História Os NÃO opostos se atraem- Imagine Suga - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Jay Park
Personagens Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jay Park, Luhan
Visualizações 74
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, voltei, me desculpem a demora estou tendo dificuldade para escrever, nada me agrada, esse não é o único motivo, a muitas outras coisas passando em minha cabeça, me desculpem mesmo.



Boa leitura <3

Capítulo 39 - Capitulo 32


Fanfic / Fanfiction Os NÃO opostos se atraem- Imagine Suga - Capítulo 39 - Capitulo 32

~ Antes do sequestro ~

Yoongi P.O.V

Acordo e faço minhas higienes, desço e vejo que ninguém está em casa, em cima de um mesinha perto do sofá tem um papel, curioso do jeito que sou, leio, a s/n foi ao mercado e foi com o Haruki, ouço a campainha tocar, vou até a porta e dou de cara com a Sun-Hee, não vou mentir, antes de eu conhecer a s/n eu já fiquei com a Sun-Hee, mas foi coisa passageira, os meninos nunca gostaram dela, agora eu vejo que ela é nojentinha, nem sei como fui capaz de ficar com ela.

Yoongi – o que tu quer criatura? – Digo seco.

Sun – Nossa magoo, eu quero você oppa – Ela diz com uma voz fina.

Yoongi – Aish garota te orienta, eu to com a s/n agora e é ela que eu amo.

Sun – Você não lembra mais de nós, eu posso te fazer lembrar -  Diz ela se aproximando.

Yoongi – Filhote de lombriga, sai de perto de mim. – Digo me afastando.

Sun – Nossa, você não me chamava assim – Diz ela com uma cara mais fingida que sei lá o que – Eu quero atenção.

Yoongi – Se tu quer atenção enfia um foguete no cu e sai voando – Falo bravo.

Sun – Eu só quero você, oppa, eu quero ter de novo o “Nós”.

Yoongi - Nós deixou de existir faz tempo – Falo me afastando.

Sun – Oppa pare de se fazer de durão eu sei que tu me quer.

Yoongi – Galinha de macumba, volta pro inferno que ninguém te invocou você aqui – Falo a tirando de perto de mim.

Sun – Hoje não oppa, hoje você é meu – diz ela e me empurra no sofá.

Yoongi – Sai daqui criatura – digo me levantando.

Sun – Isso eu não irei fazer – Ela me empurra e senta em meu colo, tento a empurrar mas ela segura minha mão.

Yoongi – Oh urubu encapetada, sai de cima de mim cacete – Falo me debatendo.

Sun – Mas nem pensar – Ela fala e me beija, tento me soltar mas não dá certo.

*** - Por que você fez isso? POR QUE VOCE ME TRAIU? – Vejo a s/n chorando. (Autora: o resto vocês já sabem)

S/n P.O.V

Acordo com uma puta dor de cabeça, vejo que eu estou em um lugar que eu não conheço, começo a ficar apavorada, vem na minha cabeça a cena do Yoongi me traindo, por que ele fez isso? Tinha que ser com a Sun-Hee?

Escuto uma porta abrir, como o local está escuro, consigo ver só a sombra do corpo da pessoa, aparentemente de uma homem, ele vem chegando mais perto, não consigo ver seu rosto já que está tampado, tento me mexe, além de eu não estar sentindo meu corpo, eu estou presa, o que mais poderia piorar.

*** - Olá princesa, como você está linda – Diz ele passando a mão pelo meu rosto, eu viro meu rosto.

S/n – primeiro quem é você? segundo o que você quer de mim? terceiro tira sua mão nojenta do meu rosto.

*** - Olha como você fala comigo, sua piranha – Ele me acerta uma tapa em meu rosto

S/n – Quem é você? – Pergunto com medo de que ele pode fazer comigo.

*** - Não me reconhece baby.

S/n – Se eu reconhecesse eu não perguntaria, não é mesmo? – Falo e ele me dá outro tapa na cara.

*** - É melhor você me tratar com respeito sua vadia – Ele me dá outo tapa no rosto.

S/n – O que você quer comigo?

*** - Eu quero você baby – Ele fala e sua voz ecoa pela minha mente, na hora me lembro quem é.

S/n – Jay Park.

Jay – Lembro baby – Ele fala e tira sua máscara que revela um sorriso sínico.

S/n – Por que você me trouxe aqui? – Pergunto segurando as lagrimas.

Jay – Por que? Hum deixa eu pensar, talvez por que você é minha, você vai ser minha, e por que eu quero – Ele diz com uma voz assustadora.

S/n – M-minha vida já está uma merda ainda vem você para piorar tudo – Falo chorando.

Jay – Baby, você não acha que vale a pena chorar por alguém que beijou a Sun-Hee – Ele fala, pera eu em nenhum momento falei o motivo.

S/n – Eu nunca te falei o motivo da minha vida estar uma merda – Falo ainda chorando – Como você sabe?

Jay – Isso não vem ao caso – ele fala com cara de quem fez merda – Vamos brincar agora, garanto que pra mim vai ser divertido, mas para você eu não garanto.

Ele pega uma faca e faz cortes não tão profundo em meus braços, minha barriga e minhas bochechas, aquilo ardia, ele se distancia, vai até uma mesa e pega uma arma.

Jay – Vamos fazer o seguinte, todas as vezes que você gritar irá ser um tiro em seu corpo – Ele fala e coloca a arma em sua cintura.

Ele volta para mesa e pega outra faca só que mais afiada, e crava em minha perna, mordo meu lábio para não gritar de dor, ainda com a faca em minha perna, ele pega outra faca, vem em minha direção arrancando com tudo aquela faca que estava crava em minha perna, me fazendo gritar de dor.

Jay – Eu falei para não gritar – Ele me dá um tiro na outra perna.

S/n – Por favor não me mata, eu estou implorando – Falo reunindo as forças que me resta.

Jay – Por hoje é só, amanhã que a brincadeira vai começar de verdade baby – Ele fala e eu começo a chorar, ele caminha até a mesa e pega uma seringa com um liquido dentro sem aviso ele injeta no meu braço, as últimas coisas que escuto é a sua risada, depois eu apago, eu já vi o fim do mundo em um dia e no dia seguinte tudo está bem, por que dessa vez não está sendo igual?

Acordo, meio desnorteada, olho para minha perna e lembro do que aconteceu, escuto a porta se abrir, revelando dois homens encapuzados, um trazia uma bandeja com algo em cima e o outro uma jarra.

*** - Hora de comer, o chefe não te quer fraca e desnutrida – Ele fala me fazendo arrepiar.

Eles começam a me dar comida na boca (autora: olha as mentes poluídas, não adianta negar que eu sei), já que eles não podem me desamarrar, nem para eu poder comer, um deles encosta na ferida da minha perna, me fazendo soltar um gemido de dor, eles olham para a ferida, depois começam me analisar olhando cada ferida em meu corpo, assim que terminam voltam a me alimentar, logo assim que terminam eles saem sem dar uma única palavra, por que eu tenho que sofrer tanto assim? Por que tudo que eu faço pode ou não acabar me machucando? Por que viver tem que ser tão complicado? Se apaixonar é uma coisa ruim ou uma coisa boa? Tantas perguntas que eu tenho raiva por não saber responder, tantas perguntas simples que eu não tenho respostas, tantas perguntas que mostram a minha realidade, eu só quero conseguir responder uma pergunta, é difícil para mim conseguir ser feliz uma vez na vida, eu consegui sorrir sem ter alguém que atrapalhe? Pois bem nem eu sei se a felicidade é uma coisa real, se ela realmente existe, a única coisa que eu sei é que ela pode ser traiçoeira um momento você está sorrindo e no outro você está triste, sofrendo, com raiva de si mesma, eu quero que pelo menos uma vez algo de certo na minha vida será que isso é difícil?

                                                                                                                                 Continua ...


Notas Finais


Gostaram? Eu estou com muita coisa na minha cabeça agora então talvez eu não poste direto, tadinha da s/n

Até o próximo capitulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...