História Outlaw - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Festa Rachas Dinheiro Sexo Adolescente Colegial
Exibições 17
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Aluna nova ai gente
Boa leitura
Amo vxs
Perdoem meus erros

Capítulo 27 - Aluna nova


Fanfic / Fanfiction Outlaw - Capítulo 27 - Aluna nova

Kaue On~
O sol era evidente, hoje era um dia muito quente, sai cedo bem mais cedo que o normal e resolvi dar uma corrida antes da aula, nos fones de ouvido ecoavam um dos remix do David Guetta, cheguei em casa exausto, as empregadas ainda preparavam o café da manhã, andei ate a escada parando diante do escritório abandonado, nunca mais veria meu pai com cara de emburrado lendo o jornal com uma xícara de café amargo em mãos antes de ir ao trabalho. Afastei aqueles pensamentos e subi as escadas para me arrumar para a aula quando ouvi gemidos vindo do quarto da Sofia, droga o que aquela garota tava fazendo? Entrei no quarto e encontrei duas garotas na cama, Sofia estava por cima e até que seria sexy se as duas não tivessem totalmente bêbadas, Sofia me encarou quando a sua companheira notou minha presença e segurou os gemidos, sua pupila estava totalmente dilatada e se conheço bem Sofia ela não riria da situação e sim ficaria envergonhada, seu sorriso era estranho e ela falava enrolado, quando ela levantou uma pequena embalagem sem emblema caiu, fui até ela temendo o que seria, sua respiração parou quando ergui a embalagem no seu rosto esperando uma explicação.
  Eu não ligava para as duas estarem nuas, me importava em ver uma garota jogando a sua vida fora, o sorriso no seu rosto desapareceu, a garota que agora estava enrolada em uma coberta tentava me explicar mais eu queria uma explicação da Sofia e não dela.
  - Eu…eu só qu…. - Tentou começar
  - Tentou jogar a sua vida no lixo? Tentou fingir que sofria? Tentou fazer o que Sofia? Que merda você tentou desde que tudo virou de ponta cabeca? Tentou ser um fardo? Por que se tentou vc ta conseguindo.
   Seus olhos eram repletos de raiva, ela me empurrou e começou a gritar histericamente, pelo que vi o efeito da droga não estava tao forte ela devia ter usado ontem a noite ou hoje de madrugada. Segurei suas bochechas com força obrigando-a olhar pra mim
  - Que nojo de você, bêbada drogada uma quase sem vida, não destrua sua vida desse jeito, vai tomar um banho e não quero essa garota aqui quando voltar, espero não te ver também quando voltar! - Larguei seu rosto e ela se sentou na cama, sai furioso do quarto dando de cara com a gi que estava pronta pra ir a aula.
   - O que aconteceu lá dentro? - Disse com medo
   - Nada, ela só esta perdida, não quero que entre lá, não quero que veja ela assim, é uma ordem - Disse seco, ela assentiu e me deu um beijo de bom dia e desceu pra tomar café
    Entrei no meu quarto já atrasado, joguei as roupas no cesto como se fosse uma bola de basquete acertando a cesta, tomei um banho rápido e voltei já vestindo a calça azul marinho, passei pelo closet calçando os coturnos preto e uma camisa branca fina, pronto desci para tomar café.
     Sentei na mesa e a gi já terminava seu café, ela ficou o tempo todo em silencio parecia que algo incomodava, depois de terminar seu chá ela levantou beijou minha testa e saiu, sai em seguida pra não ter que ver a cara da Sofia.
     Já chegando na escola estacionei o carro, sai e fui até a fachada da escola, uma fachada enorme composta por uma escadaria grande e paredes de vidro e dois jardins onde algumas panelinhas tomavam sol, encontro Vinicius falando com Polly, ela parece radiante, ela sorri pra ele e sobre as escadarias, eu me aproximo.
    - Fala mano - Comprimento
    - Fala! Empresario Mirim - Riu
    - Olha você não abusa do meu bom humor - Alerto em tom de brincadeira
    - Fala ai, o que vai fazer esse fim de semana?
    - Ta brincando? Eu to fechando a Liv night club pro seu niver
    - Orra, que exagero - riu
    - A vamo sim, afinal eu preciso pegar opções novas, minha boca já ta em abstinência de beijar
    - Acho que sua opção acabou de chegar! - Disse e acenou com a cabeça em direção a uma moto BMW S1000.
     Me virei para encarar e uma morena tirava o capacete enquanto saia da moto, saltos pretos pernas torneadas coxas maravilhosas um short cintura alta preto e uma regata de seda cinza, seus cabelos pretos iam ate a cintura e seus olhos verdes marcavam com a maquiagem, ela pegou a bolsa e caminhou até a escada passando a milímetros de mim subindo as escadas, meu Deus que bunda, aquela sem duvida alguma eu preciso pegar.
    - Mano! Ta ouvindo? - Disse Vinicius
    - Claro, claro, preciso dar boas vindas pra a aluna nova até mais - Disse subindo as escadas  correndo
    Subi e alcancei ela no corredor, observei mais uma vez a sua bunda antes de falar com ela, respirei
     - Oi Bom Dia - Disse
     Ela se virou surpresa
     - Olá - Parou
     - Sou representante daqui se quiser ajuda é só me chamar
      - Ah…eu…não precisa - Disse
      - Quando precisar, como posso te chamar?
      - Camila! - Sorriu
      - Sou Kaue
      - Prazer, agora preciso ir thau - Disse e continuou andando pelo corredor
       - O prazer é todo meu querida.
Kaue Off~
Abner On~
  Estava na terceira aula quando encontrei Gih remexendo seu armário, ela derrubou metade dos livros quando gritou e se assustou comigo fazendo uma dancinha engraçada.
   - Idiota, não faz isso
   - Eu não fiz nada, quem ta dançando ai é você - Ri
   Me abaixei para ajudar a pegar as folhas caidas, achei um bilhete "me encontre na biblioteca a gente precisa conversar - Travis"
    - O professor parece querer alguma coisa com você - Disse e entrei o papel
    - Deve ser sobre minha redação - Sorriu - Preciso ir, aula de biologia
    - Te vejo mais tarde?
    - É, não da, eu tenho que estudar, até logo
    - Até!
   Fechei o armário que ela deixou aberto e corri pra aula de sociologia.
Abner Off~
 

     



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...