História Our Destiny [ChanBaek - ABO] - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 104
Palavras 889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


TO ATRASADA? TO. NÃO ME MATEM

Estou sem celular, e sem pc.

"Como você ta postando então?"

Longa história, entendam, se eu demorar pra postar eu tenho motivos, não desistam da fanfic... szsz

Capítulo ai pra vcs, preparem os coletinhos do Bangtan, Chanbaek vai rolar nessa bagaça.

Capítulo 6 - Capítulo V


Capítulo V 

 

"O destino embaralha as cartas, e nós jogamos" 

 

P.O.V'S Autora 

 

Baekhyun acabou por se assustar ao ouvir a voz grossa do alfa ali, primeiramente ficou assustado, pois ninguém sequer sabia sobre seu esconderijo, depois confuso, porque aquele alfa agia consigo como se já o conhecesse a tanto tempo e precisasse, cuidar de si.  

- Vá embora, não sei porque está aqui e nem porque se importa... Quero apenas ficar sozinho... Afinal, nem o conheço. - Disse o ômega de cabelos rosados fazendo Chanyeol suspirar.  

- Perdão, príncipe. - Falou se ajoelhando ao lado do menor. - Pensei que alguém pudesse ter lhe feito algo, por isso fiquei em estado de alerta... - Disse baixo vendo a face do garoto. 

Ele poderia estar com o rosto vermelho, olhos inchados, cabelo bagunçado e voz embargada pelo choro, porém ainda considerado a pessoa mais linda que Chanyeol já vira, e por quem é claro, havia se apaixonado tão incondicionalmente.  

- Vamos fazer assim, você me diz porque está chorando, e eu não digo pra ninguém que estava aqui, e nem você fala de mim, combinado? - Viu um pequeno bico se formar nos lábios do ômega, e como queria beijar aqueles lábios... Em seguida o garoto pegou várias pedrinhas no chão e se pôs a jpga-las no rio.   

- Querem que eu me case... - Luhan quase engasgou com a própria saliva ao ouvir aquilo. - A minha alcateia está em guerra com a dos Oh, e não quer ter mais mortes e feridos... Acharam que a melhor opção seria fazer eu me casar com o filho do líder... Acho que... O nome é Sehun... Algo assim... 

O alfa quis com todas as forças convencer sua mente de que o que acabara de ouvir não era verdade, os Byun não podiam querer que Baekhyun se casasse... Desta forma a aliança estaria certa e o ômega jamais poderia ser seu.   

- É tão injusto! - Bufou o garoto tirando Chanyeol de seus devaneios. - Eu deveria me casar com alguém que amo... Não com alguém que eu nunca vi na vida! - O alfa suspirou, não podia fazer nada para amenizar o problema, mas agora que estava com o garoto queria aproveitar cada segundo. - Eu pelo menos queria saber como é me apaixonar... - Disse baixo fazendo Chanyeol sorrir.  

- Baek, você já beijou alguém? - Perguntou curioso podendo jurar que o rosto do garoto ficara mais vermelho que antes.  

- N-não... Eu mal saio do castelo, então quase não tenho contato com alfas, a não ser meu appa e alguns empregados... - Disse fazendo um muxoxo e parando para encarar a face de Chanyeol, vendo assim que o alfa era incrivelmente bonito, corpo esguio e musculoso, rosto fino, porém rijo dando um ar de superioridade... Ah se ele fosse filho dos Oh, se casaria sem reclamar.  

- Gostaria de beijar? - Uma onda de euforia passou pelo corpo do alfa, só de pensar em ter os lábios macios e chamativos do ômega colados aos seus ele já ficava feliz. A hipótese se fincou na cabeça do ômega. "Porque não beijar pela primeira vez um alfa gostoso que você conheceu na floresta". Mas por incrível que pareça, essas palavras não assustavam Baekhyun, afinal, daqui à algumas semanas a única pessoa que ele poderia beijar seria Sehun. 

"Porque não?", foi a última coisa que passou pela cabeça do mais novo ao assentir levemente em seguida. Estava começando a ficar inebriado com o cheiro do alfa, não sabia se este era seu aroma natural, mas tinha quase certeza que o mesmo estava próximo ao seu cio. Seu perfume natural lembrava... Amoras, e como Baekhyun amava amoras! Nossa. Eram tantas coisas que faziam o ômega ficar cada vez mais encantado com o alfa.  

Chanyeol nunca sentiu tanta alegria em sua vida, se aproximou do garoto colocando uma de suas mãos no delicado rosto do pequeno, e acariciou uma de suas bochechas. Em seguida viu o mesmo fechar os olhos, ao ter o rapaz de aproximando e prestes a selar os lábios, assim fazendo. No começo era apenas um selar inocente, mas depois, virou um beijo intenso, porém sem segundas intenções da parte de ambos, Baek estava meio desordenado, mas aos poucos, seu ótimo professor ia lhe ensinando o que fazer, lentamente o alfa abriu a boca do ômega com a sua própria e aprofundou o beijo deslizando assim sua língua para dentro da boca do garoto, Baekhyun achava todas aquelas novas sensações incríveis, nunca havia beijado ninguém, porém não precisava de muita experiência para dizer o quanto Chanyeol beijava bem. Chanyeol se sentia preenchido a cada segundo, a boca de Baek tinha gosto de maça, e assim como o ômega adorava amoras, o alfa adorava maçãs. 

O menor arfou baixo quando sentiu a outra mão de Chanyeol segurar sua cintura o puxando mais para perto por impulso. O ômega entrelaçou suas mãos no pescoço do outro, enquanto sentira leves mordidas e chupões em seu lábio inferior, poderia passar o resto do dia ali, apenas beijando aquele desconhecido, que por sinal, nem sabia o nome. 

Aos poucos o ósculo foi se desfazendo e as bocas se separaram, Chanyeol dava breves selares no príncipe fazendo fofas risadas escaparem por seus lábios.  

- A propósito, sou Park Chanyeol. E sempre fui completamente apaixonado por você Baekhyun. 


Notas Finais


Só queria dizer duas coisas

1- Passei a escrever os capítulos na terceira pessoa sim,beijos
2- Chanyeol é mais velho que o Baek

Tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...