História Os Sete Seres. - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Aventura, Ecchi, Romance
Visualizações 4
Palavras 3.919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Um castelo assustador e um rapaz muito misterioso.

Capítulo 26 - O castelo de Draco.


Fanfic / Fanfiction Os Sete Seres. - Capítulo 26 - O castelo de Draco.

O sol queimava mais forte do que antes, e o mar estava enfurecido.

Depois de uma pequena viagem, nós finalmente chegamos na terra livre, mas dessa vez nós não descemos do Loveship, o tempo para salvar o mundo estava acabando e nós não poderíamos nos preocupar com a preocupação de manter a magia escondida do olhar dos humanos.

Sobre o Loveship, Tyrion e eu avistávamos cidades destruídas por terremotos, pessoas desesperadas e vulcões entrando em erupção.

Os animais corriam desesperados pelos campos. Os antílopes e as hienas eram velozes e conseguiam fugir da lava borbulhante, mas as tartarugas gigantes não conseguiam se mover rapidamente, e muitas delas com certeza morreriam, alcançadas pela lava do vulcão.

É muito triste... Não é? — Falou Tyrion com uma voz melancólica.

Sim! É terrível. — Eu respondi com tristeza.

Comovido pelas cenas de sofrimento e desespero, Tyrion se sentou próximo de meu braço e falou — Quando a Gaina morreu eu pensei que eu nunca mais me preocuparia com esse mundo. Mas ao ver o sofrimento dessas pessoas e desses animais... Eu percebo que eu não desejo isso para os meus amigos ou para todos na minha terra.

Gaina era o nome de sua esposa? — Eu perguntei curioso.

Tyrion:— Minv! Gaiva era a gnoma mais bela, gentil e doce que eu já conheci, o seu cabelo dourado dividido em duas tranças era muito belo, e combinava com a sua roupa verde e Glubish.

Glubish? O que significa Glubish? — Eu perguntei confuso.

Tyrion sorriu discretamente e respondeu — Glubish significa humilde porem belo! em Lanly! Também era assim que eu me referia á Gaiva em nosso lar.

Eu sorri comovido pelo amor verdadeiro do gnomo e falei — Você realmente era muito apaixonado por Gaiva! Não é?

Tyrion concordou com a cabeça e falou — Minv! Ela foi a minha Lud ET Fior.

A lua de sua vida? — Falou Lizzie enquanto se aproximava de nós dois.

Minv! Rsrsrsss... Eu não sabia que todas as feiticeiras sabiam falar Lanly tão bem. — Falou Tyrion com um sorriso simpático.

De fato a maioria não sabe! U.u Apenas as melhores! U.u — Exclamou Lizzie fazendo uma pose orgulhosa.

Hahahahaha... — Nós começamos a rir, enquanto Clara e Florbela conversavam do outro lado do navio.

Os seus amigos aparentam ser bastante engraçados. — Falou Florbela com sua voz baixa e doce.

Ah, eles são sim! Muito engraçados e legais quando estão felizes. — Respondeu Clara com muita simpatia.

Florbela então olhou fixamente para Tyrion e sussurrou — Eu também queria que o Tyrion voltasse a sorrir assim novamente. ç.ç Desde que a esposa dele morreu... Ele nunca mais foi feliz...

Clara sorriu discretamente para a fadinha e falou — Você é apaixonada por ele não é?

Florbela ficou extremamente envergonhada e muito vermelhinha! ^_^ Então, enquanto tentava disfarçar o nervosismo, falou — Noba! Eu... Eu... Eu não sei so... Sobre o que você está... Fa... Falando...

Motivada, Clara começou a rir discretamente e perguntou — É mesmo? Então por que você começou a gaguejar quando eu perguntei sobre isso? ( ͡° ͜ʖ ͡°) Hein? ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Florbela ficou sem respostas e com muita vergonha admitiu — Tá bom! Eu admito! Eu gosto muito dele! Mas por favor... Não diz isso pra ele, tá?

Não se preocupe! O seu segredo está muito bem guardado comigo! U.u Mas... Por que você nunca se confessou pra ele? — Perguntou Clara curiosa.

Florbela corou o rosto novamente e com uma voz bastante tímida respondeu — Eu não te... Tenho coragem...

E por que não!? O Tyrion é seu amigo não é? — Exclamou Clara para a fadinha.

Minv! O Tyrion é o meu melhor amigo... Por isso que eu tenho medo de me confessar! Eu tenho medo de ele não aceitar os meus sentimentos e nunca mais falar comigo. — Falou a fadinha com tristeza na voz.

Clara sorriu comovida com a resposta da pequena fada, e enquanto suspirava para relaxar o corpo, Clara falou — Eu entendo o seu pensamento. Mas isto é apenas medo de ser rejeitada! Vai por mim! Eu também já senti isso uma vez.

Sério? Com quem? — Perguntou a fadinha curiosa.

Com o Nero! — Respondeu Clara.

Com o Nero? Com o mestiço do grupo!? O.o — Exclamou Florbela surpresa.

Sim! Com o meu namorado. — Respondeu Clara com um sorriso no rosto.

Florbela ficou bastante surpresa ao descobrir a relação entre Nero e Clara! Então com uma voz bem baixinha e fofinha, a fadinha perguntou — Então... Você também tinha medo de ser recusada pelo Nero?

Clara:— Sim! Eu nunca acreditei que ele pudesse me aceitar como a namorada dele. Mas eu me declarei e ele aceitou! ^_^ E nós estamos nos dando muito bem até hoje. ^_^

Florbela ficou um pouco mais esperançosa ao ouvir o relato de Clara. Mas por ser um pouco insegura, assumiu — Eu também gostaria de poder me confessar e poder namorar com o Tyrion! Mas eu sou muito tímida e fraca, eu nunca vou conseguir falar o que eu sinto para ele...

Comovida pela fadinha, Clara pensou um pouco e falou — E se eu falasse com ele para você? Isso ajudaria?

Florbela:— Minv! *-* Mas eu acho que é melhor nós descobrirmos se ele também gosta de mim! Assim nós evitamos qualquer tipo de problema.

Ok! Se você quer fazer desse jeito... Que assim seja! ^_^ Eu vou conversar com ele e tentar falar um pouco sobre você! Daí eu descubro se ele também gosta de você. — Falou Clara com um olhar determinado.

Então, Clara se aproximou lentamente em nossa direção, mas antes que ela pudesse falar alguma coisa, Lizzie gritou — Chegamos! *-* ^_^

Eu olhei para baixo e avistei um enorme castelo com uma estatua de dragão sobre a porta.

Quem será que mora neste lugar assustador? — Perguntou Tyrion.

Lizzie desceu o navio até o chão e respondeu — O morador desse castelo se chama Draco. E ele é um velho amigo meu.

Tyrion ficou admirado com o conhecimento da feiticeira e falou — Maharar! Você realmente tem muitos amigos estranhos.

Eu comecei a rir e concordei com Tyrion dizendo — Você nem imagina! Hahahaha...

Então, todos desceram do navio e esperamos alguém abrir a porta do castelo.

Não devemos bater? — Perguntou Florbela.

Não precisa! Ele já sabe que nós estamos aqui. — Respondeu Lizzie.

Então os portões do castelo se abriram, e dois animais predadores da região se aproximaram em nossa direção. O_O

Um Merute e um Zicalla. *-*

O Merute é um animal muito parecido com uma raposa, porém de cor cinza com listras negras.

O Zicalla é um felino magro e veloz, com patas traseiras longas, e uma crina arrepiada nas costas. ( É muito parecido com um guepardo.)

Os dois animais pararam na nossa frente e perguntaram — Quem são vocês?

Nós somos amigos em uma aventura! E eu sou uma velha amiga do Lorde Draco. — Respondeu Lizzie.

E o que você deseja? — Perguntou o Merute.

Vocês poderiam avisar ao seu mestre que a feiticeira Lizzie deseja falar com ele? — Pediu a feiticeira gentilmente.

Eles não precisam me chamar porque eu já estou aqui! — Falou um homem pálido e de olhos vermelhos, escondido entre as sombras da escuridão do interior do castelo.

Draco! *-* Querido! Há quanto tempo eu não te vejo!? — Exclamou Lizzie correndo na direção do estranho rapaz.

Draco abriu os braços e abraçou a feiticeira em um abraço bem apertado, enquanto dizia — Hêhehe... Faz mais de 100 anos que eu não te vejo! ^_^ Como está o seu pai e a Lyanna?

Lizzie beijou a bochecha do rapaz e depois respondeu — O papai morreu faz uns 50 anos. Já a Lyanna, a minha irmã, morreu pouco tempo depois de você nos visitar.

O estranho rapaz ficou muito surpreso com a noticia da morte dessas pessoas e perguntou — Não é possível! O_O Como eles puderam morrer tão cedo?

Lizzie sorriu forçadamente e respondeu — O papai decidiu que já havia vivido tempo suficiente e me deu o cajado dele! Já a Lyanna morreu da mesma doença que matou a mamãe.

Os olhos vermelhos do lorde foram tomados por tristeza. Então ao abraçar novamente a sua velha amiga, o lorde falou — Eu sinto muito! Mas já que você veio até aqui, por favor, entre! ^_^ É muito bom reencontrar uma velha amiga e uma antiga paixão ao mesmo tempo! ^_^ Hahahahaha...

Lizzie começou a rir e perguntou — Você ainda não encontrou uma mulher adequada?

O lorde segurou a mão da feiticeira e olhando nos olhos dela falou — Não! Ç.ç Eu nunca achei alguém que fosse tão linda quanto você ou a sua irmã. *-* ç.ç

Lizzie então sorriu e falou para nós entrarmos no castelo. Ela nos apresentou ao lorde Draco, e somente naquele momento, eu pude perceber que o homem de olhos vermelhos e corpo pálido era bastante jovem, elegante e bonito.

Clara se aproximou do meu ouvido e sussurrou — Nossa! Que gatão hein? *-* Será que é algum ex-peguete da Lizzie? ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Eu olhei novamente para o elegante rapaz e falei — Eu acho que é apenas um velho amigo.

Bastante educado, o elegante lorde reverenciou a todos nós e falou — Bem vindos! Amigos de minha amiga! Eu adoraria poder servir vocês com um farto e belo banquete! Mas eu não sabia que eu receberia visitas, e com a atual situação do continente, sair lá fora significa morrer queimado ou soterrado. Ç.ç

Lizzie então segurou na mão do lorde e falou — Não se preocupe Draco! Você não precisa se incomodar! O Nero e a Clara podem trazer comida do meu navio e se alimentarem sem problemas. ^_^ Enquanto isso, porque não passeamos pelo seu castelo e conversamos sobre os velhos tempos e as novidades?

Lorde Draco sorriu contente e respondeu — Sim! ^_^ É uma excelente ideia. ^_^ Vocês podem escolher qualquer quarto do castelo meus amigos. Sintam-se em suas casas.

Depois de falar isso, os dois amigos saíram de mãos dadas pelos corredores, enquanto Lizzie contava varias coisas para o elegante rapaz.

Clara olhou para mim com um olhar pervertido e sarcástico, e depois falou — Pois é! Eu acho que hoje a noite a Lizzie vai dormir muito bem acompanhada. ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss...

Eu olhei pervertidamente para Clara e falei — Pode ter certeza que sim! ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss...

Famintos, nós fomos até o Loveship e comemos lá mesmo. Depois retornamos ao castelo e procuramos por um bom quarto.

Encontramos um com uma cama de casal e decidimos ficarmos todos juntos.

Florbela ficou um pouco envergonhada, mas tentou disfarçar o nervosismo perto de Tyrion.

Clara então se aproximou do meu ouvido e sussurrou — Sai do quarto e leva a Florbela com você por um tempinho!

Eu olhei desconfiado pra Clara e perguntei — Por que?

Clara se aproximou novamente do meu ouvido e falou — Porque eu quero conversar sozinha com o Tyrion! Vai logo! É para ajudar a Flor!

Eu não entendi direito, mas concordei e falei — Florbela! Você poderia vir comigo até o Loveship novamente? Eu acho que eu esqueci uma coisa no meu quarto. Rsrsrsss...

Tu... Tudo bem! Eu acompanho sim. — Falou Florbela entendendo o plano.

Saímos do quarto, e Clara e Tyrion ficaram sozinhos.

Clara olhou para o pequeno gnomo e perguntou — E ai? O que você achou do castelo?

Tyrion olhou para o teto antigo e para as paredes velhas e respondeu — Um pouco assustador! Mas o que me intriga aqui não é o castelo...

E o que é? O.o — Perguntou Clara curiosa.

O rapaz que aqui vive! Ele não é humano! Mas mesmo assim eu não consigo descobrir o que ele realmente é! — Falou Tyrion com um olhar desconfiado.

Entendo. Mas sem querer fugir do assunto, eu gostaria de te perguntar uma coisa! — Exclamou Clara com simpatia.

Tudo bem. Pergunte! — Respondeu Tyrion.

O que você acha da Florbela? — Perguntou Clara cheia de expectativa.

Tyrion sorriu e começou a rir baixinho e discretamente. — Rsrsrsss... —

O que foi? Por que você está rindo? — Perguntou Clara confusa.

Tyrion então parou de rir e falou — Florbela lhe pediu para você perguntar isso para mim não foi?

Clara sorriu e concordou falando — Isso mesmo! Rsrsrsrsss... E eu acho que você também sabe que ela é apaixonada por você! ( ͡° ͜ʖ ͡°) Não sabe?

Tyrion tossiu discretamente e respondeu — Bem... Eu acho que você passa a desconfiar um pouco disso quando a menina passa a lhe visitar todos os dias para levar doces e ver como você estar.

Clara começou a rir e perguntou — Então... Você gosta dela?

Tyrion pensou um pouco e respondeu — É claro que sim! ^_^ Florbela é a minha melhor amiga! ^_^ Mas eu não sei se eu consigo amá-la como ela espera que eu possa... ç.ç Eu nunca consegui amar outra pessoa que não fosse a Gaina. Ç.ç

Clara então se aproximou do gnomo e falou — Você deveria tentar um pouco! A flor é uma fadinha muito fofinha você não acha? ^_^

Tyrion sorriu meio envergonhado, mas concordou dizendo — É sim! ^_^ E muito bonita e atraente também.

Clara:— Então porque você não dá uma chance pra ela? Eu tenho certeza que ela faria de tudo para te agradar.

Tyrion então pensou um pouco e suspirou, pensou novamente e respondeu — Tudo bem! Eu vou tentar! Mas só quando essa aventura terminar! U.u Deveri?

Clara:— Ok! ^_^ Mas eu não entendi a ultima palavra! O.o

Tyrion:— Hahahaha... Deveri significa "aceita"? Ou "concorda"? Em Lanly.

Clara:— Ah! Entendi! ^_^ Rsrsrsss...

Então, enquanto Clara e Tyrion conversava, Florbela e eu caminhávamos pelo castelo, enquanto conversávamos sobre o plano.

Você realmente gosta muito dele! Não é? — Eu perguntei enquanto observava a fadinha corar de vergonha.

Florbela ficou muito vermelhinha, mas apesar da vergonha respondeu — Sim! O Tyrion é um amigo muito precioso para mim.

Eu sorri discretamente e continuamos a caminhar até chegarmos em uma sala escura com um antílope morto sobre uma grande mesa de pedra.

O que é isso? — Perguntou Florbela assustada.

É um antílope morto! O.o Mas... Porque alguém deixaria isto aqui? — Eu perguntei confuso.

Florbela voou até o meu ombro e se escondeu atrás da minha cabeça.

Curioso, eu decidi me aproximar e investigar o corpo do animal.

O corpo do antílope estava frio e duro, mas o animal não apresentava nenhum ferimento grave que pudesse ter causado a sua morte.

Depois de investigar a área do pescoço do animal, eu encontrei duas marcas de mordida que pareciam bastante com uma picada de cobra.

Neste momento, duas criaturas silenciosas se aproximaram e falaram — Parece que o mestiço encontrou o nosso Ngezi.

Eu me virei e percebi que o Merute e o Zicalla estavam atrás de nós. O_O

Eu tentei manter a calma e perguntei — Ngezi? O que é um Ngezi?

Ngezi é como os nativos chamam essa espécie de antílope negro. — Respondeu o Merute.

Já os forasteiro os chamam de Sables! — Acrescentou o Zicalla.

Eu fiquei um pouco mais calmo com a explicação e perguntei — Foram vocês que caçaram o Sable?

Não! Não fomos nós que caçamos o antílope. — Respondeu o Merute.

Então... Quem foi? O_O — Perguntou Florbela assustada.

Foi o mestre Draco. — Respondeu o Zicalla.

Florbela e eu ficamos espantados com a resposta! Então decidimos perguntar — Mas como ele fez isso? O.o O corpo do animal está intacto. O.o

O Merute então sorriu, e com uma voz bem assustadora respondeu — O mestre não come a carne de suas vitimas! Ele prefere sugar o liquido vermelho de seus corpos para poder sobreviver! Depois o que sobra...

Nós devoramos! — Completou o Zicalla.

Eu não conseguia acreditar! O_O Eu não podia crer que lorde Draco, o amigo da Lizzie, e o nosso anfitrião; era na verdade um vampiro. O.o

Florbela ficou apavorada com a revelação e voou rapidamente pelos corredores, me deixando sozinho naquele lugar assustador. O_O

Eu também não perdi tempo e corri atrás dela até chegarmos no quarto, onde Tyrion e Clara ainda conversavam!

Abram a porta! Abram a porta!!! — Gritava Florbela do lado de fora do quarto.

Clara escutou os gritos da fadinha e ao abrir a porta, ela me viu correndo desesperadamente pelo corredor.

Clara:— Flor!? Nero!? O.o O que aconteceu?

Eu não respondi a pergunta de Clara e apenas á empurrei para dentro do quarto. Depois tranquei a porta e Perguntei — Todos estão bem?

Clara olhou furiosa para mim e respondeu — Só o Tyrion! O_O Porque eu acabei de ser atirada no chão pelo meu próprio namorado! O_O

Arrependido e um pouco envergonhado, eu pedi desculpas para Clara e a ajudei a se levantar do chão.

Florbela voou apavorada na direção de Tyrion e o abraçou enquanto tremia de medo.

O que aconteceu com vocês? — Perguntou Tyrion confuso.

Nós descobrimos um segredo terrível! — Respondeu Florbela apavorada.

O que vocês descobriram? — Perguntou Clara confusa.

Eu acho que nós, arf, descobrimos, arf, a verdadeira, arf, natureza, arf, do Draco. — Eu respondei enquanto tentava controlar a minha respiração.

Como assim? O que ele é? — Perguntou Tyrion confuso.

Nervoso, eu enxuguei o suor frio de minha testa e respondi — Bom, eu acredito que ele seja um vampiro!!! O.o

Os olhos de Clara ficaram esbugalhados com a revelação O_O E depois, ao sair do seu transe de pavor ela gritou — O_O Um vampiro!!! O.o O_O

Hey, não grite! — Gritou Tyrion.

Clara tampou a boca com as mãos e falou — Ops! Foi mal! Rsrsrsss...

Tyrion aparentava temer o lorde Draco! Então enquanto abraçava a sua amiga, e acariciava o cabelo da fadinha, o gnomo perguntou — Vocês realmente tem provas de que ele é um vampiro?

Nero:— Sim! Eu tenho! Ao menos que você conheça outra criatura capaz de sugar todo o sangue de um antílope e deixar a carne para os pets dele comer! O_O

Tyrion então coçou a cabeça e começou a pensar, enquanto Clara perguntava — Ok, mas... O que nós fazemos agora? O.o

Eu acho melhor nós não sairmos do quarto até o dia amanhecer! Depois eu perguntarei a feiticeira se ela sabe sobre isso. — Falou Tyrion com muita calma.

Nós concordamos com o gnomo e fomos dormir! Nós trancamos a porta com alguns cadeados velhos, e ficamos acordados por algum tempo até pegarmos no sono.

Florbela estava tão assustada que dormiu abraçada com Tyrion. ( ͡° ͜ʖ ͡°) Clara também me abraçou e dormiu com rosto encostado no meu pescoço. ^_^

Porém, enquanto Tyrion, Florbela, Clara e eu dormíamos no quarto. Lizzie e Draco passeavam de mãos dadas pelo castelo.

Os dois estavam conversando sobre coisas do passado. Quando Draco perguntou — Por que você ajuda os humanos? Eles nunca se preocuparam com os outros.

Eu ajudo os humanos porque assim como você; eu também sou parte humana! Ou você já se esqueceu que antes de você virar um vampiro você também era humano? — Respondeu Lizzie com um olhar bastante irônico.

Lorde Draco sorriu e respondeu enquanto acariciava o cabelo de Lizzie — Não! Eu não esqueci! No passado eu até desejei ser humano novamente... Apenas para poder pedir a sua mão ou a da sua irmã em casamento. Rsrsrsss... Mas não adiantaria de nada! Afinal um humano ou um vampiro não seria digno de feiticeiras tão belas como vocês duas! u.u

Lizzie se sentiu bastante elogiada e sorriu gentilmente para o vampiro, antes de falar — Bom, sobre a minha irmã eu não posso responder, mas por mim... Eu adoraria passar uma noite com você... ^_^ ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss...

Lorde Draco sorriu contente, mas olhou um pouco desconfiado para a feiticeira e comentou — Porque eu acho que isso vai ter um preço? ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss...

Porque sempre tem! ( ͡° ͜ʖ ͡°) Hahahaha... — Respondeu Lizzie com ironia.

Lorde Draco sorriu e cruzou os braços enquanto perguntava — E qual seria o preço?

Lizzie se aproximou sensualmente do Lorde e com uma voz bem sedutora falou — Como você é um bom e velho amigo, eu vou cobrar baratinho! ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss...

Lorde Draco sorriu envergonhado e falou — Lizzie, Lizzie... Não fale desse jeito. Você está parecendo uma prostituta. Hahahaha...

Lizzie:— Ei! Não estrague o meu programa! ( ͡° ͜ʖ ͡°) U.u Kkkkkkkk...

Draco:— Hahahahaha... Você é realmente muito engraçada, mas me diga! O que você precisa de mim?

Então... Eu ouvi alguns boatos que você sabe algo sobre a cidade perdida de Andaluz. É verdade? — Perguntou Lizzie enquanto acariciava o peito do vampiro.

É sim! Eu passei muito tempo estudando e explorando os mistérios e segredos daquela cidade subterrânea. Mas... O que Andaluz tem que você possa querer? — Perguntou Draco com um olhar desconfiado.

Lizzie então se aproximou do ouvido do rapaz e enquanto acariciava o peito do vampiro, falou de maneira bem lenta e provocante — Ué! Você passou tanto tempo lá e não tem ideia do que eu possa querer daquelas ruínas? ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss... Tudo bem! Eu vou te dar algumas dicas... ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss...

Certo! Deixe-me tentar adivinhar o que você deseja! — Falou Draco com pompa.

Lizzie:— Ok! Primeira dica: é grande! ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Draco:— Uma estatua de ouro?

Lizzie:— Não! Segunda dica: é comprido! ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Draco:— Uma pilastra?

Lizzie:— Não! O.o É grande demais! O.o ( ͡° ͜ʖ ͡°) U.u Eu não aguentaria segurar! ( ͡° ͜ʖ ͡°) U.u

Então fala logo! — Exclamou Draco perdendo a paciência.

Lizzie:— Ok! Terceira e ultima dica! ( ͡° ͜ʖ ͡°) U.u É negra e afiada!

Lorde Draco então sorriu e Perguntou — Essa foi fácil! Mas... Por que a feiticeira descendente de Nárzil desejaria a espada negra de Andaluz?

Porque ela é a única arma capaz de derrotar Chaos! O_O Ou você acha que eu iria até uma cidade em ruínas apenas para fazer um passeio turístico enquanto o mundo está sendo destruído? O_O — Respondeu Lizzie de maneira sarcástica.

Draco:— E você e os seus amigos pretendem derrotar Chaos? O.o Hahahahaha... Me perdoe mas essa ideia é idiotice! Vocês não podem derrotar um ser tão poderoso como Chaos! Aquele golem tem um poder de um deus! O.o

É por isso que precisamos da espada! O_O Apenas aquela arma pode destruir Chaos. — Exclamou Lizzie.

Draco:— Isso é apenas uma lenda! Se a espada realmente fosse um perigo para Chaos, por que os demônios á forjariam? Por que eles não á esconderam ou a destruíram?

Porque talvez ela não possa ser destruída! U.u Mas isso eu descubro depois! E ai? Você pode ou não pode nos levar até a espada? — Perguntou Lizzie impaciente.

Sim! Eu posso sim! ^_^ Mas isso vai ter um preço... ( ͡° ͜ʖ ͡°) — Falou o lorde com um olhar pervertido, mas brincalhão.

É mesmo? ( ͡° ͜ʖ ͡°) E qual seria? ( ͡° ͜ʖ ͡°)... — Perguntou Lizzie com um olhar sensual e provocante.

Você tem que descansar o resto da noite! U.u Eu não quero ver você cansadinha! U.u Então você vai dormir no meu quarto. U.u ( ͡° ͜ʖ ͡°) Para que eu possa ficar de olho em você! U.u ( ͡° ͜ʖ ͡°) Então ao amanhecer eu levo todos vocês até a cidade. — Falou Draco com uma voz romântica e sedutora, enquanto olhava diretamente nós olhos de Lizzie, e acariciava o rosto da feiticeira.

Mas como você vai nos levar de dia se você não pode sair á luz do sol? — Perguntou Lizzie confusa e preocupada.

Draco:— Não se preocupe! Eu tenho um jeito! U.u Mas me diga... Você aceita a minha proposta? ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Lizzie:— Já que você insiste... ( ͡° ͜ʖ ͡°) Eu aceito! ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss...

Então Lorde Draco segurou delicadamente a mão de Lizzie e falou — Então venha comigo! Eu tenho muita coisa para lhe mostrar! ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss...

Lizzie apenas sorriu pervertidamente e falou — Eu espero que você realmente tenha! ( ͡° ͜ʖ ͡°) Rsrsrsss...

 


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...