História Pacify Her - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Tags Bts, Jimin, Suga, Yoongi, Yoonmin
Exibições 13
Palavras 905
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem <3

Capítulo 2 - Capítulo 2 - Sozinho eu vejo você observá-la...


 

[Park Jimin ON]

 

-Claro que é! - falei alterando a voz.

-Jimin, quantas vezes vou ter que te explicar que não é? - falou calmo.

-Você está diferente, Yoongi, desde que começou a namorar com a Yang você nem dá atenção aos seus amigos, só quer saber daquela vadi...- fui interrompido.

-Não chame a Yang de vadia! - gritou.-  pense bem antes de falar dela.

-Pensar? Está falando que eu não penso? Me poupe Min Yoongi, só estou querendo abrir teus olhos pra você ver quem é a verdadeira Yang, mas como você ainda insiste em defende-la eu não posso fazer nada... - Falei desta vez mais calmo.- Só não me procure quando descobrir as coisas que a sua amada faz.- completei.

Ele deu um longo suspiro e foi embora.

Maldita foi a hora em que eu me apaixonei por Min Yoongi, e maldita hora que essa projeto de puta surgiu em nossas vidas, era tudo muito bom sem ela, eu já estava decidido a me declarar mas tudo isso aconteceu...

Cheguei em casa e fui diretamente para o meu quarto, deitei em minha cama e me permiti chorar, chorei até que não aguentasse mais, solucei, gritei, tudo que eu queria era que isso tudo parasse, doía sentir isso, doía vê-los juntos, doía saber  que era a ela que ele queria, e não a mim, eu que sempre estive ao seu lado não importasse quando, eu que sempre o tratei como a melhor coisa que já pudera existir no mundo mas como sempre eu tinha de ser o trouxa abandonado.

Acordei no dia seguinte com uma dor de cabeça péssima, eu queria faltar mas hoje eu teria teste de inglês - matéria em que eu tinha várias faltas - , e se eu faltasse poderia reprovar. Tomei um banho e desci para tomar meu café, minha mãe, havia viajado a só voltaria daqui a alguns meses, então eu ficaria sozinho em casa nesse tempo, após terminar meu café peguei minha mochila e andei calmamente até a porta, após abrir sai e a tranquei, andei calmamente até o caminho que passava por uma lago que tinha perto de um parque, não era sempre que eu vinha por esse caminho, apenas quando eu queria pensar na minha vida ou quando eu não estava atrasado já que esse caminho é o mais longo.

O lago e o parquinho estavam como sempre, bem cuidados e as plantas com a coloração verde viva, olhei para meu relógio e vi que eu ainda tinha alguns minutos, andei até o pequeno banco que havia perto do lago e ali sentei-me para pensar enquanto adimirava a beleza ao meu redor.

Minutos depois percebi que eu já estava ali a um bom tempo, olhei para o meu relógio novamente e notei que eu só tinha alguns minutos para chegar ou eu chegaria atrasado, levantei-me e apressei o passo, eu não queria correr e achava que só andar um pouco mais rápido seria o bastante para não me atrasar.

Após chegar ao portão da escola olhei pela milésima vez o meu relógio e vi que consegui chegar na hora, suspirei aliviado e me direcionei até a minha sala, a maioria das pessoas já haviam chegado mas ainda faltava uma boa quantidade, fui para o meu lugar de sempre e peguei meu celular e meus fones, pluguei os fones e coloquei para tocar no aleatório, justo na minha situação ele me traz "I hate you I love you", apenas deixei tocar e observei a a vista que dava na janela, estava tão distraído que só vim perceber a presença de um certo ser de cabelos esverdeados junto com sua "bonequinha" após ouvir a voz irritante da mesma, os dois estavam conversando, ele com as mãos enlaçadas nos ombros dela enquanto ela fazia carícias na bochecha dele...

Completamente sozinha eu assisto você observá-la

Como se ela fosse a única garota Que você já viu

Você não se importa, você nunca se importou

Você não dá a mínima para mim
Sim, sozinha eu vejo você observá-la

Ela é a única coisa que você já viu

Como é que você nunca nota?

Que você está me matando lentamente...

Muito obrigada por cooperar com a situação, música... tirei minha atenção dos dois indivíduos e a voltei para meu celular colocando em um joguinho qualquer para me distrair em meio a uma partida de "corrida" o meu celular vibrou em sinal de mensagem, o cliquei no ícone das minhas mensagens e fui ver quem havia me mandado mensagem, quando abri percebi que era uma foto, a esperei carregar e só de vê-la já havia entendido quem a havia mandado. Era uma foto de Yang e Yoongi, abraçados e sorrindo, pelo que vi ela foi tirada à pouco, quando os dois estavam sentados no banquinho do pátio... guardei meu celular e esperei a entrada do professor na sala, preferi não olhar para o lugar de Yang, não quero que ela ache que me machuca com isso.

Assim que o professor de inglês entrou e nos entregou o teste a sala finalmente silenciou e eu pude colocar meus pensamentos em ordem, poucos minutos depois de terminar a prova eu a entreguei e fui para o pátio, sentei-me em baixo da árvore e paguei meu celular colocando novamente meus fones, fechei meus olhos e aproveitei e calmaria que a música me traz.

-Sabia que estaria aqui. - uma voz familiar pronunciou próximo a mim...


Notas Finais


Me desculpem qualquer erro :v
Comentem o que acharam e favoritem s2 <3
Até o próximo :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...