História Os Mistérios de uma Amizade! - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Mistério, Um Pouco De Suspense
Exibições 6
Palavras 429
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Uma amiga minha ficou puta comigo pelo o capítulo anterior.

Capítulo 11 - "Coração Restaurado"


Fanfic / Fanfiction Os Mistérios de uma Amizade! - Capítulo 11 - "Coração Restaurado"

                           P.O.V. SOPHIA

Nós estávamos esperando os dois voltarem enquanto conversávamos sobre os dois pombinhos. Então Vitória chega chorando.

- Vi! Você está bem ? Cadê o Bru... - Ela me interrompeu me dando um abraço - O que houve ? 

- Fer-Fernanda - Ela diz com desespero na voz 

- O que ela fez ? - Léo pergunta em um estado de choque 

- Ela matou ele... - Ela vai ao delirio e chora muito 

- Mas como você conseguiu escapar ? - Eu pergunto sentindo pena, aliás ela o amava 

- Ele se sacrificou para me salvar - Ela relembra  a cena e conta para nós 

- Vitória... - Léo começa a falar - Eu preciso te dar uma coisa - Ele entrega um livro para ela 

                 P.O.V. VITÓRIA 

- O que é isso Léo ? - Eu pergunto 

- É um livro onde o Bruno sempre escrevia - Léo me responde 

- Obrigada, agora vocês poderiam me deixar sozinha? - Eu falo 

- Claro! - Sophia fala - Depois a gente vem aqui - Ela continuo enquanto saía - Sinto muito. 

Enquanto fico sozinha no meu quarto, eu começo a ler as páginas do livro...

             QUEBRA DO TEMPO

Eu já estava no fim do livro, estava na última página.

Vitória se você estiver lendo isso, provavelmente algo de errado aconteceu, eu dei meu livro para o Léo, caso algo acontecesse comigo, se ele te deu esse livro isso que eu temia aconteceu... Me desculpe por não ser corajoso o bastante para te contar que eu... TE AMO. Sinto muito... Não fui forte o bastante para te proteger.

Então no mesmo momento a Sophia entrou no quarto e me viu chorando, cada lágrima caia no livro manchando a tinta da caneta 

- Vi, venha comigo - Ela diz 

Eu me levanto e ela corresponde que eu quero ir com ela. Ela me leva até o dormitório masculino, quando cheguei lá o livro que estava na minha mão caiu, pois estava diante de Bruno todo ferido parecia ter fugido de Fernanda. Então ele estava vivo deitado na cama desacordado, abraçei ele chorando de alegria. 

- V-Você está vivo! - Eu falo e ele na mesma hora corresponde o meu abraço 

- Claro que estou vivo, aliás não podia te deixar antes de te pedir em namoro - Ele cora e eu também 

- Eu te amo! - Eu falo 

Então ele age por impulso e me beija, um beijo calmo e sereno. Ficamos naquela forma por uns 5 segundos.

- Então parece que se reencontraram - Uma voz falou no fundo 



CONTINUA NO PRÓXIMO CAPÍTULO...


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...