História Os Segredos do Universo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Tags Got7, Jackbum, Jackson, Jaebum, Jaeson
Visualizações 72
Palavras 392
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Perdoem os erros, dêem suporte a fic e boa leitura ❤️

Espero que gostem dessa aventura.

Capítulo 1 - As diferentes regras do verão.


Fanfic / Fanfiction Os Segredos do Universo - Capítulo 1 - As diferentes regras do verão.

O problema da minha vida era que ela tinha sido ideia de outra pessoa.



Por que sorrimos? Por que damos risada? Por que  nos  sentimos  sós?  Por  que somos  tristes  e  confusos?  Por  que  lemos poesia? Por que choramos ao ver uma pintura? Por que nosso coração se descontrola quando  estamos apaixonados? Por  que  sentimos  vergonha?  O  que  é essa  coisa no fundo das entranhas chamada desejo?



CERTA NOITE DE VERÃO, CAÍ NO SONO DESEJANDO que  o  mundo  fosse  diferente quando  eu  acordasse.

Quando  abri  os  olhos  de  manhã, estava  tudo  igual.  Afastei  os  lençóis  e permaneci deitado, enquanto o calor entrava pela janela aberta.

Estendi o braço para sintonizar o rádio. Tocava “Alone”.

Droga. “Alone”, de uma banda chamada Heart. Não era minha música favorita. Não era minha banda favorita. Não era meu assunto favorito.

Você não sabe quanto tempo…”

Eu tinha dezesseis anos.

Estava entediado.

Estava infeliz.

Por mim, o sol poderia ter derretido todo o azul do céu. Aí o céu seria tão infeliz quanto eu.

O locutor dizia coisas irritantes e óbvias, como “É verão! Faz calor lá fora!”, para depois chamar a vinheta antiga do Cavaleiro Solitário; ele gostava de tocar aquilo todas as manhãs, achava que era um bom jeito de acordar o mundo.

“Aiô, Silver!” Quem contratou esse cara? Ele era péssimo. Acho que pensava que, ao escutarmos a abertura da ópera Guilherme Tell, imaginaríamos o Cavaleiro Solitário e o Tonto cavalgando pelo deserto. Talvez alguém devesse dizer àquele cara que já não tínhamos mais dez  anos.

“Aiô,  Silver!”  Droga.  A  voz  dele  preencheu  de  novo  o  ar:  “Hora  de  acordar,  El  Paso! Segunda-feira 15 de junho de 1987! 1987! Dá pra acreditar? Um grande ‘feliz aniversário’ a Waylon Jennings,  que completa cinquenta  anos  hoje!”.

Waylon  Jennings? Aquilo  era  uma estação  de  rock, caramba! Mas o que o locutor disse em seguida deu a impressão de que talvez tivesse cérebro. Ele contou  como Waylon  Jennings  tinha  sobrevivido  ao acidente  de  avião  que  matara  Buddy  Holly e Richie Valens, em 1959. Para finalizar o comentário, tocou a versão de “La bamba” de Los Lobos.

“La bamba.” Era tolerável. Comecei  a batucar  o  chão  de  madeira  com  os  pés descalços, enquanto  balançava  a  cabeça no ritmo da música, imaginava o que Richie Valens teria pensado antes de o avião se espatifar no chão.

Ei, Buddy! Acabou a música.

A música acabou tão cedo. A música acabou quando mal tinha começado. Era muito triste.


Notas Finais


Até a próxima 😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...