História Os opostos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 13
Palavras 760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oioioi!!! Eu sou a wolf e quero em primeiro lugar quero deixar minhas boas-vindas aos leitores, e espero que gostem da fanfic, estou trabalhando na ideia a dias e me inspirei em alguns dos meus turnos com minha querida amiga Madu (<3 beijinhos <3).
Não escrevo tão bem como algumas pessoas daqui, mas espero que gostem e critiquem para que eu possa melhorar, vamos parar de enrolar e boa leitura!

Capítulo 1 - Nobody?...


Yoonie

 

Passei a morar com meu tio à algum tempo,  minha mãe achava que eu teria mais futuro estudando nas escolas americanas, nesse ponto eu discordo totalmente dela, como eu terei mais futuro morando com um bêbado numa casa que parece que não foi limpa desde que ele se mudou para ela? Me sentei na cama suspirando pesado, cocei os olhos de uma forma infantil e fui para o banheiro, arrumei o cabelo, vesti o uniforme e sair do banheiro indo a entrada da casa, fiz carinho em Cherry por alguns minutos e me levantei deixando alguns petiscos para a mesma

-Hey Cherry...Eu tenho que ir agora, coma isso antes que ele acorde se não ele vai querer comer...

Ri baixo, eu estava falando sério, ele comia tudo que via pela frente e tinha até suas próprias regras de etiqueta, como a regra dos cinco minutos, sai da casa do mesmo caminhando lentamente até à escola, evitando passar por multidões por conta do medo de ser engolido pela mesma.

Apesar do dia ter começado bem, eu estava com saudade, saudade de casa, da minha família e dos meus amigos, meu lugar não era esse e eu tinha certeza que eles não me aceitariam por vários fatores, começando pelo fato de que eu gosto de homens, ou até mesmo por eu não ser americano, olhei para a frente e entrei na escola, colocando meus fones e uma playlist que me fazia lembrar de casa.

Mark

Olhei para o relógio e sorri sínico ao notar que estava atrasado, eu nem me importava, já que eu conseguiria entrar na sala usando apenas meu lindo sorriso, me arrumei rapidamente e fui para a cozinha pegar uma fruta qualquer, limpei a maça com a manga da blusa e sai de casa andando até a escola, hoje era um dia importante já que usando meus meios acabei descobrindo que teria um aluno na novo na minha sala e eu faria questão dele se arrepender por está naquela escola.

Entrei na sala ofegante e olhei ao redor procurando um rosto diferente entre todas aquelas pessoas, olhei para um garoto asiático sentado próximo a janela e ri alto, fazendo todos me olharem, menos o mesmo que parecia concentrado na música.

-Ora ora...Parece que temos formiga nova no formigueiro...

Apontei o menor que levantou o rosto sem entender o que fez todos rirem

-Parece que ainda não te passaram às regras novato, mas escute bem, eu posso ensinar.

Fui até a frente da sala e me sentei sobre a mesa do professor o encarando enquanto mordia a maça

-Bem, primeiramente, bem-vindo ao formigueiro, eu sou a formiga chefe, e você será um futuro operário -Ri baixo fazendo alguns rirem junto- Em segundo lugar, não fale com meu pessoal e vice-versa, é ridículo que algum de nós tenha amizade com você, se for o caso excluiremos da colônia qualquer um que se juntar a R-A-L-É

Soletrei olhando todos inclusive o mesmo, que me olhou por alguns instantes e logo baixou a cabeça voltando a ouvir música.

Yoonie

 

“Eu disse que esse não era meu lugar... Agora eu vou ser chacoteado por todos, vou ser o brinquedinho deles...” Suspirei de cabeça baixa enquanto voltava a prestar atenção na música.

(...)

Os dias passaram rápido e como sempre o garoto procurava me fazer sentir mal, mas eu não me importava mais, e ele parecia ter desistido de me fazer fiar triste, sai de casa como nos outros dias, sem tomar café, me arrumando rápido e dando petiscos a Cherry. Cheguei na escola, deixei a mochila na sala e desci para a quadra correndo já que eu estava atrasado e toda turma já estava lá, cheguei na mesma com a respiração ofegante e o rosto vermelho, olhei o professor esperando que ele dissesse o que fazer.

-Fique ali...

Ele apontou para a quadra sem cobertura e me entregou uma bola

-Mas está...Quente e ali não tem cober...

-Apenas faça@, se não quisesse isso teria chegado atrasado.

Fiz o que o mesmo mandou e fiquei em pé, esperando que a aula acabasse logo porque eu já estava tonto por conta do calor, passaram-se trinta minutos e toda vez que eu fazia menção para sair dali o professor me olhava com cara feia, me fazendo ficar parado, eu já não aguentava mais aquele calor, acabei caindo no chão com os olhos semicerrados.

A única coisa que eu me sentir naquele momento foi meu corpo sendo levantado do chão por alguém, mesmo que eu não soubesse quem era fechei meus olhos respirando pesado.

TO BE CONTINUED...


Notas Finais


Bem, tentei dar o meu melhor, sei que não ficou tão bom mas foi culpa do meu irmão que não me deixa escrever em paz, mesmo assim espero que gostem e não me abandonem T.T


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...