História Os segredos de Hatake Kakashi - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Obito Uchiha (Tobi), Rin Nohara, Tsunade Senju
Tags Hanare, Kakashi, Naruto, Romance, Segredos
Visualizações 57
Palavras 2.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Visual Novel
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo minna!!

Mais um cap no ar! Espero que gostem dattebayo!

Ahh, tem dois personagens novos (Hayato e Yoshiro), que são originais!

Nem preciso dizer que algumas coisas não fazem o menooooor sentido com a obra original né.. haha (só avisando... essas coisas de jutsos e tals.. ^^")

Obrigada a todos que estão sempre aqui comigo tebayo!!!

<3

Capítulo 17 - Início


Fanfic / Fanfiction Os segredos de Hatake Kakashi - Capítulo 17 - Início

***

Pouco tempo depois Kakashi já estava com Tsunade. Shizune estava realizando outra tarefa fora dali e Shikamaru tinha ido buscar alguns relatórios de algumas equipes que haviam retornado para a vila naquela manhã.

- Acabei de passar na Anbu - disse Kakashi - Dei uma olhada na relação das missões  dos cinco suspeitos que temos pelo estilo de chakra e técnicas de espionagem, e percebi que três deles estão em grupos maiores e saíram da vila a semanas. Não teria como eles saberem de nada, até porque estão em Suna, lado oposto da fronteira do país do Fogo com o Trovão - concluiu.

- E os outros dois? - perguntou a Godaime.

- Aí já é outra história. Ambos estavam em missões solos e aqui dentro do país. Um deles retornou hoje, o capitão Hayato, e outro acredito que deva chegar amanhã. Os dois são capazes de usar o Fuuton, além de outros elementos.

- Certo, vou mandar chamá-lo agora mesmo e daremos início ao plano. Mandaremos esses dois, junto com o capitão da missão anterior. Espero que três ninjas dessa classe juntos não levante suspeitas.

- Se classificarmos como Rank A  ou S não será problema. Incluiremos também mais dois outros jounins, com habilidades em Katon, formando uma equipe de cinco - colocou as mãos nos bolsos.

- Entendo... Como o inimigo usa vento, o fogo consegue contra-atacar. E se não houver traidor entre nós, os jutsos vento e fogo combinados darão conta do inimigo - concluiu.

- Exatamente.

 

***

No escritório da Hokage já estavam reunidos Shikamaru, Kakashi, Shizune e mais dois capitães da Anbu, o suspeito Hayato, e o outro que liderou a missão de resgate dos corpos anteriormente, Yoshiro.

- Certo, já que estamos todos aqui, vou passar a situação - a Godaime olhou de canto para Kakashi, que fez um leve sinal positivo com a cabeça - Nós descobrimos algo importante sobre o ataque anterior - disse surpreendendo os demais na sala.

- Já temos um suspeito então? - perguntou Hayato.

- Talvez... Algo foi deixado nos corpos e temos que passar isso para o Raikage da forma mais sigilosa possível - mentiu - Vocês vão levar as informações, mas elas não devem de maneira nenhuma cair em mãos erradas, ou estaremos perdidos - enfatizou.

- Já tem o nome dos escolhidos para a missão? - Yoshiro perguntou.

- Estamos montando a equipe que vocês dois vão liderar - respondeu Kakashi

- Mas será necessário dois capitães? - questionou Shizune que não sabia do plano.

- Sim... Como a Hokage disse, essas informações não podem cair em mãos erradas. É questão de vida ou morte, por isso uma equipe maior será encarregada disso.

Todos se olharam. Shikamaru e Shizune estavam confusos, pois perceberam que Tsunade e Kakashi já haviam planejado a missão com antecedência, sem consultá-los.

- Nós vamos preparar tudo para que vocês partam o mais breve possível. Colocaremos as informações em um pergaminho e vocês devem protegê-lo com a suas vidas. Caso recebam um ataque do inimigo, selem e destruam imediatamente - disse a quinta - E caso o pior venha a acontecer... - respirou fundo -  A missão deve ser apagada da mente o quanto antes. Não deixem vestígios.

Os dois concordaram positivamente com a cabeça. Kakashi se sentiu satisfeito pelo plano estar caminhando como imaginou. Depois que montassem a equipe que iria ser a isca, ele escolheria outra para fazer a retaguarda.

- Tsunade-sama... - Yoshiro chamou a atenção - Devo dizer que um nome que tem que estar presente para essa missão é o da Hanare-san.

Kakashi franziu as sobrancelhas. Ele não esperava por isso.

- Atualmente no esquadrão ela é a única capaz de apagar informações da mente sem causar danos, e sempre vai conosco para esse tipo de missão - continuou.

- Acredito que não será possível que ela participe dessa vez - Tsunade respondeu cruzando as mãos na frente do rosto, prevendo uma reação do homem ao seu lado.

- Godaime-sama, se é questão de vida ou morte como Kakashi-san acabou de dizer, precisamos dela conosco ou não teremos sucesso. Não podemos deixar uma peça tão importante de fora - disse Hayato.

- Além disso ela já está a par do que está acontecendo em Kumo e de como foi a batalha anterior - concluiu Yoshiro.

O clima ficou pesado na sala e Tsunade pensava no que responder. Se insistisse muito e dispensasse Hanare da missão, sendo ela a única que poderia fazer tal coisa, poderia criar uma desconfiança entre os suspeitos e o plano seria arruinado. Por outro lado ela sabia que Kakashi não permitiria que a mulher fosse de encontro à uma emboscada sem saber de nada.

- Nós vamos montar a melhor equipe para isso analisando toda a situação - respondeu a quinta - Se preparem para receber ordens em breve - disse dispensando os dois.

- Vocês já tinham planejado tudo? Pensei que iríamos discutir juntos - disse Shikamaru - Além do mais aquele Hayato não estava na lista do chakra vento? Achei que fosse manter os suspeitos sobre vigilância.

Kakashi respirou fundo. Shikamaru era esperto demais para não perceber que algo estava errado, mas o homem não iria confirmar as suspeitas do jovem.

- Não temos nada de concreto para deixá-lo fora dessa missão. Ele é um shinobi muito forte e precisamos enviá-lo - concluiu Kakashi com um tom de voz firme, que fez com que Shikamaru se calasse.

Shizune olhou confusa para Tsunade, que por sua vez não disse nada.

 

***

 

Hanare já estava de volta ao seu apartamento. Tinha pensado muito em tudo que tinha acontecido naquela manhã, desde as confissões do Kakashi até a estranha atitude dele antes de sair.

Ela podia viver com um passado sombrio, ela podia ajudá-lo a lidar com as suas marcas, ela suportaria tudo como mulher e por amor, mas não como ninja. Hanare não estava disposta a aceitar que ele escondesse coisas importantes dela, que ele a tirasse das missões, nem que ele passasse a tratá-la como uma inútil. Ela era uma ninja como ele, e não pensava em ficar trancada em casa alheia às coisas que acontecia na vila.

A mulher queria ir até a Hokage para esclarecer o que estava acontecendo, mas se ela fosse até o prédio provavelmente seria vista por Kakashi e não conseguiria nada.

Depois de muito pensar, resolveu que a melhor opção era ir até a Anbu para ver se alguém de lá já estava a par de alguma coisa. Vestiu então seu uniforme e saiu de casa. Ao chegar lá se apresentou, mas ela não podia entrar sem a presença de outro shinobi da elite, uma vez que ela não era oficialmente cadastrada como tal.

"Aí está uma coisa que eu preciso resolver o quanto antes. Vou pedir o registro oficial à Godaime-sama o mais breve possível agora que tenho liberdade na vila..."

A mulher permaneceu alguns minutos em frente ao prédio esperando por alguém aparecer. Por sorte, não demorou muito até que dois ninjas de máscaras se aproximaram e um deles logo a reconheceu.

- Hanare-san... Precisa de alguma coisa? - um deles perguntou.

A mulher soube quem era pela máscara e timbre da voz. Ela raramente via o rosto dos que faziam missões com ela, e muito menos sabia seus verdadeiros nomes, mas sabia que a pergunta veio do capitão que liderou a missão de resgate.

- Era com você mesmo que eu precisava falar... - chegou mais perto do homem - Sobre a nova missão à Kumo... - disse baixinho.

Ele ficou em silêncio por um tempo e logo depois cochichou algo com o outro capitão.

- Nós não estamos autorizados a falar nada sobre isso, me desculpe... - disse o outro homem. Os dois voltaram a andar e deixaram Hanare para trás sem entender nada.

"Deve ser algo realmente muito grande..." - pensou, serrando os punhos.

A mulher chegou a conclusão que a única solução era ir mesmo até a Hokage, apesar de correr o risco de encontrar com Kakashi.

 

***

 

Na sala da Godaime o clima ainda continuava tenso depois de expor os planos.

- Bem, acho que devemos pensar nos nomes para a equipe então - Shikamaru arriscou dizer, quebrando o silêncio que havia se instaurado no local.

- Sim, temos que trabalhar nisso, mas já tenho alguns que quero incluir - disse Kakashi.

- E sobre a Hanare-san? - perguntou Shizune - Acredito que a sra. vai colocá-la como Yoshiro disse... Certo, Tsunade-sama?

Kakashi encarou a quinta.

- Vocês dois podem nos dar licença, preciso falar algo com o Kakashi - pediu a Hokage, fazendo com que os dois deixassem a sala.

- Eu não quero que ela vá... - disse o homem quando os dois ficaram sozinhos - Eu não posso mandá-la para uma missão falsa onde ela não é útil, onde nem ao menos existe informação secreta para ela proteger.

- Eu sei, você tem razão - Tsunade concordou - Mas a situação requer isso Kakashi. Além do mais será uma equipe grande, quais as chances...

- Godaime, por favor...

- Você sabe que isso causará muitas dúvidas entre os envolvidos... Nunca uma missão desse porte foi realizada sem alguém para selar as informações. Se o traidor estiver aqui vai deduzir que algo está errado e ficar de sobreaviso, e perderemos a nossa chance - disse a quinta.

- Mas se ele estiver em Kumo, tudo correrá bem - o homem fitava Tsunade - Eu quero apostar nesse cenário.

A Hokage ficou um tempo em silêncio, processando tudo e tentando decidir o melhor a se fazer.

- Certo Kakashi, você venceu. Vamos fazer do seu jeito, afinal você já é praticamente o Hokage, já está na hora de ter o peso decisões em suas mãos - disse a quinta dando-se por vencida.

- Obrigado.

 

***

Hanare chegou ao prédio e antes de entrar pensou que o melhor seria usar o Henge no Jutso. Se algum ninja mais experiente a visse provavelmente seria descoberta, mas deduziu que teria mais chances de passar despercebida dessa forma.

A mulher odiava essa técnica e evitava ao máximo ter que usá-la. Preferia mil vezes esconder seu rosto atrás de uma máscara e andar por ruas desertas a ter que se transformar em outra pessoa.

"Situações extremas, medidas extremas.. Vamos lá.. Henge!"

Um pequena fumaça se formou transformando-a em um dos pequenos genins que ela via circulando sempre por aqueles corredores.

"Certo... Ainda assim não posso deixar que ninguém me veja"

A mulher começou a caminhar em direção a sala da Hokage e ao virar o corredor ouviu algumas vozes, entre elas a do jovem que havia estado no apartamento do Kakashi mais cedo. Escondeu-se atrás da parede para conseguir ouvir melhor sem ser vista.

- Você sabe o que está acontecendo Shikamaru? - perguntou Shizune ao jovem.

- Parece que o Kakashi está se relacionando com a Hanare - suspirou - É um saco, mas ele não pode colocar coisas grandes a perder dessa forma. Eu até entendo a posição dele, mas como Rokudaime a vila vem em primeiro lugar.

"O que.." - pensou Hanare ao ouvir aquelas palavras.

- Eu não sei o que a Godaime vai decidir, afinal ela ainda é a Hokage e dá as ordens, mas se ela escolher mandá-la acredito que Kakashi não vai reagir bem, o que pode prejudicá-lo nessa altura, e se ela não mandá-la correremos um grande risco.

- Entendo.. Hanare parece ser mesmo indispensável para isso...  - disse Shizune.

- Apesar que essa missão parece ser ainda maior do que isso... - voltou a falar Shikamaru, calando-se antes de concluir os seus pensamentos.

- Como assim? - insistiu a moça.

- Não, nada... É apenas uma teoria - finalizou o jovem - Eu vou cuidar de outros assuntos agora - disse afastando-se.

Hanare estava paralisada. Ela só conseguia pensar que realmente havia algo grande acontecendo e Kakashi a estava deixando de fora, mesmo que isso colocasse a vila em uma situação delicada.

- Não acredito.... Eu não vou aceitar isso...  - disse baixinho. De repente ouviu alguns passos vindo em direção ao local que ela estava e decidiu sair do prédio.

Já do lado de fora, desfez a transformação e optou por ir até um lugar mais tranquilo para colocar os pensamentos em ordem. Caminhou um pouco até um local mais afastado e sentou-se abaixo de uma árvore.

- Mesmo com o que eu ouvi eu ainda preciso falar com a Tsunade-sama e tem que ser hoje  - planejava consigo mesma - Se eu esperar anoitecer pode funcionar, depois que o Kakashi deixar o prédio eu terei tempo... - decidiu.


Notas Finais


Então é isso por hoje! Segunda eu volto!
Bom fim de semana para vocês!
Ahh não se esqueça de comentar! Vocês fazem o meu dia mais feliz! <3
Ja ne!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...