História Os opostos se atraem - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Suzuka Nakamoto ( Babymetal )
Exibições 18
Palavras 2.254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Friends?


POV SUZUKA

__ Gente, gente, o papo de vocês tá legal, tá mara, bem legal mesmo, mas... Já provaram esse macarrão? Tá muito bom. - diz Tae arrumando uma conversa pra parar a discussão.

__ Eu perdi a fome. - Kim se levanta.

__ Ah, fala sério, Namjoon!? Você vai deixar de comer? - Jin se pronuncia. - Que bom, por quê eu vou comer tudo.

__ Cara, você nem comeu hoje. - Suga diz sério.

__ Eu já disse, eu não tô com fome! Se no caso a fome voltar mais tarde, eu vou á um restaurante, como e todo mundo fica feliz. - Fala com sarcasmo, Suga revira os olhos.

__ Vai se foder então.

__ Mais do que eu já tô? - ele direciona o olhar pra mim e eu finjo que nem vi. - Pior do que tá não fica.

__ Nada dramático como sempre, né? Vá fazer drama longe de mim, caralho.

__ Já estava saindo mesmo, seu traíra, te odeio também. - Ele sai.

__ Também te amo.

__ Quanto amor vocês dois. - digo olhando ele ir.

__ Você ainda não viu nada.

__ Tô com medo de ver.

__ Quem tá com medo aqui sou eu. Vocês faltam se matar, Suzuka!

__ Ainda acredito que tem muito amor por trás de ódio.

__ Eca, Jin!

__ Acredite, palavra de Omma nunca falha. Os opostos sempre se atraem.

__ Piada boa a sua. - falo e Jin da de ombros.

__ Foca aqui, pessoal... - Jk diz olhando pro celular

__ Diga, criança... - Suga olha pra ele. - Toddynho tá em promoção?

__ Não, não é isso. É que vocês esqueceram de falar pra Su que a gente iria dar uma festa hoje á noite...

__ Ahh, é..

__Festa? Que festa é essa? - pergunto.

__ A gente vai dar uma festa de final de ano para os amigos da empresa. É num salão aqui perto. Quer vir?

__ Ai, eu não sei...

__ Não tem essa de " Ai, eu não sei" Você vai e não se fala mais nisso! Estaremos eu e Yoongi aqui um pouco antes das 6 horas pra vir te buscar.

__ Eu vou, é? - o albino pergunta com uma cara de tédio.

__ Vai, nós vamos levar ela de carro até o salão! Uma mulher não deve andar sozinha pela noite.

__ Não tem problema, gente, eu posso me virar..

__ Já está resolvido! Só quero que esteja pronta antes da gente vir te buscar.

__ Tá, eu vou, mas quando eu pedir pra voltar pra cá, vocês vão me trazer de volta, combinado?

__ Combinado.

__ Prometem?

__ Prometemos.

__ De verdade?

__ Puta que pariu, já falamos que prometemos. - Yoongi diz sem paciência.

__ Ah, sei lá, vai ver que vocês bebam mais do que o normal e me deixem plantada lá.

__ Verdade. Jungkook, eu e você bebemos muito, então não vamos poder leva-la pra casa. Taehyung não bebe, ele pode te levar de boas.

__ Ou, não me mete nessa não, Yoongi! Quem prometeu foram vocês, não eu!

__ Porra, fala sério! A gente já vai levar ela, dá uma ajuda.

__ Nossa, que má vontade a sua, Min Yoongi! Beleza, eu trago ela de volta se for o caso, seus irresponsáveis. E eu vou pegar o carro do Jimin só de sacanagem pra vocês voltarem sem condução.

__ Isso não é justo.

__ Vocês não vão beber muito? Pois bem, também não vão estar sóbrios ao bastante para dirigirem, voltem a pé.

__ Você é um grande de um filho da puta, Kim Taehyung!

__ Me respeita, eu vou te processar!

__ Só sei que o Jungkook me obrigou a ir e eu quero que me tragam na mesma hora que eu pedir. - digo me levantando. - E não importa quem!

__ Não se ache muito não, fofinha.

__ Eu sou uma mulher e amiga de vocês! vocês são obrigados á cuidar de mim, vocês mesmo disseram! Se comam, se matem, só quero que se resolvam até a hora da festa. Eu vou pra sala de dança terminar uma coreografia e ás cinco horas eu vou pro meu quarto pra me arrumar e esperar quem for me buscar... - Saio assim que termino de falar.

__ Se eu pudesse escolher uma amiga não mandona..

Saí dali e fui direto pra sala de dança.

Precisava dançar um pouco pra esquecer coisas estressantes, tipo Kim Namjoon.

Sério, ele consegue me irritar até longe

É incrível como a dança me faz esquecer de tudo quanto é problema

Eu sempre amei dançar

Já criei coreografias pra alguns de Kpop e tudo bem rápido.

Fui até o meu quarto e pûs uma roupa apropriada pra dança; Uma calça de lycra longa preta, uma blusa folgada azul sem mangas e um tênis verde da Nike - Tá, eu não sou tão estilosa assim, até por quê eu vou ensaiar, e não vou para um desfile de moda, mas se se tem preto, que a cor da calça de lycra, combina com qualquer cor-

Pego o meu celular em cima da cama, saio e tranco a porta e desço em direção á sala de dança

Abro a porta que já estava destrancada

E acabo vendo algo que não esperava ver

Era o Kim e Kwon Jin Yun se pegando no meio da sala - QUE NOJO - E quando eu digo se pegando, é se pegando mesmo ( Duuh, Suzuka, óbvio)

Ela estava no colo dele enquanto o mesmo apertava a bunda dela

Minha boca se abriu em um perfeito "o" e nada saía dela

Eu tinha esquecido os movimentos do corpo, fiquei parada, não sabia o que fazer naquele momento tão constrangedor

Até que voltei ao normal e dei uma cutucada na garganta tossindo alto

Eles me olharam e se separaram rapidamente

__ Eu estou atrapalhando o casal? - digo séria.

__ Oh, não... E-Eu sinto muito.. - ela se curvou, deu pra ver suas bochechas rosadas.

__ Sim, está... - ele diz com uma voz rouca.

__ Tudo bem, eu volto outra hora. - digo me virando de costas.

__ Não! Não precisa! - me viro pra ela de novo. - Deve ter vindo para ensaiar, certo? - assenti com a cabeça. - Nam também estava á ensaiar e eu vim trazer um pouco d'água.

__ Ah, eu vi... - carreguei sarcasmo na voz.

__ Era só isso mesmo. - ela sorri nervosa, olha pra Namjoon e sai rapidamente. -

__ Tímida ela, né? - ligo a caixa de som.

__ O que pensa que está fazendo? - ele cruza os braços.

__ Ligando a caixa de som pra por uma música? - falo obviamente.

__ Eu estava aqui primeiro, com licença, sua imbecil.

__ O que estava fazendo de útil mesmo?

__ Não interessa o que eu estava fazendo, garota! Eu cheguei primeiro! E eu sou uma pessoa bem mais útil que você

__ Sabe o que é uma pessoa útil? Não é você! Acontece que eu vim pra ensaiar! E você estava? Ah, não, você tava ocupado demais pra isso aos beijos com a sua namorada. Pelo o que eu saiba aqui é um lugar pra se trabalhar.

__ Lave a sua boca pra...

__ Já chega! - o interrompo. - Quer saber? Fica com a sala pra você. Eu volto outra hora, tudo numa boa, sem estresse, paz e amor. Não queria ficar aqui mesmo com uma presença tão negativa e de exatas! Credo. - me viro e saio e ouço o mesmo bufar fortemente.

Nenhum dia, nem sequer um segundo eu tinha paz com ele. Já era pra mim me acostumar com isso mas acho que estou fazendo bem em apenas ignorar ele, né?

Vamos manter o bom humor até a festa!

Decido ir me arrumar logo, por preguiça de fazer depois na correria de ficar pronta pra ir na hora

Subo correndo e entro no meu quarto me despindo e jogando as roupas pelo chão rapidamente

Entro no banheiro e tomo um banho rápido, já que eu já tinha lavado o cabelo hoje

Depois de alguns minutos saio secando o cabelo com a toalha

__ O que eu escolho? - digo abrindo o guarda-roupa.

Como eu tinha dito, eu não era nada boa em escolher roupas

Mas optei por arriscar e escolher algo do meu gosto

Peguei uma saia preta estilo colegial -- por quê preto não tem erro -- e peguei um moletom bege com gola alta. Tá, eu sei que esse não é um visual apropiado pra uma festa legal, com pessoas legais

Mas eu achava fofinho e iria usar aquilo

Peguei uma bota da mesma cor, uma meia calça preta que ia até o meu joelho e separei tudo na cama

Ainda enrolada na toalha, sentei na penteadeira e fiquei pensando em qual maquiagem fazer

Daí eu pensei que eu deveria fazer as mesmas que eu faço, bem leve.

Terminei com um gloss cor de boca e soltei o cabelo o penteando e ligando o secador.

Iria tentar algo novo, que seria soltar o cabelo

Eu não sou muito de soltar o cabelo. Sempre faço um rabo de cavalo e pronto, tava tudo certo.

Quando terminei, levantei e fui vestir a roupa

Quando terminei me olhei no espelho e olha...

Eu estava bonita, cara...

Eu estava me achando super fofinha com aquela roupa

Ajeitei a franja pela quadragésima e última vez olhando pras horas do celular e ainda faltava uns quarenta minutos pras 5

Me sentei na cama, batendo os pés no chão, inquieta

Deitava, levantava, caía, rodava...

E assim eu fiquei por minutos e minutos até ouvir baterem na porta

__ Ô, SU! A GENTE VEIO AQUI TE CHAMAR, TÁ PRONTA?

__ Não, precisa gritar, Yoongi, eu já tô pronta e já tô indo. - me olho no espelho mais uma vez e vou em direção a porta a abrindo.

__ Cacete! Você tá linda!

__ Você nunca me disse isso.

__ É por quê você realmente tá bonita.

__ Então eu sou feia?

__ Eu não disse isso.

__ Aish! Cadê o JK?

__ Tá esperando você lá fora, ou melhor, a gente.

__ Então vamos?

__ Vamos, senhorita...

Saímos em direção a saída.

Quando saímos, vi um pouco de pessoas de um carro e outras em um outro carro.

__ Relaxa que o Rapmon vai no outro carro de trás.

__ Graças á deus.

__ Por quê você não se veste assim todo dia? - JK diz se aproximando abrindo a porta.

__ Shh!! Cala a boquinha - digo entrando no carro e ele ri.

A viagem foi tranquila apesar de ser perto da Big Hit, geralmente eu não tenho paz em nenhum momento da minha vida

Mas pelo menos nessa festa talvez eu consiga um pouco.

Assim que chegamos já foi possível ouvir a música alta

Eu tento mas eu não consigo gostar de bagunça. Mas pelo menos hoje, né? Só hoje, eu não vejo nenhum problema nisso, e aliás não tem nenhum problema. Eu só preciso não extrapolar na bebida, por quê eu sou extremamente fraca pra isso.

Assim que desço, vejo Kwon Jin Yun se aproximando com um sorriso no rosto

__ Suzuka Nakamura!

__ Ah, oi.. E é Nakamoto... - rio fraco e ela também.

__ Ah, sim, claro! Não sabia que viria pra festa...

__ Eu pensei que tinha me visto quando entrei no carro...

__ Eu não vim com o Namjoon, eu vim um pouco mais cedo pra ajudar. Mas, vamos entrar pra tomar alguma coisa.

__ Claro! - disse entrei junto com ela.

A festa estava começado mas estava cheia

E ainda vão chegar mais pessoas

Jin Yun pediu as bebidas e esperamos

__ Vejo que você e o Nam não se dão muito bem.. - ela diz calma e curiosa.

__ Sim, é verdade, não nos damos bem. - disse sem interesse na conversa.

__ E faz quanto tempo que vocês compartilham esse... Esse ódio?

__ Ãn... Desde que nos conhecemos na Big Hit.

__ Quantos anos mais ou menos faz isso?

__ Dois anos.

__ Ah...

POV AUTORA

Suzuka e Jin Yun ficaram sem até chegarem as bebidas

__ Sabe, Su... Desculpe, posso te chamar de Su? - ela diz entregando a bebiba pra outra.

__ Sim, claro, não tem problema, meus amigos me chamam assim

__Então... Me considera como amiga?

__ Por que não? Você é super legal...

__ Que bom! - sorriu. - Então, eu quero que saiba que por eu ser a namorara do Nam, não significa que eu também não fui com a sua cara, por quê é totalmente ao contrario. Você também é super legal e vai ser mais legal ainda me aproximar de você.

__ Gentil da sua parte, Kwon Jin Yun...

__ Me chame apenas de Jin Yun..

__ Ok.. - Su sorriu pra sua mais nova amiga.

__ Então, um brinde pra nossa nova amizade.

__ Sim!

As duas sorriram uma pra outra, bateram os copos e apenas Suzuka bebeu o líquido e Jin Yun apenas a observava

__Wow, essa bebida é forte, né? - Su falou tossindo.

__ Sim, é verdade... - Jin Yun diz ainda a observando.

Suzuka não parava de tossir até que sentiu uma tontura forte...

__ Tudo bem, querida? - a Coreana pergunta calmamente.

__ Sim, tudo bem, é que eu sou meia fraca pra bebida, mas tudo ok..

__ Ah, claro...

Suzuka se segurava pra não cair, não estava entendendo o por quê daquilo estar acontecendo com apenas um copo de bebida, pois a mesma ficava legal com apenas cinco copos.

Sua visão começou a ficar embaçada

__ Sabe, Suzuka... Não foi nada difícil saber das suas fraquezas.- Suzuka não a entendia de forma alguma e nem a via direito. -E sabe mais de uma coisa? Uma cobra nunca prova do seu veneno. -ela diz calmamente colocando o copo em cima da mesa e sai do local lentamente






Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...