História Our Youth. - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~grrMinatozaki

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amizade, Bangtan Boys, Bts, Colegial, Drama, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Relações, Romance, Suga
Exibições 9
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorou pra atualizar mas saiu rsrsrs, leiam até o final pra sentir o tiro.
Espero que gostem ♥

Capítulo 2 - Guardiões do Tecido (Parte 1)


2 Anos depois...

[P.O.V JungKook]

Despertei com a luz do sol invadindo nosso quarto, virei para o outro lado e pude ver os fios vermelhos de Tae, encarei o teto por uns momentos e virei-me novamente, fechei os olhos para tentar dormir novamente mas senti algo se mexendo na cama.

Abri os olhos lentamente e notei que Taehyung estava coçando seus olhos.

— Bom dia. – disse me encarando com o sorriso que ele faz toda manhã quando se acorda.

— Bom dia. – respondi.

Recusei-me a acordar pois era cedo demais e tentei dormir mais um pouco, só que ouvi algumas risadinhas do outro lado da porta e Tae já havia saído do quarto a algum tempo, o que será que eles estão tramando?

— ACORDA JAO CU! – gritou Jimin tacando travesseiros em mim.

— Meu deus! – respondi me recuperando do susto.

Quando tentei me levantar, vi os outros correndo em direção com mais travesseiros, eles pularam encima de mim e eu já estava ficando sem ar. 

— AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!! – gritei, mas eles não paravam de pular, então peguei um dos travesseiros e acertei a cabeça de Jin com força.

— Ai! – reclamou. — Não podemos nem brincar mais senão eu saio sem uma cabeça!

— Desculpe... – falei sem me importar muito e saí para escovar os dentes.

Mas quando atravessei a porta do quarto dei de cara com um cenário diferente. A casa estava CHEIA de tendas de lençóis e almofadas espalhadas para todo lado.

— Nossa, isso é exatamente o que? – perguntei encarando as tendas.

— Você não pode passar muito tempo fora do alcance de alguma almofada ou lençol, senão os guardiões do tecido vão descobrir nossa vila. – respondeu Suga com a respiração ofegante por ter pulado muito encima da cama.

— Tá... né... – disse e fui em direção ao banheiro.

"Esconderijo à prova de guardiões do tecido" tinha escrito numa plaquinha de papel na porta do banheiro, esses meninos estão levando as coisas muito à sério.

Fiz minha higiene matinal e saí para sala, até que ouvi uma sirene tocar tão alto que tomei um susto, Jimin correu em minha direção e nos cobriu com um lençol branco.

— Shh! Ele está aqui! – sussurrou me encarando.

Olhei para ele por uns segundos e pensei "muito perto" até que notei que alguém estava fora do lençol.

— Eles são os guardiões do tecido, NamJoon, Jin e Suga, cuidado com eles. – disse.

Após ele terminar a frase, saí do lençol mesmo com o "Guardião do Tecido" à nossa frente e gritei:

— PARA TODO MUNDO AGORA! Todos saíram de suas tendas e me olharam atentamente, até mesmo Jin, NamJoon e Suga, que estavam sem camisa e com shorts curtos, mas cobertos por lençóis.

— Antes de começar a brincar eu preciso saber quem é quem! – falei.

— Nós somos os guardiões do tecido. – respondeu Yoongi apontando para Jin e NamJoon.

— E nós somos os aldeões da vila dos cristais, os guardiões não podem saber que nossa vila existe, por isso, quando eles estão perto, nos cobrimos com lençóis. – disse Taehyung.

— E o que acontece se eles nos pegarem? – perguntei. 

— Eles nos levam para a prisão dos rubis e nos torturam até a morte! – respondeu Hoseok.

— Certo, e quem pensou nisso tudo?

— Eu! – falou Taehyung. 

— Tinha que ser, ótimo, voltem para seus lugares que eu vou brincar com vocês!

Os guardiões foram para a prisão dos rubis, mais conhecida como cozinha, e nós fomos para a sala nos ajeitar nas tendas.

[P.O.V Jin]

— Sou só eu, ou vocês também estão preocupados em ter que lavar tudo isso depois? – perguntei.

— Nem pensei nisso. – respondeu Suga. 

— Já tô imaginando nós dormindo sem lençóis na cama, mas fazer o que né? – disse NamJoon desenrolando partes do lençol de si mesmo. 

— O que você está fazendo? – perguntei.

— Tá calor ué, se eu continuar mais 3 minutos enrolado nesse lençol pode ter certeza que eu derreto.

Faz um tempo que NamJoon vem me provocando, desde o dia que o vi tomando banho não sei mais distinguir minha orientação sexual.

— O que está olhando? – ele questionou desconfiado e logo percebi que eu estava encarando seu abs.

— Ah, ahn, n-nada... – respondi e virei meu rosto para um outro lado e pude sentir minhas bochechas queimarem. 

Suga acionou a sirene no celular, que me fez tomar um susto pois eu estava distraído.

— Vamos destruir uma das tendas agora! – falou Suga entusiasmado.

— Me esperem! – disse NamJoon se enrolando novamente no lençol e pegando o travesseiro que estava encima do balcão.

Ao chegarmos na sala vimos todos dentro das tendas, mas Kook estava coberto por um lençol sentado no sofá, provavelmente ele estava assistindo TV.

NamJoon e Suga se direcionaram à uma das tendas e começaram a caminhar ao redor dela, até que Yoongi puxou a ponta do lençol e revelou Taehyung que estava lá dentro.

— EU CONJURO O UNICÓRNIO PODEROSO DA FLORESTA NEGRA!! – gritou com uma carta de um unicórnio em mãos.

— Tá, e o que isso faz? – perguntou NamJoon.

— Eu estive aprimorando minhas skills em feitiçaria e descobri que essa carta pode mandar dois de vocês automaticamente para a prisão dos rubis por 7 minutos, mas ninguém pode ir pra lá! – disse.

— Desde quando isso existe? – perguntei. 

— Desde hoje! – respondeu. 

— Certo, e quem você vai mandar pra lá? – questionou Suga. 

— NamJoon e Jin, vai que os dois assumam o caso secreto né. – falou. 

Nesse momento eu realmente sabia que estava corado, encarei NamJoon que estava me olhando e falei: 

— N-nós não temos caso secreto algum!

— Vocês já deveriam estar na cozinha. – respondeu olhando para as unhas.

Nos encaramos novamente e fomos em direção à cozinha em silêncio. 

[Narrador]

Após os guardiões quase terem o pego, JungKook correu com o lençol para a tenda em que Jimin estava, na outra estavam Taehyung e Hoseok.

— Quero saber até quando ficaremos dentro dessas tendas fugindo daqueles três. – reclamou JungKook.

— Até amanhã. – gritou Tae da outra tenda.

— Vai ser legal se dormimos nelas. 

— Eu não acredito! 

Na cozinha, os outros dois estavam sentados em silêncio, Jin estava olhando para a tela do seu celular esperando o tempo passar.

— O que está acontecendo com você? – perguntou NamJoon.

Jin o encarou.

— Acontecendo o que?

— Isso que eu acabei de perguntar. – respondeu NamJoon.

Ele pegou uma das mãos de Jin e apontou para ela e o mesmo percebeu que estava tremendo.

— Não é nada... – respondeu e escondeu as mãos atrás das costas.

NamJoon o encarava praticamente sem piscar.

— O que foi? – questionou Jin o encarando de volta.

NamJoon se aproximou mais.

— O-o que pensa que está fazendo? – perguntou Jin nervoso.

Os dois se encararam por um breve tempo, até lentamente encostarem seus lábios.





[...]


Notas Finais


uau k fort, até o próximo cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...