História OutlawQueen Enfrentando os desafios da segunda Chance. - Capítulo 64


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Tags Outlawqueen
Visualizações 67
Palavras 2.760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 64 - Capítulo 64


 

Robin e Regina ainda deitados, Clarissa ainda mamando...

Robin começa a dar beijos no pescocinho da Clarissa, e ela fica rindo, solta o peito e fica gugunando, tentando conversar com seu papai...

Regina aproveita que ela soltou e se levanta pra ir ao banheiro...

Robin: é mesmo Clarissa? Sim? O que você sonhou? Dormiu com papai e mamãe foi neném?

E ela fica sacudindo as perninhas, e gugunando, sorrindo, chupando os dedinhos e Robin fica dando cheirinhos nela...

Regina volta para o quarto, se deitando novamente, fica sorrindo ao ver a Clarissa e o Robin brincando...

Robin: como você está meu amor?

Regina: melhor, sei lá... ainda estou um pouco chateada, mas de boa!

Robin: eu vou ficar a manhã aqui com você ok? Vou trabalhar depois do almoço...

Regina: tá bom!

Robin: vamos descer pra tomar café? Vamos bebê?

Robin se levanta e vai pegando a Clarissa nos braços, eles vão descendo as escadas, indo pra cozinha, já encontram a Sara terminando de colocar o café da manhã na mesa...

Regina: bom dia Sara!

Sara: bom dia!

Regina: quer ajuda?

Sara: não, eu já terminei!

Elas sorriem, Sara vai indo até o Robin...

Sara: Oi minha gostosinha! Vem aqui!

Robin entrega a Clarissa para a Sara, e ele se senta ao lado da Regina, eles vão comendo, Sara estava na sala com a Clarissa...

Regina: será que a Sara sozinha vai dá conta de cuidar também do Roland? Será que ela vai querer?

Robin: acho que sim amor, conversa com ela

Eles vão tomando café da manhã, conversando...

Então terminam de comer, Regina levanta, vai indo pra sala...

Regina: Sara, eu vou tomar um banho e já desço ok?

Sara: ela já mamou?

Regina: já

Sara: então pode ficar tranquila, que ela fica quietinha, né bebê?

Regina sorri e vai subindo as escadas, entra no quarto, já vai para o banheiro, pega a escova de dentes, coloca gel dental e fica se olhando no espelho enquanto escova os dentes, quando escuta:

Robin: amor?

Regina: banheiro!

Ela cospe na pia e se abaixa para enxaguar a boca, Robin entra no banheiro, vendo ela naquela posição, ele sorri, fica atrás dela, segura a cintura dela e a puxa pra trás, encostando nela com força e se esfrega, ela sorri, permanecendo naquela posição, gostando da brincadeira...

Robin: hmm... então que dizer que você é boa de briga?

Ele continua se esfregando nela, ela se levanta e ele já passa o braço por ela, abraçando-a bem apertado...

Robin: gosta de brigar? Quero ver se aguenta brigar comigo!

Regina: está falando sério?

Ele suspende ela e vai andando para o quarto e joga ela na cama, ela cai emborcada, com a barriga para baixo e sorri, se vira e encara ele...

Robin: cadê a mulher forte que vi ontem?

Ela se levanta e avança nele, eles caem no chão, ela por cima dele, ela tenta bater nele e ele segura as mãos dela, segurando-a pelos pulsos, ele se vira por cima dela, prendendo as mãos dela no alto da cabeça dela, segurando somente com uma mão, ele sorri pra ela e vai passando a outra mão pelos seios dela, vai descendo até conseguir chegar na calcinha dela, ele põe a mão por dentro, tocando-a...

Robin: já está molhada Regina?

Ela sacode as pernas, e faz força conseguindo se soltar dele, ela se levanta e fica de pé, ele levanta na mesma rapidez mas ele não consegue se esquivar do murro que ela dá no braço dele..

Robin: ai, sua cachorra!

Ele agarra ela, suspendendo-a e a joga novamente na cama, ela se levanta e corre atrás dele, ele fica correndo dela e eles ficam rindo, ela o alcança e se pendura nas costas dele, colocando o braço em volta do pescoço dele, apertando, ele vai ficando sem ar e então ele se joga de costas na cama, caindo por cima dela, ela o solta e ele se vira, indo pra cima dela, sentando em cima dela enquanto ela vai dando murro nas coxas dele, tentando se livrar dele, ele segura as mãos dela...

Robin: ué! Cadê aquela mulher brava de ontem?

Regina: Robin você está brincando com fogo!

Robin: estou sim, eu sei que você é puro fogo!

Eles ficam sorrindo um pro outro, se desafiando...

Regina: ok, 1 ponto pra você, agora me solta pra gente começar de verdade!

Ele se levanta, ela também, eles ficam se olhando, sorrindo, se olhando nos olhos, e a Regina sem aviso, dá uma tapa no rosto do Robin, ele segura o próprio rosto, e fica rindo...

Robin: esses seus tapas doem pra caramba!

Regina: quer mais?

Robin: quero! Isso me excita, já estou de pau duro aqui

Ela olha pra baixo, vendo ele excitado , ela morde os lábios, então ele agarra ela, virando ela de costas, e ele joga ela na cama, deixando ela de costas pra ele, e se deita por cima dela, já vai se esfregando e beijando o pescoço dela, vai levantando a camisola dela, e continua esfregando a ereção dele na bunda dela, Regina apenas fecha os olhos, sentindo os movimentos do Robin, sentindo os beijos dele em seu pescoço...

Ela vai se virando, vai ficando por cima dele, se senta e vai tirando a camisola, enquanto ela ainda está tirando, Robin já vai segurando os seios dela, apalpando-os, ela joga a camisola no chão e olha pra ele sorrindo, eles se olham, ela se inclina e dá outro tapa no rosto dele, ele volta a olhar pra ela e morde os lábios...

Robin: você está gostando disso não é?

Ele se levanta, ficando sentado, e gira, colocando ela deitada, ele fica apenas deitado em cima dela, olhando nos olhos dela, eles sorriem...

Robin: você é tudo pra mim!

Regina: eu amo você Robin

Robin: e eu não sei mais viver sem você! E vou fazer o possível pra nunca mais você passar pelo que passou ontem, sei que isso magoou você

Regina: não fala mais sobre isso, vamos esquecer, apenas faça amor comigo

Robin sorri se inclina dando um beijo rápido na boca dela...

Robin: você quer...

E ele a beija de novo, rapidamente...

Robin: ...que eu faça

E ele a beija, suga o lábio inferior dela e volta a olhar pra ela...

Robin: ...amor com você?

Regina: sim, eu quero!

Robin: agora?

Regina: agora, depois e sempre!

Eles sorriem, e ele a beija intensamente, vão se esfregando, ele vai passando a mão pelo corpo dela, e aperta a bunda dela, ela sorri e ele vai passando as unhas pela coxa dela...

Regina: Aaaaaaai Robin!

Ela grita e bate no braço dele, ele ri...

Robin: Regina, a Sara vai achar que eu estou te matando!

Regina: quem vai matar você sou eu!

Ela empurra ele e ele cai da cama, dando risada, ela vai saindo da cama, indo pra cima do Robin e agarra pescoço dele com as duas mãos, apertando, ele fica rindo e segura o pescoço dela também, ficam os dois apertando e rindo e começam a se sentir sufocados...

Robin: Re-Gina! Para!

Regina: solta você pri-meiro!

Eles soltam e ficam rindo, respirando...

Robin: chega de brincadeira! Eu quero você!

Ele puxa ela e a beija na boca, eles ficam se beijando, Regina começa a se movimentar, esfregando, friccionando, sentindo ele ficando duro, e ela se senta, ele vai se sentando também, ele a abraça e se levanta, se jogando com ela na cama... Eles ficam sorrindo e se beijam novamente, ele se levanta, e vai tirando a calcinha dela, passando pelos pés dela e joga a calcinha no chão, ele segura uma perna dela e beija o pé dela, chupando os dedos, ela se apoia nos cotovelos e fica olhando pra ele, sorrindo e sentindo as sensações que aquilo provocava, ele vai beijando a perna dela, vai subindo, beijando e mordendo a coxa dela, e vai se aproximando da vagina, ela fica ofegante, ansiosa e então ela sente a língua dele ali, a lambendo, ela suspira, se jogando de volta na cama, fica deitada, ele usa as mãos pra abrir mais as pernas dela, e fica beijando, chupando, penetrando-a com a língua, ela começa a gemer, ele passa a língua macia, percorrendo toda a vagina dela e o clitóris, depois deixa a língua mais dura e fica rodando a língua nela, e chupando, e ela gemendo, começa a apertar as pernas, apertando a cabeça dele, ele segura as pernas dela, se afasta e a gira, deixando ela deitada de costas, ela fica um pouco confusa, mas já sente ele segurando, apertando a bunda dela e ele começa a morder e beijar, ela fica se empinando, excitada, ele a levanta um pouco, deixando ela de quatro e então volta a chupá-la, passando a língua, chupando, penetrando-a com a língua e ela aperta o travesseiro, gemendo, sentindo o Robin a chupando, então ele para, vai tirando o calção, e fica ajoelhado olhando a Regina de quatro, com a bunda virada pra ele, ele sorri, segura a cintura dela, e dá uma tapa na bunda dela, ela geme, e ele vai penetrando ela, lentamente, e quando a penetra até o fim ele fica parado, apenas sentindo ela por dentro, então a Regina começa a se movimentar, rebolando, esfregando a bunda nele, ele fica parado, morde os lábios, sentindo os movimentos gostosos que ela estava fazendo, ele fica assistindo ela, vendo o corpo dela se movimentar, ela continua gemendo, um gemido baixinho que fazia o Robin se arrepiar e ele continua parado, sentindo ela, ele vai dando tapas na bunda dela, fazendo ela se contrair e apertar involuntariamente o membro dele por dentro, ele sibila e a bate de novo... Então ele segura a cintura dela com as duas mãos e vai saindo de dentro dela, e antes que saia completamente, ele põe de novo, metendo com força e fica se movimentando, entrando e saindo de dentro dela, enquanto ela também se mexe, rebolando, ele vai acariciando as costas dela, vai subindo a mão, pegando o cabelo dela e puxando, trazendo a cabeça dela pra trás, ela geme, e então, ela vai se deitando, ele solta os cabelos dela e ela se vira, sorrindo pra ele...

Regina: deita!

Ele se deita ao lado dela, e ela vai indo pra cima dele, segura o pênis dele e vai colocando dentro dela, ela se senta, sendo preenchida por ele, ela fica parada e olha pra ele, morde os lábios e começa a passar as mãos pelo próprio corpo, pelo pescoço, pelos seios, ela vai apalpando os seios, enquanto passa a língua nos lábios, olhando pra ele, ele põe as mãos nas mãos dela, segura e vai trazendo a mão dela até a boca, ele beija e chupa os dedos dela...

Regina: você me ama?

Robin: sim, eu amo muito você!

Ela começa a rebolar bem devagar, se esfregando, olhando nos olhos dele...

Regina: eu sou gostosa?

Robin: oh God! Muito! Regina você é uma delícia! Você é muito gostosa!

Ele vai acariciando as coxas dela, e segura o quadril dela, apertando com força, conduzindo ela a se esfregar com mais intensidade, ela apoia as mãos no peito dele e vai rebolando, cavalgando no colo dele enquanto morde os lábios, deixando-o hipnotizado, ele geme, apertando o quadril dela, ela fecha os olhos, sentindo o corpo quente, continua cavalgando, com mais intensidade, praticamente pulando no colo do Robin, gemendo, e ela continua, mais rápido, olhos fechados, gemendo mais alto e ele sorri assistindo a Regina gozar, se contorcendo, se apertando contra ele, diminuindo o ritmo, gemendo, ela abre os olhos, olha ele sorrindo...

Robin: você é tão linda quando está gozando!

Regina: ai...ai Robin, foi tão intenso!

Ela fala quase sussurrando, se deitando em cima dele, ele vai se virando, tentando não sair de dentro dela, mas termina saindo por ela estar tão molhada, ele olha pra ela, ela ainda ofegante, ele beija os lábios dela delicadamente, beija o queixo, o pescoço, e vai penetrando ela novamente, vai se movimentando, subindo e descendo, esfregando o corpo no dela, ele se inclina e começa a chupar o mamilo dela, enquanto vai se movimentando lentamente, ela geme, sentindo o corpo ser estimulado novamente, ele volta a beijá-la na boca, ela envolve as pernas ao redor dele e o abraça, passando as unhas delicadamente nas costas dele, ele vai intensificando os movimentos, passando a mão no corpo dela, segura a bunda dela, apertando e vai ficando mais rápido, estocando, metendo, eles gemendo, ele vai beijando o pescoço dela, ofegante, ele fecha os olhos e se concentra na sensação, vai se movimentando num ritmo rápido, e continua assim até gozar, derramando-se dentro dela, se apertando contra ela, e ele relaxa, vai se deitando ao lado dela, ela se deita de lado, olhando pra ele que estava ofegante e de olhos fechados, ela vai acariciando o peito dele e beija o braço dele, ele continua parado...

Robin: sabe do que estou sentindo falta?

Regina: do quê?

Robin: da nossa banheira!

Regina: verdade, vou encher ela agora mesmo!

Ela se levanta e vai ao banheiro, enchendo a banheira com água morna, ela escuta a porta bater, se enrola numa toalha, e vai indo até lá...

Sara: Regina?

Regina abre um pouco a porta e vê a Clarissa com o rostinho vermelho, olhinhos cheios de lágrimas e fazendo biquinho...

Sara: tentei fazer o possível pra não vir te incomodar, mas ela tá chorando muito...

Regina: own meu neném, o que foi?

Regina sai do quarto, fecha a porta e pega ela nos braços...

Regina: a Sara beliscou você?

Elas ficam rindo, Clarissa ainda fazendo um biquinho e começa a chorar...

Sara: vou fazer o almoço

Regina: ok!

Sara vai andando, Regina entra no quarto com a Clarissa chorando... Robin se levanta e vai pegando ela no colo...

Robin: ei princesa de papai! O que foi?

Clarissa para de chorar e fica ouvindo o Robin falar...

Robin: tava com saudades de papai? Hein gostosinha?

Regina tira a toalha e vai indo pro banheiro, pendura a toalha e vai conferindo a temperatura da água da banheira, volta pro quarto vendo o Robin ajoelhado no chão e a Clarissa deitada de bruços na cama, ela ficava fazendo força nos bracinhos tentando levantar...

Robin: vem menina! Vem aqui com o papai! Força! Força Clarissa, vem!

Ela fica fazendo força e equilibrando o corpo e cai deitada, Regina senta no chão ao lado do Robin, fica olhando a Clarissa...

Robin: olha isso amor, como ela ta safadinha! Com 4 meses e está quase engatinhando!

Regina: ela não está engatinhando amor!

Robin: eu disse quase, tá surda?

Eles dão risada, ela bate no braço dele...

Regina: grosso! Idiota!

Ele segura o rosto dela com uma mão e a beija na boca... Eles voltam a olhar para a Clarissa que estava deitadinha quietinha...

Regina: ficou cansada foi bebê?

Regina vai subindo na cama e vai dando beijos na Clarissa...

Regina: amor, olha lá se encheu a banheira

Ele levanta e corre até o banheiro, desliga a torneira e volta...

Robin: encheu

Regina: vai entrando que vou tirar a roupa da Clarissa

Ele volta e vai entrando na banheira e se senta, Regina chega lá com a Clarissa e entrega ela ao Robin...

Regina: espera aí que já venho!

Regina se enrola novamente na toalha e vai no quarto da Clarissa pegando fralda, toalha, e volta para o quarto, põe tudo em cima da cama e vai ao banheiro...

Robin: olha amor, vê só! Vai Clarissa vamos mergulhar?

E ele vai baixando a Clarissa e mergulha ela na água, depois levanta ela que abre os olhinhos e sorri...

Regina: ai amor não faz isso

Robin: ela gosta

Regina vai entrando na banheira, sentando de frente pro Robin, eles ficam de frente, e ele vai passando a Clarissa para ela, e ela beija o rostinho da Clarissa e fica vendo a Clarissa mexer as perninhas, e mexer as mãozinhas na água, eles ficam rindo, e se olhando...

Robin: ela é tão linda! Parece tanto com você!

Regina: ela tem seus olhos, também tem tudo que eu amo em você!

Eles sorriem, Robin vai pegando a Clarissa de novo...

Robin: vamos mergulhar Clarissa?

Regina sorri e fica olhando o Robin mergulhando ela bem devagar e levantando, ela fica rindo, Regina vai se aproximando, pega a Clarissa e então vai sentando de costas para o Robin, encostando-se nele, ele a abraça e os dois ficam segurando a Clarissa, brincando, sorrindo, Clarissa fica gugunando e dando gritinhos, Regina encosta a Clarissa em seus seios e eles ficam na água, relaxando naquele momento em família...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...