História Os Opostos Se Atraem (Imagine - Min Yoongi) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Yugyeom
Tags Bts, Suga, Você
Visualizações 44
Palavras 1.470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Festa, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem desse capítulo


Boa leitura 💕

Capítulo 3 - Novos amigos


Acordei com o despertador do meu celular tocando, já que eu ainda não tinha configurado o novo, levantei da minha cama e caminhei até o banheiro tomar um banho.

Terminei de tomar banho, sai do banheiro, vesti minhas peças intimas, uma calça, uma blusa larga de manga comprida e meu All Star velho. E como sempre deixei meu cabelo com rabo de cavalo.

Desci para tomar café e já estavam todos na mesa.

- Bom dia - falei animada.

- Bom dia - responderam sorrindo.

- Está animada para o primeiro dia de aula? - tia Lica perguntou.

- Sim - me sentei na mesa e começamos a comer.

Depois que terminamos de tomar o café da manhã, eu e Lívia fomos para a escola. O trajeto todo nós conversamos de coisas aleatórias, até finalmente chegarmos na escola, que por sinal era enorme.

Adentramos na escola e Lívia me guiou até a diretoria, para mim saber mais informações, e depois foi para a sua sala. A diretora foi muito gentil comigo, me deu meus livro, a localização do meu armário e da minha sala.

Eu consegui achar meu armário com facilidade, mais a sala, eu estava precisado de ajuda, a escola era muito grande, estava até com medo de me perder, por não saber absolutamente de nada da quela escola, até escutar uma voz atrás de mim.

- Precisa de ajuda? 

Me virei para trás e vi um garoto loiro de olhos puxados, com certeza é coreano, muito lindo . Ele tinha falado comigo em ingles. Esqueci de falar que além do coreano, eu sabia ingles também.

- Sim, preciso sim - falei em coreano.

- Ohh, você é coreana. Você não parece com uma coreana, apesar de ter os olhos um pouquinho puxados. - falou comigo em coreano.

- Eu sou brasileira, mais moro na Coreia. Minha mãe é brasileira e meu pai coreano - Expliquei.

- Entendi. Você é muito bonita - falou e eu corei, é a sengunda pessoa que me fala isso tirando minha família, a primeira foi a Lívia.

- Não precisa mentir - falei.

- Mais eu não estou mentindo, eu estou sendo sincero - corei mais ainda.

- Obrigada.

- Qual é o seu nome? O meu é Mark. Mark Tuan - estendeu a mão.

- (S/N) - apertei sua mão - Prazer em conhece-lo.

- O prazer é todo meu - sorriu - Mais me fale, qual o real motivo de ter deixado a Coreia e ter vindo pra cá? - peguntou e sentamos em uma mesa que tinha no pátio.

- Meio complicado. Mas ok... - começei acontar tuda a minha história a ele, que ouvia tudo atentamente.

- Nossa esse cara é muito idiota - falou e eu sorri.

- É. E você?

- Eu? - Pontou para si mesmo.

- Sim.

- Bom... Por onde começar - mordeu os lábios - Ja sei. Eu vi pra cá, porque meus pais queriam que eu tivesse um melhor ensino mais vou voltar ano que vem, para terminar o 3° ano - falou.

- Sério? - concordou - Eu também.

- Que legal. Poderiamos voltar juntos - falou.

- É pode ser. Você mora aqui a quantos anos? - perguntei curiosa.

- Se eu não me engano - fez as contas no dedo - 5 anos.

- Nossa - fiquei de boca aberta de tão surpresa.

- Mais eu não fiquei sozinho. Uns amigos vieram comigo.

- Eles estudam aqui?

- Sim. Mais inda não chegara. Relaxa, eles são gente boa e são muito engraçados, eles não são como os garotos da sua antiga escola - fiquei mais aliviada, pois não sabia se eles iam gostar de mim.

- Entendi - falei e o sinal bateu.

- Nossa eu sou muito atrapalhado - bateu a mão na cabeça - Eu disse que ia te ajudar e nem perguntei o que era - sorri da sua preocupação.

- Não tem problema. Era com minha sala - entregueu meu papel com a o número da sala.

- É a mesma sala que a minha - sorriu - Então me acompanhe bela dama - falou e eu corei com suas palavras - Você fica fofa corada - apertou minhas bochechas arrancando um sorriso meu.

Chegamos na sala acompanhados e sentamos um do lado do outro no fundo, e ficamos conversando até chegar um garoto de cabelo vermelho, que era muito bonito por sinal, e se sentou na minha frente. Ele estava ofegante.

- Chegou cedo, em? - Mark falou com ironia.

- Eu sei, quando percebi vim correndo - falou e se virou para mim - Olá moça bonita - falou em inglês e acenou e eu corei. Já perdi as contas de quantas vezes fiquei corada só hoje.

- Não precisa falar em inglês com ela. Ela fala coreano - Mark explicou.

- Você é coreana? - perguntou surpreso.

- Sou mestiça.

- Coreano com o que? 

- Brasileira.

- Entendi porque ela é bonita - falou sorrindo e depois olhou para o Mark que concordou.

- Obrigada - agradeci e o professor entrou na sala.

- Qual o seu nome? 

- (S/N), e o seu?

- É meio complicado - falou e Mark começou a sorrir.

- Pode falar.

- Meu nome é Kunpimook Bhuwakul - arregalei os olhos - Mais pode me chamar de BamBam.

- Nossa, que nome grande, mais ok, BamBam.

- Ele é tailandês - Mark explicou.

- Entendi.

- Depois vamos te apresentar o resto da nossa gangue. Que não é bem uma gangue, só umas duas pessoas que faltam, que não são da nossa sala - BamBam explicou e se virou para frente quando o professor pediu para eu me apresentar para toda a sala.

E assim foi o resto das aulas até bater a hora do intervalo.

- Finalmente - BamBam levantou os braços.

- Vem vamos  te mostra os outros dois - Mark se levantou da cadeira e me puxou pelo braço.

Fomos até a cantina, pegamos nossas bandeijas com o nosso lanche e fomos até uma mesa onde tinha dois garotos.

Os amigos do Mark e do BamBam.

- Antes de tudo - sentamos na mesa - Não precisam falar em inglês, ela fala corenano. Não gente ela não é coreana, mais é mestiça, coreano com brasilero, estamos entendido - BamBam falou e todos nós começamos a sorrir.

- Tabom neh? Olá - falou o de cabelo preto - Eu sou Park Jinyoung e esse aqui - apontou para o de cabelo castanho - É o Kim Yugyeom - o mesmo acenou para mim.

- Olá - falei.

- Não deu tempo de perguntar lá na sala mais eu pergunto aqui. Porque você veio para Los Angeles? - BamBam peguntou curioso e eu começei a contar cada detalhe enquanto comiamos e cada um prestava atenção, menos o Mark que já tinha escutado tudo.

- Bom é isso - falei.

- Nossa que idiotas - Yugyeom falou e o resto concordou.

- É... Mais é uma pena que eu vou ter que vê a cara deles de novo próximo ano - falei.

- Você também vai voltar pra Coreia ano que vem? - perguntou.

- Sim - respondi.

- Nós também.

- Nós já combinamos de voltar juntos - Mark falou.

- Então vamos todos nós - Jinyoung falou.

- E você poderia dar o troco quando voltasse - BamBam falou e eu levantei uma sobrancelha - Sabe? Mudar o seu visual, você já é linda, vai ficar mais ainda se mudar um pouco. Oque acham? - todos concordaram.

- Até que não é uma má ideia - falei - Talvez eu faça isso mesmo antes de voltar pra Coreia e para aquela escola.

- É assim que se fala - Yugyeom lavantou a mão para que eu batesse e assim fiz.

- Então (S/N). Bem vinda a nossa "Gangue" - Mark fez aspas com os dedos e todos sorriram.

- Então quer dizer que.... - não terminei a frase.

- Sim agora você é a nossa amiga.

- Sério gente? - eles assentiram - Eu nunca tive amigos - abaixei a cabeça.

- Agora você tem - BamBam falou e me abraçou de lado e todos assentiram

Nunca fiquei feliz em toda a minha vida. Pela primeira vez tive amigos de verdade.

Ficamos conversando mais um pouco até o sinal bater.

Cada um foi para a sua sala e assim foi, aulas, aulas e mais aulas, até que o sinal da última aula bateu e todos nós fomos embora.

Me despedi dos meninos, que queriam me acompanhar, mais não queria encomodar, e fui par casa sozinha. Lívia já tinha ido para casa, já que suas aulas terminavam primeiro que a minha.

Cheguei em casa toda feliz, e logo me encheram de perguntas.

- Eai como foi a aula? Fez amizades -  minha tia perguntou.

- Sim foi ótimo - respondi - E fiz quatro amigos - falei e todos ficaram felizes.

- Que ótimo minha filha - meu tio Ricardo falou.

- Obrigada.

- Bom vamos almoçar - tia Lica nos chamou.

E assim foi o meu dia. Depois do almoço eu e Lívia subimos, ficamis conversando e assistimos filme até de noite. Depois jatamos e fomos dormir. Amanhã seria mais um dia.

Acho que pela primeira vez na vida pude ser feliz, como estou agora.




Continua?????


Notas Finais


Oi oi genteeeee

Espero que tenham gostado

Desculpe pelos erros.

Bjs... Até a próxima

😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...