História Os opostos se atraem - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Suzuka Nakamoto ( Babymetal )
Exibições 18
Palavras 1.273
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Estranged...


Fanfic / Fanfiction Os opostos se atraem - Capítulo 3 - Estranged...

A única coisa que se passava pela cabeça de Jin Yun, era de como ela iria tirar Suzuka da empresa. Ela ainda teria tempo ao bastante pra pensar já que não iria conseguir se livrar da Japonesa tão rápido assim. Mas como ela não era boba, iria fazer tudo em silêncio e lentamente até conseguir o que tanto quer e sem ninguém perceber. Quando a mesma saía rapidamente do salão, acaba tendo um encontro inesperado com Namjoon.

__ Nam!! - Jin Yun diz se aproximando.

__ Oi - ele sorri pra ela.

__ Por que a gente não vai embora, hein? Sabe o que é? É que eu estou cansada...

__ Amor, eu acabei de chegar.

__ Aigoo, e daí? Vamos, me leve pra casa...

__ Jin Yun, eu acabei de chegar! Eu pelo menos vou tomar alguma coisa.

__ Não! M-mas pra quê, hein? O bar ta fechado, que pena, né? -ela disse olhando pra trás.

__ Você está estranha... Aconteceu alguma coisa lá?

__ Estranha? Não, não aconteceu nada - ela riu. Namjoon havia percebido que ela parecia receosa. - Não é nada disso, eu só estou muito cansada. Vamos!!

__ Eu peço pra algum motorista te levar direto pra sua casa...

__ Namjoon! Eu quero que você me leve!

__ Eu não vou sair daqui até entrar na festa!

__ Aish! Então é assim, você vai me deixar ir embora sozinha?

__ Meu deus do céu, pare de ser complicada! Eu chamo algum motorista e ele te leva!

__ Tudo bem, eu vou sozinha, já que quer...

__ Kwon Jin Yun! - ele fala alto. - Você não vai sozinha! Uma mulher não deve andar sozinha pela noite!

__ Não! Me deixe ir! Eu que quero! - ela diz virando-se de costas e saindo furiosa e ele revira os olhos.

__ Mulheres... Tão difíceis. Espero um dia entende-las...

Depois que ele diz isso, entra na festa e vai em direção ao balcão e quando acaba de fazer o pedido, olha pro lado e vê uma silhueta familiar caindo pros lados e quando ele olha melhor se deu conta de quem realmente era...

__ Mas o que essa idiota tá fazendo se segurando na parede?

Logo após ele dizer isso, a mesma cai no chão e ele arregala os olhos. E sem pensar duas vezes corre até onde Suzuka está caída

__ Sua idiota, O que você fez? Se drogou?

__ Mãe, eu disse pra você que eu não queria fazer isso... - ela diz colocando a mão no rosto de Namjoon.

__ O que você tá falando, sua maluca?

__ Eu só queria beber mais um pouco. Será que pode trazer remédio pra dor de cabeça? Acho que estou com dor na perna

__ Definitivamente você é uma maluca! Vem, levanta!

Ele soltou um urro quando ajudou ela a levantar, já que a mesma estava muito fraca. Ele estava com raiva por ter saído da festa tão rápido e muito confuso por ainda estar ajudando a sua inimiga. Mas ele em nenhum momento a deixou. Aliás, ela era uma mulher indefesa e sabe lá o que iria acontecer com ela se a mesma ficasse no meio da festa totalmente louca falando coisa com coisa. com certeza iriam se aproveitar dela. E no dia seguinte ela nem iria lembrar de nada, não é mesmo? Pois bem, ele optou por ajuda-la. A colocou dentro do carro deitada com dificuldade mas mesmo assim com delicadeza e logo depois entrou dando partida no carro. A todo momento enquanto dirigia, ele olhava pra menina que agora dormia. Ele estava preocupado, isso ele sabia perfeitamente e dava pra ver no rosto dele, mas não queria admitir pra si mesmo. Assim que chegaram, ele estacionou o carro. Saiu, abriu a porta de trás e novamente a pegou no colo

Ele foi em direção ao quarto, e não foi nada fácil subir as escadas com Suzuka nos braços, mas ele subiu e entrou no quarto dela a pondo na cama e saindo lentamente...

__ MÃE! - ela gritou alto que fez Namjoon soltar uma voz de susto e resmungar - Fica mais um pouco, não vá embora agora...

__ Mãe? Que mãe?

__ Mãe...

Ele bufou forte e sentou ao lado dela que na mesma hora o puxou pra deitar do lado dele

__ Eu te amo, você me ama? - ele não respondeu. - Responda, mãe

__ Vá dormir. - ele disse.

__ Não! - ela se levanta.

__ Aish! - ele se levanta também. - Você vai tomar um banho gelado pra voltar ao normal, eu não vou ficar aqui! - ele pegou Suzuka pelos pulsos dela e a levou até o banheiro do quarto da mesma. - Tire a roupa pesada.

__ Você não é a minha mãe!

__ E eu com isso? Vamos, tire a roupa pesada! - ela nada disse e cruzou braços- Suzuka! - ele falou alto e fez a mesma recuar. - Vou ser obrigado á tirar a força!

Suzuka fez uma cara emburrada e tirou o sapato, logo após quando foi tirar o moletom e a saia, Namjoon olhou pro lado. Quando a mesma terminou de tirar as roupas pesadas, se sentou no chão

__ Ei, levante daí e vai pro chuveiro!

__ Eu estou cansada...

__ Caguei pra isso! - ele novamente a puxa pelos braços.

Ele ligou o chuveiro no gelado, e pôs ela de baixo do mesmo

__ AH! NÃO, ESTÁ GELADO, ME SOLTA!

Ele nada respondeu enquanto ela se debatia pra sair da água gelada. E por incrível que pareça, ele olhava a menina apenas de peças íntimas e sem nenhuma malícia, por quê ele não tinha nenhum interesse na Japonesa. Bom, isso é o que ele pensa

__ Agora você pode sair... - ele disse desligando o chuveiro e indo pegar uma toalha enquanto Su estava tremendo de frio.

Ele a enrolou na toalha e a conduziu até o quarto

__ Não vai se secar? - Ele pergunta.

__ Eu vou

__ Você vai o...

Antes de ele dizer outra qualquer coisa, ela vomita nos sapatos dele

__ Não, não, não, fala sério! Porra, que nojo... - ele fez uma careta.

Assim que ela tinha acabado, ele foi até o armário e pegou um vestido qualquer e vestiu nela e logo após a fez deitar na cama.

__ Você literalmente acabou com os meus sapatos, sua imbecil...

__ Hm... - ela soltou um resmungo. -Fica aqui comigo... Por favor.

__ Eu... Não. - ele suspirou hesitante.

__ Eu não tenho ninguém comigo.. - ela dizia embolado. - Tá tudo largado, eu largada aqui sem água. - Ela disse e Namjoon não se aguentou e começou a rir. - Não ria! Eu, falo, sério, agora. - disse pausadamente.

__ Eu fico com você...

__ Promete?

__ Prometo.

__ Mesmo?

__ Mesmo.

__ De verdade?

__ Suzuka, eu já disse que prometo.

__ De dedinhos?

__ Mas que droga, eu disse que sim!

__ Não, você me disse que promete, mas de dedinho não! - apontou o dedo indicador na cara dele.

__ Tá, tá bom. - Ele tirou o dedo dela do rosto dele- Eu prometo de dedinho. Agora durma.

__ Vai estar aqui quando eu acordar?

__ Eu estarei.

__ Promete?

__ Eu prometo.

__ De verdade?

__ De verdade.

__ De dedinho?

__ De dedinho. - ele juntou seu dedo mindinho com o dela e apertou.

Ele olhava Su quase dormir. Ele mesmo estava estranhando estar ali, ajudando ela, cuidando dela.

Assim que ela pegou no sono, ele ficou ali, alguns minutos a obsevando dormir calmamente e um ato inesperado acontece; Ele levantou uma mão e afagou o cabelo da mais nova. Ele sabia que não poderia estar fazendo isso. Mas como Jin mesmo disse, Por trás do ódio, existe algo e nunca é como achamos...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...