História Overcoming Prejudice - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dakota, Debrah, Personagens Originais, Rosalya
Exibições 156
Palavras 346
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Continuando!

Capítulo 8 - Merlya - Castiel


Merlya

 

No domingo, estava jogada na minha cama sem a mínima vontade de fazer nada. Ouvi passos na escada e logo a porta foi aberta, revelando Castiel e Dragon.

- Só eu que estou com a impressão que a minha mãe esta te adotando? – perguntei enquanto Dragon subia na minha cama e começava a lamber meu rosto – Olá pra você também, garoto – acariciei a cabeça dele enquanto Castiel se sentava na minha cama.

- Já eu acho que sua mãe prefere a mim do que a você – ele disse se achando. Eu ri e bati no seu braço.

- Por que está com olheiras? – perguntei reparando melhor em seu rosto.

 

Castiel

 

Passei a noite inteira pensando no que Rosalya havia me dito e cheguei a uma conclusão. Eu realmente estava apaixonado pela Lya, e faria o possível para ficar junto com ela.

Depois que ela me perguntou sobre as olheiras, eu segure seu rosto. Olhei no fundo dos seus olhos e colei nossos lábios.

 

Merlya

 

Castiel me beijou, me pegando de surpresa. No começo, fiquei sem reação, mas logo comecei a corresponder o beijo. Quando o ar faltou, nos separamos e Castiel colou nossas testas,

- Castiel... – sussurrei.

- Lya, eu estou... – ele hesitou – Apaixonado por você – sorri.

- O sentimento é reciproco – disse fazendo ele sorriu.

- Namora comigo? – perguntou acariciando meu rosto.

- Castiel, eu... – suspirei – Não acho uma boa ideia – disse e ele me olhou sem entender.

- Por que? – perguntou.

- Porque... Nosso namoro não seria uma coisa normal. Ficaríamos limitados a passar a maior parte do tempo em lugares fechados, além de que... É bem provável que eu desenvolva uma doença do nada.

- Você acha que eu me importo com isso? – ele perguntou retoricamente – Me deixa cuidar de você?

- Deixo – sorri e ele me beijou novamente.

- Que lindos! – fomo interrompidos pela voz da minha mãe. Nos separamos e olhamos pra ela – Estão namorando? – assentimos – Finalmente minha filha desencalhou!

- Pelo menos eu não ficaria para titia de qualquer jeito, já que não tenho irmãos – comentei fazendo todos rirem.


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...