História Our Love - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Andrew "Andy" Biersack, Elizabeth Gillies
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Elizabeth Gillies, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5 Seconds Of Summer, Colegial, Drama, Luke Hemmings
Visualizações 181
Palavras 1.489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olaaaaaaaaaaaaa 🌸
Pessoas lindas do meu coração, como vão vocês?
Entããão, como vocês sabem, eu tenho alguns capítulos já montados, e hoje eu estava escrevendo um e percebi que aquele já era o 45, eu fiquei tipo...
-Uai, mais eu não tava no trinta e poucos...? 😂💔
Enfim, queria dizer que a fic será longa, não tanto. Mais longa.
Eu queria que ela fosse até o 40, mais infelizmente não vai dar.
Pode ficar enjoada e tals por ser grandinha, mas eu prometo fazer capítulos maiores e cheios de surpresas 💙
Não faço a menor idéia em qual capítulo ela terminará, mais prometo não fazê-la tããããããooo longa.

Capítulo 33 - Oh shit, I kissed Luke


Fanfic / Fanfiction Our Love - Capítulo 33 - Oh shit, I kissed Luke

Ashton Irwin.

Eu sabia que Luke estava fazendo merda ao convidar Marnie para ir com a gente. Ele estava estranho desde que havia ido procurar Sophie na escola. Hemmings ficou calado o dia inteiro, e tudo que falávamos ele apenas bufava e revirava os olhos.

Eu sabia que algo havia acontecido, eles estavam tão bem e de repente Luke aparecia com uma menina qualquer? Isso estava errado.

-O-oi Marnie. -Flora foi a primeira a falar, desde que elas haviam chegado.

-Eu fiquei com tanto medo de vocês não gostarem de mim. -A ruiva riu constrangida.

Desviei meu olhar para Sophie e pude vê-la fechar as mãos em punho e respirar fundo. Bem fundo.

-Pessoal, eu trouxe os ingressos e vamos ter que dividi-los. -Calum falou tentando quebrar o clima estranho. -Sophie, Ashton, eu e Luke ficamos com os ingressos. E Flora, Bea, Michael, e Lizzy compram os seus, pode ser?

-Pode. -Mike assentiu.

Marnie levantou uma de suas mãos e com certa timidez falou.

-E eu?

-Aé, tínhamos esquecido de você. -Sophie respondeu com frieza.

Marnie a encarou confusa e depois de alguns segundos quieta, ela apenas revirou os olhos e abraçou Luke mais ainda.

O clima estava completamente pesado, então para poder tirar aquela tensão, eu decidi me pronunciar.

-Vamos entrar e comprar os ingressos. -Eles assentiram. -Flora, vem comigo comprar pipoca?

Eu vi ela sorrir envergonhada, enquanto suas bochechas ganhavam um tom rosado.

Porque ela ficava tão linda quando corava?

Oh, céus.

-Vamos sim. -Ela caminhou em minha direção e parou ao meu lado.

Eu sorri a puxando para entrada. Os meninos nos seguiram e fomos todos em direção a entrada.

Sophie, Luke, e Calum foram direto para a sala do cinema, enquanto os outros ficaram na fila para comprar os ingressos. Já Flora e eu, estávamos parados na fila da comida.

-Você está linda. -Falei enquanto colocava as mãos no bolsos dos jeans.

E novamente eu vi suas bochechas corarem.

-Obrigada. Você também está bonito. -Eu sorri. -Olha, estamos os dois de bandana vermelha.

Eu ri ao ver que ela também usava uma.

-Você fica bem bonita com bandanas. -Ela riu. -Ahm, oque você vai pedir?

Flora arrastou seu olhar por todas as placas de comidas que estavam por ali, ela parecia pensar no que iria comprar. Sorriu ao ver uma enorme barra de chocolate.

Fizemos nossos pedidos e saímos de lá com as mãos repletas de comidas. Enormes baldes de pipocas, copos de refrigerante, balas, e chocolates. Quando entramos na sala do cinema, todos já estavam sentados.

Michael, Liza Calum e Bea estavam um do lado do outro. Enquanto Luke se agarrava com Marnie ao lado de Sophie. Eu senti uma enorme vontade de rir, pois a cara que a morena fazia, não era das melhores. Ela fazia questão de bufar alto e revirar os olhos de segundos em segundos.

Já Luke, ele parecia estar gostando de toda aquela situação, ele passava os braços em volta de Marnie e a beijava loucamente.

Digamos que o filme todo não foi como havíamos planejado, todos pareciam estar entediados e eu jurei ver Michael dormir com a cabeça no ombro de Liza. Flora estava com a cabeça deitada em meu peito, enquanto comia um pedaço de chocolate.

Sophie ainda continuava emburrada. Ela parecia pensar em como iria matar Luke, ou em como odiava ele. Estava com os pensamentos tão longes que eu percebi que ela mal prestava atenção no filme.

Os únicos que pareciam interessados eram Calum e Bea, eles riam baixinho quando alguma cena era engraçada. Dividiam a pipoca e até mesmo o refrigerante. Era engraçado ver os dois juntos.

As horas se passaram e quando percebemos o filme já havia acabado. Todos nos levantamose começamos a sair dali.

-Luke, eu amei o filme. Eu adoro velozes e furiosos. -Marnie falou entrelaçando seus braços no do loiro. -Deveríamos sair mais vezes.

Luke sorriu e lançou um olhar provocativo para Sophie.

-Por mim tudo bem.

Ela sem pensar duas vezes deu o dedo do meio para Luke, que apenas riu e abraçou Marnie mais ainda.

Nós nos dividimos e entramos no carros, indo direto para a praia.

[...]

Sophie Gillies.

Descemos do carro e paramos em frente a praia.

Ela estava linda demais, as estrelas faziam um contraste brilhante no céu azul escuro. Algumas fogueiras acessas deixavam tudo ainda mais bonito. Havia uma música calma tocando, parecia ser uma menina a cantar, ela tinha uma bela voz por sinal.

A praia estava cheia de pessoas, os quiosques estavam bem enfeitados e tinha bastante piscas piscas em volta das tentas. O mar estava calmo, mas mesmo assim ainda fazia alguns barulhos gostosos. O vento fresco fazia com que os coqueiros se chacoalhassem de um lado para outro, deixando tudo ainda mais encantador.

Eu sorri arrastando Bea pelo braço, caminhamos calmamente pela areia daquele lugar.

Estar ali era maravilhoso, eu sentia que toda vez que ia ali, era como se minha alma estivesse sendo lavada.

Mesmo aquela sendo a segunda vez, eu já podia considerar como o meu lugar favorito. Era simplesmente impossível não se apaixonar por aquela praia.

-Eu vou beber. -Me pronuncie depois de horas quieta.

-Eu também vou. -Marnie falou sorrindo. -Luke, eu já venho ok?

Ele assentiu roubando um pequeno beijinho de seus lábios. Luke se virou e saiu junto com todos. Fiz o mesmo me virando para o lado contrário, sem esperar pela ruiva eu andei apressadamente até um dos quiosque.

-Boa noite, oque as senhoritas desejam? -Um moço perguntou gentilmente.

-Eu quero um Bahama mama. -Pedi sorridente.

-E eu uma batida de morango. -Marnie pediu. Ela se sentou ao meu lado no banco do quiosque e ficou batucando a ponta dos dedos no balcão.

Respirei fundo ao perceber que estava sendo observada pela ruiva. Ela sorria com um certo desdém e depois revirava os olhos quando virava o pescoço.

Ruiva falsificada.

-Então... Você é a nova peguete do Luke? -Perguntei depois de minutos quieta.

Marnie riu e olhou para o loiro um pouco afastado de nós duas.

-Peguete? Não. Eu e Luke nos gostamos de verdade. -Eu tive uma vontade de gargalhar alto, mas me segurei. -Ele me ligou e pediu para que eu fosse ao cinema com ele.

Eu revirei os olhos. Será que ela não entendia que Hemmings só estava brincando com seus doces sentimentos?

-Que fofinho. -Falei com desdém.

-É, o meu Lukezinho é um fofo sim. -Ela sorriu apaixonada.

Fiquei quieta vendo o modo como ela sorria abertamente ao falar de Luke, eu não acredito que ela estava apaixonada por ele.

Pobre Marnie.

Suspirei aliviada ao ver que o barman trazia nossas bebidas. Ele sorriu amigavelmente e me entregou meu drink primeiro.

Eu o peguei com cuidado, e levei em meus lábios saboreando com gosto.

-Eu soube que vocês tiveram um caso, é verdade?

Soltei o canudinho dos lábios, fazendo o liquido respingar para todos os lados e eu acabar me engasgando. Tossi desesperadamente atraindo olhares das pessoas ao meu redor.

-Q-quem te disse isso? -Tossi novamente.

-Ninguém. -Franzi as sobrancelhas confusa. -Da para perceber pelo modo que vocês se olham.

Eu a encarei incrédula. Mas oque merda aquela menina estava dizendo? Ela nem havia bebido metade do drink e já estava bêbada?

-Oque? N-não. Oque você tá falando? -Senti minhas bochechas corarem. -Eu odeio ele. Nós nunca iríamos nos olhar com outros olhos.

Marnie deu um longo gole em sua bebida e me olhou.

-Tem certeza? -Assenti. -Eu percebi o modo como você ficou quando viu que ele estava acompanhado.

Eu neguei piscando os olhos rapidamente.

-Não viaja garota. Eu realmente o odeio.

Marnie sorriu sem mostrar os dentes. Ela levou um punhado dos cabelos ruivos para trás da orelha e voltou a me encarar.

-Sério? Não parece. O modo como vocês...

-Para com isso Marnie! Eu odeio o Luke e vou te provar isso agora! -Peguei minha bebida e dei um longo gole nela.

-Você vai fazer oque? -Ela perguntou sorrindo.

-Veja com seus próprios olhos, querida.

Desci do banco e saí apressadamente do quiosque andando em passos rápidos até um grupo de garotos. Eu não sei de onde tinha tirado aquela coragem, mas sei que a bebida ajudava em algumas partes.

Parei de andar e respirei fundo.

O rapaz alto estava de costas para mim, então ele não percebeu minha aproximação. Toquei em seu ombro com força e o virei em minha direção.

Sem pensar duas vezes grudei nossos lábios com bastante urgência.

Levei meus braços ao redor do seu pescoço, enquanto sentia os seus rodearem minha cintura.

-Sophie oque merda você está fazendo? -A voz irritante de Marnie soou próxima ao meus ouvidos.

Eu rapidamente me desgrudei do garoto e me virei para a ruiva, sorrindo cínica.

-Te provando que eu não gosto dele.

-PEGANDO ELE?

Senti um choque percorrer todo meu corpo.

Eu rapidamente virei meu rosto em direção ao garoto, e só aí pude ver que, quem eu havia agarrado era nada mais, nada menos que Luke Hemmings.


Notas Finais


Oooooh shit. 😂
Ashton tá tão cut com a Flora 💖
Sobre o novo shipp #Flash que tal? Kkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...