História Ouija ||MiTw|| - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps", Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Felps, Mike, Pac, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Mitw
Exibições 106
Palavras 347
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


TAQUEPARIU! 29 FAVS! SO COM 3 CAPS! MDS AMU VUXEEEES!

Capítulo 4 - 95℅- Blood


Co-como assim as vozes me querem? E p-por quê?

o o-o que fazemos agora?- Rafael pergunta olhando para mim, mas a peça se mexe

N

A

D

A

como assim nada?!- Felipe fala indignado, ele só esqueceu que estamos falando com um espirito...

-A-Ah..- me assusto ao ouvir uma risada baixa em meu pescoço, me viro mas não há nada lá

TARIK!- os dois gritam e quando me viro vejo que quase tirei a mão da peça

Ah...Ta que pariu...-suspiro aliviado

—Hm...Tabuleiro Ouija, por quê as vozes o querem?- Felipe diz se referindo a mim

A peça parece se confundir um pouco

P

O

R

Q

U

E

E

L

E

É

E

S

P

E

C

I

A

L

Como assim? Eu? Especial? Como? Onde? Quando?

E novamente sinto a desgraça da risada em meu pescoço, me remexi todo e os dois perceberam, faço um não com a cabeça mas eles continuam me encarando...

Eu so queria perguntar algo para esse espirito, mas as palavras ficavam entaladas em minha garganta, não saiam por nada.

Um frio percorreu todo meu corpo, senti minhas algo em minhas costas, mas não havia nada, era como se alguém estivesse com as mãos em minhas costas...

Um calafrio percorreu minha perna, e novamente parecia que algo a tocava, Ta que pariu, eu to tremendo.

Tarik?- Rafael me olha —Por que caralhas esta tremendo? Ta com tanto medo assim?-

—Não é isso...é que...- sinto um vento em minhas costas e uma respiração pesada em meu ouvido —e-eu...to com uma sensação estranha...-

A peça volta a se mecher

T

A

R

I

K

Ela para perto dos números...

1

5

0

7

O que isso significa?

Ta-Tarik...- Felipe gagueja

—O que? a-ah...- sinto minha perna arder, olho para ela e estava sangrando...droga

Ta-Tabuleiro Ouija...o q-que ta acontecendo...- acabo por gemer de dor, era como se uma navalha estivesse cortando minha pele de dentro pra fora.

A

M

A

R

C

A


Mas que..A-Ah...marca...

Tarik, não solta a peça!- Rafael grita quando sinto a dor ficar mais forte e tento soltar a peça por impulso

Nã-Não...A-Ah!- 

A dor fica mais forte, largo a peça e caio no chão tapado o sangue que saia da minha perna, aquele liquido escarlate escorria por minhas mãos e minha roupa, me sujando todo, E sempre que eu mechia nem que fosse um pouco, a dor piorava, era como se estivessem fazendo uma cirurgia em mim, mas sem anestesias.


Notas Finais


Tarik se fudeu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...