História Outro mundo--Death note. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Death Note, Originais
Personagens Anthony Rester, Beyond Birthday, Halle Lidner, Hideki Ide, Jealous, Kanzo Mogi, L Lawliet, Light Yagami, Matt, Mihael "Mello" Keehl, Misa Amane, Nate "Near" River, Personagens Originais, Raito Yagami, Rem, Ryuuku, Sachiko Yagami, Sayu Yagami, Shuichi Aizawa, Soichiro Yagami, Stephen Gevanni, Teru Mikami, Touta Matsuda, Watari
Visualizações 42
Palavras 582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Outro mundo--Light Yagami!


Fanfic / Fanfiction Outro mundo--Death note. - Capítulo 5 - Outro mundo--Light Yagami!

2 dias depois...

Muita coisa aconteceu durante esses dois dias. 

Minha relação com o Light está aumentando, meu plano estava de acordo com meu plano.

A aki disse que queria me recompensar entãoela me levou pro shopping. Por que ela achou que estava me devendo depois de eu ter salvo ela do Kento.

Agora...

A gente pegou um táxi e ele foi pro shopping. Eu olhava para a janela pensativa.

-estou muito feliz! É a primeira vez que eu saiu com um amigo!

A voz de aki me acorda. Eu sorriu e digo.

-também estou muito animada!

Eu suspirei olhando pro lado e penso.

-*eu entendo ela, ela está sempre falando com o Kento, eu a entendo, ela está feliz por alguém aceitar suas imperfeições e qualidades, nesse tempo que eu não estive aqui ela deve ter se ferido muito mas...eu acredito que feridas podem ser curadas com o passar do tempo*

Meus pensamentos não estavam na quele lugar, meus pensamentos estavam com o L.

-*não posso imaginar o perigo que ele deve estar passando, ele está próximo de uma morte pelo raito, deve ser como ter uma corda amarrada em seu estômago provocando dor por todo seu corpo, e você tenta parar e é isso que eu vou fazer, vou parar a for do L*

A gente chegou no shopping, a gente andou pelo shopping, meus pensamentos estavam em outro lugar.

-*uma das falhas do meu plano é se o raito descobrir minha identidade*

Meus pensamentos foram interrompidos pela aki.

-olha que vestido bonito!

Eu bufo e penso.

-*lá vamos nós*

Mais tarde...

A gente foi pra um restaurante num shopping. A gente se sentou na mesa e o Seitaro Arakaki, um garoto chato da minha turma.

-*ele deve estar fazendo um trabalho de meio-período*

-oque vai pedir?--pergunta ele.

A aki olha o cardápio, eu faço o mesmo e eu digo.

-que tal...a especiaria da casa?

Um sorriso malicioso surgiu em seus lábios. Eu arregalei os meus olhos  castanhos tentando perceber se esse sorriso era pra mim e...sim era.

-que tal eu ser essa especiaria.

Eu sorriu pra ele, fiz um sinal pra que ele se aproximasse e ele se aproximou de mim. Eu sorri, fiz minha mão ficar em formato de pistola, eu apontei pro Seitaro e diz um sim com a boca.

-bang.

Uma expressão confusa brotou em seu rosto. Eu cruzei minhas pernas e taquei meu cabelo pra trás mostrando meu pescoço, eu olhei pra ele com um olhar mortal e disse.

-se eu fosse kira...você já estaria morto.

Ele deu um sorriso medroso, deu alguns passos pra trás e eu penso.

-*mas um medroso*

A gente faz os pedidos e ele diz.

-Eu trarei seus pedidos.

Ele se retirou ainda tremendo dos pes a cabeça. Eu olhei pra aki e com um sorriso ainda depois eu parei de sorri, botei a mão na boca e pensei.

-*meu Deus! Eu pareço o raito!*

Eu olhei em direção às lojas vendo as pessoas andando de um lado pro outro como se não tivessem tempo pra nada.

Eu ouvi um grito de terror quando detergente as luzes se apagaram.

 Eu olhei pra dentro do restaurante em que estávamos e vi o Seitaro no chão, eu corro até ele e checo seu pulso.

-ele tá...--diz aki assustada.

-morto? Está.

Eu olho pelo restaurante onde as pessoas estavam amedrontadas, algumas gritando e outras correndo pra fora do restaurante. Eu vejo algo cizendo no canto do restaurante e era o...

-*raito! Entendi! Ele apagou as luzes pra ninguém ver ele matar mais o Seitaro era um criminoso? Pera! Como ele apagou as luzes?*

Eu pensei e em dois segundos eu tinha um resposta.

-*o terceiro! O terceiro kira hackeou a luz! Ele está aqui no shopping!*

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...