história.


Boate Jovens Lobo, ás 19:30.


- Gente posso saber onde está o Liam, nós abrimos daqui meia hora e nada dele ainda- Diz Malia para todos nós.


- Eu já tente ligar para ele várias vezes, mas só dar fora de área. - Digo.


- Scott até onde eu fiquei sabendo você foi o culpado disso, então resolva logo isso para mim. - Diz Malia para mim, e depois saindo para parte da frente da boate.


- Qual é Liam, atende esse celular. - Digo para mim mesmo.


- Scott acho melhor você desiste de ligar. - Diz Parrish passando por mim.


- Tenho que concorda com o Parrish, ele nunca vai te atender depois do que você falou para ele Scott. - Diz Theo passando por mim também e dando um leve tapa em meu ombro.


-Vocês tem razão, é rezar para ele está bem onde quer que ele esteja. 


Hotel.


Aqui estou eu junto de Liam, contando minha vida para ele, não meu passado com meu antigo amigo Derek, mais contando o meus desafios do dia a dia na empresa, falando sobre minha esposa e filha, e sobre meu pai também.


- Então é por esses motivos que não tem como você ficar comigo Stiles.


- Basicamente sim Liam, minha vida não é um lugar onde eu posso ser livre para fazer escolhas que eu quero.


- Mas eu te amo tanto Stiles.


- Acredite Liam, isso que você sente por mim é apenas paixão que logo vai passar.


- Não fale algo assim sobre meus sentimentos por você Stiles; eu sei que te amo, e sei que isso é real, não digue que meus sentimentos por você é uma mentira, porque não é, e nunca será.


- Por isso que eu estarei te mandando para a Alemanha. 


- Você só pode está brincando comigo né?


- Não estou Liam, acho que é o melhor a ser feito.


- Ficar longe de você. - Não pode fazer isso nem comigo e nem com você Stiles, eu te amo e não vou para lugar nenhum.


- Não torne as coisas mais difíceis Liam. - É melhor você se afastar de mim, lá na Alemanha você vai termina seus estudos e até pode entrar em uma faculdade.


- Mas eu te amo Stiles. - Diz Liam sentado na cama.


- Mas eu não sou capaz de te amar Liam, entenda. - Digo gritando e levantando da cama, onde também estava sentado.


- St... Stiles eu apenas só quero ficar perto de você. - Diz ele chorando.


- Me desculpa por ter gritado, mas entenda Liam, eu não vou poder retribuir seu amor, eu não vou poder te amar como você merece ser amado. - E por você me amar tanto, o melhor é você ir para longe, onde poderá me esquecer. - Digo sentando na cama novamente e lhe abraçando fortemente.


- Mas eu não quero te esquecer Stiles. - Diz ele ainda chorando em meus braços.


- Não é fácil para mim também Liam, mas é o melhor para nós dois.


- E quando eu vou para a Alemanha então. - Diz ele se afastando de mim e secando suas lágrimas com a palma de sua mão.


- Hoje mesmo se possível. - Digo isso quando percebo a tristeza no olhar de Liam.


- Stiles fique sabendo que não é porque eu aceitei fácil, que vou desistir de você. Diz ele com firmeza em sua voz.


- Nem eu quero que você desista de mim. - Digo dando um leve sorriso para ele e o abraçando de novo.


- Stiles eu sei que não tem clima para pedir isso. - Diz Liam.


- Fale o que você quiser meu pequeno jovem lobo. - Digo passado a mão em sua bochecha.


- Seria possível ter uma última noite de amor com você.


- Não vejo o motivo para não ter. - Digo jogando ele na cama do Hotel.


- Mas já. - Diz ele rindo.


- Esqueceu que não temos muito tempo. - Digo e por fim dou um beijo em sua boca, que no começo não teve o envolvimento de nossas línguas, mas conforme íamos nós beijando, nossas línguas começaram a se envolver em um beijo quente, onde Liam as vezes mordia meus lábios e depois me beijava de novo loucamente, eu não era muito de beijar em minhas transas, mas os beijos de Liam estava muito bom e fazia eu ficar com mais tesão nele.


Mas depois Liam fica por cima de mim, tirando minha camisa e jogando no chão. E assim ele vai dando chupões no meu pescoço e dando beijos em minha barriga até que chega em minha calça, onde ele tira ela e depois minha cueca.


E logo ele começa a chupar meu membro, que não estava nem mole e nem duro, ele chupava meu pau feito um louco, com uma certa agressividade; onde ele passava a língua em minha glande e as vezes dava pequenas mordidas. Mas o que me dava mais prazer era quando ele chupava meu pau até o talo, deixando apenas as minhas bolas fora de sua boca, tenho que admitir que esse garoto sabe deixar alguém bem louco por uma transa.


Depois de levar uma boa chupada no pau, Liam pega a camisinha, e bota meu pau, e um pouco de lubrificante para facilitar a entrada de meu pênis em seu ânus. Assim ele direciona meu pau na entrada de sua abertura anal, e começa a sentar levemente sobre meu membro; deixando apenas a glande invadir ele, mas depois de alguns minutos ele já estava sentando sobre meu pau todo.


Ele cavalgava feito ninguém em meu pênis, e sentir ele pular sobre mim era muito gostoso, e sentir meu pau cada vez mais invadindo seu cu era coisa de outro mundo, pois seu cuzinho era bem apertadinho, o que ia me dando mais prazer naquele sexo. Mas depois eu botei ele de ladinho, onde eu ficava no comando das socadas em seus ânus.


Eu metia fortemente em seu cu, fazendo ele gemer todo tempo, pedindo mais e mais pelo meu pau dentro dele. Depois comecei a comer ele na posição de frango assado, onde eu ia dando leves estocadas no seu cu enquanto beijava sua boca quente e úmida, e entre as estocadas e beijos, eu puxava seu cabelo e dava pequenos chupões em seu pescoço; onde ia ficando vermelho.


Mas depois de um tempo nessa posição, eu ponho ele de bruços, que era minha posição favorita de comer alguém, pois dava para sentir bem o envolvimento entre os corpos dos dois parceiros na transa. Então ele já de bruços na cama, começo a meter freneticamente em seu cu, fazendo movimentos bem fortes para cima e para baixo, no qual ia fazendo barulho quando minha barriga encostava em sua bunda, sua bunda era bem redondinha, onde eu apertava e dava tapas quando era possível e assim ia metendo nele, e ele gemendo pedido cada vez mais meu membro dentro dele, e eu ia metendo, saindo e entrando do ânus dele; e essa sensação de comer ele é incrível.


- Liam eu vou gozar, vou gozar. - Digo ainda dando fortes estocadas em seu cu.


- Goze, goze em mim Stiles. - Diz Liam quando eu tiro meu pau de dentro dele, e jogo a camisinha no chão, e começo a estimular meu membro, até que espirro meu gozo todo em sua cara, e assim caiu na cama cansado, e Liam vai até o banheiro tomar banho para irmos para o aeroporto; claro que depois fui atrás dele no banho brincar mais um pouco com ele.


Indo para o aeroporto disse ao Liam que não precisava ele ir até a boate pegar suas coisas, pois tudo o que ele ia precisar, eu já tinha providenciado, e que sua despesa na Alemanha era tudo por minha conta. Eu sentia que ele não estava muito confortado com aquela história toda, mas espero que com o tempo ele se conforme.


Já estávamos a espera de seu voo na plataforma de partida. E depois de uns vinte minutos já fazia chamadas para seu voo, foi quando percebi que Liam estava mais triste do que nunca, então abracei ele para conforta-lo.


- Liam não se preocupe tudo vai dá certo para você na Alemanha.


- Stiles você pode dizer para o pessoal da boate que vou sentir muita falta dele, e que amo todos eles de coração e diga ao Scott que mesmo com nossa briga, eu peço desculpas e o considero como um irmão. - Diz Liam com tristeza na voz.


- Pode deixar que eu falo sim.


- E mais uma coisa, diga ao Stiles que eu o perdoou por me mandar para outro continente, e fale também que eu o amo muito- Diz Liam me dando um leve selinho na boca e indo para seu voo, que ia decolar em breve.


E assim Liam vai embora e eu deixo as lágrimas caírem dos meus olhos, pelo fato de ficar pensando no que ele disse para mim, foi tão profundo que eu não disse nem adeus e nem liguei para o beijo que ele havia me dado. Mas eu me recupero desse soco que levei no estômago, no sentido figurado da coisa ,e vou para boate dar a notícia.


 Boate Jovens Lobo ás 21:00 horas. 


Eu cheguei lá e fiz todo mundo sentar nas cadeiras e depois de todos juntos, eu conto tudo que aconteceu com o Liam, e que foi a melhor maneira para ele e para mim.


- Mas você sabe que ele trabalha para mim, e não podia fazer isso. - Diz Malia.


- Trabalhava você que dizer, e tenho certeza que vai encontra outro jovem mais novo logo, e enquanto não encontra eu pago o que o Liam fazia por noite aqui.


- Agora sim senhor Stilinski. - Diz ela.


-Como você pode se preocupar mais com o dinheiro do que com o próprio garoto- Diz Scott.


- Scott tem razão Malia, ele já fazia parte da família. - Diz Theo.


- O que me faz crescer na vida é o dinheiro, e não o Liam. - Diz Malia saindo dali.


- Que vaca ela é. - Diz Parrish.


- Ah antes que eu esqueça, ele mandou fala que ama todos vocês de coração. - E para você Scott, ele mandou falar ,que pede desculpa pelo o que aconteceu hoje mais cedo e que ele te considera como irmão. - Bem era isso tudo que tinha para falar, se me dão licença vou indo agora. - Digo saindo dali.


- Stiles espere. - Grita Scott.


- O que foi. - Digo me virando para ele.


- Eu sinto muito por hoje mais cedo com Liam, eu não queria causar aquilo tudo, muito menos que ele fosse para longe.


- Eu entendo  que você só quis proteger ele, mas aquilo que você disse, eu acho que foi necessário para não vim a machucar ainda mais ele mais tarde. - Agora tenho que ir Scott, preciso descansar depois desse dia.


- Apenas me perdoe Stiles. - Diz ele, mas eu apenas escuto e saiu de uma vez por todas daquele lugar.


Casa de Stiles/ Quarta-feira ás, 8:00 horas da manhã.


- Papai acorda, olha quem está aqui. - Diz Sofia enquanto eu acordo. - Quem? - Digo coçando meus olhos.


- O vovô John veio visitar a gente papai. - Diz Sofia toda feliz.


- Pai? - Digo surpreso.


- Eu mesmo Stiles. - Diz meu pai.


Como dizia meu velho amigo Derek, " agora que fudeu a porra toda", o que fazer agora com a visita do meu pai.


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse capitulo desculpa pelos erros se tiver, e espero que capitulo não tenha ficado muito corrido, mais deixe ai seus comentários, e no próximo capitulo teremos ele..........

Apenas que dizer adeus e até o próximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...