História Overdose Of You - Capítulo 114


Escrita por: ~

Postado
Categorias Avenged Sevenfold
Personagens Arin Ilejay, Johnny Christ, M. Shadows, Synyster Gates, The Rev, Zacky Vengeance
Tags Avenged Sevenfold, Bandas, Drama, Hentai, Idolos, Overdose Of You, Romance
Exibições 35
Palavras 1.925
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


E aí, meus amores, como estão?
É com imensa alegria que eu vos digo que ACABARAM OS MEUS VESTIBULARES, UHUUUUL
Ou seja, vou poder voltar a me dedicar à Overdose <3
Espero que não tenham ido embora.
Enfim, enjoy!

Capítulo 114 - There is no one like you


Fanfic / Fanfiction Overdose Of You - Capítulo 114 - There is no one like you

Respirei fundo algumas vezes, enquanto me ajeitava na cama.

- Já está melhor? – Jimmy me perguntou ao entrar no quarto.

- Estou melhorando – falei, abrindo um pequeno sorriso.

Jimmy se sentou na cama, de frente para mim, colocando uma mão sobre meu joelho. Estendeu-me uma caneca.

- Trouxe um chá para você.

- Obrigada, amor – agradeci, pegando a caneca quente e bebendo um gole do chá.

Eu estava me recuperando de um forte enjoo. Se não fosse o bastante, minha pressão havia baixado e eu acabei desmaiando, e se não fosse por Jimmy estar por perto eu poderia ter caído no chão e me machucado de verdade. Eu havia acordado há alguns minutos e me sentia um pouco melhor. Situações como essa estavam sendo comuns ultimamente. Mesmo sabendo que, como minha gravidez era delicada, isso não era realmente inesperado, eu me preocupava de certa forma. Estávamos numa terça feira, e sábado já era nosso casamento.

- Que carinha é essa? – Jimmy me perguntou. Bebi mais um gole de chá antes de responder. Dei de ombros.

- Estou com medo de ficar assim no sábado.

Ele sorriu pra mim, negando com a cabeça.

- Relaxe, só descanse um pouco e amanhã você já vai estar novinha em folha.

Ri.

- Espero que sim. Amanhã preciso sair para ajustar meu vestido.

Eu já estava conseguindo sair de casa com mais tranquilidade. Eu havia explicado tudo o que deixara de falar no Twitter para os meus seguidores, e de alguma forma isso me ajudou.

Eu e Jimmy já tivéramos o ensaio do casamento com os nossos padrinhos. Eu, como não conhecia quase ninguém além dos nossos amigos e alguns dos amigos deles, preferi não ter tantos padrinhos. Eu chamei a Lacey e o Johnny, Gena e Zacky, Nick e a namorada dele, e Amy e Alexander. Jimmy chamara Brian e Mich, Matt e Val, e os Berry e suas namoradas.

Eu havia ido ontem ver meu vestido com as meninas, e amanhã estaria voltando para ajustá-lo, e poderia ir buscá-lo na quinta. Decidira comprar meu vestido, e já havia providenciado um manequim para deixá-lo no closet.

Essa semana estava bem corrida para todos nós. Eu não conseguia pensar em outra coisa senão no nosso casamento.

- Quatro dias – falei, mais para mim mesma.

- Quê? – Jimmy perguntou, distraído.

- Faltam quatro dias para o nosso casamento – sorri, olhando para ele. Jimmy também sorriu, afagando minha perna.

- Quem diria... – disse, dando uma risadinha.

Assenti. Era insano pensar em como as coisas haviam mudado. Terminei de tomar meu chá e deixei a caneca no criado mudo.

- Se há exatamente um ano me dissessem como estaria a minha vida agora, eu não acreditaria – falei, fazendo Jimmy rir. Ele pegou minha mão e brincou com os meus dedos.

- É insano, mas mesmo assim eu não imagino minha vida de outra forma – ele disse.

- Eu não imagino minha vida sem você – emendei, sentindo meu coração palpitar.

Mas Jimmy apenas sorriu, sem tirar os olhos das nossas mãos entrelaçadas. Parecia pensativo.

(...)

Jimmy’s POV

- Pode parar, Romeu – Michelle disse, rindo, enquanto me empurrava, forçando-me a parar.

- Você não pode ficar junto! – Val disse exasperada.

- O quê? Estão de brincadeira! – falei, olhando para Lucy em busca de juízo da parte dela.

Mas ela só deu de ombros, rindo.

- Desculpe, amor. Mas o noivo não pode ver a noiva antes da cerimônia. E muito menos alguns dias antes!

As meninas continuaram rindo e entraram na loja. E eu, fiquei parado do lado de fora, no meio da calçada, com cara de bunda.

- Então tá... – falei comigo mesmo, dando meia volta para ir até a praça em frente à loja de trajes, para então esperar por um longo tempo pela minha noiva e suas amigas malucas. – Faz parte...

- Deu para falar sozinho agora?

Congelei. Não era possível...

- E ficou surdo também?

Leana apareceu na minha frente, sorrindo muito enquanto esperava por alguma reação de minha parte.

- Ah, hey... Ahm, e aí?

Ela riu, meio sem graça.

- Estou ótima. Nem acredito que te encontrei aqui! O que faz sozinho por aí?

- Esperando... – crispei os lábios, tentando me recompor e parar de agir feito idiota. – As meninas.

Apontei para a loja a alguns metros de distância. O sorriso de Leana diminuiu um pouco, ela parecia confusa.

- Elas estão com a Lucy para ajustar o vestido dela. Sabe como é, o noivo não pode ver a noiva antes do casamento – falei, tratando de rir para que ela caísse na real.

Então seu sorriso desapareceu completamente. O que eu não esperava era que seus olhos enchessem de lágrimas instantaneamente.

- Ah, sim... Entendo...

- Leana, o que você esperava? – indaguei. – Você estava lá quando eu pedi a Lucy em casamento... Na frente de todo mundo!

- Eu sei, eu sei, mas... – ela suspirou. – Tudo bem. Estou bem.

Olhei bem para a mulher na minha frente. Ela poderia estar de todo jeito, menos bem.

- Não está, não – falei, custando-me a ouvi-la. Não haveria nenhum problema nisso, não é mesmo? – O que houve?

- Eu... É só que eu só tive relacionamentos horríveis de lá pra cá. – ela disse, e uma lágrima escorreu pela sua bochecha. – Não tem um único dia em que eu não me arrependa do que fiz.

- Acontece – dei de ombros, não me sentindo nem um pouco mal por ser rude.

- E o pior... Eu não consigo sequer tentar esquecer você. Eu... Isso pode parecer patético, mas eu acompanho a Miller no Twitter.

- Isso é realmente patético – falei, sem conseguir esconder meu espanto. Ela realmente fazia isso?

- E a vida dela parece tão ridiculamente perfeita...

- Não é – interrompi-a, começando a me irritar. – Você não viu tudo. Ela fala sobre as coisas ruins que acontecem com ela. Pode ter certeza, se é esse o seu problema, não, a vida da Lucy não é perfeita. Mas eu estou fazendo de tudo para que ela seja ao menos um pouco melhor.

Leana sorriu tristemente.

- Era a isso que eu estava me referindo. A vida dela com você. Estou me fodendo pra ela, Jimmy. Eu estou quebrada, acabada, porque eu percebi que você era a pessoa perfeita... tarde demais.

- Aonde quer chegar, Leana? Eu estou me fodendo para você. Você é patética! Foda-se o que você pensa sobre a Lucy.

- J-Jimmy... Não seja assim...

- Entenda, Leana – bradei, completamente aborrecido com ela. Que merda essa mulher tinha na cabeça? Ainda assim, eu sentia mais pena do que ódio. Respirei fundo. – Por favor, entenda. Sei que nosso encontro aqui foi acidental, mas não me procure de novo. Não se humilhe a esse ponto. Você não me atinge mais, Leana.

Ela chorava copiosamente.

- Vou me casar daqui três dias. Eu me reergui depois que você me largou em pedaços. Faça o mesmo.

- Jimmy, por favor, só me diga... Você realmente a ama? Realmente? Olhe nos meus olhos e diga que você não sente mais nada por mim...

Em momento algum eu havia desviado meus olhos dos dela, mas de todo jeito me concentrei em olhá-la intensamente.

- Eu não sinto mais nada por você. Por favor, pare de olhar o que a Lucy compartilha com os seguidores dela e me esqueça. Eu não sinto absolutamente nada por você, e não há ninguém que eu ame mais do que eu amo a Lucy.

Felizmente Leana pareceu não aguentar mais e saiu correndo, pois nesse mesmo instante eu senti uma pontada forte no peito e o apertei com as mãos.

Respirei fundo mais uma vez.

A cada dia isso piorava.

 

Lucy’s POV

 

- Só digo isso: ela ficou maravilhosa.

Ri do comentário da Mich. Fui até Jimmy e o abracei, ficando assim.

- Ela é maravilhosa.

- Nossa, não me façam vomitar – Gena disse, com um sorriso irônico no rosto.

- Obrigada por virem, meninas – falei. Olhei para o Jimmy, e ele me pareceu estranho.

Esperei as meninas irem embora e eu e Jimmy entrarmos em seu carro para perguntar.

- Está tudo bem, Jim?

- Tudo certo – ele me disse, sorrindo.

Tentei me convencer disso. Afinal, mais de uma vez Jimmy me dissera para acreditar nele. Para ter certeza de que ele me diria se algo estivesse errado. Então decidi confiar.

De todo jeito, eu só pensava no nosso casamento e no pequeno Kyle. Mesmo se houvesse algo muito errado acontecendo, eu não perceberia.

(...)

- Nós poderíamos fazer o chá de bebê na semana que vem, o que acha? – Jimmy sugeriu.

Ri, admirada demais com a preocupação dele de fazer as coisas o quanto antes.

- Semana que vem? Não é um tanto em cima da hora para chamar as pessoas?

- Aquele bando de desocupados? Não.

Gargalhei.

- Ei! Não se mexa!

Fiz de tudo para parar de rir. Jimmy estava desenhando na minha barriga. A ideia tinha sido minha, mas até disso meu noivo parecia muito animado em participar. Ele havia feito uma barrinha, pintado-a até a metade e estava escrevendo 50% embaixo. Eu havia chegado à 20ª semana de gestação e queria postar fotos celebrando isso.

- Mas hein, o que deu em você agora de querer fazer tudo ainda esse ano?

Jimmy demorou para responder. Só o fez quando terminou de escrever na minha barriga, então se levantou e colocou a mão nas costas, fazendo uma careta.

- Estou velho demais para ficar agachado – resmungou. – Enfim. Sei lá. Daqui dois dias vamos estar casados. Vamos deixar tudo certo para 2010 começar do jeito que deve começar, que tal? Daí é só esperar...

- Até abril – falei, suspirando.

- Como eu disse, não temos por que ficar enrolando. Vamos deixar tudo prontinho até o Natal. Ainda temos que terminar o quarto dele. Aí é só esperar até abril.

Sorri.

- Tudo bem, então.

Abracei Jimmy e fiquei na ponta dos pés, aproximando-me para beijá-lo. Ele se curvou e selou nossos lábios. Enlacei seu pescoço e aprofundei o beijo, enquanto suas mãos desciam pelas minhas costas expostas e pararam na minha cintura, arrepiando-me com o contato entre suas mãos frias e minha pele quente.

Ao nos separarmos, ergui meu celular, dando pulinhos de alegria.

- Agora é hora das fotos! – falei, animada, ajeitando o top e a calça de moletom que eu usava.

- Divirta-se. – disse, risonho, fazendo menção de sair de perto.

- Ah, não, você vai tirar fotos comigo! Poxa, eu posto fotos direto, mas você quase nunca aparece nelas – falei, fazendo cara feia. Jimmy gargalhou, e eu aproveitei para apontar meu celular pra ele e tirar algumas fotos enquanto ele ria. Tirei fotos dele rindo, fazendo careta, me mostrando o dedo do meio.

- Mas como você é chata.

Ri.

- Vem, vamos tirar fotos lá fora! – agarrei sua mão e o arrastei para o quintal.

Ficamos quase uma hora no quintal, e durante esse tempo tiramos fotos, rimos, nos beijamos, rimos mais um pouco. Jimmy finalmente se rendeu e me deixou tirar muitas e muitas fotos dele e de nós dois juntos. Depois ele pegou meu celular e eu comecei a “posar” para ele. Foi uma das tardes mais divertidas que eu não tinha há um bom tempo.

Estávamos na reta final! Para o nosso casamento, o chá de bebê, Natal, e então 2009 chegaria ao fim. O ano mais conturbado, insano, cheio de acontecimentos inesperados... e apesar de todos os problemas, e graças ao Jimmy e a todas as pessoas que eu tanto amava, estava se tornando o melhor ano da minha vida.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Até mais :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...