História Our Love Story. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Personagens Originais
Tags Jason, Jercy, Luckercy, Luke, Percy, Romance
Exibições 67
Palavras 1.649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá meus pudimzinhos.
Eu estou novamente, aqui com este capítulo.
Espero que gostem.
Comentem, favoritem a fic, please, pois isso ajuda bastante.
E para quem gosta e é muito fã de "Jercy", logo logo eles estarão ai juntos.
Musica do capítulo: Hallelujah - Rufus Wainwright
Gente e a musica tema do Percy e essa okay.
Link nas notas finais.
Kisses. <3

Capítulo 4 - Capítulo IV


Fanfic / Fanfiction Our Love Story. - Capítulo 4 - Capítulo IV

Percy

 

            Eu acordei com batidas horríveis na porta, como se estivessem tentando assaltar minha casa. Olhei no relógio, e marcava 08h47min, quando viro meu rosto vejo Anabeth me chamando, ou melhor, me gritando, mas a sua voz estava tão distante...

-PERCY... PERCY OLHA PARA MIM... Vem Percy... Isso levanta, senta aqui. –Disse Anabeth me ajudando a levantar e me sentar na cama.

-Annie... O que ta acontecendo?... O que eu to fazendo aqui? Que lugar é este? –Perguntei vendo Anabeth vindo até mim.

            Mas a única coisa que me lembro foi ver Annie me gritando, ante de tudo escurecer.

Acordei um tempo depois disso, e vejo Annie sentada ou me lado lendo alguma coisa.

-Annie? –Chamei-a.

-Percy... Ai graças aos deuses você acordou. –Disse ela pondo a revista em cima da escrivaninha e vindo me ajudar a levantar.

-Que horas são? –Pergunto totalmente desnorteado e com uma leve tontura.

-São... 10h16min da manhã... Vem se arrumar para irmos ao consultório. –Diz ela beijando minha testa em seguida.

-Ta bem. –Digo indo para o banheiro.

            Me despi e entrei na banheira... Tomei um banho até que demorado. Fiquei pensando em como Luke me faz falta... Eu sinto tanta dor, toda vez que me lembro dele naquele caixão... Com Hermes, seu pai, chorando e me abraçando, dizendo que tudo ficaria bem... Mas não ficou...

            A única coisa que eu quis fazer foi fugir... Correr daquele lugar, me afastar de tudo e todos, sair e nunca mais voltar... Mas meu corpo não respondia, apenas fiquei parado, olhando para o corpo do meu noivo... Um corpo sem vida, esbranquiçado, parado, frio... Que outrora fora um corpo vivo, bronzeado, quente, que não parava... Que sempre estava a me abraçar e beijava minha testa... E que sempre antes de eu dormir ele me dizia “eu te amor Percy”.

            Eu não quero acreditar que Luke nunca mais voltará... Eu o quero aqui e agora, para que eu possa deitar a cabeça em seu peito e ouvir lindas palavras de amor que saiam de seus lábios... Eu quero poder tocá-lo mais uma vez... Eu quero poder abraçá-lo mais uma vez... Eu quero poder beijá-lo mais uma vez... Eu quero sentir o seu corpo no meu... Eu quero sentir seus beijos em meus lábios... Eu quero abraçá-lo e sentir seu perfume novamente... Eu só quero o ter mais uma vez...

...Por favor...

            Um tempo depois, ouço Anabeth me chamar... Tirando-me dos meus devaneios.

-Percy... Está tudo bem? –Perguntou Annie com seu tom preocupado.

-Sim Annie... Está. –Respondo baixo.

-Vou entrar... Vem Percy. –Diz Annie me estendendo a mão. –Melhor sair, pois essa água já está fria...

-Annie? –Chamo-a.

-Sim? –Responde Annie.

-Você... Me acha um bêbado, drogado e sado-masoquista? –Pergunto olhando dentro de seus olhos cinza.

-Não Percy, claro que não. –Diz ela com semblante triste.

-Você ainda me ama? –Pergunto cabisbaixo.

-Claro que eu amo... Mesmo que nós não estejamos mais namorando, eu ainda sou sua melhor amiga... Eu ainda te amo Percy... Não se preocupe com isso. –Diz Anabeth me secando.

-É que todos dizem que me amam... Mas... Só... Se afastam. –Digo com meus olhos lacrimejando.

-Percy... Não chore, por favor... Todos nós te amamos, é que você fica dentro do quarto o tempo inteiro... Leo, Frank, Thalia e Piper vieram ontem aqui para saber como estava. –Disse Annie me ajudando a vestir a roupa. –Eles ficaram aqui por bastante tempo... Piper até tentou falar com você, mas eu disse para ela não lhe incomodar... Todos sentem muito a sua falta.

-Eu também sinto... Mas eu... Não consigo... Dói muito Annie. –Digo com a voz embargada pelo choro, e algumas gotas caem pelo meu rosto.

-Percy... Não chore, está tudo bem... Eu to aqui. –Diz Anabeth e abraçando.

-Eu o quero de volta... Por favor... Eu só queria sentir o seu toque... O seu abraço... Os seus beijos, e seu carinho... Só mais uma vez. –Digo afundando meu rosto no vão do pescoço de Annie, e deixo minhas lágrimas caírem.

-Calma Percy... Ele está lhe protegendo, mesmo que você não veja... Ele sempre irá te amar... Percy... Está tudo bem. –Sussurra Anabeth.

-Obrigado Annie. –Digo a abraçando mais forte.

            Annie terminou de me ajudar a me trocar, e saímos, entramos no carro e seguimos para um consultório, que Annie e meus pais disseram que iria me ajudar, mas os psicólogos não ligam para os seus problemas, apenas querem o seu dinheiro, e se você está ou não bem, isso não é problema dele.

-Percy... Calma... Esse psicólogo irá lhe fazer bem. –Disse Anabeth me tirando dos devaneios.

-Duvido... Só quero voltar logo para casa. –Digo cansado.

-Percy... Eu não quero mais que você sofra... Então tente só mais esse Okay? –Pergunta Annie.

-Okay Annie... –Suspiro cansado.

            Depois de 10min mais ou menos, chegamos ao consultório. Entramos, e eu me sentei na sala de espera enquanto Annie falava com a recepcionista, alguns minutos depois Anabeth volta.

-Bom Percy... Logo seremos atendidos.

            Um tempo se passou, e uma mulher morena e bem vestida, veio nos chamar.

-Sr. Perseu Jackson, por favor vá a sala numero 3. –Disse ela e saiu.

            Annie foi comigo até a porta da sala, e deixou lá, desejando boa sorte. Entrei e me deparei com ninguém mais, ninguém menos que... Jason.

-Jay? O que faz aqui? –Perguntei chocado.

-Olá Percy... Bem este é meu consultório... Sente-se. –Disse ele me indicando, para que eu me sentasse no divã.

            Nunca imaginei que Jason seria meu psicólogo, mas como a Annie disse para que eu viesse.

-Então como você está Percy? –Perguntou Jason.

-Você não vai ficar anotando nada, e me olhando com aquela cara de paisagem que todos me olham, e depois que termina o horário, saem apressadamente da sala? –Pergunto abismado.

-Não Percy... Entenda que eu sou seu psicólogo mas não sou frio como uma pedra, eu sou um ser humano, e tento ajudar outros... Então, Percy... Como você está? –Perguntou Jason depois de uma explicação sobre si.

-Eu não estou bem e eu sei disso... Eu estou me drogando e bebendo e o Leo faz questão de falar a Deus e o mundo que eu estou assim... Então fora isso eu to ótimo. –Digo um tanto grosso.

-Não Percy... Eu quero saber como se sente, eu quero saber como você está por dentro, eu quero saber você Percy. –Diz Jason se sentando ao meu lado no divã.

-... Eu to péssimo Jay... Eu não agüento mais sofrer... Eu só quero minha vida de volta. –Digo chorando e deitando minha cabeça em seu peito, e ele me abraça protetoramente.

-Como você tem passado as noites? –Pergunta Jason.

-Essa noite eu bebi e me cortei...

-Porque Percy?

-Porque eu não agüento mais sofre pelo Luke... E-eu Não quero mais sentir dor... –Digo chorando ainda mais, como se eu vivesse para chorar.

-Você sente dor no corpo ou no seu peito? –Perguntou Jason.

-Eu sinto até minha alma doer... Se... Se não fosse por mim... Ele... Ainda estaria... A-aqui. –Digo soluçando.

-Quem estaria aqui Percy? –Pergunta Jason passando seus lábios pelos meus cabelos e me beijando a testa.

-O Luke... Se não fosse por minha culpa... Ele ainda estaria aqui... Eu sou culpado pela morte dele... Eu sou o culpado de tudo. –Digo me aconchegando mais em seu peito.

-Você não teve culpa pela morte dele... Por mais que você tivesse feito algo a ele... O Luke não morreu por sua causa. –Diz Jason.

-Como você sabe Jay? –Pergunto olhando em seus lindos olhos azuis, que estavam tão intensos, que por um segundo eu acreditei que fossem os de Luke.

-Porque você seria incapaz de machucar alguém... Percy. –Diz Jason. –Eu sei que você não fez nada disso... Você é muito bom... Você é muito puro para fazer mal a alguém.

 

Jason

 

-Obrigado Jay... –Sussurra Percy.

-Não tem nada... Você é a melhor pessoa que eu conheço. –Digo olhando dentro dos seus olhos verdes-mar.

-Jay. –Me chama Percy.

-Sim? –Pergunto.

-Canta para mim... Se tiver tempo. –Diz ele.

-Claro Percy... Temos a tarde inteira... Seu horário é bem longo, e Anabeth só voltará as 17h00min. –Digo. –Qual música você quer?

-A que eu mais gosto... Você ainda lembra? –Pergunta Percy se aconchegando em meu peito.

-Sim eu me lembro. –Digo sorrindo.

-Okay. –Diz Percy.

________Jason Cantando on_______

.Hallelujah.

I've heard there was a secret chord

That David played and it pleased the Lord

But you don't really care for music, do you?

 

It goes like this... The fourth, the fifth

The minor fall

The major lift

The baffled King composing Hallelujah

 

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

 

Your faith was strong but you needed proof

You saw her bathing on the roof

Her beauty and the moonlight overthrew you.

 

She tied you to a kitchen chair

She broke your throne

She cut your hair

And from your lips she drew the Hallelujah

 

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

 

Maybe I have been here before

I know this room, I've walked this floor

I used to live alone before I knew you

 

I've seen your flag on the marble arch

Love is not a victory march

It's a cold and it's a broken Hallelujah

 

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

 

There was a time you let me know

What's real and going on below

But now you never show it to me, do you?

 

And remember when I moved in you

The holy dark was moving too

And every breath we drew was Hallelujah

 

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

 

Maybe there's a God above

And all I ever learned from love

Was how to shoot at someone who outdrew you.

 

And it's not a cry you can hear at night

it's not somebody who's seen the light

it's a cold and it's a broken Hallelujah

 

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

 

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah

Hallelujah.

_______Jason Cantando off_______

Ah Percy… Se você soubesse o quanto eu te amo… Se você soubesse o quanto eu te quero.


Notas Finais


Olá meus pudimzinhos.
Espero que tenham gostado deste capítulo.
A musica Hallelujah e a musica tema do Percy Okay.
Link da musica: https://www.youtube.com/watch?v=PBo-n_17XU0
Kisses <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...