História Other Side - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, F(x)
Personagens Amber Liu, Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Krystal Jung, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Sulli Choi, Tao, Xiumin
Tags Amber Liu, Kris Wu, Krisber
Exibições 16
Palavras 725
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


olá pessoas do meu kokoro <3
mais um cap aí, meio triste, mas fazer o que, né? kkk

Capítulo 6 - Capítulo 5


— Minha irmãzinha não pode morrer! – Jackie chorava sem parar.

Depois de ter sentido aquele pressentimento ruim Kris saiu atrás de Amber pra ver se a achava mesmo não tendo a mínima ideia de onde ela poderia estar. No meio do trajeto ele ouviu um barulho de ambulância então ele resolveu seguir aquele som. Chegando no lugar ele viu algumas pessoas e a ambulância indo embora.

— O que aconteceu aqui? – ele perguntou pra um senhor.

— Uma menina foi baleada.

— Como que ela é? Sabe o nome?

— Parecia ser baixinha, cabelo curto, tava de jaqueta preta.

Kris acelerou a moto sem ouvir mais nenhuma informação e seguiu a ambulância. Seu coração se acelerou e suas mãos começaram a suar. Ele queria gritar de raiva, mas não podia, ele queria chorar, mas não conseguia. Infelizmente seu pressentimento não estava errado.

Chegando no hospital ele viu que realmente era Amber quando tiraram ela de dentro da ambulância. Eles levaram ela direto pra sala de cirurgia pra ver se conseguiam parar a hemorragia. Kris ligou pra Jackie e deu a notícia. No fundo ele se sentia culpado por tudo aquilo.

Já tinha se passado uma hora desde que Amber entrou na sala de cirurgia. Jackie já havia ligado para os seus pais virem o mais rápido possível para o Canadá. Ouvir sua mãe chorando no telefone não ajudou muito e só a deixou mais nervosa. Kris apenas olhava para o chão e a cena deles discutindo na festa ficava se repetindo na sua cabeça.

O médico que socorreu Amber apareceu e Jackie foi o mais rápido possível até ele. Yifan acompanhou ela.

— Por favor, diz que ela tá viva e bem! – Jackie implorou.

— Fizemos o possível pra parar a hemorragia, mas ela tomou conta do pulmão inteiro. Ela demorou pra ser socorrida, se tivesse chegado meia hora antes talvez conseguiríamos salvá-la. Eu sinto muito.

Quando Yifan ouviu aquilo ele torceu muito que fosse um pesadelo e que ele acordasse, mas não era. Seu coração se apertou e o que ele mais queria era correr até Amber e fazer ela voltar, se fosse possível dar a vida dele para que ela voltasse. O choro ficou travado na sua garganta. Jackie o abraçou e começou a chorar mais.

— Vou pedir pra trazerem um calmante pra ela. – o médico disse para Yifan que concordou com a cabeça.

Yifan também havia morrido, só que por dentro.

 

—//—

 

Como Amber era de Los Angeles, seus pais levaram seu corpo para lá.

Aqueles tinham sido dias muito difíceis tanto para a família de Amber quanto para Kris. Quase todos os dias Jackie e sua mãe tinham que tomar calmantes. Yifan não falou com ninguém durante aqueles dias, se pegava toda hora olhando um ponto fixo e relembrando momentos que passou com Amber, mas não conseguia sorrir.

Depois de um voo que durou três horas, eles chegaram em Los Angeles. Jackie pediu que Kris fosse com eles para dar um ultimo adeus para Amber e ele não teve coragem de recusar.

Chegando na casa dos pais de Amber eles aproveitaram pra domir um pouco, Jackie e Yifan ficaram na sala.

— O enterro vai ser amanhã, às 9:00 horas da manhã, no Westwood Village. – Jackie falou baixo.

Yifan apenas a fitou e depois voltou a fixar seus olhos no chão.

— O que realmente aconteceu, Kris? Você estava com ela, né?

Ele estava com medo de contar a verdade e Jackie lhe culpar, então ele preferiu mentir.

— Nos assaltaram. Eles acharam que Amber ia tirar uma arma do bolso e atiraram, mas ela só ia levantar as mãos. — a voz de Yifan estava rouca.

— Eu não devia ter deixado ela sair. Eu fui uma péssima irmã. – Jackie começou a chorar baixinho.

Um nó se fez na garganta de Kris.

 

—//—

 

O pastor estava dando seu sermão sobre o céu enquanto alguns prestavam a atenção e outros choravam – coisa que Jackie e a mãe de Amber faziam há dias. Kris apenas olhava para o caixão a sua frente, todos os sons a sua volta sumiram assim como todas as pessoas. Nem o vento gelado que batia no seu rosto fazia com que os olhos de Kris se desviassem para outro lugar.

Quando o caixão começou a ser enterrado todos jogaram uma rosa em direção a ele. As esperanças de Kris de que tudo aquilo fosse um pesadelo foram enterradas junto.


Notas Finais


o cap foi pequeno mas foi preciso escreve-lo
ah, minha Amber :/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...