História Os sonhos - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, Vulkin, W. D. Gaster
Tags Alphysxundyne, Frans, Mettapyrus, Sansrisk, Tortura, Undertale, Violencia
Exibições 74
Palavras 1.040
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


entao, eu queria perguntar se vcs preferem a forma que eu estou escrevendo agr
ou a que eu escrevia antes
escrevi esse cap pelo celular pq nao tava mais aguentando a falta de acento (gracas a Deus)
boa leitura <3

Capítulo 9 - De volta ao subsolo


Frisk: vou ter que fazer tudo de novo... Merda
( eu vou pular essa parte pq não vai fazer diferença nenhuma na história)
-estava lá eu saindo das ruínas de boas quando eu lembro que vai ser a próxima pessoa que eu vou encontrar -
-Vai da merda, vai da merda vai, vai da merda vai, eu comecei a cantar mentalmente a música que define a minha vida enquanto ia andando caminho à frente-
Crack( não é o de drogas, é o efeito sonoro tá :v)
-já tá dando merda, tá dando merda tá -
Sans :humano, vc não sabe cumprimenta um novo amigo ?
Vire-se e aperte a minha mão - eu virei e apertei a sua mão, cara, que vontade de pular em cima dele e abraçar esse monstro [❤] , ele não sabe a felicidade que eu to só de ver ele, não Frisk, se contenha, é para o seu bem e de todos os outros que vc ama-
Sans :Pode passar, meu mano fez as barras largas demais- papys...-
-eu me virei e passei pelas barras, me senti observada enquanto passava, constrangedor...-
Frisk: poderia por favor parar de me observar ? Isso é constrangedor - eu falei sem desviar meu olhar da neve Bruna é fofa-
Sans:er... É claro, desculpa aí, é só que a algo em vc que me fasci... Deixa curioso ( hurum... Sei )
Frisk: -eu senti meu rosto esquentar-
Sans: ei, meu mano tá vindo, se esconde atrás daquele abajur super conveniente - eu segui as suas ordens e fui para atrás do abajur-
Papyrus:
Sans!!
-quebra de tempo-
Frisk: ok, chegei finalmente ao mtt resot, foi mais rápido que eu pensava... - e lá está ele, dá pra passar reto ? Nhaaa, seria rude demais- oie Sans - eu falei dando um sorriso no final da frase-
Sans: heya kid
Frisk: oq vc tá fazendo ?( referencia, eu amo referências)
Sans: nada, ei, vc quer...- eu o interrompi-
Frisk: eu adoraria
Sans: ok, obrigada por se oferecer para pagar, vamos, eu tenho um atalho - ele foi andando na frente e eu fui o seguindo-
Sans:
( vamos pular um pouco o diálogo)
Sabe oq teria acontecido se eu nunca tivesse feito aquela promessa ?
Frisk: não, conta aí
Sans: cara.... Vc teria morrido antes mesmo de perceber -as orbes dele ficaram negras-
Frisk: e quem teria me matado, vc ?
-eu apoiei minha cabeça nas minhas mãos -
Vc não tem cara de quem mata sem um bom motivo, e se mata-se, não quebraria sua promessa certo ?
Isso que eu gosto de vc, vc é um cara de palavra -o rosto dele ficou um pouco azul e eu dei uma risada baixa- e no final de tudo fica fofo corado- eu dei um sorriso fechando totalmente os olhos-
Sans: er... Eu tenho que ir, nos vemos por ai,se cuida pirralha
Frisk: - eu dei uma risada baixa, ele anda corando muito fácil ultimamente...
Caramba, ele deve ta doente e eu to tirando uma com ele, cara, eu devo ser uma pessoa muito ruim( ou muito trosha mesmo), a quem liga, já to perto do núcleo, superfície me aguarde e Louise tbm, aquela peste --eu sai do restaurante e segui em frente-
-quebra de tempo-
Frisk: - eu peguei a alma amarela ( justiça) e dei uma pequena risada ao olhar pra trás e ver flowey- veio se despedir ?
Flowey: cheguei atrasado ?
Frisk: um pouco, bom, te vejo na próxima
Flowey: vai ter próxima ?- eu dei um riso baixo-
Frisk: até- eu passei pela barreira-
Errr, será que dá pra impedir a morte dos meus pais dessa vez ? Vamos ver...
-quebra de tempo(5anos depois)(vai ter muita quebra de tempo nesse cap sim)-
Frisk:- é... No final não deu pra impedir a morte deles, e eu vim parar no mesmo inferno com o mesmo capeta, o-ti-mo, bom, pelo menos não to sendo mais torturada :3 isso é ótimo, e sabe pq ? Pq eu não sou uma MASOQUISTA QUE GOSTA DE APANHAR-
Supervisora Loren: Frisk ?
Frisk: sim chefa?
Loren: acordou de bom humor hj ?
Frisk: yep
Loren: poderia fazer um favor pra mim então ?
Frisk: se estiver ao meu alcance
Loren: ótimo, va até a senhorita Louise :e avise que suas amigas estão chegando do intercâmbio
Frisk: aquelas pragas vão voltar ?- meu bom humor foi pro beleléu depois dessa notícia- ei, tem alguma possibilidade de vc me arrumar algum estágio aí ?
Loren: não- vai se ferra -
Frisk: me dá uma licençinha que eu vou me matar e já volto
Loren: Frisk...
Frisk: ain, se eu já não suporto elas separadas imagina juntas
Loren: podemos arrumar uma transferência pra vc...
Frisk: sério ?!? Cara, se vc conseguir eu serei eternamente grata
Loren: pode ser semana que vem mesmo
Frisk: vai ser a melhor semana da minha vida
Loren:- ela deu um sorriso, por algum motivo ela está sendo mais legal do que na outra linha do tempo.... Melhor pra mim-
Frisk: já to indo arrumar as malas
Loren: não é cedo demais?
Frisk: nunca é cedo demais pra algo importante
-quebra de tempo ( isso já tá começando a encher o saco, eu sei) -
-eu estava no carro que ia me levar ao outro internato da minha tia que tem uma rede de internatos,porém não tem coragem de me dar um centavo( interesseira) quando aquela merda para do nada-
???: parados, é um assalto - pq sas merda só acontece comigo, vsf--eu abri discretamente a porta de trás eu corri feito uma Loka e me escondi atrás de uma pedra enquanto o assaltante( cego) tava distraído com o motorista-
???: a pirralha tá fugindo- tá de brincadeira né ?-- eu comecei a correr igual o flash( mintira) até achar o monte ebott, ser torturada ou morta, es a questão-
???: vem cá pirralha- questão coisa nenhuma, underground que me aguarde- - eu dei um pulo lindo, digno de olimpíadas aliás, pra dentro do buraco sentindo meus cabelos baterem no meio da minha cara e entrarem na minha boca-
Frisk :Blergh, cabelo -eu virei meu corpo pra cair de costas pq né?
Minha cara é a única coisa que eu tenho -
 

 


Notas Finais


desculpa pelos capítulos recentes estarem curtos
prometo que vou fazer meu melhor pra ter o mesmo tamanho que antes
a e
obrigada por ler <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...