História Out of everyday life - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ginga, Nijiiro
Visualizações 49
Palavras 2.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Josei, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Seis


Nijiiro acorda ao som dos passarinhos
"Quero matar todos esses filhos da puta"
Ele pensa consigo...


Ele levanta a cabeça e pega seu celular do seu lado, vendo que ainda faltava alguns minutos para se arrumar


Nijiiro pensou em dormir só mais um pouquinho, estava prevendo que aquele dia ia ser chato, e ainda era sexta-feira...


[...]


Nijiiro acorda em um pulo assim que escuta batidas fortes na porta do seu quarto


Nijiiro: QUEM É O DEFUNTO?! - Nijiiro praticamente pula do beliche de cima para o chão e abre a porta, encontrando Yume ali, já vestida com seu uniforme


Yume: falta cinco minutos para nós irmos - Nijiiro bufa, logo indo para o quarto dos pais, seus pais ainda dormiam na cama de casal


Nijiiro: mamãe... - Nijiiro fala com uma voz manhosa - mami... - Ryoku da os primeiros resquícios de estar acordando, abrindo os olhos e encontrando o olhar de Nijiiro - mamazinha do meu kokoro, deixa eu faltar hoje?... - Nijiiro pergunta fazendo um biquinho, Ryoku suspira


Ryoku: faltar Nijiiro?... Faltar por que? Não ta nem doente... - ela passa a mão na cabeça de Nijiiro, medindo sua temperatura 


Nijiiro: mas hoje é sexta... Por favorzinho, só hoje!...


Ryoku: a escolha é sua, mas você não pode mais faltar esse mês, já faltou três vezes com essa... - Nijiiro comemora silenciosamente e lentamente vai entrando para dentro das cobertas de Ryoku e Itsuri, se aconchegando ali no meio


[...]


Nijiiro resolveu passar na mansão de Takeo... Sim... Mansão...
Até por que você não considera uma puta mansão de três andares e com a extensão de 4 quadras de basquete como uma simples "casa"


Enfim...


Nijiiro aperta o interfone do portão da frente, e logo o mesmo é aberto por um segurança. Naquela mansão tinha vários seguranças, lógico né? É a morada de um puta mafioso...


Nijiiro: onde está Takeo? - ele pergunta entrando na casa, sendo acompanhado pelo segurança logo atrás


Segurança: na sala de jogos, senhor


Nijiiro: ótimo, pode parar por aqui - Nijiiro diz, liberando o segurança, que fez uma reverência e tomou seu rumo, voltando ao seu trabalho


Nijiiro anda por vários corredores da imensa mansão, logo parando em frente da sala de jogos... Ah sim... Nijiiro conhecia cada quanto daquela mansão... Já esteve ali várias vezes...


Nijiiro abre a porta dupla e vê Takeo sentado em seu sofá meia lua, jogando CS em equipamentos que Nijiiro não sabiam ao certo se eram do seu tempo, Nijiiro não entendia disso...


Ele podia ver que Takeo estava sem sua camisa, apenas com uma calça de moleton, deixando seu corpo trabalhado à mostra


Seu corpo estava sujo de farelos de salgadinhos, por um momento Nijiiro pensou em lamber ele por inteiro...


Seu cabelo estava amarrado em um coque mal feito, estilo menininha Tumblr 2016. "Deus é pai" Nijiiro pensa enquanto observava toda aquela beldade à sua frente


Nijiiro: han-rram!... - Nijiiro coça a garganta assim que percebe que Takeo não o tinha o percebido ali na porta. Takeo o olha, o mesmo tinha uma batata chips na boca, e ela cai assim que vê Nijiiro - seu virgem jogador de CS...


Takeo: a que devo essa visita tão agradável? - Takeo logo para de jogar e fica prestando atenção em Nijiiro


Nijiiro: bom... Eu vim aqui para te fazer companhia mas vejo que já tem outros amiguinhos aí... - Nijiiro diz apontando para o jogo


Ao fundo, vozes que diziam "quem ta aí?" e "é uma garota?", saiam do jogo, Nijiiro se aproxima de Takeo e pega o microfone de seu headset


Nijiiro: sim, aqui é a namorada dele - ele diz com sua voz normal, porém parece que eles realmente acreditaram que era uma garota, talvez pela voz de Nijiiro ser fina


[...]


Nijiiro ficou dando instruções para Takeo enquanto o observava jogar
Os seus companheiros online ficavam se derretendo em Nijiiro, o achando a "garota perfeita", coitados, mal eles sabiam o que essa "garota" escondia no meio das pernas


Nijiiro: já não está bom de parar por hoje? Você jogou por 5 horas seguidas...


John21: ohwwn, olhem só que fofos, a namorada cuidando do seu namorado... - John falava na linha, atirando em um inimigo logo à frente


Baboo_: que horror! Não me façam ter diabetes!


Takeo: só mais cinco minutinhos Nijii...


[...]


Se passou mais 1 hora... Nijiiro estava no colo de Takeo, revezando com ele, Nijiiro era muito bom no CS, coisa que o Takeo ficou assustado


Baboo_: sua namorada em bem melhor do que você hein Takeo!... - Risadas foram ouvidas no fundo


Nijiiro: cala a porra da boca seu kid! - Nijiiro estava com pouco de HP - MERDA!!! - mais risadas foram ouvidas no fundo, Nijiiro havia morrido - chega! Não quero mais brincar! - Nijiiro larga o teclado e afunda a cabeça no peitoral do Takeo, que solta uma risada abafada


John21: ownn! Que dó! Ela não quer mais "brincar"! Ela é tão inocente!... - mais risadas


Takeo volta a pegar o teclado e assumir o controle, ainda com Nijiiro em seu colo, Nijiiro logo fica com um tédio absurdo. Ele logo olha para baixo e vê o corpo trabalhado de Takeo... Oh sim... Parecia que foi esculpido por anjos de tão belo


Takeo: gosta do que vê? - ele pergunta com um sorriso sacana, Takeo faz com que seu peitoral pule um de cada lado, ainda sorrindo como uma criança sapeca.


Nijiiro ao ver tal coisa, cora de imediato e começa e rir, de fez em quando soltando um barulho de porco, isso acontecia quando ele ficava constrangido


Nijiiro: ai meu deus... Ai... Ai meu deus... - Nijiiro da uns tapas no peitoral de Takeo, tentando controlar sua risada


[...]


Se passou mais meia hora e Nijiiro não aguentava mais, já estava querendo levantar e ir para sua casa


Nijiiro: para de jogar um pouco e me da atenção!... - ele diz fazendo biquinho, Takeo ao ver aquele biquinho, não se controlou e tentou capturá-lo, mas Nijiiro foi mais rápido e conseguiu desviar a cabeça - não esse tipo de atenção!


Takeo: então me chame de novo quando quiser, só estou disposto a te dar ESSE tipo de atenção... - Nijiiro revira os olhos e afunda o rosto no pescoço de Takeo, suspirando logo em seguida


Nijiiro não queria aquele tipo de atenção, Takeo nunca foi o seu tipo, sempre viu ele como um G-dragon das drogas...


Mas Takeo sempre esteve lá...


Sempre mandando suas indiretas e suas cantadas de vovô, que eram vergonhosas e engraçadas, mas ao mesmo tempo não deixavam de serem fofas e originais


Nijiiro admirava isso. E olhando bem para Takeo agora, ele realmente não era de se jogar fora


Takeo se arrepia ao sentir um leve beijo deixado em seu pescoço


Takeo: não faça isso... Agora não... - Nijiiro fez mais um biquinho, Takeo mais uma vez tentou capturar os lábios de Nijiiro. E dessa vez Nijiiro não desviou, só fez se aproximar mais, fazendo com que suas bocas se entrelaçarem pela primeira vez


Ele realmente nunca havia beijado Takeo... Então essa era a primeira vez...


O beijo de Takeo tinha gosto de canela, Nijiiro gostava disso. Takeo passa sua língua pelos lábios de Nijiiro, que não pensou duas vezes antes de abrir sua boca e sentir a língua um tanto áspera e agressiva de Takeo em contato com a sua.


O beijo foi terminado com vários selinhos, terminando com Nijiiro olhando intensamente para Takeo, Takeo estava corado e os seus olhos brilhavam... Nijiiro percebe de imediato o que era aquilo


Nijiiro: você goste de mim... - ele sussurra mais para ele mesmo do que para Takeo


Takeo: depois de tanto tempo só agora você veio perceber... - realmente não era uma confissão boa, em um momento bom e em um ambiente bom. Mas estava tudo bem, Nijiiro nem esperava tomar um confissão mesmo


John21: anh... Desculpa atrapalhar o casalzinho aí, mas ainda tem pessoas aqui se esqueceram? - John diz, estragando todo o clima que tinha se formado


Baboo_: aqui é um jogo, se quiserem trepar vão para um quarto...


Nijiiro já ficou de saco cheio, e parecia que Takeo também já estava começando a ficar irritado com aqueles dois


Nijiiro tem uma ideia, pervertida, mas ainda sim é uma ideia...


Nijiiro rouba os lábios de Takeo mais um vez e desce a mão pelo seus gominhos, arranhando cada um deles, ouvindo Takeo suspirar em seguida


Nijiiro: continue seu jogo... - Nijiiro diz e logo em seguida se abaixa, ficando de joelhos e bem no meio das pernas de Takeo, que logo vê o que Nijiiro pretendia, sorri malicioso, continuando a jogar


Nijiiro toca o membro de Takeo por cima da calça, sentindo ele semi-ereto, Nijiiro abre a calça de Takeo e logo a tira até os seus pés, não à tirando por completo.


Nijiiro aperta dessa vez mais forte sobre a ereção de Takeo, e logo em seguida um gemido arrastado sai da boca do mesmo


Nijiiro: cuidado... Seus amigos podem ouvir... - ele sussurra, tirando logo em seguida a cueca de Takeo, fazendo seu membro praticamente pular para fora.


Nijiiro agarra sua base e começa a movimentar lentamente, ouvindo mais um gemido arrastado de Takeo


Baboo_: cara 'cê ta gemendo?


Takeo: minha namorada ta pagando um boquete 'pra mim... - Nijiiro põe apenas a cabecinha dentro da boca, arrancando mais um gemido de Takeo - ahh... pare de enrolar, me chupa logo!...


Nijiiro enfia todo o membro de Takeo em sua boca, engolindo centímetro por centímetro até chegar ao talo, Nijiiro volta na mesma lentidão e da uma última chupada forte antes de fazer o tão famoso barulho de "ploc". Takeo geme alto e logo empurra a cabeça de Nijiiro em direção ao seu membro com força, fazendo com que ele se engasga-se de leve. Takeo foi ditando os movimentos enquanto Nijiiro apenas trabalhava com a língua. Uma última estocada foi dada antes de Takeo gozar na garganta de Nijiiro, que se afogou um pouco com tanta porra... Mas não deixou de engolir tudo


Nijiiro largou o pênis de Takeo mas percebeu que o mesmo ainda estava duro feito pedra.


Nijiiro então tira sua calça junto com a sua cueca, ficando só com a camisa de mangas cumpridas que vestia, revelando seu membro que também já estava duro como pedra.


Nijiiro então, senta no colo de Takeo, deixando suas ereções uma encostada na outra.


Nijiiro: rapazes... Alguma vez vocês já foderam alguém?... 


John21: isso é algum tipo de brincadeira de mal gosto?...


Nijiiro no mesmo instante, senta lentamente sobre o pau de Takeo, dando um grito fino de prazer e logo rebolando, fazendo Takeo urrar


Nijiiro vira de costas pra Takeo, para ele ver bem o ponto de encontro de seu ânus com o membro de Takeo


Nijiiro se apoia na ponta do sofá e começa e se movimentar. A cada vez que sua bunda chegava ao talo, era ouvido um barulho obsceno, gemidos e mais gemidos... Oh sim... A bunda de Nijiiro era bem grande...


Nijiiro apertou mais o seu interior, fazendo com que o membro de Takeo pulsar mais dentro de si, fazendo Nijiiro revirar os olhos em puro prazer, já sentindo que logo iria gozar


Mais algumas estocadas e ambos não aguentaram, Nijiiro gozou primeiro e logo em seguida veio Takeo.


Um líquido leitoso foi escorrendo pelo membro de Takeo. O mesmo abriu um lado da bunda de Nijiiro, ouvindo o mesmo gemer manhoso. Logo em seguida mais daquele líquido foi saindo de Nijiiro. Parecia uma fonte inesgotável de esperma

 
Takeo: sua bunda é a melhor... - ele puxa Nijiiro para virar de frente, logo em seguida roubando seus lábios...

 

John21: então... Acho que a minha mãe 'ta me chamando...


Baboo_: ...


Logo em seguida os dois ficam offline, fazendo Nijiiro e Takeo soltarem uma risada alta


[...]


Takeo estava deitado em sua cama de casal e Nijiiro vestia sua roupa em frente ao espelho. Ambos já haviam tomado banho e Nijiiro já estava se preparando para ir 'pra casa


Takeo: Nijii... - Ele o chama, Nijiiro termina de vestir a calça e se senta na beirada da cama de Takeo - você... Também gosta de mim?... - Takeo o olhava com um olhar de cachorrinho.... Aquela cena estava matando Nijiiro


Nijiiro: não... - Nijiiro diz simplesmente - foi apenas sexo, não tenho interesse em você de verdade... - lágrimas eram acumuladas no quanto dos olhos de Takeo


Takeo: isso machucou...


Nijiiro: não é por mal, eu não pretendo me apaixonar... Mas... Se quiser me ligar apenas para sexo, então não hesite... Vou estar disposto... - Nijiiro da um beijo na testa de Takeo e sai da Mansão dele, nem percebendo que já estava escuro - e pensar que eu fiquei 8 horas da mansão de um mafioso...


Bônus:


Itsuri: Nijiiro, onde esteve o dia todo?


Nijiiro: pecando no colo de um mafioso



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...