História Our Scars - Capítulo 66


Escrita por: ~

Postado
Categorias Candice Accola, Ian Somerhalder, Joseph Morgan, Katerina Graham, Nina Dobrev, Paul Wesley, Phoebe Tonkin, Steven R. McQueen, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Hayley Marshall, Isobel Flemming, Jeremy Gilbert, Klaus Mikaelson, Mary Louise, Matt Donovan, Olivia "Liv" Parker, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore, Tyler Lockwood, Valerie Tulle
Tags Delena, Drama, Klaroline, Romance, Stelena
Exibições 163
Palavras 1.035
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 66 - Passado que Machuca


Fanfic / Fanfiction Our Scars - Capítulo 66 - Passado que Machuca

Um mês depois...

Fazia um mês da nossa visita. Um mês que Damon e Lily mantém contato. Estou me encarando no espelho com a minha camiseta levantada notando o tamanho que já aparentava. Sorriu bastante feliz por isso. 

- Elena. - Damon me chama deitado na minha cama enquanto ler um dos seus livros favoritos.- Dor de barriga? - Damon e suas gracinhas. 

- Não seu idiota. Ta vendo? - Ele me encara largando o livro.- Damon...

- Nosso bebê está crescendo anjo.

 - Estou tão feliz.- Falo subindo em cima dele.- Que cara é essa amor? - Ele parece chateado.- Fiz algo?

- Recebi uma mensagem da Hayley, meu pai está novamente em Mystic Falls. - Giuseppe tinha passado bastante tempo fora de Mystic Falls e isso havia deixado Damon bastante preocupado, já que sua irmã estava sozinha aos cuidados de Margot.

- O que vai fazer? - Pergunto com as minhas pernas ao redor da sua cintura. 

- Irei contar a Caroline toda verdade, já está na hora.- Ele responde não muito confiante.

- Tudo bem... Mas não sei se irei pôde ir. O médico recomendou ter o maior cuidado com a gravidez.- Digo dando vários beijos em seu rosto.- Vai dar tudo certo.

- Se você diz.

POV Damon

Elena diz que tudo daria certo e assim acreditei. No dia seguinte peguei o primeiro vôo. Caroline precisava saber da verdade. A verdade dolorosa e crua. A verdade que machucava e deixava marcas. Elena acabou me acompanhando, seguindo todas as recomendações do seu médico.

Estava bastante cansado, mas eu sentia que só conseguiria descansar contando a verdade a minha irmã. Bato na porta e de imediato Margot abre com os olhos brilhando.

- Meu menino! - Ela me abraça forte chorando.

- O que houve Margot?

- Seu pai meu filho. O senhor Giuseppe está furioso.

- Damon o que faz aqui? O papai está furioso com você...

- Não importa Caroline.

- Ora, ora se não é meu promissor. Meu orgulho! Damon Salvatore.- Meu pai começa aplaudir sarcástico.- E a adorável quase órfã.

- Não ouse falar da minha noiva! - Digo me sentindo ofendido.

- Agora essa vadia é sua noiva?

- Vadia é a sua mãe! - Elena rebate.

- Não fale assim com a mãe do meu filho seu babaca! - O respeito pelo meu pai foi pelos ares.

- Filho? Essa garota já esta grávida? Rápida você hein garota? - Elena não aguenta e vai até ele.

- Você pode jogar quantas vezes quiser na minha cara o quanto errei, mas saiba que diferente de você, reconheci os meus erros. E você? Escondeu a verdade de todos!

- Do que a Elena está falando? - Minha irmã pergunta confusa.- Damon!

- O que essa garota fez? Encheu a cabeça do meu filho. Essa adolescente estúpida e...- Ele não completa sentindo a mão da minha noiva parar no seu rosto.- Sua cretina! - Meu pai explode.- Saía da minha frente!

- Conta pai! Conta a verdade a Caroline. Conta o que você fez com a mamãe! CONTA! - Grito não segurando o choro. 

- O que está havendo? - Caroline parecia perder o controle aos poucos.- Damon por favor...

- Conta pra ela pai.- Elena me abraçava tentando me acalmar.- Você arruinou a nossa família.

- Pai o que o senhor fez com a mamãe? - Minha irmã pergunta calma.

- Nada, isso é coisa dessa garota.

- Você escondeu tudo nos mínimos detalhes. Giuseppe Salvatore provoca acidente da própria esposa! Como você pôde? Você tirou o bebê que nossa mãe esperava.

- Sua mãe não é santa! Ela me atraiu com o motorista e a culpa é minha?

- Você é um monstro! - Caroline grita abraçando Elena.- Você é um monstro... Um monstro terrível!

- Quando vi a Lily...-  Começo a falar, mas sou logo interrompido.

- Você visitou a mamãe? - Balanço a cabeça.

- Mês passado com a Elena.

-Por que não me contaram? Um mês? Até você sabia? Você é minha melhor amiga e novamente faz isso?

- Eu sou sua amiga, mas achamos melhor contar agora.- Minha noiva tentava amenizar o problema que estava surgindo.

- Sempre por último.- Ela agora se afasta da minha noiva.- E nem se quer me contaram do noivado. Obrigada.

- Caroline não é bem assim.- Elena falava na maior calma.- Nos preocupamos bastante com você.

- Não é o que parece.- Foi a última vez que minha irmã falou, ela subiu as escadas em prantos.

- Eu converso com ela.

- Como você ousar em envenenar sua irmã? - Meu pai pergunta após minha irmã subir.- Você está mais louco do que sua mãe.

- Como você pode brincar com isso? - Ele estava brincando com fogo e com toda a certeza ele acabaria se queimando.

POV Elena

Bato na porta de Caroline e ela não responde. Bato novamente e ela abre a porta com os olhos extremamente vermelhos.

- Desculpa Lena.- Abraço minha amiga que suspira.- Tá doendo Elena, tá doendo muito.

- Eu te entendo.- Ela deita a cabeça no meu colo voltando a chorar.

- Ele machucou todos nós. Até o meu sobrinho e sobrinha.- Balanço a cabeça lembrando as palavras amargas de Giuseppe. 

- Já estou acostumada.

- A ser humilhada? - Ela rir secando as lágrimas.

- Você entendeu.

- Aí Elena não sei se vou aguentar ficar aqui...

- Você pode ficar conosco.- Falo achando sugestivo.- Tenho certeza que o Damon vai apoiar, não se preocupe.

- Obrigada Elena..Muito obrigada.

- Olá meninas, trouxe chá pra minha Barbie e água pra mamãe.- Margot era um doce de pessoa.

- Obrigada Margot, estou realmente precisando. Minha noite está sendo uma merda! - Caroline fala fungando.- Esse passado machuca e muito. Você vai ficar aqui Lena?

- Sim...- Beijo sua testa.- Você precisa de mim, não é mesmo?

Apesar de está cansada, não faria questão de está ali, consolando minha melhor amiga. Era como retribuir tudo que ela fez por mim. Pelas todas as vezes que chorei e ela secou minhas lágrimas, dizendo que tudo daria certo. Simples jeitos de amizades faz toda a diferença. 

Fiquei mexendo nos cabelos loiros de Caroline até ela cair no sono. Ela parecia exausta de tantas lágrimas derramadas. De tantos sorrisos falsos. De uma família triste que enganava a todos com uma falsa felicidade. Caroline também tinha cicatrizes. Ela ainda precisava curar suas mágoas e sentimentos frustrados. Todos nós temos erros, basta temos reconhecimento e realmente está decidido a recomeçar sem medo.



Notas Finais


Até o próximo gente! Estamos chegando nos últimos capítulos 😱😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...