História Os Tsukudas - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance, Shoujo, Tsunderes
Exibições 4
Palavras 435
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Nesse capítulo as coisas começam a ficar bastante interessantes com a Mao e o Zero! 😘

Capítulo 12 - As coisas voltaram à normalidade?


Depois de um tempo, a relação entre a Naoko e o Yutaka ficou meio estranha, Naoko desconfia que Mari ainda esteja na cidade stalkeando eles. Enquanto isso, Mao e Zero entraram na sala de mãos dadas e se sentaram no sofá.

- Zero-kun, vamos no parque? Faz tempo que não saímos juntos!

- Claro. Quer ir no parque municipal?

- Pode ser! Hi hi vem comigo. – disse a Mao puxando o Zero pelo pulso

- Aonde vamos?

- Só vem... – Mao o puxou subindo as escadas, o direcionando para seu quarto – Chegamos.

- O seu quarto? – Zero ficou confuso quando entrou – Por que você não me disse antes?

- Porque eu não queria que a Nao-chan soubesse o que eu quero fazer com você... – depois que ela disse isso ela trancou a porta de seu quarto e o empurrou na sua cama e o beijou intensamente

Zero ficou em cima dela, a rolando para o outro lado da cama. Zero começou a descer pelo corpo da Mao, retirando seus shorts jeans e depois sua blusa. Mao começou a retirar seu casaco, sua blusa e depois sua calça jeans.

Mao e Zero estavam no quarto e a porta estava batendo sem parar, eles começaram a ficar preocupados, pois eles não estavam em um momento que alguém pudesse entrar e conversar com eles naquela situação:

- Quem é? – perguntou Mao

- Eu não sei! – respondeu o Zero na maior tranquilidade do mundo.

TOC! TOC! TOC!

Mao começou a vestir suas roupas rapidamente, então Zero disse:

- Não se preocupe, vou ver quem é! – então quando ele ia em direção a porta, as batidas param de repente. Mao começou a entrar em desespero

- Tome cuidado! – disse Mao

Zero abriu a porta devagar até que se podia ouvir o barulho da madeira se movendo

- Ah... Naoko? O que faz aqui?

- Tem um tempo que preciso desabafar sobre o Yutaka... – disse Naoko olhando para o batente da porta.

- Vou estar na sala... – disse Mao

- Hm... Pode falar... – respondeu Zero

Então Naoko contou, desesperadamente, sua história sobre seu relacionamento com Yutaka, mas Zero não sabia o que falar para Naoko.

- Vai ver é só coisa, da sua cabeça, Nao-chan.

- Mas, se não for?

- Ah... não sei. Se eu fosse você investigaria para saber o que tá acontecendo.

- Ajudou muito, Zero-kun!

- De nada, Nao-chan.

E assim Naoko fecha a porta fortemente, Mao sai do closet voltando novamente para o quarto.

- Onde estávamos? – disse Zero aproximando de Mao

Mao dá um sorriso e deita novamente na cama esperando a volta de Zero.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...