História Os Opostos se atraem. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Lu Han, Sehun, Tao, Xiumin
Tags Exo
Exibições 18
Palavras 2.272
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mals por não postar antes, aconteceu algumas coisas ruins aqui em casa, meu cachorro morreu e eu fiquei bem chateada... E também, deu alguns problemas na internet aqui de casa, mas agora estou de volta meus bolinhos ♥♥♥

Capítulo 3 - Terceiro Dia.


Fanfic / Fanfiction Os Opostos se atraem. - Capítulo 3 - Terceiro Dia.

< BaekHyun POV >

Assim que Byun se virou, deu de cara com ChanYeol, abriu bem os olhos e sentiu sua respiração acelerar.

- Posso me sentar com vocês, Bacon? - Perguntou ChanYeol e BaekHyun corou com o apelido, logo deixando o maior se sentar ao seu lado. - O que o professor falou pra você?

- Era bem isso que eu ia perguntar. - Falou Tao e BaekHyun bufou, fazendo os amigos rirem, ele era tão fofo. - Baekkie... Fala...

- Ta, Ta, ele só quer me ver depois da aula... Nada demais... - BaekHyun disse e viu um garoto baixinho se aproximando, ele era o mesmo que estava com ChanYeol no antesda aula. - Quem é esse? - Perguntou dando uma mordida em sua pizza. 

- Ele é o KyungSoo, ele é meu amigo... - Falou ChanYeol e sorriu para o pequeno. - Kyung, se sente aqui com a gente.

- É... Não me importo... - BaekHyun deu de ombros e voltou a comer, enquanto KyungSoo se sentava ao lado de Tao. - Ah... TaoZi, você vai fazer com quem o trabalho? 

- Com um gatão ai... O nome dele é Wu YiFan. - Tao Sorriu e BaekHyun gargalhou. - Qual é a graça?

- Mais um crush, Tao? Você tem quantos? - Falou rindo. - Capaz de me crushar também.

No momento em que BaekHyun disse, ChanYeol apertou o punho e levou sua mão a coxa do menor - vulgo Baek - e a apertou, fazendo com o que o mesmo gruinhinsse.

- A-Ah... C-ChanYeol... Isso dói... Tira a mão dai... - Falou BaekHyun e o maior o soltou, respirou fundo antes de dar um soco no ombro do maior. - Por que fez isso?

- Por que... Porque eu quis. - Mentiu para o menor e viu uma mão no ombro de Baek. - Ahn?

- Na minha sala, agora, Sr. Byun... - O professor disse e o menor se virou pra trás, olhando o professor e o vendo com aquele olhar de malícia.

- O-Ok... - BaekHyun assentiu e se levantou, ChanYeol o segurou e sussurrou em seu ouvido.

- Eu estou de vigiando, BaekHyun... Não precisa ter medo. - Disse ChanYeol e o menor assentiu, corando e indo para a sala com o professor.

Na sala...

- Então, Byun Delicia... O que te levou a gritar na minha aula? - Disse o professor e se sentou em sua mesa.

- Primeiro: Não me chame de delicia, não tem nenhuma intimidade e nem permissão pra falar assim comigo, e segundo: Eu estava irritado e gritei, e dai? Você nunca gritou? - Disse o menor, um pouco alterado, se sentou em seu lugar e encarou o professor que se aproximava.

- Que mal educado, Delicia, você deveria respeitar seu professor. - Disse o professor que se sentou na mesa de Byun que bufou e virou o rosto.

- E você me respeita? Se respeitasse não me chamaria assim, isso é uma falta de respeito com a minha pessoa, quer saber? Estou indo, tenho bons pesadelos. - Disse o menor e se levantou, caminhando em passos pesados em direção a porta, logo foi empurrado e prensado contra a parede, cara a cara com seu professor. - Ei... Me solta!

- Ha, ha, ha, você que deveria me respeitar, criança, não vai a lugar nenhum, vai dormir comigo hoje. - Falou o professor com um sorriso sínico nos lábios, logo aproximando seu rosto do de BaekHyun, que se afastava até bater na parede.

- O- O que está fazendo? Você é louco! - BaekHyun gritou, já sem saída, fechou os olhos com os mesmos ardendo e ouviu a porta se abrir, logo abriu os olhos e viu ChanYeol puxando o professor que caiu sobre duas mesas, BaekHyun correu pros braços do maior que o levou pra fora da sala e trancou a porta com o professor dentro.

- B-Baek... Você está bem? - Perguntou o maior, preocupado e então o levou pra um corredor vazio, se sentaram em um banco enquanto BaekHyun não o soltava. ChanYeol por sua vez, levou sua mão as costas do menor e a acariciou tentando acalma-lo.

- E-Ele... Ele... Ele queria dormir comigo, ChanYeol! Por favor... Não me deixa sozinho... - O menor disse com os olhos marejados e o maior arregalou os olhos, com o sangue fervendo em seu rosto de tanta raiva.

- Eu não vou, Bacon... Nunca... - Disse ChanYeol e acariciou o rosto do menor, que logo se virou pra ele, ChanYeol colou sua testa na de BaekHyun e os dois se encararam. - BaekHyun... Você me atrai... - Disse ChanYeol e o menor sorriu constrangido.

- D-Deixo? Em que sentido...? 

- Nesse... - Disse o maior e fechou os olhos, BaekHyun fechou os seus também e ChanYeol aproximou mais seu rosto, roçando seus lábios nos de Baek, abriram um pouco a boca, ainda sem iniciar um beijo e ouviram o sinal, ambos abriram os olhos rapidamente, constrangidos pelo que iam fazer, se levantaram rapidamente e se encararam. - Desculpe...

- Não tem problema... E-Eu a-até que gostei,,, - Disse o menor, corando e coçando a nuca, os dois foram pra sala de química e se sentaram em seus lugares, BaekHyun se sentou com Tao e ChanYeol com KyungSoo. A aula toda se encarando,  até Tao reparar e falar com o amigo.

- Hum... Novo crush? - Tao perguntou e BaekHyun corou.

- C-Claro que não, TaoZi... E-Eu não sei o que está acontecendo comigo... Esse garoto me mata.

- Amor?.. VOCÊ AMA O CHANYEOL? - Tao gritou e BaekHyun tampou a boca do amigo, ruborizou e cobriu o rosto.

- Tao... Eu te mato... - BaekHyun falou sério e viu o olhar de ChanYeol. - Tao, eu te mato em dobro!

- Mas você ama ele, não ama? - BaekHyun não sabia ao certo o que sentia pelo maior, mas era algo muito forte, em seu coração, ia responder e a professora chamou sua atenção.

- O que estão fofocando dessa vez? - Perguntou a professora e Tao sorriu.

- Estamos falando que o Baek am... - No mesmo momento, BaekHyun arregalou os olhos e mais uma vez tampou a boca do amigo.

- Não é nada... Nada mesmo, desculpe. - BaekHyun falou e apertou com muita força o membro do amigo, que gemeu alto na sala, chamando a atenção de todos.

- O que foi isso, Sr. Huang? - Perguntou a professora enquanto Tao tentava tirar a mão do amigo dali. 

- N-Na-ada... - Falou arrastado e fuzilou o amigo que ria. - P-Pos-sso ir no banheiro? - Perguntou colocando as mãos em seu membro.

- Não pode, essa explicação é importante para a prova, Huang. - A professora falou e Tao apertou os lábios, ouvindo as risadas alheias pela sala, logo a professora volta para seu lugar e Tao encara o amigo.

Seu lixo, você não presta Byun BaekHyun! - Tao sussurrou e BaekHyun riu mais. - Não tem graça, você me deixou excitado com essas mãos gostosas... - BaekHyun parou de rir e encarou o amigo. - Bem isso que esta pensando, me deixou de pau duro, Baek eu te mato!

BaekHyun começou a rir do amigo que não estava mais aguentando.


- Acabou essa palhaçada. - Tao falou de virando pra trás e abrindo a calça, BaekHyun se afastou e observou o amigo. - Você ainda me paga... - Tao falou o puxou seu membro pra fora, começando a masturbação lenta, no meio da classe, foi acelerando mais quando todos já podiam ouvir, BaekHyun gargalhava até que a professora chegou arregalando os olhos, ela ficou muito furiosa e corada, até que tocou no ombro de Tao que a olhou deixando seu gozo espirrar.

- S-Sr. H-Huang... P-Pra fora da sala, agora! - Ela disse vermelha e Tao levantou a cueca, guardando seu membro, se arrumou e saiu da sala ouvindo as gargalhadas da turma. - E você, BaekHyun? O que está olhando? Ah... - Ela saiu da sala nervosa e BaekHyun voltou a gargalhar, parou no mesmo instante em que viu ChanYeol se aproximando e se sentando ao seu lado.

- Bacon... O que foi aquilo? Por que ele estava se masturbando? E... O que ele ia falar? - ChanYeol perguntou e BaekHyun corou.

- Ele... Estava duro... Por que... Porque ele tem orgasmos só de ver aquele YiFan, é isso! - Sorriu. -

- O que ele disse é verdade, Bacon? Você me ama? - ChanYeol perguntou e BaekHyun ruborizou. - Vamos, Bacon... Conte... Se contar, eu digo o que sinto por você. - ChanYeol soltou e BaekHyun o olhou.

- E-Eu,.. Eu não sei, Chan... É algo... Forte,  só posso te garantir isso, - Falou BaekHyun e o maior sorriu. 

- Eu... Eu sinto que quero ficar perto de você pro resto da minha vida agora, você é tão lindo, corado então... Baek... Eu acho que... - ChanYeol ia falando quando mais uma vez os dois foram interrompidos pelo sinal, BaekHyun agradeceu internamente e saiu da sala quase correndo, com as bochechas vermelhas e quentes, isso não podia acontecer, como isso? Ele não podia se apaixonar assim, tinha acabado de o conhecer mas já o amava?! O que era isso?

BaekHyun ficou esperando na saída da escola e não viu Tao, decidiu ir embora quando foi puxado por ChanYeol.

Esqueceu do trabalho? - ChanYeol perguntou e BaekHyun riu assentindo. - Na minha casa ou na sua?

- Melhor na sua, hoje é o dia que minha mãe cuida de mim, e não estou a fim de ver meu padrasto. - Falou irritado e o maior suspirou. - Quem sabe um dia eu te conte sobre meus problemas. - ChanYeol abriu bem os olhos e começou a andar com BaekHyun pela rua, ChanYeol levou sua mão a de BaekHyun e a segurou, o menor corou e olhou pra baixo, sorrindo e sem tirar sua mão dali.

Após alguns minutos andando, finalmente chegaram na casa de ChanYeol sem soltar suas mãos.

- Então, Bacon, minha casa é aqui. - Disse ChanYeol e BaekHyun olhou a casa.

- Que linda, Dumbo. - BaekHyun riu e ChanYeol bufou puxando o menor pra dentro de casa, assim que chegaram deram de cara com  Sra. Park que encarou as mãos dos dois e sorriu, ela era muito bonita.

- Filho... Já fez amigos? Wow... Prazer, boa tarde, eu sou a mãe do ChanYeol, e você quem é? - Ela perguntou dando um beijo na bochecha de ChanYeol e afagou seus cabelos, fazendo BaekHyun sorrir e ter uma certa inveja por não ter uma mãe assim.

- Eu sou BaekHyun... Eu vim fazer um trabalho com seu filho... - Falou e ChanYeol tentava se soltar dos braços da mãe.

- M-Mãe... Me solta... Vamos, Baek! - O maior se soltou e puxou BaekHyun pro andar de cima, entrando no seu quarto e o trancando. - Desculpe por ela... Ela é sempre assim, grudenta.

- Você tem sorte de ter uma mãe assim, Chan... A minha nem liga pra mim. - Falou BaekHyun e olhou pra baixo,  ChanYeol suspirou e abraçou o menor.

Ela não tem celular, Baek? - ChanYeol fez a piada e BaekHyun riu. - Adoro seu sorriso... - O menor corou com o elogio.

- O-Obrigado... - BaekHyun suspirou. - Minha mãe é cega pelo marido e faz tudo o que ele manda, e ele me odeia, ou seja, ela me odeia também. - BaekHyun desabafou e ChanYeol o leou até a cama o  sentando e o abraçando mais. 

- Desculpe, Bacon, se quiser, não falamos mais de mães. - Disse ChanYeol - Okay?

- Okay... Chan... Eu... Gosto muito de você. - BaekHyun assumiu e ChanYeol sorriu corando.

- Eu também, Bacon... Gosto muito de você. - Disse ChanYeol.

- AI MEU DEUS, MEU FILHO, NÃO FAÇAM BARULHO QUE SEU PAI TA DORMINDO, TA? - Disse a mãe de ChanYeol, gritando no corredor, ChanYeol olhou BaekHyun que estava vermelho e sorriu envergonhado pela mãe.

- D-Desculpa, Bacon, ela é louca...

- Entendo,.. - Disse BaekHyun e olhou pro lado.

- Vamos fazer esse trabalho logo, eu quero passar o dia com você entende?

- ChanYeol... Você esta dando encima de mim?

- Q-Que?! Não... - Disse ChanYeol com as bochechas rosadas.

- Hm... Sei...

Riram e começaram a fazer seu trabalho, após duas horas naquele quarto, já estava abafado, BaekHyun estava cansado e então se deitou na cama.

- O que está fazendo, Baek? - Perguntou ChanYeol enquanto olhava o pequeno.

- Nada... Estou um pouco cansado,  só isso.

- Esta com fome?

- Sim... Seria pedir muito alguma coisa pra comer?

- Magina... Vem comigo. - ChanYeol puxou o menor pela mão e ambos sairam do quarto, indo até a cozinha onde ChanYeol preparou um sanduíche super caprichado para BaekHyun. - Aqui está.

- Obrigadoooo... - BaekHyun sorriu e deu um beijo na bochecha do maior, pegou o sanduíche e começou a comer, enquanto ChanYeol passava a mão na bochecha e sorria corado e observava o menor comer.

Após a refeição de BaekHyun, os dois jogaram video game e conversaram a tarde toda, BaekHyun estava cansado e subiu pro quarto de ChanYeol, se deitando em sua cama.

20:34 PM

ChanYeol subiu pro seu quarto e encontrou BaekHyun dormindo em sua cama, arregalou os olhos o vendo daquele jeito e sorriu se sentando ao seu lado e afagando seus cabelos.

 Boa noite, meu Baekkie... - ChanYeol disse baixo e se deitou ao lado de BaekHyun, o abraçando por trás, acabou adormecendo após observar as feições do menor enquanto o abraçava e acariciava sua cintura.
 


Notas Finais


AEEEEE, OLHA ISSO, OLHA QUE COISA MAR LINDA MEU CHANBAEK <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...