História Os opostos se atraem - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jungkook
Exibições 88
Palavras 1.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE CHEGUEEEEEEEI
BOA LEITURA PQ A YUMI É A MINHA PREFERIDA E ELA TEVE O PLANO PERFEITO!

Capítulo 22 - O plano de Yumi


Fanfic / Fanfiction Os opostos se atraem - Capítulo 22 - O plano de Yumi

Fui fazer compras com Yumi e Hana. As duas me obrigaram á comprar um monte de coisas.

Yumi: – Eu adorei esse passeio com vocês. Você viu, Hirai? Não foi nada mal! Eu e Hana aproveitamos para fazer compras, também! – Sorriu. Sorri forçado. Eu não estava tão feliz, não sabia se ia dar certo.

Fomos para casa. Jantamos e eu fui dormir bem cedo para acordar disposta.

[No dia seguinte...]

Acordei uma hora antes do normal. Comecei á me arrumar. Fiz um penteado que aprendi na internet, coloquei um lacinho em cima da xuxa que prendia o penteado, fiz uma maquiagem (Eu nunca vou de maquiagem para a escola, no máximo um batom. Eu só vou de maquiagem quando há ocasiões especiais.), coloquei o uniforme e o sapato e arrumei o material. Desci as escadas junto com Hana. Ela também havia se arrumado mais que o normal (Ela gostava de se maquiar, já que nunca conviveu com essas coisas).

Omma: – Oh, como estão arrumadas! Hoje tem algo á mais na escola? – Perguntou com um sorriso largo.

– Não, omma. Só tivemos vontade de nos arrumarmos mais do que o normal. – Falei olhando para Hana para conferir se ela não ia contar que eu e Jungkook já terminamos. Sim, minha mãe não sabe. Ela não curte esses namoros que terminam rápido.

Appa: – Estão mais lindas ainda! – Disse dando um beijo na bochecha de Hana. Fez o mesmo comigo e se sentou novamente. Tomamos café, escovamos os dentes e fomos.

Eu estava desesperada, com muito medo do Jungkook descobrir que era para provocar ciúmes nele. Entrei na escola suando frio. Logo Hana desapareceu de vista, provavelmente ela foi se encontrar com Tae. Comecei á ir em direção á um banco já pegando meu celular e meus fones na bolsa, mas vou impedida por alguém que segurou meu braço.

– Ai! Me solta! – Disse quase gritando.

Jimin: – Hirai, preciso falar com você.

– Não quero! Não temos nada o que falar! – Comecei á me debater.

Jimin: – Eu... vou te contar o que o Jungkook me disse.

– Não precisa, já sei de tudo! – Parei para olhar o rosto de Jimin, eu queria ver sua expressão. Jimin franziu o cenho com os olhos um pouco arregalados.

Jimin: – Como soube?! – Perguntou imediatamente.

– Não te interessa!

Jimin: – Como sabe se me interessa ou não, se nem me perguntou? – Riu sarcástico.

– Eu não preciso saber, não quero contar! – Ficamos nos encarando com olhares que, se uma criança nos visse, ela fugiria de medo. Ficamos assim por alguns segundos, até que senti a dor de sua mão apertando meu braço. – Se não me soltar, eu grito! – Falei sem parar de olhar para seus olhos negros.

Jimin: – Duvido! – Abri a boca para gritar, mas só saiu um "Ah...!" porque ele tampo minha boca. Dei um tapa em sua mão e ele me soltou. Saí correndo e fui em direção ao banheiro feminino, mas acabei esbarrando em alguém. Resultado: caí de bunda no chão.

– Ai! – Abri meus olhos, que se fecharam involuntariamente durante a queda. Arregalei meus olhos ao ver que era Jungkook que estava em pé na minha frente. Ficamos ali nos encarando assustados. Ai, porra! O plano vai dar errado... O quê será que ele deve estar pensando agora? Aish, eu sou uma idiota!

[POV's Jungkook]

Ela está tão linda... Ela não precisa de maquiagem, ela já é maravilhosa, mas confesso: o batom rosa realçou seus lábios bem desenhados. Fiquei a olhando completamente paralisado. Engoli em seco enquanto piscava várias vezes, saindo do transe. Estendi minha mão involuntariamente.

– Quer ajuda? – Ela engoliu em seco e abaixou a cabeça, mas logo levantou novamente. Ela pegou minha mão e eu a ajudei á levantar. Ficamos ali parados, até que sinto alguém atrás de mim.

(Yumi...)

Umedeci os lábios ainda piscando várias vezes para tentar parar de olhá-la.

– De nada. – Passei por ela apressadamente.

Hirai: – Jungkook! – Ouvi ela me chamar, não tão alto. Que saudades da sua doce voz me dizendo bom dia todos os dias...

(Credo, que gay! Para que tá feio, Jungkook!)

Me virei para trás e esperei uma resposta.

Hirai: – N-nada... – Abaixou a cabeça. Voltei á andar calmamente.

[POV's Hirai]

Abaixei minha cabeça e senti as lágrimas rolarem sobre as minhas bochechas cobertas pela maquiagem. Continuei ali parada, até que sinto alguém tocar meus ombros.

Yumi: – Oh... não chore, amiga!

– Eu fui fraca, devia ter feito como você disse...

Yumi: – Eu sei que não é fácil ignorar o boy e ser fria com ele, mas... Você vai conseguir! Você é forte e muito bonita! Vai fazer os meninos babarem por você rapidinho! Vamos até o banheiro limpar essa maquiagem borrada, aproveite que a escola não está tão cheia! – Assenti e fomos até o banheiro limpar a maquiagem. Ficamos um tempo conversando ali no banheiro. Ela me deu conselhos do que fazer nessas horas e eu ia concordando, mesmo sabendo que me faria mal...

(Ou não!)

O sinal tocou e fomos para a sala de aula. Assim que cheguei, percebi os olhares dos meninos se voltando para mim. Jungkook me olhou feio e depois abaixou a cabeça. Sorri de lado satisfeita com aquilo. Até que... era legal. Me sentei no meu lugar de sempre e a aula começou. As três primeiras aulas se passaram rápido (Akemi: Talvez porque você recebeu vários olhares maliciosos e fofocas de garotos sobre você, nenon? rsrsrsrsrsrrsr Hirai: Hêhê...) e logo chegou o recreio. Fui com Yumi fazendo o carão que ela me pediu (Haha). As garotas me olhavam com cara feia e os meninos cochichavam e assobiavam quando eu passava. Eu estava curtindo aquilo. Decidi não comer, estava sem fome. Logo eu chegaria em casa e iria comer a comida maravilhosa da omma (Appa: Puxa saco... Omma: Isso é inveja! Appa: É normal filho elogiar os pais, o namorado dela me elogiou, esqueceu? Jungkook e Hirai: .. *Se entreolham. Jungkook faz cara feia percebendo que Hirai não contou pros pais dela que os dois terminaram e a garota ri sem graça*). Fique no recreio conversando com meus amigos, até que sinto alguém me cutucar. Uma garota baixinha me entregou um envelope e saiu saltitando.

– "De Jungkook Para: Hirai." – Comecei á ler a carta. A carta dizia para mim parar de subir a saia para deixá-la mais curta (Sim, Yumi me obrigou á fazer isso. Yumi: Olha o respeito muié! Eu sou a esperança daqui, da licença!) e parar de provocar os meninos.

(Eu não estava provocando! Ou estava?)

Olhei para Yumi, imaginando o que eu teria que fazer. Ela suspirou e assentiu. Agora o que eu tinha certeza do que era pra fazer.

Fui até o refeitório e procurei por Jungkook. O encontrei com seus amigos rindo forçado de alguma coisa. Fui até ele. Assim que perceberam minha presença, pararam de falar e me olharam. Sorri para os meninos e voltei meu olhar para Jungkook, desfazendo o sorriso. Eu estava suando frio, eu não queria fazer aquilo. Ele me olhou atento e eu mostrei o envelope sem dizer nada. Rasguei o mesmo na frente dele e os meninos se assustaram, principalmente Taehyung e Jimin. Joguei em cima dele para finalizar. Eu confesso que Yumi foi um pouco exagerada dessa vez, tanto que tive que segurar minhas lágrimas na hora de fazer isso. Levantei Jungkook bruscamente pela gravata, aproximando nossos rostos.

– Isso é pra você aprender que eu não sou obrigada á fazer o que você quer! EU NÃO SOU SUA BONECA! – Disse encostando a ponta dos nossos narizes. Jungkook estava incrédulo com as minhas palavras. Perfeito! A Yumi é um gênio! (Yumi: Obrigada, obrigada!)

O soltei e saí rebolando. Quando cheguei perto de Yumi, ela estava sorrindo e estava quase dando um chilique.

Yumi: – O quê foi aquilo? Eu vi tudo! Aprendeu com a tia Yu, com certeza! – Começou á pular. Suspirei e me sentei em um banco.

– Não enche... – Falei com a voz fraca.

Yumi: – Fim do plano! – Anunciou.

– Quê?! Como assim?!

Yumi: – Isso mesmo, menina! Você não precisa mais sofrer! O plano era fazer o Jungkook sofrer, agora nós temos outro plano! – Fez uma a cara de menina travessa que só ela tinha. Me levantei devagar com os olhos arregalados.

– O quê você vai fazer? – Falei lentamente, já imaginando várias coisas que ela poderia inventar de fazer.


Notas Finais


Prevejo uma treta...
Espero que tenham gostado do ciúmes do Jungkook e das provocações (nem tantas, sou péssima com isso) da Hirai XD
Ele ainda gosta dela gente awnns sz
Shippamos Hikook, certo? Certo!
ATÉ O PRÓXIMO CAPÍTULO, MEUS TROUXAS! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...