História Our love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Asui Tsuyu, Bakugo Katsuki, Midoriya Izuku, Personagens Originais, Todoroki Shouto, Uraraka Ochako
Visualizações 170
Palavras 1.183
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Me desculpem a demora, espero que gostem do capítulo, anjos. Desculpem qualquer erro.

Capítulo 5 - Capítulo 4.


Terça-feira, 11:00am.

- EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ QUEIMOU A CARNE TODOROKI, SEU FILHO DA PUTA. - Bakugou gritou comigo super alto, como ele sempre fazia com todo mundo, aquela garoto não tinha noção do quanto a voz dele conseguia atingir uma altura tão alta, não? - NUNCA MAIS VOCÊ VAI MEXER NISSO!!!

Revirei meus olhos tentando me segurar para não bater nele, eu não tinha queimado tudo, só tinha ficado um pouco preto e tinha passado um pouquinho do ponto...

Suspirei rindo fraco concordando com ele, tinha que admitir que tinha ficado horrível aquela carne, Midoriya cuspiu de um jeito "discreto" para eu não perceber, mas óbvio que eu percebi, ele não era nada discreto. Uraraka-san fez um showzinho apoiando Bakugou, o que realmente foi uma cena inusitada, mas nada que eu não esperasse dela para me denegrir, como sempre.

Foram quase 15hrs da tarde quando Bakugou terminou de assar alguns peixes com a ajuda de Kirishima e Denki, tinha demorado muito, mas eu não poderia reclamar a respeito disso.

- Se o Todoroki não tivesse queimado, a gente ja teria comido, e estaria fazendo alguma coisa mais legal - Denki falou um tanto bravo, enquanto terminada de comer, e todos concordaram com o garoto. Me senti ameaçado.

- Nem queimou tanto. - falei tentando me defender de todos aqueles ataques, enquanto Bakugou ficava vermelho de tão irritado comigo, revirei meus olhos - Dessa vez eu aceito que vocês estão certos, apenas dessa.

Ouvi eles comemoraram, apenas revirei os olhos reclamando baixo sobre aquilo. A maioria lavou seus pratos, e foram para a praia, não estava muito afim de fazer aquilo, e apenas peguei meu celular na mesa, subindo as escadas e entrando no quarto, me jogando na cama, colocando o celular em cima do criado mudo. Fechando meus olhos tentando cochilar um pouco.

Não consegui, pois senti uma movimentação no quarto, até sentir um corpo deitado sobre o meu, abri meus olhos vendo Midoriya deitado no meu peito com as bochechas coradas, e as mãos segurando a barra da minha blusa, com os olhos fechados. Sorri com a cena, o olhando e em seguida, tirando-o de cima de mim, invertendo nossas posições para ficar por cima do esverdeado que abriu os olhos me encarando surpreso com meu ato.

- Não vai ficar com o pessoal, não? - perguntei acariciando levemente seu cabelo, beijando sua testa em seguida-

- Não...quero ficar aqui. -ele murmurou, estava vermelho, mas pelo menos não tinha gaguejado dessa vez, era um avanço, certo?-

- Que bom. - Falo baixo, tocando meus lábios aos seus, beijando-o levemente, com toda calma possível, sendo retribuido pelo garoto-

Sorri entre o beijo, cortando o mesmo com alguns selinhos lentos, abraçando sua cintura, ao me deitar novamente do seu lado, puxando-o para o meu peito, acariciando seu rosto levemente mordendo sua bochecha vendo-o mesmo resmungar baixo, rio fechando os olhos e aos poucos ouvindo o silêncio prevalecer no quarto. Ele tinha dormido no meu peito, e era tão fofo quanto qualquer coisa. Sorri, e voltei a fechar os olhos, dormindo junto a ele.

Quarta-feira, 20:00pm.

O sorriso de Midoriya após ter ganhado um jogo de perguntas e respostas sobre acontecimentos do grupo desde de que viramos amigos foi tão lindo que eu tive vontade de tirar uma foto dele, infelizmente ele não deixou eu fazer isso, e desfez o sorriso ficando com vergonha e me ameaçando, não resisti e comecei a rir dele.

- Vocês dois são tão bonitinhos juntos. - Uraraka-san falava fazendo biquinho, sorrindo sem parar. -

- Já transaram? - Bakugou perguntou. Começou.

- Aposto que o Todoroki vai ficar por cima, e você? - Denki falava olhando para Jirou.

- Eu aposto no Midoriya. - Kirishima falava. Eles estavam ignorando o fato de estarmos ali??

- O Deku é muito tapado para isso, e você é muito burro por pensar isso, Kirishima. - Bakugou falava com o jeito agressivo de sempre.-

- Burro é você. - Eles vão brigar por causa disso, mesmo?

- É você, seu cabelo de fogo nojento. -

- CALEM A BOCA!! - Midoriya berrou, e eu mesmo me assustei, na verdade, todos se assustaram com a reação dele, ele estava muito vermelho, mas não sabia se era de vergonha ou de raiva, talvez dos dois.

- É...PISTOLOU. - Denki gritou, e todos começaram a rir, sinceramente eu só tenho amigos retardados.

Acabei rindo também, eles eram muito idiotas, não conseguia colocar em palavras isso. Passamos a noite toda, e um pouco da madrugada conversando e rindo sobre assuntos aleatórios.

Quinta-feira, 14:00am.

- Vamos usar o iate dos seus pais, Kirishima? - Mina perguntava enquanto levava uma bolsa em direção a mesa, colocando-a em cima da mesma.

- Não, a Uraraka me pediu para fingirmos isso, e deixar o Todoroki ir com o Midoriya sozinhos. Vamos todos juntos no sábado. - ele falava olhando para a garota. -

- Ahhh, que amor. Como vai funcionar o plano? -

- É o seguinte, pelo o que eu sei é ideia do Todoroki, e ele tâ arrumando o iate para uma noite deles desde de manhã com ajuda da Uraraka, Asui e Yaoyozaru - falo meio envergonhado dando uma risadinha - Ai o Todoroki sabe dirigir, e o Midoriya acha que todos vão, mas antes do Midoriya perceber que ninguém entrou junto a eles, já vão estar um tanto longe. -

- O Todoroki é um gênio, eu quero um namorado como ele. - Mina falava com os olhos brilhando, e sorrindo-

- É, eu também. - Kirishima murmurou perdendo seu olhar em Bakugou, que estava distraído mexendo no seu celular na frente da casa. -

19:00pm.

- Mas onde está o restante do pessoal? - escutei Midoriya perguntar enquanto eu saia do volante do iate, ja tinha jogado a âncora para permanecemos naquele local, vi o garoto parado olhando em direção a praia que estava longe, provavelmente surpreso para não perceber que eu estava ali ao seu lado. -

- Desculpe por mentir, mas seremos apenas eu e você está noite, você concorda? - o olhei vendo o mesmo corado e surpreso com o que disse.

- Não acredito nisso... -ele murmurou virando para me encarar, em seguida sorrindo de canto, me abraçando antes de dar um tapa no meu ombro, me fazendo rir. -

Sorri, e o beijei com toda a calma possível, sendo retribuído com o amor dele, era maravilhoso aquela sensação de borboletas na barriga sempre que o beijava. Suspirei a nós separar, segurando sua mão o puxando em direção do quarto no "andar" d'baixo do iate.

Ele estava realmente encantado com a beleza do lugar que eu tinha arrumado para nos dois, estava escuro e a cama de casal estava com uma colcha de cama branca com petalas de rosa cobrindo a mesma, algumas espalhadas pelo chão. O cheiro do quarto era amadeirado como o perfume dele, sorri de canto virando-o para mim que estava sorrindo ainda.

- Você sabe que eu não sou bom com palavras, mas eu realmente prefiro demonstrar o que sinto em ações, e sinceramente, eu estou completamente apaixonado por ti...Midoriya, você aceita ser a minha verdadeira metade? O meu namorado?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...