História Os opostos se atraem? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Romance, Sasusaku
Visualizações 41
Palavras 1.676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que se divirtam lendo o quanto me diverti escrevendo!

Capítulo 2 - Uma noite conturbada


Fanfic / Fanfiction Os opostos se atraem? - Capítulo 2 - Uma noite conturbada

 

Point of view Sakura on

Depois de meia hora, quase perdendo a paciência, finalmente Naruto conseguiu terminar o trabalho com a minha ajuda, é claro. Enquanto ele foi tomar um banho eu desci as escadas e fui para a sala onde estava Kushina assistindo um filme qualquer na TV. Minha mãe havia me dito que ela queria conversar comigo e já imagino o que seja. Faz pouco tempo que Jiraya, padrinho de Naruto, havia falecido, pelo que eu sei, bebeu demais e depois foi embora dirigindo, o que resultou em um acidente grave que tirou a sua vida. Naruto era realmente muito apegado a ele, como se fosse um segundo pai. Apesar de tentar disfarçar, sei que ele está muito mal por isso. E eu acertei, era exatamente sobre isso que tia Kushina conversou comigo. Me pediu para que eu conversasse bastante com ele já que Naruto me ouve (na maioria das vezes), e que eu o visitasse mais vezes e tal.

Assim como eu havia combinado com as meninas mais cedo, fui embora da casa de Naruto e fui direto para a casa de Karin. Quando cheguei lá, Ino que atendeu a porta e resmungou algo sobre eu ter demorado e ter perdido a metade das fofocas. A porca (apelido “carinhoso“ que dei para Ino), me arrastou até o quarto de Karin e se jogou na cama de casal ao lado da ruiva de estava sentada com as pernas cruzadas enquanto lixava as unhas da mão e conversava sobre um assunto aleatório com Hinata que estava sentada no chão segurando uma almofada de gatinho no colo, eu fechei a porta e me sentei ao lado de Hinata.

Ino: – Então, eu estava esperando a senhorita chegar... – Se referindo a minha pessoa. – … para contar uma novidade.

Karin: – Novidade? Hm… deixa eu adivinhar, tá namorando de novo?

Ino: – Passou longe. Mais cedo na escola durante o intervalo eu ouvi umas meninas do terceiro ano B (somos do terceiro A), comentando que vai entrar um aluno novo semana que vem, será que ele é bonitinho?

Sakura: – Aquieta a piriquita ae. – Hinata riu enquanto Ino fechou a cara.

Ino: – Ah, larga de ser chata!

Karin: – É o Sasuke, irmão do Itachi Uchiha.

Ino: – Se ele for tão lindo quanto o irmão…

Sakura: – Mereço… Anem. Tinha que ser. Será que minha mãe aceita a ideia de me mudar de escola? – Falei sério, mas acho que seria pouco provável, afinal já estamos no meio do ano e logo já estou formando.

Hinata: – Eu já tava sabendo. Da última vez que fui visitar minha tia ouvi meu primo comentar que os pais de Sasuke iriam o transferir para a nossa escola.

Ino ia dizer alguma coisa mas Karin a interrompeu puxando a mesma para fora do quarto dizendo que precisava da ajuda dela para fazer brigadeiro. Acho que ela ficou incomodada de falarmos sobre o aluno novo.

Foram se passando os dias e o novato chegou, Sasuke. Só que lembram de Ino dizer que ele entraria no terceiro ano B? Eu até duvidei porque essa sala já estava cheia e só tinha vaga na minha classe. Então como eu já tinha imaginado, a diretora Tsunade interrompeu a aula de Asuma, no segundo horário (chegou atrasado no primeiro dia na escola nova. Aliás, Naruto tirou total no trabalho, claro, com a minha ajuda), para anunciar o novato, Uchiha Sasuke. Assim que o bentito entrou na sala as meninas começaram a cochichar umas pras outras o quão bonito o Uchiha era, inclusive Ino sussurrou para mim que queria dar uns pega nele e eu obviamente ignorei o comentário da pervertida. Claro que o Uchiha percebeu o sucesso que fez e deu um sorriso sacana. Pensei que os bad boys da sala que se acham os gostosões iam odiar Sasuke por roubar a atenção das “suas” garotas (ao menos por agora), mas assim que Tsunade terminou as apresentações e saiu da sala para o professor dar continuidade na aula, Sasuke facilmente se enturmou com os meninos e já estava na rodinha, juntamente com Naruto.

Já em casa ás 16:48, recebi uma mensagem de Karin (esse povo só lembra de mim quando to atualizando minhas séries), perguntando se poderia dormir aqui em casa, seus pais devem ter discutido de novo e sempre que isso acontece o clima pesa. Falei que podia, desci e já até deixei a porta da frente destrancada e voltei pro quarto. Nem liguei para avisar minha mãe. Eu tenho um pai que mora na mesma casa que eu, deveria pedir permissão dele também, eu sei, mas não adianta nada pedir ele, vai falar pra eu perguntar minha mãe mesmo e já que ela é de boa com a Karin e já tá acostumada com minhas amigas vindo aqui em casa, então de boa. Meus pais haviam saído para visitar minha avó, me chamaram mas preferi ficar em casa com minha cama e netflix. Mas é claro que minha mãe não ia deixar eu ficar em casa só por isso então falei que tava com cólica e até fingi tomar um remédio (não façam isso, mentir para os pais ainda mais sobre sentir dor e coisas do tipo é errado, não sigam meu exemplo haha). Depois de cerca de uns vinte minutos Karin chegou e então ela assistiu comigo PLL (Pretty Little Liars). Tava tudo de boa até que começa a chover e da um apagão no bairro inteiro. Depois de alguns minutos a energia volta e beleza, até ai tudo bem. Mas então começou uns barulhos estranhos lá em baixo.

Karin: – Seus pais chegaram?

Sakura: – Ué, mas eles me mandaram mensagem um pouco antes de acabar a energia que iriam demorar porque tá chovendo forte e eles foram sem o carro, afinal minha avó mora perto daqui.

Karin: – Existe guarda-chuva pra que? Vai lá e confere se são eles mesmo.

Sakura: – E se não for? Vou sozinha não, tu vai comigo!

Karin: – Você é a dona da casa, sou visita.

Sakura: – Idaí? – Puxei ela até o corredor e puta que pariu, manooo. Tava tudo escuro lá embaixo e eu juro ter visto um vulto lá na cozinha, eu virei pro lado para perguntar Karin se ela também tinha visto mas a vadia já tava dentro do meu quarto de novo. Já imagina né? Corri pra dentro do quarto também e fechei a porta (brioco trancou).

Sakura: – Se fossem meus pais teriam acendido a luz. Vc trancou a porta quando chegou né?

Karin: – Era pra trancar?

Sakura: – Caralho, ta parecendo a Ino! Se eu deixei a chave na porta é porque era pra trancar quando entrasse né! Pronto, tem um estrupador aqui!

Karin: – Fala baixo vagabunda! Se tiver alguém aqui mesmo vai achar a gente!

Sakura: – Se tiver alguém aqui já viu nós duas saindo do quarto e correndo pra dentro de novo e a luz também tá acesa.

Pra que fui abrir minha boca? Levei um susto com um trovão e logo após outro susto com a energia acabando de novo! Pensa em uma menina que gritou… Não eu, Karin.

Sakura: – Porra! Acaba de brigar comigo por estar falando alto e agora você dá um grito desse? E onde você está? Não to te vendo. – Fui caminhando com os braços esticados para achar Karin e no meio disso bati meu dedinho do pé na quina da cama, ignorei a dor (só quem já bateu o dedinho do pé sabe como é) e continuei andando até que minhas mãos encostaram no cabelo de Karin.

Sakura: – Te achei. – Suspirei aliviada. – Por que seu cabelo está molhado?

Karin: – Ta maluca? – Mano. A voz dela veio do outro lado do quarto, imagina minha reação, quase tive um infarto depois que teve um relâmpago e clareou tudo, uma mulher na minha frente com o cabelo no rosto molhado, roupa rasgada, suja! Brioco trancou mais ainda quando esse ser me chamou pelo meu nome!

?: – Sakura.

Sakura: – Não faz nada comigo por favor! Leva ela (apontei pra Karin que me chamou de traidora depois), mas não faz nada comigo, tenho tanta coisa pra viver, sou tão jovem!

Karin: – E eu não sou?

?: – Larga de bobeira Sakura. Sou eu, seu pai está lá embaixo procurando as velas e eu vim aqui em cima procurar a lanterna, lembro que guardei ela em algum lugar… Então ouvi vocês gritando.

Nisso, a energia voltou e eu reconheci a mulher. Era minha mãe, pensa na minha vergonha.

Mebuki: – Graças à Deus!

Karin: – Por que a roupa da senhora está nesse estado?

Mebuki: – Nem me pergunte. Foi um desastre, enquanto eu e Kizashi estávamos vindo o guarda-chuvas dobrou com o vento e voou longe, pra piorar passei do lado de uma moita e meu vestido de renda prendeu nos galhos e rasgou tudo! Para piorar quando chegamos aqui a porta estava D-E-S-T-R-A-N-C-A-D-A (fez questão de soletrar letra por letra e olhar para mim com aquele olhar mortal), imagina se um bandido entra aqui, o que faz com vocês duas aqui sozinhas?

Sakura: – Foi culpa dela. – Apontei para Karin.

Karin: – Minha nada!

Levei bronca da minha mãe e depois do meu pai. Mas cara, que tranquilidade de saber que na verdade eram meus pais e não um estrupador. O resto do dia se passou normal, eu e Karin terminamos a temporada da série, depois de ficar até de madrugada assistindo e no outro dia mal conseguimos acordar para ir pra escola. Resultado: Inventamos novamente uma dor qualquer e voltamos a dormir (Novamente: não sigam meu exemplo).

Mais tarde Karin já havia ido embora e assim que recebi uma mensagem de Naruto, me arrependi profundamente de ter faltado à escola. A professora passou um trabalho em grupo e eu fui parar no grupo do Naruto. Ino tinha faltado também, se não ela tinha me colocado junto com ela. Mas não faz mal estar no mesmo grupo que Naruto, o ruim é que Sasuke também estava. O pior de todos é o bentido Uchiha! E acho que Naruto fez isso de propósito para me sacanear, mas que raiva, to até imaginando no que isso vai dar!


Notas Finais


Até o próximo capítulo! E por favor, me perdoem qualquer erro! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...