História Over Waters - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Liam Jones, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Personagens Originais, Robin Hood, Sr. Gold (Rumplestiltskin)
Tags Capitão Gancho, Captain Hook, Captainswan, Colifer, Colin O'donoughe, Cs Fanfic, Emma Swan, Jennifer Morrison, Killian Jones, Ouat
Visualizações 21
Palavras 756
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Capítulo 3


Anteriormente...

   De longe observo o navio e dou um longo suspiro, vamos lá.  

                                                                                 ��

  Vou até o cais e me deparo com um homem de cabelos castanhos e olhos da mesma cor. Que deduzo ser o Primeiro Imediato

  — Quero uma vaga na embarcação — Faço a voz mais grossa e rouca que consigo, me surpreendi com o resultado. — Estou disposta a pagar. — Digo e percebo meu erro, quando ele levanta uma sobrancelha — Quero dizer, disposto. Eu estou disposto a pagar.

  — Oh... Você vai precisar falar com o capitão... — Ele diz apontando para o mesmo homem da noite passada, que estava passando ordens aos homens. Coloco quase metade do dinheiro em uma caixa de madeira que estava ao meu lado.  

  — Eu disse que estava disposto a pagar.

  — Certo. Prazer, Graham.  

  Um nome, não pensei em um nome! Maldição!

  — Eric — Solto sem pensar muito— Meu nome é Eric.

  Graham assente e eu entro no navio, sinceramente, achei um pouco estranho ele não perceber meus traços femininos. Olho em volta com dificuldade, afinal só posso enxergar com um olho. De repente sinto que esbarrei em alguém. Droga, o capitão. Ele fica um tempo me examinando e  depois de uns dois minutos finalmente solta, com a sobrancelha erguida:

  — Novo na tripulação, marujo?

  — S-sim — Digo, tensa.

  — Está vendo aqui?— Ele aponta para o chão do convés — Sujo, não? Preciso que ele esteja limpo. E logo! — Ele bate o pé. Claramente, com um humor nada bom.

  Em resposta assinto freneticamente.

   — Ei, você! — Grita para um outro marujo — Ajude a "florzinha"! — Consigo ouvir os risos de homens em volta de mim. Florzinha?! Quero ver quem é "florzinha" quando eu socar seu rostinho bonito.

   Logo a pessoa pra quem o capitão gritou pega um balde com água e sabão e duas escovas encardidas e logo vem em minha direção, e começamos a limpar, sem soltar um pio.

  — Killian nem sempre está mal-humorado... — Ele diz sem tirar o foco do chão — Só fica assim quando está de ressaca ou quando alguma mulher o rejeita. Ele pode dormir com cem mil outras, mas se uma o rejeita, ele fecha a cara.

  — Ele costuma ter muitas companhias em uma só noite? — A curiosidade toma meu corpo.

  — Depende, quando ele não está muito ocupado, costuma ficar com mais de três em uma noite. — Responde com naturalidade, mas me faz estremecer de nojo. — Me diga, qual é o seu nome?

  — Eric, e o seu?

  — Ian Denk, mas me chamam apenas de Ian. — Ele diz começando a lavar outro ponto — Já te disseram que você tem uma voz estranha? — Ele dá um risada.

   Dá pra perceber que ele é bem jovem, acho que uns quatorze ou dezesseis. O que me surpreendeu por um breve momento, tão jovem e já saqueia, pilha. Talvez, até mate. 

  ��  

  Termino de limpar o convés junto com Ian e logo fomos desatracamos de Arendelle. Observo atentamente a terra se afastando, até se tornar um pontinho na imensidão azul. Eu já tomei minha decisão, não tem como voltar atrás.

  — Atenção, mates! — O Capitão grita se pendurando em uma corda e logo pula para o tombadilho. Chamando atenção de todos.   — Pelo que sei, há novos integrantes na tripulação. Hum? Como sempre, terei que passar as regras do navio.

  — Lembrando que qualquer um que quebre as regras, dependendo da gravidade, sofrerá as consequências   — Ele prossegue — Bem, vamos começar: Todo homem deve ter um voto igualitário nas questões do momento.                                                                                                                Todos os homens serão contemplados justamente com os prêmios. Mas se roubarem a companhia, mesmo que em apenas um dólar de prata, joias ou dinheiro, eles serão abandonados.                                                                                                                                                                  Todo homem deve manter suas armas, faca e pistolas limpas e preparadas para a ação.                     Nenhum garoto ou moça de fora será permitido. Se algum homem for encontrado seduzindo alguém e trazendo essa pessoa disfarçada para o mar, ele sofrerá pena de morte.                            Ninguém deve brigar a bordo do barco, mas cada richa entre os homens deve ser ajustada em terra firme, seja por pistola ou espada. Após comando do Capitão cada homem, antes de costas um para o outro, deve se virar e disparar imediatamente. Se algum homem não o fizer, o Capitão deve tirar a arma de suas mãos. E se os dois errarem a mira, eles devem partir para a faca e aquele que for responsável pelo primeiro derramamento de sangue será considerado vencedor. — O Capitão termina o discurso e manda nós continuarmos o que estávamos fazendo.

  Volto a observar o mar, e após algum tempo, alguém cutuca meu ombro direito. Não acreditei quando vi.

  — Sentiu saudades? — Era Bael. 


Notas Finais


Cap daquele jeito pq tive que escrever agora, e eu estou morta de sono. Sorry </3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...