História Outlaw - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Festa Rachas Dinheiro Sexo Adolescente Colegial
Exibições 3
Palavras 1.270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olaaaaa eu demorei eu sei
Mas semana de prova
Final do ano
Mamãe e papai no meu chulé
Já imaginam né
Mas sem mais delongas
Boa leitura

Capítulo 39 - O Rody está?


Fanfic / Fanfiction Outlaw - Capítulo 39 - O Rody está?

Kaue On~
Camila me ajudou a subir no iate, estava no final da tarde quando saímos pelo litoral de Miami, estava um calor desgraçado, e realmente cansado,o iate estava parado no meio do mar, a única visão que tínhamos era o imenso tapete azul, desliguei o iate e apenas observei o balanço do mar. Camila me ajudou a subir as escadas para a suite, inventei uma desculpa para ela não ir para o outro quarto e ela acreditou.
  - Não tem problema, eu durmo no sofá - Disse sorrindo
  - Não, não quero que minha enfermeira fique dolorida na hora de cuidar de mim - Disse sorrindo - Eu durmo lá no sofá e você fica com a cama
  - Não! - Disse - Dorme aqui comigo, não posso te deixar lá sozinho.
   Viu crianças como se faz? Bancar a vitima sempre funciona, ela disse que iria tomar um banho, até agora nada dela voltar, ainda sentado na cama liguei a grande televisão que passava um filme qualquer, ela chegou com os cabelos soltos úmidos e uma micro camisola vermelha.
    - Nossa, resolveu me seduzir hoje ?
    - Idiota - Riu
    - Não estou totalmente ativo, mas se quiser montar em mim e fazer o trabalho todo eu não vou reclamar não - Provoco
    - Desculpa, mas foi isso que o genio do seu motorista colocou na minha mala para me vestir - explicou
    - Eu não faço ideia de quem pediu pra ele comprar essas roupas pra você
    - cínico, safado! - Disse jogando uma almofada em mim
    - Ai, meus pontos - Gritei
    - Kaue,desculpa - Disse vindo pra cima de mim deixando seus seios cobertos por aquela pedaço de seda vermelha no meu rosto.
    - É brincadeira - Sorri
    - Você é um idiota sabia? - Disse empurrando se virando para o outro lado
    - Pode me ajudar a tirar essa roupa? - Pedi tentando levantar a camisa
    - O que?
    - Eu também to com calor ue, ou só você pode ficar andando com restos de tecidos? - Brinquei
    - Hahaha, palhaço
    Ela revirou os olhos e deu a volta na cama se agachando na minha frente, ela abriu meu zíper e abaixou a minha calça e foi tirando a devagar, aquilo estava me excitando? Sim estava e muito, levantei meus pés e ela jogou a calça longe, novamente ele se voltou para mim e subiu minha camisa lentamente passando de leve seus dedos sob meu abdômen subindo.
    - Ta bom? - Sorri
    - Desculpa, eu…- Disse tirando o resto da minha camisa - Você ta com fome? - Disse se colocante de pé - Vou fazer algo pra gente comer - Disse sem jeito indo até o andar de baixo.
Kaue Off~
Rodrigo On~
Hoje eu ia tirar essa coisa da minha perna, finalmente, eu já não aguentava mais ter que ficar em casa, ou tomar banho com a perna pra fora do box, o medico veio aqui algumas vezes nessa semana, fez alguns exames e o resultado e que eu esqueci muita coisa, mas não tudo completamente, me lembro da minha mãe, do meu pai, e da Ane. O medico também disse que minha memoria pode voltar aos poucos como pode voltar totalmente de uma vez, e isso me assusta, semana que vem eu volto para a escola, a Ariel ta me ajudando e muito, eu não lembro exatamente de nada que eu aprendi por isso terei aulas de reforço para me manter no time de futebol (acredita nisso? Eu estou em um time de verdade), sempre amei jogar mas nunca pensei que até ganharia uma bolsa de estudos por isso. Agora é hora do almoço e eu estou sentado no sofá com a perna levantada, o cheiro na cozinha esta ótimo, vou ver o que tem de bom hoje.
  - Hmm que cheiro ótimo, o que esta fazendo?
  - Lasanha - Disse Ari sorridente e orgulhosa do seu prato
  - Nossa, estou morrendo de fome - Disse me sentando e colocando as muletas de lado - Ainda vem que você ta aqui - Do contrario eu estaria comendo pizza três vezes ao dia
   - Bom, come logo se não ira esfriar - Disse
   Terminamos de comer e conversamos por um tempo, a Ariel é realmente linda, inteligente e perfeita, lamento não ter lembrado dela até agora, me levantei a Ari me ajudou a ir para o sofá novamente, estava assistindo quando alguem tocou a campainha.
   - Pois não? - Disse Ari quando abriu a porta
   - Oi, eu vim ver o Rody - Só uma pessoa me chama assim
   - Ane - Chamei me levantando
   Uma sensação de nostalgia tomou meu corpo, Era a Ane, a ruiva de olhos azuis entrou na sala, ela estava bem diferente mas me lembrava dela como nunca.
   - Rody anjo - Disse sorrindo e me abraçando, senti a sua falta
   - Vocês se conhecem da onde? - Perguntou Ariel
   Eu só me lembrava de Ane de um único jeito, e para mim ela ainda era a mesma pessoa, como se eu tivesse a cisto ontem, e hoje novamente.
   - Ane é minha namorada - Disse sorridente.
Rodrigo Off~
Ariel On~
Namorada? Como assim?… uma dor imensa apareceu no meu peito como um soco, meus olhos marejaram mas engoli o choro, eu dei o meu melhor sorriso e não consegui dizer mais nada.
  - A gente namorava, ate quando o pai do Rodrigo teve que vir para Miami, nos separamos pela distância, mas ainda nos amamos muito, e quando descobri do acidente não pensei duas vezes e vim ver como ele estava. - Sorriu
  - Eu to tão feliz por você estar aqui meu amor - Disse pegando a mão dela.
  Eu sei que ele não lembra de nada, mas juro que queria dar umas pauladas nele até ele lembrar de mim
  - Que…fofo - Sorri sem mostrar os dentes - Bom precisamos ir para o hospital, o médico vai te libertar desse troço
   - Ótimo - Ele sorriu - Vamos com a gente meu amor, vai ser bom ter você por lá.
   - Se a …qual seu nome mesmo?
   - Ariel! - Praticamente cuspi a resposta
   - Ótimo, se a Ariel não se incomodar - Sorriu
   - Claro que não, a Ari vem sendo meu anjo da guarda ultimamente - Ele sorriu e isso cobriu 2% da dor que eu estava sentindo
    Entramos no carro e esperei todos se acomodarem, o clima estava harmonioso e parecia que só encima de mim havia uma nuvem de chuva tipo aqueles desenhos animados, Rodrigo ligou o rádio pelo controle do banco de trás, no radio tocava Try Not To love You do Nickelback.
    "…Entao eu sento aqui dividido, apenas falando comigo mesmo
    'Foi algo que eu fiz?
     Foi outro alguém?'
     Quando uma voz atrás de mim
     Que estava lutando combatendo as lágrimas
     Sentou-se bem ao meu lado e sussurrou no meu ouvido
      ' Esta noite estou morrendo para te dizer'…"
    Ótimo, as lágrimas estavam querendo descer mas me proibi de chorar diante deles, principalmente diante dela! Só não sei quanto tempo vou suportar.
Ariel Off~
   
   
   


Notas Finais


Eaii????
O que vices fariam se tivessem no lugar da Ariel? Deixe nos comentários kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...