História Overheat - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Piece, Originais
Tags Comedia, Hentai, Luffy, One Piece, Sexo, Souma Mio, Yaoi, Yuri
Exibições 47
Palavras 1.658
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Esporte, Harem, Hentai, Luta, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


demorei neh ksksksksksk. Ent tenho umas complicações cm tempo e comutador disponível. Eu realmente sinto mt, juro nque não paro de pensar na fic, mas como disse o problema é disponibilidade do compu aqui em casa...

Capítulo 2 - Calcinha branca


Fanfic / Fanfiction Overheat - Capítulo 2 - Calcinha branca

Beep* beep* beep*

O despertador tocava…. Que vez era essa?… Ela se perguntava incosientemente enquanto estava na tênue linha que separa o mundo dos sonhos e do…. Digamos pesadelo. De debaixo do edredom sua mão saiu audociosamente e com dificuldade até o celular que tocava no máxiomo volume Hello do OMFG, e sinceramente… Se gosta de uma música, não a ponha pra despertar, porque você vai passar a odia-la com o tempo. Ela abriu os olhos e uns 5 minutos depois sua visão desemaçou e ela olhou as horas no relógio. Seus olhos se esbugalharam.

-Put* que Pariu!- Levantou da cama quase caindo correndo em direção, deixando uma trilha de roupas pelo caminho. Entrou com tudo embaixo do choveiro mesmo a água estando fria, mudou para morna logo depois. Lavou os cabelos e seu corpo generosamente, porém o mais rápido possivel. Saiu de lá de toalha correndo.

Mio- A-ah! - Seu pé fez um barulho estranho e deslisou pelo chão, a fazendo cair pra trás e bater a cabeça com tudo no chão- outch!- Disse passando a mão no local-Logo levantou e calçou os chinelos, continuou correndon pelo quarto fazendo sua mochila e separando as roupas que usaria. Correu pra cozinha fazendo um simples cuzcuz porque cuzcuz é vida<3. Esquentou seu café no micro-ondas. Se vestiu rapidamente deixando a toalha úmida sobre os cabelos loiros que ainda se encontravam pingando e comeu o café da manhã rapidamente. Logo depois escovou os dentes e desenbaraçou o cabelo com os dedos mesmo, passou correndo em direção a porta, e logo depois voltou, também correndo de costas. Se olhou no espelho. Tava ótimo, pelo menos não parecia mais um zumbi. Pegou o ceular que estava correndo, suas chaves e sua bolsa. Saiu de casa tendo o cuidado de tranca-la devidamente.

Por um momento Mio sorriu, respirou fundo, olhou ao redor e pro céu e se alongou. No outro já estava correndo igual uma desesperada. Paasando rapidamente pela vizinha comprimentou os vizinhos nos quais ela passava, via as coisas acontecendo, apesar de não dar muita importância. Não podia parar agora. Já estava atrasada o suficiente!

Mio- Por que não entrei no colégio do bairro?- Arfava enquanto corria. Já no quarteirão do colégio parou um pouco se apoiando nos joelhos- Nunca mais acordo atrasada…- Ela sempre dizia isso, mas não era bem oque ocorria. Levemente suada, passou a mão no rosto e o própio vento ajudou o suor a secar. Então ela voltou a correr, mas parou bruscamente ao ver uns professores andando pelo pátio logo depois do portão de entrada, correu pro lado e se escondeu.- Ocorrência no primeiro dia não dá…- Sussurrou pra si mesma.

Ela havia conseguido chegar bem rápido pra quem tinha acordado faltando 15 minutos para o sinal das aulas bater. Então rodeou um pouco os muros do colégio e se afastou um pouco do mesmo. Correu com tudo e ao chegar na parede apoiou o pé direito na mesma, logo depois o esquerdo, que alcançou cerca de metade do muro. Segurou a ponta do muro com uma mão. Seu pé direito agora livre foi levantado e passou todo o juro, levando junto o corpo de Mio, que assim que se fez presente encima do muro, o soltou. Uma risada se fez presente e foi quando Mio viu que não poderia se movimentar para cair de pé. Havia alguém ali! Droga!

Mio- Eita, fudeo… Tem alguém. Já era, merda,merda,merda….-Pensou, alguém ia ficar machucado. Como não havia mais como desviar Mio simplismente fechou os olhos e deixou ao Deus dará. Também esperava que não fosse um membro da secretaria, mas pelo canto do olho parecia ser um uniforme mascolino.

Luffy caiu com tudo, foi rápido demais para ele… O mesmo só teve tempo de levantar os braços pra tentar agarrar sejá la oque fosse e não sair tão machucado ou algo do tipo. Os dois cairam nos chão. Mio lentamente abriu os olhos lentamente, estranhando o impacto menor que o esperado. A cena que se deparou foi Luffy por cima de si. A camisa levemente amarrotada e seus olhos a encarando curiosamente. Os braços de Mio se encontravam flexionados e do lado de sua cabeça, enquanto a mesma levemente corada o observava. Os cabelos de Luffy caiam suavemente pelo rosto dando um ar sexy, enquanto o mesmo continuava a encarar aquela figura que aparecera do nada e literalmente o levou ao chão. Os lábios entre-abertos, úmidos e rosados de Mio deixavam seu rosto ainda mas indescritível enquanto seus cabelos se encontravam jogados pelo chão e uma pequena gota de suor podia ser vista deslissndo para dentro de seus seios, uma vez que o botão de cima de sua blusa estava desabotoado. Mio abriu um pouco mais os lábios, mas nenhum som saiu de lá. Foi tudo uma fração de segundos. Uma louca pulou pelo muro, atingiu um cara inocente e de repente ambos se encontravam numa cena extremamente sexy. Quando Luffy sequer fez menção de se mover para sair de cima dela, seu joelho que se encontrava no meio de suas pernas tocou partes indevidas.

Mio- A-ah!- A mesma deu um gemido indecente e corou mais ainda.- S-sumimasen!!!- E saiu correndo rapidamente até passar por todo o corredor lateral do colégio e virar a direita completamente corada, olhando para o chão, com a mão direita segurando a barra da sua saia a puxando levemente pra baixo e fechando as pernas ainda com a respiração ofegante e a respiração lentamente. Ela nem ao menos tinha ficado pra ver a reação do menino.

Luffy agora se encontrava levemente corado. Tudo que conseguiou ver depois da mesma o empurrar pro lado e sair correndo foi quando ela se levantou foi sua calcinha, quando a saia se levanto rapidamente e suas meias ¾ pretas e um pedaço de suas coxas. Depois disso só viu o céu e logo quando se sentou no chão não a viu mais no local.

Luffy- Estranho… Ela é rápida… A propósito por que ela gemeu?… Será que se machucou na queda? Vai saber…- Ajeitou seu chapéu de pallha sobre a cabeça e pegou a mochila no chão. Seguiu andando.

Mio- A prpósito, isso é perigoso! - Disse saindo do corredor e indo prum corredor vazio- Essa foi por pouco…! Aquele……..! Aquele! Tarado do chapéu de palha! - Relembrou por um momento de tudo- Corou fortemente….- Fechou o botão aberto que dava um leve decote e tentou se recompor. Pensando em como encarar ou fingir que nada aconteceu ou que não o conhece a próxima vez que o ver, ela olhou o celular- Droga!- Correu pelos corredores e viu que ainda haviam alguns alunos entrando na sala- Poxa… Perdi a cerimonia de abertura.- Olhou num quadro de avisos e procurou seu nome entre as salas do primeiro primeiro ano.- Agora é achar a sala…

Um garoto por acaso estava passando por ali e viou a mesma.

Jared- Oi? Você é nova aqui, não é? Quer que eu te mostre o lugar- Disse com um ar soberbo, se apoiando no quadro de avisos.

Mio- Estou bem, obrigada.

Jared- Tem certeza, o colégio é enorme… Você pode se perder e…

Mio- Agradeço a gentilesa, mas quero explorar sozinha- Desviou seus olhos do quadro e o olhou dando um pequeno sorriso pra desfarçar o incomodo.- Mal cheguei e já começaram a me paquerar…. Que saco- Pensou consigo mesmo enquanto endireitava a alça da mochila no ombro e saia andando calmamente.

Jared- Cara, ela é mais linda pessoalmente…- Entrou na sala de aula dele e foi até um grupinho de meninos, puxou uma cadeira e sentou- Ai, os rumores eram verdadeiros- Pegou o celular e mostrou uma foto da Mio, dum ãngulo quase de perfil enquanto olhava o quadro de avisos e mostrou aos meninos.- Não pensei realmente que Souma Mio vinhesse pra esse colégio. Cara é é tipo uma deusa.

Kagayaki- Voc~çe está exagerando…. Não?

Jared- Certeza que não- Deu um sorriso tarado e fez um sinal de legal- Ela realmente veio pra cá

Kagayaki- Ah… Ela não o tipo que se v~e todo dia, não é? Temos que agradecer por sermos abençoados de ter tantas garotas bonitas nesse colégio…- Fazendo uma cara totalmente depravada começou a contar- Nami, Hancock, Robin, Vivi, e a agora Mio, hihihihi hi hi…..

Enquanto isso Luffy entrou em sua sala. Se sentou na frente de Zoro.

Luffy- Yo!- Sorriu descaradamente

Zoro- Pensei que ia perder a primeira aula!

Luffy- É, eu também…

Zoro ficou puto e levantou a mão dando um soco nele, deixando um galo

Sanji- Enlouqueceu alga de merda?

Zoro- Que é Ero-cook, ta querendo brigar?!

Nesse momento o professor entrou na sala.

Been Backman- Parecem bem animados pruma segunda-feira. Especialmente num rpimeiro dia de aula do ano letivo… Sentem-se suas pestes. Agora a vida de vocês vai pegar fogo, adolecência é um demônio e vai sugar suas almas!- Deu uma tosse forçada- Primeiramente bom dia.- Todos os alunos já estavam sentados- Em segundo lugar temos umas aluna nova… - Olhou pela sala inteira, mas não a chou- A-are?

Mio abriu a porta nesse momento e entrou se pondo na frente da sala e se curvando respeitosamente.

Mio- Sou Souma Mio, prazer em conhece-los. Então, pessoal, cuidem bem de mim…- Terminou de se curvar e olhou rapidamente pela sala. Alguns normais, uns garotos comemorando, umas garotas com um olhar mortal e outras com olhar de admiração. Acima de tudo ela viu o garoto de mais cedo, mas fingiu que não o reconheceu- Isso é péssimo e agora, oque eu faço. Isso Mio, aja naturalmente…- Pensou consigo mesma- Ta dando certo… Mas um pouco e…

Luffy- Are?! É você! Kishishishishi!- Disse se levantando e apontando uma das mãos para ela.

Mio ficou sem reação. Todos temos aquele tipico momento na vida que ficamos tipo oqe ta comte seno. E esse era claramente um deles...

Benn- Vejo que vocês se conhecem...

Mio- N-não é exatamente iss- Foi interrompida

Benn- Então você sentar a direita do Luffy

 


Notas Finais


Não sou capaz de opnar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...