História Our KittY- Interativa- Imagine BTS - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Jay Park
Personagens Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Híbrido, Sadomasoquismo
Visualizações 50
Palavras 1.632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi pessoinhas linda desse meu kokoroko. Espero que gostem desse capitulo
E DESCULPA QUALQUER ERRO ORTOGRÁFICO
BIGADU PELOS 18 FAVORITOS

Capítulo 6 - Cypher 5


Fanfic / Fanfiction Our KittY- Interativa- Imagine BTS - Capítulo 6 - Cypher 5

Continuação...

-Quero que escolha algo do seu agrado- ele disse baixo perto do meu ouvido e um friozinho subiu minha espinha me arrepiando- pode pegar o que quiser, sem vergonha alguma- ele começou a acariciar minha cauda.

Onde fui me meter? Separei nossos corpos e comecei a andar pela loja enquanto ele me seguia me indicando coisas como lingeries e acessórios perguntando em voz alta o quão gostosa eu ficaria gostosa com aquilo. Continuei tentando não ficar mais vermelha com seus comentários enquanto andávamos pela loja, depois de dar umas duas voltas ou mais eu paro novamente na porta da loja e percebo que ele está com uma sacola cheia de lingeries e coisas que eu nem sei pra que servem.

-Nem pense em passar por essa porta gatinha, sempre iremos encontra-la.

Ele disse enquanto eu ainda mexia minha cabeça de um lado para o outro alternando minha visão entre ele e a porta de saída.

-Por que eu não posso simplesmente ter um vida normal?- pergunto baixo apenas para que eu pudesse ouvir

-Se você passar esse mês conosco, sobreviver e não voltar pedindo mais nós te deixamos em paz- ele disse- agora venha- ele pegou mina mão e me puxou de volta para mais afundo da loja parando em frente a uma série de cabines- Quero que experimente todos esses.

Ele me deu a sacola que segurava e me colocou dentro de um dos provadores, quando fui fechar a cortina totalmente ele deixou uma pequena fresta aberta, sem opções comecei a tirar minha roupa e pelo espelho pude ver que ele me observava atentamente, fechei a cortina completamente e ele a abriu, fechei e ele veio e a abriu de novo, fechei e quando ele foi abrir dessa vez ele conseguiu quebrar os anchos que seguravam a cortina.

-Da pra você experimentar ou está difícil?- perguntou com a voz um pouco alterada- quer que eu te ajude a tirar- ele ia por sua mão na barra de minha camiseta, mas seu telefone tocou e ele atendeu como sempre ouvi a conversa.

-Você está pensando em tocar nela?- a voz masculina disse calma- todos nós temos um acordo, um dia com cada um de noz durante esse mês, se ela se acostumar teremos nossa nova integrante da família, mas se ela disser que não teremos que esquece-la. Estou de olho em você caso tente toca-la ou a forçar a algo pode se considerar um homem arruinado Kim Namjoon- e a ligação foi encerrada

Namjoon peou minha mão e saímos daquela loja, entramos no carro e ele ligou o mesmo começando a dirigir apressadamente, não fazia ideia de onde estávamos indo agora. Depois de quase meia hora chegamos a uma praça com muitas pessoas fazendo costplay e outras fantasiadas, entramos mais na praça e paramos em frente a um balcão Namjoon deu nossos nomes e ganhamos crachás, andamos um pouco pela praça e depois de tirar muitas fotos com as pessoas fantasiadas ele finalmente se pronunciou.

-Desculpa, não queria ser rude e nem forçar você a nada- ele abaixou a cabeça.

-Mas você foi, mas agora tudo bem, eu te desculpo.

-S/N?

-Eu

-Posso te dar um abraço?

-Pode, eu acho- ele me abraçou muito forte e depois me soltou- está tudo bem?

-Apenas medo de te quebrar, viu o que eu fiz lá na loja?

-Você quebrou a cortina, e me deixou assustada e depois parecia que tinha visto um fantasma depois da ligação.

-Tenho certeza de que você ouviu

Abaixei minha cabeça e continuei andando pela multidão de pessoas, enquanto andávamos distraídos e uma voz começou a suar por toda a praça dizendo que os concursos haviam começado e disse o local de inscrições, Namjoon pegou minha mão e nos levou até o lugar e praticamente me obrigou a me inscrever e como não ia deixar isso tão barato e como vingança pelo o que aconteceu na loja coloquei seu nome junto. Fomos para os vestiários e vi que estava fazendo pintura corporal também, tive uma ótima ideia que também seria uma ótima desculpa para ver ele sem camisa, escolhi uma fantasia que combinasse com o que eu pedi para o pintor enquanto Namjoon estava distraído em seu celular.

Mostrei para ele minha fantasia e ele mordeu o lábio e disse que era uma ótima escolha, safado, entrei no camarim e coloquei a fantasia que era uma saia branca bem curta, uma blusa preta rasada que mais parecia que eu não estava a usando por eu tecido ser quase transparente, um salto preto também, e como a gargantilha combinava por ser branca meu look acabou ficando muito bom, enquanto eu dava os últimos retoques na minha roupa coo rasar ela um pouco mais e rasgar uma parte da saia a mulher anunciou que em uma hora as apresentações começariam, sai do provador a procura de Namjoon e o achei cercado por quatro garotas que as inclinavam para tentar mostrar os seios, uma das melhores coisas de ser brasileira que tem muito valor aqui na Coréia ter peito e bunda grandes, pelo menos maior que o delas, por natureza.

Chamei a atenção de Namjoon que só faltou babar assim que me viu, o puxei até o pintor e disse no ouvido dele o que eu queria que ele fizesse, o pintor mandou Namjoon tirar a blusa e o mesmo deu um chilique dizendo que não tiraria a blusa no meio de tantas pessoas essa foi à hora de eu começar a fazer manha e tentar convence-lo. Depois de uma batalha de dez minutos discutindo eu estava devendo um desejo a ele também, ele tirou a blusa e eu o olhei de cima a baixo, senhor que homem gostoso, trinta minutos depois Namjoon estava pintado do jeito que eu pedi, com seu corpo um pouco avermelhado e alguns machucados como se garras o tivessem atingido.

Fomos para outra parte dos camarins onde tinham maquiagens e tintas de cabelo, e ainda faltavam mais trinta minutos, mandei Namjoon se sentar no chão mesmo já que as cadeiras estavam ocupadas e ele era mais alto que eu e eu não alcançaria sua cabeça, pintei seu cabelo de prata e ele pintou minhas orelhas e cauda de rosa, cretino gostoso, fomos para a fila do desfile e conforme nossa vez ia chegando eu ficava com um frio na barriga ainda maior, assim que a moça anunciou nossos nomes Namjoon subiu no palco primeiro e muitas garotas gritaram enquanto ele apenas desfilava e me chamou com a cabeça, na minha vez de subir ao palco mais gritos só que dessa vez masculinos, desfilamos mais uma vez só que em dupla e eu as vezes arranhando por cima dos “machucados” em seu corpo. Continuamos até o final da feira e ganhamos em primeiro lugar apenas porque maiores partes dos rapazes que estavam no evento votaram em mim e Namjoon fechou a cara.

Tiramos nossas fantasias, bom pelo menos eu tirei Nam precisava de um banho, quando íamos sair do camarim o rapaz me barrou dizendo que eu teria que tirar todas as peças da fantasia e eu perguntei o que mais eu estaria vestindo que era da fantasia, ele disse que eram as orelhas e a cauda, Namjoon começou a rir e eu reparei que ele tinha covinhas, expliquei para o moço da segurança que eu sou uma hibrida e ele não acreditou de primeira, tive que o deixar puxar minhas orelhas para se certificar de que eram realmente minhas e se desculpou.

Voltamos para o carro e Namjoon me levou para uma casa bem grande, entramos na casa e ele disse para eu ficar a vontade e se quisesse comer alguma coisa era só pedir para aluem na cozinha, ele subiu as escadas e desapareceu de meu campo de visão, fui para a cozinha e pedi por algum prato com carne, minutos depois a mulher que eu havia pedido a comida me trouxe uma travessa quente com bifes fritando, vasilhas com arroz, peixe, omelete, alface e wassabi. Agradeci pela comida e comecei a devorar enquanto saboreava Namjoon disse que me levaria para casa depois de eu comer e descanar um pouco, comi e fomos para a sala assistir série pedi que assistíssemos Scorpion e ele concordou, enquanto assistíamos eu comecei a ficar com sono, aparentemente já era de noite, ele desligou a televisão e me pegou no colo e me levou para o quarto e disse para mim tomar banho.

Fiz o que ele me pediu e coloquei uma blusa dele e uma samba canção que parecia mais um shorts, sim estou fuçando no guarda roupa dele atrás de roupas para mim por, desci as escadas e conversamos um pouco e descobri algumas coisas sore ele:

21 anos, nasceu em Ilsan, irmão mais velho (por meses) de outro dos meus donos, gosta de rap também e compõe algumas vezes com Yoongi, não gosta de frutos do mar, apelidado de monster ou deus da destruição, fluente em inglês e japonês, e é o mais safado de todos (já sabia disso não sei o pq). Depois de conversarmos ele pediu uma pizza e riu do meu look, enquanto esperávamos a pizza chegar ficamos discutindo sobre coisas aleatórias. Alimentamo-nos, conhecemos, e nos divertimos muito hoje, quando seu celular avisou que já eram quase nove horas da noite ele chamou uma das empregadas e pediu a ela que trouce-se a caixa para ele, assim ela o fez sem dizer uma palavra sequer, ele colocou a caixa em cima da mesa de centro e a abriu.

-Ok gatinha- ele disse suspirando- está na hora de escolher quem será o próximo?

Dessa vez tirei a gargantilha branca de meu pescoço e a entreguei para ele e comecei a encarar a caixa, que cor eu escolho dessa vez?

Rosa, Azul, Vermelho, Verde ou Amarelo?


Notas Finais


Espero que tenham postado e PELO AMOR DE NOSSA SANTA SEHUNA NÃO ESQUEÇAM DE COMENTAR O QUE ACHARAM E A PRÓXIMA COR
BJS
BULTAREONE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...