História Os sete pecados captais . - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bts, J-hope, Jimim, Jin, Jungkook, Kim Taehyung, Rap Monster, Suga, Vampiro
Exibições 21
Palavras 1.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiin pessoas
Boa leitura
Autora-chan~

Capítulo 3 - Julie


Fanfic / Fanfiction Os sete pecados captais . - Capítulo 3 - Julie

         -------- De noite -------



      Demorou um tempo para o médico completar toda a análise dos meus exames, mas concluiu que eu estou bem e até levei alta e já pude voltar pra casa, porém vou ficar em observação por um curto período de tempo.



          - O medico disse que no momento em que você bateu a cabeça, uma parte da sua memória meio que se perdeu e você pode demorar algum tempo para se lembrar de tudo, mas a boa notícia é que você só se esqueceu de tudo o que viveu hoje, as suas memórias todas ainda estão salvas aí.- disse meu pai . 



            - Que bom né - 



            - Pelo menos não se esqueceu de mim - disse Taehyung se deitando ao meu lado na cama. 



            - Nunca vou me esquecer de você - 



           - Acho bom mesmo - disse ele me abraçando. 



          - Então tá, boa noite crianças e cuidado com o monstro dentro do guarda roupa ou embaixo da cama - brincou meu pai.



        - Pai tem um homem de verdade aqui dormindo com ela, então não tem porque sentir medo, eu protejo ela - disse Taehyung, senti minhas bochechas queimando de vergonha. 



        - Tá bom o "Homem de verdade"- 



        - Boa noite pai, e apaga a luz?? - pedi e assim ele fez . 



        Meu pai saiu do quarto e fechou a porta, ficamos na cama somente eu e o Tae, as vezes o sono demora pra me pegar e um silêncio tão grande toma conta do quarto, quer dizer o silêncio permanece até o Tae começar a roncar, ai sim a minha paz acaba. 
         


         - Tae ?? Você está acordado ??- perguntei me virando de frente pra ele. 



        - Talvez - respondeu ele abrindo os olhos e me encarando. 



         - Conta aquela história??- 



        - Ahh não, de novo não - reclamou ele me abraçando pela cintura . 



       - Por favor conta, eu me esqueci dela - 



        - Hum sei..... vamos fazer assim, eu te conto e você promete que vai me deixar dormir abraçado com você por um mês??- perguntou ele levantando seu dedo mindinho.



        - Prometo, começando com hoje - levantei meu dedo mindinho também e fiz a promessa.



      - Ok, não pode quebrar - 



      - Conta logo a história - 



       - Era uma vez um homem muito bonito chamado vaidade, esse homem era tão bonito que não importava onde ele estava e o jeito como ele estava, todas as mulheres caiam aos seus pés graças a sua beleza, esse homem dormia com várias mulheres diferentes mas nunca se apaixonou por nenhuma mulher de verdade, ele decidiu viajar por todos os lugares do mundo, esse homem queria se apaixonar, mas o problema é que ele não conseguia tentar conquistar uma mulher pois só de olhar para ela, ele já sabia que a teria nas mãos, porém em uma de suas viagens ele conheceu uma mulher, ela era muito bonita e jovem, seus cabelos prateados quase brancos, os olhos azuis bem claro, sua pele era tão branca e sua boca rosada, o homem conhecido como vaidade se apaixonou pela mulher no mesmo instante que a viu, a mulher possuía um olhar puro e seu coração era limpo, ele nunca havia conhecido uma mulher tão inocente e ingênua, ela foi a primeira que não caiu em suas cantadas baratas e nem se derreteu pela beleza do homem, ele tentou conquistar a pobre mulher de todas as formas possíveis, mas ela só o aceitou como amigo, e isso foi o que deixou o homem muito triste, um dia esse homem decidiu apresentar a mulher aos amigos e se gabar pela linda mulher que havia conquistado, os amigos obviamente ficaram deslumbrados com a beleza e a humildade da mulher, eles até a batizaram de " Julie " que era uma antiga deusa que possui as mesmas características que a mulher, Julie se apaixonou de primeira por um dos amigos do homem, não quer que eu termine de contar amanhã??- perguntou Tae interrompendo a história.



       - Aé ?? então pode me soltar, o trato é você contar a história inteira - 



       - Ya, ela se apaixonou por um dos amigos do homem vaidoso, quando ela contou ao amigo do homem seus sentimentos, se declarou para ele, o amigo a disse para manter em segredo pois se o Vaidoso soubesse eles poderiam acabar brigando, Julie teve vários encontros românticos e todos as escondidas, em um dos encontros Julie perdeu sua virgindade, os dois se amaram de uma forma tão sincera que desse amor nasceu um menino, o problema foi Julie conseguir esconder esse filho, ela não queria mais esconder seu amor de todos, e os dois se manifestaram como um casal e disseram a todos que irião se casar em breve, também apresentaram seu lindo filho a todos os amigos e familiares, inclusive ao Vaidoso, ele não aceitou que os dois se amassem, e culpou o amigo por ter roubado sua amada, mas a própria Julie alegou nunca ter sentido nada por ele, o que deixou o homem muito furioso, em um certo dia enquanto todos dormiam tranquilos o Vaidoso roubou a criança do casal e a mandou para muito longe onde seus pais nunca iriam encontrar, o noivo de Julie furioso declarou vingança contra o amigo, Julie se sentiu culpada pelo ódio que os dois passaram a sentir um do outro que tomou um veneno o qual não tinha cura, seu noivo mais do que furioso com tudo que ocorreu culpou vaidoso por tudo que estava acontecendo, prometeu que vaidoso iria enfrentar sua ira e que não sairia barato a morte de sua mulher, o noivo de Julie invocou a ira de dentro do seu próprio coração e a vingança tomou conta de seus princípios, quando a noite caiu os dois travaram uma batalha insana, onde resultou na morte dos dois, vaidoso morreu deixando uma criança para trás assim como o amigo e ele mesmo nem sabia da existência, até o momento de sua morte quando se tocou que a beleza dele seria passada para outro, que em seu lugar iria fazer tudo diferente. A batalha dos dois ficou muito conhecida como o pecado da vaidade contra o pecado da Ira .- 



         - Eu ainda não entendo o que aconteceu com o filho da Julie -



         - Ele sumiu no mundo - 



         - Mas eu realmente acho que essa história deveria ter alguma continuação para explicar melhor o que aconteceu.- 



         - Yuri vai dormir, nosso trato foi que eu conto a história e você me deixa dormir - disse ele me abraçando de frente. 



          - Mais eu não estou com sono . - 



         -  Aish , silêncio - pediu Tae .
 


Notas Finais


Eai pessoas o que vocês acharam da história do Tae ?? Só digo uma coisa tudo sera explicado com o tempo kkk ok
Desculpa os erros de gramática.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...