História Os sentimentos não mudam tão facilmente - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Juugo, Kakashi Hatake, Karin, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Drama, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Naruhina, Naruto, Naruto Uzumaki, Rock Lee, Romance, Sakura, Sakura Haruno, Sasuke, Sasuke Uchiha, Sasusaku, Shikamaru, Temari, Tenten
Exibições 162
Palavras 2.827
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Saga, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Tem alguém animado pra esse capítulo? Pelo título acho que vocês já sabem o que vai acontecer né? hehe... Então acompanhe abaixo o novo capítulo desta fanfic (:

Capítulo 18 - Sarada Uchiha: A primeira Uchiha desde o massacre


Fanfic / Fanfiction Os sentimentos não mudam tão facilmente - Capítulo 18 - Sarada Uchiha: A primeira Uchiha desde o massacre

Sakura:

O tempo se passou. Eu já estava com 9 meses de gravidez. Sasuke parecia incomodado pelo fato de ainda não termos conseguido chegar a aldeia da folha. Nós estávamos muito perto mas ainda não estávamos lá e Sarada poderia nascer a qualquer momento.Paramos em uma pousada perto da aldeia da folha para passarmos a noite. Amanhã com certeza conseguiríamos chegar lá. A preocupação de Sasuke é Sarada não querer esperar.

Eu deito na cama para repousar. Eu não aguentava mais ter que ficar deitar.

Sakura: “-Está tudo bem? Você está estranho.”

Sasuke: “-Estou preocupado. Ela tem que esperar só mais um dia.”

Sakura: “-E ela vai. Eu nem sequer senti enjoo hoje. Sarada não vai fazer isso com a gente. Não é querida?” –eu digo colocando a mão na barriga e sinto ela chutar.

Sakura: “-Viu...ela acabou de me responder. Chutou bem forte a minha barriga!”

Sasuke dá um leve sorriso.

Sakura: “-Você pretende partir quando a Sarada for bem maior né? Eu quero que você acompanhe o crescimento dela.” –eu digo lembrando que só ele pode completar a missão de ir procurar o inimigo nas dimensões.

Sasuke: “-Eu espero que sim. Vou adiar ao máximo. Mas quando o Kakashi me mandar não vai ter jeito. Vou ter que ir. É para o bem de todos,você sabe.”

Sakura: “-Eu sei. Tenho certeza que nossa filha vai entender também.” –eu digo um pouco triste. “-Eu vou sentir tanta a sua falta. Prometa que quando você voltar você não vai partir nunca mais.”

Ele parece um pouco pensativo e eu não consigo decifrar o que se passa em sua mente.

Sasuke: “-Eu prometo não partir mais em missões tão longas.”

Sakura: “-Mas ainda vai partir em missões” –eu digo com raiva.

Sasuke: “Você sempre soube que seria assim. Antes de ficarmos juntos eu te avisei e você concordou.”

Sakura: “-Porque eu sou uma tola que só quer você. Por isso eu concordei. Eu sofro tanto quando você não está ao meu lado que já está doendo agora antes de você partir.”

Sasuke: “-Eu prometo que não vou ir agora. Vou ficar mais alguns anos perto de vocês duas. E dessa vez quando eu partir você não vai estar só...você vai ter a Sarada ao seu lado.”

Sakura: “-Eu vou olhar para ela e lembrar de você. Ela é a prova do nosso amor.” –eu digo e o beijo. “-Tudo bem querido, agora você já pode ir buscar um Gyudon e um Manju para eu comer. Você sabe, desejo de grávida. E se eu fosse você não irritaria a nossa filha.”

Sasuke: “-Você é muito irritante. Vocês duas.” –ele diz com um leve sorriso nos lábios.

Sakura: “-E é por isso que você ama a gente!” –eu digo enquanto ele fechava a porta.

~

Sasuke demorou mas voltou com os pratos. Eu comi até não aguentar mais e depois fui tomar um banho. Logo fui a área de lazer me encontrar com os outros.

Karin: “-O que você está fazendo aqui? Você deveria estar deitada repousando!” –ela diz assim que me vê.

Sakura: “-Eu não aguento mais ficar deitada! Tenham piedade de mim e me deixem ficar aqui um pouco com vocês.”

Suigetsu: “-Ta. Mas não conta pro Sasuke isso.”

Sasuke tinha saído, ele não me disse para onde iria mas ele sempre fazia isso então eu não me importava.

Jugo: “-Como vai a pequena Sarada?”

Sakura: “-Ah ela parece bem calma hoje. Me deu apenas 1 chute. Geralmente eu ganho uns 10 no dia.”

Suigetsu: “-Que saco! Era pra você e Sasuke já estarem em Konoha. Odeio correr o risco de ela poder nascer a qualquer instante.”

Sakura: “-Ela não vai nascer! E amanhã conseguiremos chegar em Konoha.”

Suigetsu: “-É e eu vou ir me borrando todinho de medo. Você sabe que o caminho que vamos seguir é de uma floresta né? E se ela quiser nascer quando estivermos na floresta?” –ele diz apavorado.

Sakura: “-Vocês ficam pensando o pior. Esse é o problema de vocês. Se eu estou dizendo que a Sarada vai esperar até eu chegar em Konoha é porque ela vai!”

Suigetsu: “-Mas que saco também. Você teve que ficar grávida logo quando estávamos em missão! Não podia esperar mais um pouquinho não?”

Jugo: “-Cala a boca Suigetsu. Para de ser medroso! Qualque coisa você faz o parto” –ele diz brincando.

Suigetsu: “-O QUEEEE? Eu nãaao! A Karin é mulher, ela que vai ter que se virar!” –ele diz gritando.

Karin: “-Eu fazer um parto? Nem brinque com uma coisa dessas, seu bastardo! Mesmo que seja pra filha do Sasuke aquele homem maravi..”

Sakura: “-Urrruunn”-eu digo interrompendo o que ela iria falar.Sei que ela estava pensando em voz alta.

Karin: “-Aquele idiota.” –ela tenta corrigir.

Jugo: “-Sakura trouxe algumas frutas para você. Espere aqui que eu vou pegar.”

Sakura: “É mesmo? Obrigada Jugo!”-eu digo contente.

Jugo me dá as frutas e eu vou para o jardim que havia na pousada e sento lá. Começo a admirar as flores enquanto como as frutas.

Jugo se aproxima e se senta ao meu lado.

Jugo: “-Você sente falta de colher flores né?”

Sakura: “-Está tão nítido assim na minha cara?” –eu digo sorrindo.

Jugo: “-Quando a pequena Sarada nascer eu te ajudo a colher flores para colocar no quarto dela. Sei que o Sasuke não vai querer ir colher flores. Não é o estilo dele haha”

Sakura: “-Sim. Imagina o Sasuke colhendo flores? Haha”

Jugo: “-Você sente falta da aldeia da folha?”

Sakura: “-Claro. Sinto falta do lugar,da minha casa,dos meus pais,dos meus amigos. Sinto falta até de trabalhar no hospital.”

Jugo: “-Por falar nisso, você e Naruto estavam bem próximos quando ele veio te visitar.”

Eu estranho esse comentário do Jugo mas procuro não demonstrar meu incômodo com o assunto.

Sakura: “-Nós somos bem próximos. Naruto é o meu melhor amigo.”

Jugo: “-É vocês ainda disseram que se amam. Sakura sinto muito mas eu preciso te contar. Meses atrás quando o Naruto veio trazer o pergaminho ao Sasuke e ficar ao seu lado quando você e Sasuke estavam brigados eu ouvi a conversa de vocês sem querer. Eu estava indo ao seu quarto para te levar flores e ouvi quando o Naruto se declarou para você.Eu sai um pouco antes do Sasuke chegar.Eu vi quando ele chegou.” –eu fiquei corada e assustada na mesma hora. –“Calma. Eu jamais contaria isso a alguém.Você é uma amiga para mim Sakura, pode confiar.”

Eu estava extremamente nervosa.

Sakura: “-Obrigada por não contar a ninguém. O Sasuke não entenderia.”

Jugo: “-Você sabe que pode conversar comigo né? Eu creio que não tem ninguém aqui com quem você possa confiar para conversar então estou disposto a ser seu amigo de conversa. Acho que todo mundo precisa desabafar ás vezes.”

Jugo estava certo. Ás vezes eu me sentia tão sozinha e inquieta por não ter ninguém para conversar.Quando o Naruto foi embora lamentei muito.

Sakura: “-Seria ótimo ter com quem conversar.E eu confio em você,ainda mais por você não ter contado sobre o Naruto a ninguém.” –eu digo com um sorriso no rosto.

Jugo: ” –Mas e você? Você sente alguma coisa por ele?”

Sakura: “-Não. Eu amo o Sasuke,só tenho olhos para ele. Mas eu confesso que naquele momento eu tive um momento de fraqueza. Parecia que uma leve atração surgiu. Eu estava muito magoada e cansada do Sasuke mas eu juro que não aconteceu nada.Eu nunca faria isso com o Sasuke.”

Jugo: “-Nada mesmo?” –ele disse intenso como se soubesse que havia acontecido algo sim,e ele estava certo.

Pensei em mentir e dizer que nada aconteceu mesmo mas Jugo era a única pessoa aqui com quem eu podia conversar e eu precisava colocar pra fora ou contar a alguém.

Sakura: “-Na verdade...quando a Karin chutou a minha barriga e o Naruto me levou ao hospital ele...bem...é que...e-ele me beijou.” –eu disse gaguejando e com medo.

Jugo ficou surpreso ao ouvir.

Jugo: “-Oh senhorita Sakura. Pensei que visse ele apenas como um amigo. Aliás pensei que ele fosse seu melhor amigo.”

Sakura: “-E ele é! É que nós dois estávamos muito confusos e eu estava muito magoada.E eu não fiz nada! Foi ele quem me beijou...eu inclusive afastei ele.”

Jugo: “-Bem então ainda bem que vocês dois se acertaram.”

Sakura: “-Sim.Eu amo aquele babaca. Ele pra mim é como um irmão mais velho idiota.”

Sasuke: “-Você está falando de quem?”

Droga eu e Jugo não vimos o Sasuke se aproximando e muito menos chegando.E eu e Jugo não conseguimos disfarçar o nosso susto e a cara de quem estava aprontando.

Sakura: “-Ah querido. Que susto! Eu estava falando do Naruto.”

Sasuke: “-É...você tem dito bastante que o ama.”

Sakura: “-Você sabe o que eu quero dizer quando digo isso. Agora você...eu te amo tanto tanto tanto.” –eu sento no colo dele e começo a beijar sua boca. “-Eu sou totalmente sua.” –eu digo entre beijos.

Jugo: “-Então ta. Acho que eu estou sobrando aqui. Até mais.” –ele diz e vai embora.

Sakura: “-Então...o meu marido lindo não quer me levar até o quarto para termos um momento a sós?”

~

Acordei e era manhã. Deveria ser umas 6 horas da manhã. Sasuke já estava pronto e estava  colocando as suas últimas roupas na mochila.

Sasuke: “-Se apresse. Todos já estão prontos.”

Sakura: “-Ok. Eu só vou tomar um banho rapidinho e partimos.”

Estávamos tão próximos de Konoha. Só precisávamos passar por uma floresta para logo avistarmos os portões da entrada. Eu estava tão feliz por poder ter a minha filha na minha amada aldeia da folha. Pegamos todas as nossas coisas e partimos. Já havíamos entrado na floresta.

Suigetsu: “-Sakura você tem certeza que está bem né? Nenhuma pontada de dor nem nada?”

Sakura: “-Não. Eu já disse que estou bem.”

Karin: “-Para de ser medroso!”

Suigetsu: “-Não me culpe Karin. Eu nunca fiquei em uma situação como essa. Eu nem sequer fiquei tão próximo de uma mulher grávida!”

Sasuke: “-Se formos rápido daqui a uma hora conseguiremos chegar na metade da floresta. Fiquem atentos...podem ocorrem imprevistos como ninjas espiões ou outras coisas.”

Andávamos e não chegávamos. Eu já estava ficando angustiada então Sasuke parou de andar e então todos nós paramos também.

Jugo: “-Sasuke o que foi?”

Sasuke: “-Nós não estamos sozinhos. Apareçam!”

Três ninjas apareceram. Eles não usavam bandanas então não sabíamos de onde eram.

Karin: “- Droga! Eles vão nos atrasar. Quero sair imediatamente dessa floresta!”

Sasuke: “-Por que vocês estão nos seguindo?”

Ninja:”-Somos sem casa.Não somos de lugar nenhum.E vocês carregam mochilas talvez tenham pertences de valor.Então se vocês não resistirem e apenas nos entregarem seus pertences a mocinha grávida ali não vai precisar levar um susto vendo os seus amigos levando uma surra.”

Karin: “-Vocês estão querendo nos roubar? Vocês estão brincando né? Vocês sabem com quem vocês estão falando seus babacas?!”

Sasuke tira o seu cabelo de cima do seu olho esquerdo mostrando o seu Rinnegan Supremo levando os ninjas a um susto.

Ninja: “Olha o olho dele. Aquele garoto é o Uchiha.”

Ninja: ”E veja...aquela garota tem cabelo rosa. Eles só podem ser um dos novos lendários.Aqueles da equipe do Naruto.”

Suigetsu: “-Vão embora se vocês não quiserem nenhum problema. Nós estamos com pressa então não nos atrapalhe.”

Suigetsu estava falando mas eles não paravam de olhar para o Sasuke e o Sasuke os encarava de volta. Sasuke estava certo...as pessoas sempre olhavam e falavam dele,na maior parte, coisas ruins.

Ninja: “-Desculpe incomodá-los.” –disseram e foram embora.

Sasuke: “-Vamos embora não temos tempo para perder.”

Eu estava cansada. Não aguentava mais andar. Uma pontada forte de dor me atingiu. Eu parei e coloquei a mão na barriga.

Karin: “-Sakura o que foi?”

Sakura: “-Não é nada. Foi só uma pontada de dor. Já estou bem, podemos continuar.”

Sasuke: “-Não quer parar um pouco?”

Sakura: “-Não está tudo bem.”

Andamos mais um pouco. Eu estava sentindo uma dor muito forte mas estava tentando me controlar. Sabia que logo iria passar.

Sasuke: “-Pelo menos conseguimos chegar na metade da floresta.”

Sakura: “Estamos na metade ainda? Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah!” –eu grito por sentir uma dor angustiante.

Todos se viram para mim com os olhos arregalados.

Karin: “-Meu Deus do céu!” –Karin diz olhando para baixo.

Eu tento acompanhar os olhos da Karin e vejo que um líquido saindo de entre as minhas pernas.

Karin: “-Por Deus! A bolsa estourou! O que faremos?”

Karin vem ao meu encontro e me segura para eu apoiar nela. Eu gritava de dor.

Suigetsu: “Merda! Eu pressenti isso! Eu avisei! E vocês ficaram dizendo que eu era medroso! Agora sim eu estou com medo!”

Karin: “-Cala boca seu idiota! Você não está ajudando!”

Jugo: “-Sasuke a Sakura não pode ter o bebê no meio da floresta! O que faremos?”

Sasuke parecia perdido tentando encontrar uma solução quando finalmente suas pupilas se dilatam e brilham como se ele tivesse achado a solução para o fim do mundo.

Sasuke: “-Tem um esconderijo do Orochimaru aqui em algum lugar perto. Eu não me lembro direito. Estive lá apenas uma vez e por muito pouco tempo mas se eu não me engano a entrada fica por entre aquelas rochas.” –ele diz apontando para rochas bem próximas dali.

Jugo me pega no colo e todos vão correndo de encontro as rochas. Sasuke passa a mão pelas pedras e uma das pedras se aprofunda na solo rochoso abrindo uma passagem. Entramos todos com pressa.

Karin: “-Eu me lembro daqui. Também estive aqui!”

Suigetsu: “-Caramba são muitos cômodos! Olha quantas portas tem esse lugar!”

Karin: “-Tem uma sala aqui que o Orochimaru usava para experimentos, eu vou preparar essa sala. Eu vou ter que fazer esse parto.” –ela diz suando de nervosismo e medo.

Karin entra na sala as pressas e logo se ouve barulhos de lá de dentro. Sasuke senta no chão da sala ao lado e Jugo me coloca sentada no colo do Sasuke. Eu estava suando muito devido a dor e tentava gritar o mais baixo que podia mas minha agonia era completamente visível.

Sasuke: “-Era isso que eu temia.” –ele coloca o braço ao meu redor me abraçando.

Sakura: “-Vai dar tudo certo querido.” –eu digo fraquejando nas palavras.

Logo Karin entra na sala ás pressas nervosa.

Karin: “-O que você está fazendo Sasuke seu idiota?! Ela não pode ter o bebê aqui ! Anda...traga ela para a sala ao lado que eu já arrumei!”

Sasuke me leva com dificuldade por ter apenas 1 braço. Karin manda ele sair para apenas eu e Karin ficarmos na sala. Ele reluta mas obedece.

Karin: “-Então Sakura. É melhor que tudo dê certo porque se não der o Sasuke vai garantir de eu não acordar viva amanhã.Vamos coloque força nisso!”

Eu já estava cansada de tanto que andei mas precisava dar todas as forças que me restaram para a minha filha poder sair de mim. Eu gritava. Segurava a maca com tanta força que o metal entortou.

Karin: “-Sakura não gaste sua força com isso!”

Eu estava exausta. Não sabia mais de onde poderia tirar forças e minha vista já estava ficando embassada e escura. Eu estava prestes a desmaiar. De todas as batalhas que estive, todos os ferimentos que tive, nenhuma dor se compara a essa.

Karin: “-Sakura, por Deus, não desmaia! Por favor!” –Karin já estava chorando de nervosismo.

Eu preciso resistir. Preciso me manter acordada pela minha filha! Eu tiro forças de não sei aonde e coloco ela para fora gritando o mais alto que eu podia.

Karin: “-Isso! Está vindo! Aguente só mais um pouco! Vai Sakura força!”

Sakura: “-Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhh!”

Karin: “-Você conseguiu! Ela nasceu!” –ela disse com a Sarada nos braços.

Ela pegou uma das ferramentas que havia naquela sala e cortou o cordão umbilical da Sarada.

Karin: “-Me tragam água! Precisamos limpar o bebê rápido!” –ela disse gritando para os meninos que estavam no corredor do lado de fora da sala em que estávamos.

Depois de alguns minutos o Suigetsu entrou no quarto com uma bacia com água e Karin limpou a Sarada e a enrolou em um pano limpo. Eu estava completamente sem forças e não sabia como ainda não havia desmaiado.

Karin: “-Posso ficar com o cordão umbilical para guardar de lembrança?” –ela diz emocionada ainda chorando.

Sakura: “-Depois do que você fez é claro que pode.”

Karin:”-É tão linda. Eu vejo o Sasuke nela. Droga,ela acabou de nascer e eu estou olhando para ela como se ela fosse minha filha.”

Eu sorrio pela Karin estar emocionada e já gostar tanto da Sarada. Sasuke entra na sala. Primeiro olha para mim checando se está tudo bem,eu sorrio para ele e ele fica ao meu lado. Então Karin vêm com a bebê para mostrá-la ao Sasuke. Sarada era recém nascida mas realmente parecia com o Sasuke. Ela tinha cabelos negros e lisos,a pele bem clara e olhos escuros.Ela era linda.

Sakura: “-Nossa filha é perfeita!” –eu digo sorrindo para ele.

Karin: “Sasuke conheça Sarada Uchiha. A primeira Uchiha desde o massacre. Sua filha.”

                                                                                                         ~

 

                                                                                                                 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Então pessoal esse é o último capítulo. Porém uma pessoinha maravilhosa comentou no último capítulo e me deu a ideia de fazer uma segunda temporada dessa fanfic. Eu pensei bastante sobre o que eu poderia relatar nessa segunda temporada e acho que vale a pena sim. ENTÃO VAI TER MAIS CAPÍTULOS SIM! O próximo capítulo vai ser o primeiro da segunda temporada. Bem,espero que vocês tenham gostado da notícia né (: Vai ser meio que um desafio relatar a Sakura e o Sasuke como pais mas vou tentar fazer o melhor. Obrigada a todos que acompanharam essa primeira temp. espero que acompanhem a segunda (: Beijos e até o próximo capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...