História Our Best Gift - Capítulo 56


Escrita por: ~ e ~makitten

Postado
Categorias Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Christian Collins, Crawford Collins, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Cameron Dallas, Fillieh Famous, Jack Jonhson, Kylie Jenner, Magcon, Matthew Espinosa, Presente, Romance
Exibições 65
Palavras 2.676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá minhas queridas! Como estão? Espero não morrer depois desse capítulo. Leitoras novas e novas favs (muito obg por isso) cometem, quero muito ver o comentário de vocês aqui, é muito importante pra mim!

Boa leitura e até as notas finais

Capítulo 56 - The Rainbow of perfect storm


Fanfic / Fanfiction Our Best Gift - Capítulo 56 - The Rainbow of perfect storm

POV's Cameron Dallas

Domingo, 06/12/15

Acordei sorrindo, eu me sentia incrível e completo, tirando o fato de que Katherine não estava do meu lado. Chamei por ela e não houve resposta, Jaxx estava no sofá dormindo e a cozinha vazia, a não ser pelos waffles na pia. Liguei pra portaria pelo interfone pra pedir informações da Katherine.

Eu: Bom dia, o senhor sabe me falar se a minha namorada saiu a muito tempo?

- Quem é? - o porteiro perguntou.

Eu: Cameron Dallas, minha namora tem cabelo colorido, cacheado...

- Ah sim, ela saiu faz uns vinte minutos.
Desliguei o interfone, troquei de roupa, deixei Jaxx na cama bagunçada e fui pra casa de Katherine comendo os waffles. Entrei cumprimentando o porteiro e estranhei ao ver que a porta não estava fechada. Chamei por Katherine, mas mesmo que eu gritasse ela não me ouviria, havia uma música alta. Parecia algo como Black Veil Birds. Subi e vi Princesa latindo pra porta do banheiro que estava encostada, de onde aparentemente vinha o som. Entrei e encontrei Katherine só de roupa intima debaixo do chuveiro. Desliguei o celular e entrei no box.

Kath: Alex... o que faz aqui? - perguntou rouca quando desliguei a música

Eu: Katherine o que está acontecendo? Por que está rouca? - falei desligando o chuveiro

Kath: De gritar, eu me sinto tão suja, faz uns dez minutos que estou aqui, por que não me sinto limpa? - gritou chorando, peguei um roupão e a enrolei me agachando na frente dela. - Não me odeie. Por favor, não me odeie como eu me odeio! -disse segurando minha mão.

Eu: Estou ficando nervoso Rainbow, o que está acontecendo? Você está grávida? Me traiu? Matou alguém? - por dois segundo ela parou de chorar, antes de rir de nervosismo.

Kath: Eu te amo acima de tudo. Eu vim pros Estados Unidos passar um tempo Alex, eu não vim pra morar aqui, por isso eu não queria ceder ao meu desejo por você.

Eu: Do que vo... - ela me interrompeu.

Kath: A Mary tem família aqui Alex, mas eu não tenho nem um emprego que o governo possa aceitar. Eu vou ser deportada em dois meses eu acho. E eu não tenho como ficar. Eu vou ter que voltar pro Brasil...


[Flashback - 24/07/15 - On]
Eu estava me sentindo mal, a depressão que eu sentia tinha, de uma hora pra outra me empurrado pra um abismo solitário. AS músicas no meu celular são todas tristes, ou me fazem lembrar momentos que já se foram, há alguns minutos o motivo do meu choro era a Katherine, estava tocando Paradise. E agora esse toque melancólico só me faz me sentir pior. Mandei mensagem pra todo mundo, pro Nash, Matthew, Carter, Jacob, Lox, Tay e fiz pra eles a mesma pergunta que estou me fazendo desde às sete da manhã, vocês se lembram da sensação? Da alegria? Daqueles momentos e sonhos? MInha música parou e o latido de Jaxx também.Olhei uma última vez para o meu pulso, onde o circulo dourado em um fio brilhava com o escrito God has a plan em caixa alta.

Kath: Cam, o que vocês está fazendo? - gritou comigo desligando o chuveiro.

Eu: Eu estou tão sozinho... Tudo mudou tão rápido! - falei sem conseguir para de chorar. - Me desculpa.

Kath: Alex. - segurou meu rosto. - Desculpas não é o do que você precisa, vem. - me puxou - Vamos vestir uma roupa.
Eu me troquei, na verdade coloquei uma cueca e uma bermuda e me enrolei na toalha. Katherine estava na minha cama sem os sapatos com Jaxx em seu colo, ela bateu duas vezes no lugar em sua frente e eu me sentei, eu ainda não conseguia parar de chorar. Me desabafei com ela como eu nunca havia feito, se tem uma coisa que eu não faço é expor meu emocional, mas falar com Katherine era tão fácil, sempre. Depois de muito falar sem nada ouvir, eu estava em deu ombro molhando a blusa azul com a imagem do Finn, o humano.

Eu: Eu sinto muito mesmo.

Kath: Você está sendo idiota Alexander. Se sentir assim é normal, eu entendo que você não está bem, mas não deve se culpar. Acredite, seu desabafo serviu pra mim também, mas acho que devia se abrir com quem é importante pra você, falar com o Nash talvez.

E também deveria considerar o que você mesmo escrever na pulseira, Deus tem um plano pra você e se você parasse e olhasse em volta o bem que você fez Alex, você é um ser humano incrível e essas mudanças foram necessárias, e serão difíceis, mas você consegue. - disse também chorando e sem parar de cegar minhas lágrimas com os dedos macios.

Eu: Ka... Eu ... tão só...

Kath: Eu sei que consegue Alex, - disse, me entendendo, a pesar da minha falta de nexo. - E você não está sozinho. Fãs podem ser, sei lá, loucas desconhecidas que te veneram, mas o amor de muitas delas é real, elas fariam de tudo por você, e isso não é por causa do seu tanquinho, ou do seu cabelo especular,sua beleza, é por causa de vocÊ, do que o seu sorriso transparece, você não está sozinho. E nunca estará, por que tem pessoas que te amam e vão estar sempre ao seu lado, tipo eu. - sorriu.

Eu: Acho que vou contar pra elas, explicar tudo para as minhas fãs.

Kath: Acho ótimo, vou só preparar algo para você comer, e ai eu te deixo a sós com elas. - disse limpando as próprias lágrimas dessa vez e saindo do cômodo.

 

POV's Katherine McCall
PEnsar que alguém como o Cameron sofre como eu, eu e Mary nos afastamos tanto, mesmo morando juntas. Tudo está tão confuso, mas mesmo assim eu consigo ver solução. As palavras de Cameron são tão puras...
Levei as torradas e um copo de limonada para Cameron e o deixei lá, digitando um texto no celular, antes de sair dei um beijo no pêlo de Jaxx e na última olhada para Cameron ganhei um sorriso, que ganhou um brilho por conta do reflexo da pulseira dourada.
Eu: Deus tem um plano...
[Flashback - 24/07/15 - Off]

Não sei quanto tempo Alex ficou em silêncio depois que revelei minha partida. TInha inúmeras reações possíveis passando pela minha cabeça, ele podia surtar, ele podia brigar comigo, podia ficar chateado por não ter contado, podia ir embora como se nada tivesse acontecido, podia terminar comigo, mas o silêncio dele me deu um aperto no coração, pois isso só podia significar uma coisa: ele estava pensando. Provavelmente pensando em como seguir a vida e deixar nós para trás.

Eu: Pedi pro Carter nos convidar pra festa pra descobrir seus fetiches e pra eu vestir aquele vestido que Sammy me deu, minha forma de te recompensar... Carter me ajudou aquele dia, ontem ele foi levar uns documentos meus pra ver se dava pra eu ficar, ainda não tive respostas. E tam - fui interrompida por Cameron que me puxou pra cima dele me beijando, consequentemente se molhando ao sentar no chão.

Foi um beijo intenso, como se fosse ao mesmo tempo o último é o primeiro. Não tinha nenhuma maldade apesar da minha falta de roupas, da mão dele no meu corpo e do fato de eu estar no colo dele.

Cam: Casa comigo? - disse colando nossas testas depois do beijo.

Eu: O que?

Cam: Casa comigo! Todo mundo sabe do nosso relacionamento, eu e você moramos praticamente juntos, a gente pode falar que não divulgou por causa das fãs. Você poderia ficar!

Eu: Não! Não! - falei me levantado e saindo do banheiro, voltando a chorar.

Cam: Por que não? Você morava com o Shawn, por que não morar comigo?

Eu: Você acha que o problema é morar ou ter algo com você?

Cam: Qual é então?

Eu: Você pensou que eu vou estar casando com você com interesse? E mesmo que eu faça isso porque eu te amo, e Deus sabe como eu te amo Alex! É isso que vão falar, não quero destruir a sua imagem!

Cam: Estou pouco me fudendo pra imagem, ou pro que vão falar! Eu só consigo pensar que eu quero ficar com você. Ter você pra mim, mais do que eu sei que ja tenho.

Eu: Ne desculpa... Mas não posso fazer isso... - nós dois chorávamos, fui surpreendida quando ele me abraçou.

Cam: Olha - começou me puxando pra cama, se sentando na minha frente. - Se você acha que não quer, tudo bem não quero te forçar a nada, apesar de que a ideia de te sequestrar e forjar sua morte passou pela minha cabeça, vamos aproveitar o nosso tempo.

Eu: Vou em uma semana...

Cam: Temos uma semana pra aproveitar. Quero que saiba, que eu posso te esperar se quiser, te visitar, só não mudo pro Brasil por causa da Magcon. E quero que fique com isso. - falou desfazendo o nó da pulseira. - Deus tem um plano, e acho que a atração que o Matt sentiu pela Mary que o fez puxar vocês duas pro palco, era parte de um plano de Deus pra nós. Por que não é possível que esse amor que eu sinto por ti não seja um plano dele. - falou amarrando a pulsei no meu pulso.

Eu: Nunca vou tirá-la. Nem a nossa aliança. Por que eu acho, e sei que vai parecer ridículo já que só tenho dezoito anos, que você é o amor da minha vida. - falei desabando, pela milésima vez no dia.

Cam: Te amo como a minha alma Rainbow! - disse me beijando mais uma vez, mas fomos separados por Princesa que veio nos lamber. - Até essa mocinha eu amo. - riu e limpei suas lágrimas.

 

POV's Mary Castangnoli

Terça, 08/12/15

Recebi uma noticia muito triste, Katherine vai ter que voltar pro Brasil por causa da droga de um visto. Acabei de terminar um faceTime com ela, que estava toda roxa recebendo uma massagem nas costas. Cameron é um namorado incrível, e eu estou aqui, esperando o Dylan vir me buscar. Dylan é o outro ator que irá participar do filme do meu tio, e também é sobrinho do John. Manu está na casa de uma amiga que fez no shopping ontem.

Audrey: O Dy chegou. - cantarolou.

Dylan: Você está linda...- disse me esperando na ponta da escada. - pensei em cinema. - disse abrindo aporta do carro pra mim.

Eu: Acho uma boa...
Chegamos no shopping, e enquanto ele foi comprar os ingresso e a pi´poca fiquei na fila. Olhando pro nada sabe, pensando no tudo, me concentrei na lojinha de cachorro quente, algo me atraia pra lá, então eu o vi.

Eu: Matthew! - sussurrei pra mim mesma encarando o garoto a alguns metros de mim.

Dylan: Quem? - perguntou me fazendo piscar

Eu: Ninguém, achei que tinha visto um conhecido, mas não foi nada, me confundi.

Dylan: Você está bem né?

Eu: Estou sim, agora vamos logo encarar essa fila. - rimos.

Vimos o filme, e era muito divertido estar com Dylan, ele era um fofo, e mesmo o conhecendo a apenas um dia e meio eu já  considero muito. E devo já que ele provavelmente será meu par romântico no filme. Depois da sessão fomos fazer compras, Dylan além de ter maravilhosos olhos azuis, ainda tem bom gosto. Ficamos um tempão entrando em lojas e experimentando roupas. Confesso que quase me cansei.

Dylan: Seu nariz está sujo de sorvete. - riu passando o guardanapo no local.

Eu: Manu sempre diz que eu e Kath, minha melhor amiga - falei um pouco desanimada. - que nós.. - recuperei o tom de animação e voltei a falar - nós comemos feito criança, sempre nos sujando.

Dylan: Tirando o fato de que você não é criança. - riu - é uma mulher linda. - falou se aproximando e selando nossos lábios. Fiquei atônita por dois segundos ou mais e então me afastei.

Eu: Você é incrível Dylan, mas nos conhecemos faz pouco mais de vinte e quatro horas, e também, acabei de sair de uma situação embaraçosa, não sei se estou pronta para algo assim.

Dylan: Me desculpe, me precipitei e apresei as coisas. - sorriu arrumando uma mecha do meu cabelo. - Vou ali pagar o estacionamento.
Ele deixou as sacolas na cadeira e saiu com a carteira na mão, senti o peso de olhares nas minhas costas então olhei em volta, e encontrei olhos castanhos me encarando, Matthew... mas não tinha ninguém depois que eu pisquei na tentativa de focar a visão. Dylan voltou peando as sacolas.

Dylan: Você está branca, tipo pálida Mary, está bem?

Eu: S-sim, estou ótima, acho que comi demais, só isso. - sorri o acompanhando até o carro.

 

POV's Cameron Dallas

Quarta, 16/12/15

Carter: Você vai fazer falta marrenta!

Eu: Quero me despedir de você. - falei com os braços cruzados esperando os dois se soltarem.
Estamos no aeroporto, a primeira chamada do voo dela tinha acabado de acontecer, ela não tinha derrubado uma lágrima. Uma tempestade perfeita cai do lado de fora do estabelecimento.

Mark: Você fica por último porque vai ser o ais demorado. - disse tomando Katherine nos braços e rodando ela. - assim como essa tempestade vai passar, seus problemas também, então volte. - lhe beijou as duas bochechas e a apertou mais uma vez.

Hanna: Não acredito que agora que voltei você vai embora. - disse a loira derramando mais lágrimas que as nuvens no céu. - Primeiro o Lipe e agora você eu não aguento isso!

Kath: Besta, eu vou puxar seu pé de noite. - riu abraçando a amiga, e fiaram imóveis por uns minutos.

Aaron: Unicórnia, não me abandone viu...

Kath: E você também não me abandone ursão!

Taylor: Quem vai ser minha companheira de copo e transa agora? - disse apertando Katherine debaixo dos braço.

Kath: Markus tá ai pra isso! Agora... - se soltou dele e se jogou em mim. - Me desculpe por bagunçar a sua vida, por fazer tempestade em copo d'agua, por não ser perfeita pra você e nem p... - a interrompi com um selinho demorado.

Eu: Você foi a tempestade perfeita que passou na minha vida Katherine, não me arrependo de nada Rainbow, é sério, e espero que você também não se arrependa.

Kath: Nunca... Obrigada por ser mina calmaria.

Eu: Não vai voltar a fumar né? - ela negou sorrindo. - Eu te amo tanto.

Kath: Meu amor por ti chega a doer. - me beijou ignorando as chmas constantes para seu voo que já ia sair. - Vai embora, e não olhe pra trás, por favor. Eu nã vou olhar também. Temos que seguir em frente.

Ela pegou a mochila que ia em seu colo e saiu andando, meio torta tropeçando no nada as vezes, ela não olhou ou parou para olhar hesitante uma vez se quer. Então dei as costas pros meus colegas, alguns me seguiram chorando outro ficaram. E eu não olhei pra trás. Lutei contra o instinto de ir lá e impedi-la, de toma-la em meus braços e arrebentar a cara de quem tentasse toma-la de mim. E não olhei pra trás. A voz estridente do altofalante chamou por uma passageira que ainda não tinha entrado no avião e olhei esperançoso pra trás, quebrando a promessa, mas ela tinha ido, Katherine Julia McCall, Rainbow, meu arco-íris nas tempestades perfeitas que nossas vidas, principalmente a minha com ela, coloria tudo, tinha ido embora. E eu acredito que ela tenha razão, pois acabei de deixar o amor da minha vida partir...

Aaron: Vamos dude. - me puxou me fazendo virar.

Eu: E se avião cair?

Hanna: Não vai, é só uma tempestade concentrada, fora dessa região da California está o maior sol.

Eu: Parece até que essa tempestade veio compor o momento.

Carter: No fim, nós veremos o arco-íris. - surgiu nos ultrapassando e sumindo numa pequena multidão.

Eu: Mas o meu arco-íris não...


Notas Finais


E aí amorecas! Leitoras novas, APAREÇAM E SE MOSTREM SAIAM DO ARMÁRIO
CADÊ VCS EU VIM AQ SÓ PRA TE VER

enfim, é isso aí kkkk, beijocas de bacon e até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...