História Os sonhos de uma garota~♡ - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Jungkook, Romance
Visualizações 31
Palavras 1.837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas , tudo bem com vcs? Espero que sim 😊 Voltei com mais um capítulo do biscoito. Desculpa se sumi, mas voltei... espero que gostem. Bjs amo vcs e boa leitura ❤😘

Capítulo 14 - Cáp 14_ O acidente.


Fanfic / Fanfiction Os sonhos de uma garota~♡ - Capítulo 14 - Cáp 14_ O acidente.

{ Quebra de tempo }

Eu já estou com 7 meses de gestação, já indo para o 8°. Nesse meio tempo já teve o aniversário do kook, ele ficou feliz quando os meninos fizeram uma surpresa, eu participei é claro, mesmo muito feliz ele lamentou não estar comigo, mas fora isso, ele ficou muito alegre. Eu minha mãe e Tavares terminamos o curso de coreano agora somos fluentes. Cerca de 3 meses depois do aniversário, do kook, especificamente dia 12/12 ( A: Sim, esse é meu aniversário ;-; aceito se alguém quiser me dar um presente ;-; ) No meu aniversário o Kook mandou um presente pelo correio, era um lindo colar que estava escrito "Our love is forever" fiquei muito feliz. Tive uma festa básica, pois mesmo minha família tendo muito dinheiro, eu não queria algo extraordinário. Comprei o enxoval dos bebês, já fiz o agendamento para o CASV ( centro de atendimento do solicitante de visto ) agora só falta os bebês nascerem, pedir o passaporte e o visto e poderemos ir para a Coréia. Nesses últimos meses, venho falando com meu antigo professor, ele ficou muito feliz quando eu disse que recebi uma proposta para fazer faculdade na Coréia, porém também ficou apreensivo sobre a minha gravidez, mas mesmo assim me apoiou. Tavares e Felipe me apoiaram muito e me ajudaram com tudo, eles estão ficando e ao saber disso fiquei muito feliz. Eu estou com os hormônios á flor da pele, choro com tudo, me irrito com tudo, dou risada com tudo... Pois é, é difícil estar grávida.

M- Filha venha tomar café.- Grita minha mãe lá da sala de jantar.

Am- Já estou indo mãe.- Paro de organizar as coisinhas dos bebês e vou para a sala de jantar.

M- Que barrigão. Daqui a pouco eles vão querer sair. - Fala brincando com minha barriga.

Am- Sim. Eu já estou achando que a data está se aproximando, eles se mechem muito.- Me sento e começo a tomar café.

M- Filha esqueci de lhe dizer, eu não vou poder ir para a consulta hoje com você. Desculpa, mas eu vou ter que organizar as coisas lá na Coréia sobre o contrato. Só vou poder voltar daqui a 5 dias.

Am- Tudo bem, vou me arrumar logo para poder me despedir antes de você viajar.

M- Tá bom. Vá logo se arrumar que eu lhe deixo lá.

Am- Tá bom.- Subi me arrumei e logo desci.- Vamos?- Perguntei descendo as escadas.

M- Vamos- Fomos pro carro e começamos a conversar.- Então filha, está ansiosa pra ter os bebês?

Am- Muito mãe! Eu quero ver logo o rostinho deles, quero segurar eles nos braços, quero levar eles para conhecer o pai.

M- Já estou vendo que você está mais que ansiosa. Mas saiba que vai doer muito pra eles nascerem.

Am- Eu sei mãe. Li algumas coisinhas e vi como reagir e não estou preocupada em relação a isso.

M- Quando você nasceu foi o melhor dia na minha vida. Espero que você também sinta essa sensação.

Am- Ai mãe eu vou começar a chorar.- Digo me abanando tentando conter as lágrimas.- Os hormônios lembra?

M- *risos* Desculpa eu esqueci.- Seguimos caminho e logo chegamos ao hospital.

M- Filha você se importa de ir de táxi? Tenho que terminar de arrumar minhas malas...

Am- Claro. Não se preocupe.- Me despeço dela e entro no hospital.

Am- Hello Ana. Good Morning.- Vou até a recepção e falo com Ana a recepcionista que sabia todos os meus horários e consultas.

Ana- Good Morning Amanda! Welcome. Doutor Vinicius is waiting for you. ( Boa Tarde Amanda. Seja bem - vinda. Doutor Vinicius lhe espera. )

Am- Thanks Ana. Bye~- Vou até a sala do Doutor Vinicius e entro.- Olá doutor, como vai?

Vi- Estou bem Amanda. E vocês?

Am- Estamos bem, temos um bom médico.

Vi- *sorri* A Obrigado. Vem, vamos fazer a ultrossonógrafia.- Me deito na maca e ele começa.- Olha, eles estão brincando.

Am- *sorriso* Meus lindinhos.

Vi- Quer uma foto? Aposto que seu namorado vai querer.

Am- Sim, sim por favor. Pode me contar como estão se desenvolvendo?

Vi- Claro, só deixe eu tirar a foto.- Ele tira a foto e começa a conversar comigo.- Bom, eles estão muito bem, já desenvolveram a maioria das coisas necessárias para a sobrevivência, a única coisa que nos resta é espera - los nascer.- Abre um sorriso simpático.

Am- Ah otimo. Obrigado Vinicius, mande um beijo pra Emmily e pro Brian. ( Emmily era a esposa de Vinicius e Brian seu filho. )

Vi- Claro, Emmily gostou muito de você. Que tal algum dia combinarmos um churrasco?

Am- Claro iria adorar. Obrigada mais uma vez Vinicius.- Aperto sua mão e me direciono a saída.

Am- Bye bye Ana.

Ana- Good bye Amanda.- Saio e vou atravessar a rua. Ao caminhar deixo as fotos caírem me abaixo para pegar, apartir desse momento sinto um impacto em mim e só vi o preto.

{ Narradora On }

Amanda é atropelada. O rapaz sai desesperado e vai socorrer a garota caída no chão.

???- Meu Deus.-( vou colocar só em português mesmo ) Algumas pessoas vêm ajudar o rapaz desesperado. Eles a seguram e entram no hospital que não era tão longe de onde ocorreu o acidente. Entramos pedindo ajuda, logo algumas pessoas dispõem uma maca e levam a mesma até a emergência.

Ana- Meu Deus! Minha amiga. O que aconteceu?

???- Eu não sei. Eu estava dirigindo, me abaixei para pegar minha chave no banco do carro e quando me levantei vi ela caída no chão.

Ana- Meu Deus. É melhor eu ligar para a mãe dela.- A recepcionista pega o telefone e liga para a mãe da menina que foi socorrida.

{ Narradora Off }

{ Nina On}

Estava terminando de arrumar minhas coisas quando recebo uma ligação.

{ Ligação On}

N- Alo?

Ana- Alo Nina?

N- Ah Oi Ana. Tudo bem?

Ana- Eu estou bem. Mas preciso que você venha pra cá agora.

N- O que? Mais por que?

Ana- A Amanda deu entrada aqui no hospital com motivo de acidente de carro.- Fico pálida e entro em pânico.

N- Ana. Já estou indo! Fique informada.

Ana- Sim, ficarei.

{ Ligação Off }

Largo tudo que estava fazendo. Vou até o quarto de Leticia e entro.

Lt- O que foi tia?!- Diz a mesma assustada

N- Tavares, a Amanda está no hospital. Ela sofreu um acidente.

Lt- O que?! Vamos logo então!- Fomos em direção ao carro e eu dirijo até o hospital. Entramos desesperada e logo fomos perguntando:

N- Ana o que aconteceu?

Ana- Um rapaz chegou desesperado dizendo que atropelou ela.

N- Ai Meu Deus, minha filha.- começo a chorar.

Ana- Calma, ela deve estar bem. Os médicos daqui são muito competentes.

N- Eu sei. *snif* Tem razão. Vamos manter a fé.

Lt- E agora? EU EXIJO SABER INFORMAÇÕES SOBRE A MINHA AMIGA!- Diz Tavares chorando e gritando.

N- Calma Tavares gritar não vai resolver nada. Vamos ficar calmas.- A mesma assente e me abraça.

{ Quebra de tempo }

Passaram se 2 horas e nós já estávamos preocupadas. Eu já tinha avisando a Jorge ,e ele que antes estava em Nova Jersey, estava voltando para Nova York. Aviso também aos funcionários que também ficaram preocupados e disseram que iriam orar por nós. Ficamos lá esperando na sala de espera, estávamos vazias, tristes e esperançosas de que nada de mal tenha acontecido. Estávamos lá conversando, até que o doutor Vinicius veio até nós e disse:

Vi- Tenho boas e más notícias. Querem ouvir qual primeiro?

Lt- Ah má.

Vi- Amanda perdeu muito líquido amniótico e vai ter que passar por uma cesariana de emergência.

N- Ai Meu Deus. E a boa?

Vi- Ela não sofreu nada no acidente além da perda de líquido amniótico, então creio que após a cesariana tudo vai ficar bem.

N- *suspiramos aliviadas* Obrigada Doutor.

Vi- De nada. Bom, agora vou ter que ir, vou fazer a cirurgia da sua filha. Tchau e boa sorte.

N- Obrigada.- o médico saiu e Tavares falou:

Lt- Temos que falar com o Jungkook.

N- Sim. Não podemos deixar ele sem saber notícias.- Fomos até a recepção pegamos o celular da Amanda e ligamos para o Jungkook.

{ Pov's Leticia Tavares On}

{ Ligação On }

Jk- Amor?

Lt- Não kook. Sou eu, Tavares.

Jk- Ah Olá Tavares. Onde está Amanda?- Diz alegre.

Lt- Bom, Foi por isso que eu lhe liguei.

Jk- O que aconteceu?- Seu tom de voz mudou.

Lt- *começo a chorar* Jungkook, Amanda sofreu um acidente e está no hospital.- Ouço um barulho e chego a conclusão que ele deixou o celular cair.

Jk- Ela está bem? Os bebês estão bem? O que aconteceu?

Lt- Ela está bem, mas está em uma cesariana de emergência.

Jk- Ai Meu Deus.- Ela para de falar e por um momento percebo que ele estava chorando.- Em que hospital vocês estão? Eu estou indo pra aí.

Lt- Não kook. Você não pode. Os vôos da Coréia do Sul foram cancelados por causa da neve, você sabe disso.

Jk- Droga! Me mantenha informado por favor. Tudo que acontecer, por favor me diga.

Lt- Vou dizer prometo. Daqui a 1 hora lhe ligo de volta.

Jk- Sim, Obrigado.

{ Ligação Off }

{ Jungkook On }

Desligo a ligação e a ficha caiu. •O amor da minha vida está entre a vida e a morte e eu não posso fazer nada.• Começo a jogar tudo na parede em seguida caio de joelhos no chão, os hyungs assustados vem correndo em minha direção.

Jm- O que aconteceu Kookie?!

Jk- A Amanda... Ela... Ela...

Jn- Ela o que Jeon Jungkook?!- Começo a chorar.

Jk- Ela sofreu um acidente e está em cirurgia e eu não posso fazer nada.

V- Calma Kook.- ele me abraça.- Vai ficar tudo bem. Nos diga o que aconteceu.

Jk- Ela sofreu um acidente de carro e teve que fazer uma cirurgia de emergência... Aí hyung eu não sei o que fazer.- coloco as mãos em meu rosto tentando me acalmar.

Rm- Calma Jungkookie. Ela vai ficar bem, a única coisa que você pode fazer é ficar calmo e pensando no melhor...

Jn- Vou pegar uma sopa pra você.- Jin sai com J-hope.

Yg- Vai ficar tudo bem Jungkook. A Amanda é forte e seus bebês também são.- O mesmo põe o braço sobre meus ombros.

Jk- Obrigado Hyung.- Fico um tempo ali, apenas pensando em tudo que vai acontecer, pensando se estou preparado se caso eu a perca, pensando em como ela vai estar ao acordar, como são meus filhos... Estava encarando o celular esperando a Ligação de Leticia até que recebo a mesma. Por impulso atendo na hora.

{ Ligação On }

Jk- Alo?

Lt- Kookie! A cirurgia foi um sucesso! Ela está bem e vocês tem dois filhos lindos.- Recebo uma notificação e ao ver vejo que é uma foto, e foi nesse momento que eu pela primeira vez vi meus filhos...

CONTINUA????


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Obrigada por ter lido e até o próximo capítulo. Bjins, amo muito vcs ❤😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...